Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Cápsulas INFLA-TECH - Segmento Veterinária

41 views

Published on

As cápsulas e o sistema de Ozônio (O³) destinam-se a oferecer proteção, higiene e segurança a vários objetos em geral (mobílias, equipamentos, turbinas, motores, computadores, carros, motos e etc) podendo ser utilizado nos diversos segmentos de mercado, por profissionais domésticos, colecionadores, museus, bibliotecas, hospitais, escolas, hotéis, supermercados, restaurantes, bancos, lojas de departamentos, empresas de guarda móveis e documentos, oficinas especializadas, concessionárias de veículos, CPD, Data Center, indústrias em geral (aeronaútica, automotiva, alimentos, bebidas e etc), empresa de construção civil (pinturas, reformas, conserto e etc), empresa de dedetização e empresa de limpeza e conservação.

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Cápsulas INFLA-TECH - Segmento Veterinária

  1. 1. Divis�o Veterin�ria A AS-TECH
  2. 2. Criada em 2015, a AS-TECH � uma empresa de base tecnol�gica, localizada no Distrito de Correas, na Cidade de Petr�polis/RJ, especializada no desenvolvimento de produtos sustent�veis e solu��es inovadoras. Desenvolvemos um produto in�dito, inovador e exclusivo para a �rea de sa�de, uma C�psula Infl�vel com patente requerida BR PI 10 2017 003786-0. Nas diversas �reas, veterin�ria, agrotech, supermercados, constru��o civil, hotelaria, oil&gas, militar e automotiva, a C�psula Infl�vel com patente requerida BR MU 20 2016 030483-6. S-TECHA A
  3. 3. Hoje comercializamos equipamentos de Oz�nio (O�) linha PET para uso veterin�rio, eficaz no combate a enfermidades causadas por bact�rias, fungos e v�rus. Os sistemas de desinfec��o para as instala��es de animais de pequeno, m�dio e grande porte s�o para uso com �gua e g�s para desinfec��o de ambientes, equipamentos e sanitiza��o dos animais. � ecologicamente correto, elimina o contato com produtos qu�micos, obtendo ganho na qualidade da sa�de do animal e tem como res�duo o oxig�nio (O�). S-TECHA A
  4. 4. A aplica��o local pode ser feita de forma gasosa com a ajuda de uma c�psula infl�vel que � colocada sobre o corpo do animal que receber� a aplica��o ou uma c�psula infl�vel espec�fica para aplica��o no membro. As aplica��es locais s�o feitas diretamente nas les�es, com o oz�nio (O�), misturado a outras subst�ncias como �gua bidestilada e deionizada ou �leo de girassol, c�co e oliva. Dependendo da doen�a pode ser feita por auto-hemoterapia, o sangue � retirado da jugular do animal e misturado ao oz�nio (O�) e em seguida � aplicado novamente por insufla��o retal (o g�s � introduzido pelo reto do animal). A ozonioterapia j� mostrou grandes resultados em diversas patologias como: habronemose (ocasionada pelo dep�sito de larvas de moscas sobre o ferimento), tumor sarcoide (comum em equinos), les�es por fungos e erlichiose canina (transmitida pelo carrapato). � uma t�cnica promissora por n�o deixar res�duos e de baixo custo. OZ�NIO NO TRATO VETERIN�RIO
  5. 5. C�PSULA PARA APLICA��O NO CORPO DO ANIMAL
  6. 6. AP�S 15 DIAS DE APLICA��O COM OZ�NIO (O�)
  7. 7. Uma cl�nica veterin�ria e pet shop por mais sustent�vel que seja ainda utiliza produtos qu�micos durante a execu��o de suas atividades e servi�os. Considerando que s�o muitas as superf�cies de contato, gaiolas, jaulas, bancadas, mesas e panos, representam uma importante fonte de contamina��o cruzada. Conclui-se que a lavagem e desinfec��o dos mesmos contribuem, significativamente, para o controle de sanitiza��o. Al�m disso, tamb�m � um setor que tem alto consumo de �gua e energia e precisa estar sempre atento �s melhores pr�ticas de consumo eficiente. Nestes empreendimentos o uso da �gua � distribu�do nos setores de banho, tosa, limpeza de consult�rios, sala de cirurgia, al�m do consumo ligado a higiene pessoal dos funcion�rios. H� um gasto m�dio de 47,53 litros/animal dia. MANUTEN��O DE AMBIENTE E CONSUMO DE �GUA
  8. 8. CONSUMO DE �GUA E PRODUTOS QU�MICOS
  9. 9. SANITIZA��O DAS INSTALA��ES
  10. 10. SANITIZA��O DAS INSTALA��ES EXTERNAS
  11. 11. A QUALIDADE MICROBIOL�GICA DO AR
  12. 12. A QUALIDADE MICROBIOL�GICA DA ROUPA
  13. 13. SANITIZA��O DAS SALAS DE ATENDIMENTO E CIRURGIA
  14. 14. Divis�o Veterin�ria Contatos: Guilherme Monteiro S�cio - Intelig�ncia de mercado +55(21) 99465-9228 guilherme@inflatech.com.br

×