Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Linguagem corporal

30,407 views

Published on

Published in: Education

Linguagem corporal

  1. 1.  A Linguagem Corporal é uma forma de comunicação não- verbal. Abrange principalmente gestos, postura, expressões faciais, movimento dos olhos e proximidade entre locutor e interlocutor . Os primeiros estudos científicos sobre linguagem corporal foram feitos por Charles Darwin e publicadas no livro “A expressão das emoções em homens e animais” de 1906. Darwin defendia que os mamíferos demonstravam suas emoções através de expressões faciais. A linguagem corporal foi uma das primeiras formas de comunicação humana e continua sendo uma das mais fortes e expressivas. A Linguagem corporal vem sendo utilizada a milhões de anos e está relacionada principalmente ao sistema límbico, a segunda estrutura mais primitiva do nosso cérebro.
  2. 2. A importância da linguagem corporal Os gestos e as expressões faciais falam muito mais do que as palavras. Sendo seguida nessa porcentagem: 7% - Verbal (somente palavras) 38% - Vocal (incluindo tom de voz, velocidade, ritmo, volume e entonação) 55% - Não-verbal (incluindo gestos, expressões faciais, postura e demais informações expressas sem palavras). Por exemplo: Se eu olhar para você sorrindo e feliz e dizer que te odeio, aparentemente você não irá dar importância ao que eu falei, aliás a maioria da minha comunicação não verbal foi positiva. O antropólogo, Ray Birdwhistel outro pioneiro no estudo da comunicação não-verbal descobriu que as palavras correspondem por menos de 35% das mensagens transmitidas numa conversa frente a frente. O restante em torno de 65% da comunicação é feito de maneira não-verbal pela linguagem corporal.
  3. 3.  Todos nascemos sabendo identificar algumas expressões faciais, gestos e posturas e também ao longo da vida aprendemos várias outras com estudos e aperfeiçoamento. Muitos especialistas se debruçam nesta área, pois podem perceber através dos gestos e expressões faciais se o que uma pessoa está dizendo condiz exatamente com seus sentimentos e reais intenções; caso contrário, estará mentindo e o especialista saberá. Giovanni Mileo, especialista brasileiro em linguagem corporal alerta que é preciso muita cautela na leitura de gestos e expressões corporais. Muitos deles, chamados de micro- expressões, são realizados em frações de segundo, onde é necessário ter uma percepção muito aguçada para captar tais movimentos.
  4. 4. Utilização da linguagem corporal Código A linguagem corporal pode ser utilizada como código por determinados grupos. Militares e policiais por exemplo, possuem códigos de gestos para transmitirem informações como acelerar, agrupar, parar ou bater em retirada. OBS: A libras não pode se enquadrar neste artigo de linguagem corporal.
  5. 5. Gestos culturaisCulturalmente um povo pode adotar gestos característicos queos identifiquem. Assim como ocorre de existirem significadosdiferentes para um mesmo gesto em diferentes culturas.  O punho fechado com o polegar levantado na maioria dos países é interpretado como sinal de “positivo”. Na Itália é interpretado como um gesto obsceno, segundo Paulo Sérgio de Camargo, autor de Linguagem Corporal – Técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais.  O sinal de “Ok” americano, realizado com a união de polegar e indicador, no Brasil quando feito abaixo do cotovelo também adquire significado vulgar.
  6. 6. Expressões inatas 7 expressões inatas: raiva, alegria, tristeza, surpresa, medo, aversão e arrogância . Estas expressões estão presentes em todas as culturas e em todas as épocas da história, registradas em estátuas e pinturas. Seja no Japão, no oriente médio, no Brasil ou nos EUA, as 7 expressões inatas possuem o mesmo significado. São percebidas inclusive em crianças que nasceram cegas e nunca a observaram em outra pessoa. Ekman também catalogou todas as combinações dos movimentos musculares da face humana, chegando a mais de 10.000 expressões faciais.
  7. 7. Expressões Faciais A microexpressão é uma expressão facial involuntária mostrada na face do ser humano, quando este tenta esconder uma emoção. Elas costumam ocorrer em situações de tensão, onde as pessoas têm algo a perder ou a ganhar. Diferentemente das expressões faciais normais, é difícil disfarçar uma micro expressão. Segundo o psicólogo norte-americano Paul Ekman as sete emoções universais são: nojo, raiva, medo, tristeza, alegria, surpresa e desprezo. No entanto, Paul Ekman expandiu sua lista de emoções básicas, incluindo uma gama de emoções positivas e negativas dos quais nem todas são codificadas nos músculos faciais. Estas emoções são: diversão, desprezo, excitação, culpa, orgulho, alivio, satisfa ção, prazer e vergonha. Tais expressões duram por volta de um quinto de segundo.
  8. 8. Os tipos se dividem em dois grupos;  Comuns  Aparecem quando as pessoas tentam deliberadamente ocultar suas emoções (ou inconscientemente reprimir suas emoções), visível apenas a pessoas treinadas.  Sutis  São "mini" movimentos faciais que muitas vezes aparecem em apenas uma região do rosto: as sobrancelhas, pálpebras, bochechas, nariz ou boca. Esses pequenos movimentos podem ocorrer quando uma emoção começa gradualmente. O indivíduo apresenta uma expressão tão leve pode não ter ainda percebido que ele ou ela é mesmo um sentimento de emoção.
  9. 9. Vídeo expressões faciais

×