Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O lugar da imprensa no contexto das redes sociais

549 views

Published on

Palestra de Lina Garrido no II Simpósio de Inteligência em Mídias Sociais do IBPAD.7

Published in: Social Media
  • Hey guys! Who wants to chat with me? More photos with me here 👉 http://www.bit.ly/katekoxx
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

O lugar da imprensa no contexto das redes sociais

  1. 1. “A REVOLUÇÃO NÃO ACONTECE QUANDO A SOCIEDADE ADOTA NOVAS FERRAMENTAS. ACONTECE QUANDO A SOCIEDADE ADOTA NOVOS COMPORTAMENTOS” (GUIDONI)
  2. 2. MANIFESTAÇÕES DE 2013 “AGORA, PODE CONFRONTAR A PRÓPRIA MÍDIA, USANDO ESSAS FERRAMENTAS: SEU BLOG, O FACEBOOK, O TWITTER.” (VAYNERCHUCK, 2010)
  3. 3. BOTÕES DE COMPARTILHAMENTO
  4. 4. ESTABELECER LINK FICAM SABENDO DAS NOVIDADES JUNTO À IMPRENSA
  5. 5. VIRAM TERMÔMETRO TENDÊNCIA SE MANTEVE
  6. 6. OPINIÃO PÚBLICA PRÓPRIA MÍDIA
  7. 7. FORÇAR PAUTA
  8. 8. NÃO É O MESMO MINORIAS GANHAM VOZ FEMINISMO MOVIMENTO NEGRO DIREITOS HUMANOS
  9. 9. MOVIMENTO CONTRA A HOMOFOBIA PASSA A COBRIR
  10. 10. PERDA DE PÚBLICO E ATENÇÃO PERDE ESPAÇO
  11. 11. AS MAIORES “EMPRESAS DE MÍDIA” “NÃO SE DEFINEM COMO DE MÍDIA”.
  12. 12. O PRINCIPAL DO DIA O QUE VOCÊ DEVE LER EDIÇÃO RANKINGS
  13. 13. O PRINCIPAL DO DIA O QUE VOCÊ DEVE LER EDIÇÃO RANKINGS
  14. 14. GANHA CREDIBILIDADE COMPROVAR SUAS TEORIAS GOVERNO ACADEMIA IMPRENSAPESQUISA
  15. 15. QUALIDADE DA INFORMAÇÃO TEM QUE VIRAR PAUTA
  16. 16. ELEIÇÕES 2014: A MENTE HUMANA TRABALHA POR ASSOCIAÇÕES (VANNEVAR BUSH, 1945, “AS WE MAY THINK”) ATRAVÉS DAS ESTRUTURAS DE COMUNICAÇÃO DIGITAL, O LEITOR PERCORRE A TRAMA TEXTUAL DE FORMA ÚNICA, PESSOAL (LEÃO, 1999)
  17. 17. INFLUENCIADORES PASSAM A SER MAIS FONTE DÃO A ARGUMENTOS MASTIGADOS
  18. 18. AGORA UM POEMA CONFUNDEM O USUÁRIO QUE VEICULAM NOTÍCIAS COM OPINIÃO QUE NEM CHECA A INFORMAÇÃO INFLUENCIADORES, BLOGS E SITES
  19. 19. A QUESTÃO NÃO É CONFIAR OU NÃO NO SEU AMIGO, MAS SABER SE É DE FATO UMA INFORMAÇÃO VERDADEIRA QUE FOI TRANSMITIDA O QUE ESTÁ EM XEQUE NÃO É EXATAMENTE A CREDIBILIDADE DELE
  20. 20. PERFIS FAKES ATRIBUIÇÃO DE HISTÓRIAS E FONTES BOATOS
  21. 21. VOLUME DE COMPARTILHAMENTOS DE UMA MENSAGEM FALSA É MUITO MAIOR DO QUE O DESMENTIDO
  22. 22. Duvide até do que parece verdade
  23. 23. A PREOCUPAÇÃO JÁ EXISTE HÁ TEMPOS EJC (CENTRO EUROPEU DE JORNALISMO), PROJETO PHEME, E-FARSAS, BOATOS.ORG E BOATOS NA REDE
  24. 24. IMPRENSA NACIONAL OLHA COM MAIS CARINHO PARA O JORNALISMO DE DADOS E MUDA O PERFIL DAS MATÉRIAS E DAS REDAÇÕES: QUEREM PROVAR
  25. 25. A FONTE DE INFORMAÇÃO DA IMPRENSA PASSA A NÃO SER APENAS AS SUAS FONTES (PESSOAS) NÃO REVELADAS OU EXPLÍCITAS, DE ACORDO COM O RELACIONAMENTO DOS JORNALISTAS (PESSOAS). UMA DESSAS VARIÁVEIS MUDA: O MUNDO DOS DADOS INVADE AS REDAÇÕES
  26. 26. CRISE DE CREDIBILIDADE ABRIU ESPAÇO PARA O JORNALISMO INDEPENDENTE COM FINANCIAMENTO COLABORATIVO OU PAGAMENTO PARA ACESSO. ESSES MODELOS OFERECEM BENEFÍCIOS ABERTOS, QUE VARIAM DE ACORDO COM SUA CONTRIBUIÇÃO
  27. 27. ANÁLISE DOS DADOS PÚBLICOS GANHA AINDA MAIS VALOR NOS VEÍCULOS JORNALISTAS PASSAM A ENTENDER QUE SUAS MATÉRIAS PRECISAM PASSAR POR ESTUDO DETALHADO AS INFORMAÇÕES “EXCLUSIVAS” E ABERTAS PASSAM A SURGIR DEPENDENDO DA CAPACIDADE DA REDAÇÃO DE EXTRAIR CONHECIMENTO DOS DADOS, LINKANDO INFORMAÇÕES
  28. 28. Contadordehistórias Define a missão, a pergunta Batedor Persegue os dados Analista Esmiuça dados e testa hipóteses Analisa e compila histórias Engenheiro Desenvolve APIs Garante qualidade estatística Designer Cuida da visualização de dados, real time life, video e infografia 1 2 3 4 5 PROCESSOS:
  29. 29. Open Data Dados abertos Data Mining Mineração de dados Social Network Analysis ARS Netnografia Business Inteligence Big Data Universo Hacker Data Science Ciência da informação Data Journalism Jornalismo de dados Infographics Infografia Data Visualization Visualização de Dados Database Banco de Dados Gamification Internet das Coisas Automação Computadores vestíveis Impressão 3D Economia colaborativa Crowd sourcing Curadoria de conteúdo Inteligência Artificial Computação Cognitiva Design de interfaces Realidade expandida Geolocalização Biotecnologia Química verde Chips UNIVERSO
  30. 30. ANÁLISE DE DADOS TORNA-SE OBRIGAÇÃO
  31. 31. 1. ASSUNTO DE INTERESSE LINGUAGEM TEMA QUE SURGE ONLINE IDENTIFICAÇÃO COM OPINIÃO
  32. 32. 2.
  33. 33. 3. THE WALL STREET JOURNAL
  34. 34. 4.
  35. 35. O QUE O JORNALISTA QUER BUSCAR? AGORA O JORNALISTA TEM COMO COMPROVAR O QUE DIZ. E SERÁ QUESTIONADO POR ISSO FUTURAMENTE
  36. 36. CREDIBILIDADE COLOCADA À PROVA SERVIÇOS ONLINE SÃO QUESTIONADOS
  37. 37. PÓS-VERDADE
  38. 38. Digital News Report 2016 da Reuters Institute for the Study of Journalism, Universidade de Oxford
  39. 39. A spatial map of the rightwing fake news ecosystem. Jonathan Albright, assistant professor of communications at Elon University, North Carolina, “scraped” 300 fake news sites (the dark shapes on this map) to reveal the 1.3m hyperlinks that connect them together and link them into the mainstream news ecosystem. Here, Albright shows it is a “vast satellite system of rightwing news and propaganda that has completely surrounded the mainstream media system”. Foto: Jonathan Albright Fonte: The Guardian
  40. 40. ”ACREDITAMOS QUE UMA ANÁLISE DE DADOS INDEPENDENTE E TRANSPARENTE PODE SER UM INSTRUMENTO MUITO PODEROSO PARA UM JORNALISMO RESPONSÁVEL. SEGUIREMOS TRABALHANDO NESSE DESAFIO E INTRODUZIREMOS A NOVIDADE EM BREVE EM OUTROS PAÍSES” - TEXTO DIVULGADO PELO FACEBOOK PROJETO FACEBOOK PARA JORNALISMO (JAN,17)
  41. 41. COMBATE ÀS NOTÍCIAS FALSAS (JAN,17)
  42. 42. "HOJE MUITA GENTE SE INFORMA SOBRE OS MAIS VARIADOS ASSUNTOS NA INTERNET DE UMA FORMA ACRÍTICA. A PESSOA CONFIA EM UMA NOTÍCIA PORQUE UM FAMILIAR COMPARTILHOU NO WHATSAPP OU NO FACEBOOK, OU PORQUE A NOTÍCIA APARECEU EM DESTAQUE QUANDO ELA BUSCOU NA INTERNET” FRANCISCO BELDA, UM DOS PESQUISADORES QUER DISTINGUIR JORNALISMO DE QUALIDADE PARA ENFRENTAR NOTÍCIAS FALSAS E A DESCONFIANÇA DO PÚBLICO (PROJOR E UNESP)
  43. 43. IMPRENSA ERA FILTRO OFICIAL E EXCLUSIVO DE INFORMAÇÕES
  44. 44. SURGE “O CLIMA PERFEITO” PARA PROLIFERAÇÃO DE SITES E VIRALIZAÇÃO DE CONTEÚDO: MUDOU A RELAÇÃO DAS PESSOAS COM AS NOTÍCIAS CONTEÚDO INFLUENCIA A OPINIÃO E CHAMA A ATENÇÃO DAS PLATAFORMAS Além de serem meios para divulgação de sites externos - mas privilegiarem o conteúdo interno – redes passam a se “responsabilizar” pelas consequências do conteúdo falso MAS DEPOIS DE GANHAREM COM O CONTEÚDO, VEM A TEMPESTADE
  45. 45. SURGE “O CLIMA PERFEITO” PARA PROLIFERAÇÃO DE SITES E VIRALIZAÇÃO DE CONTEÚDO: MUDOU A RELAÇÃO DAS PESSOAS COM AS NOTÍCIAS CONTEÚDO INFLUENCIA A OPINIÃO E CHAMA A ATENÇÃO DAS PLATAFORMAS Além de serem meios para divulgação de sites externos - mas privilegiarem o conteúdo interno – redes passam a se “responsabilizar” pelas consequências do conteúdo falso MAS DEPOIS DE GANHAREM COM O CONTEÚDO, VEM A TEMPESTADE Então passam a ser “o grande novo filtro”? Empresas “de mídia”?
  46. 46. DEPOIS DE SITES PROMETEREM CUMPRIR O PAPEL DA IMPRENSA
  47. 47. IMPRENSA VOLTA À CENA COMO MEIO DE VALIDAR INFORMAÇÃO
  48. 48. O QUE VALE É A CHANCELA DO VEÍCULO, NÃO SE DEU NO IMPRESSO Digital News Report 2016 da Reuters Institute for the Study of Journalism, Universidade de Oxford
  49. 49. PARA JUSTIFICAR/EMBASAR QUAL DADO?
  50. 50. QUEM É SUA FONTE, LEITOR? Ele se torna responsável pelo que lê e compartilha
  51. 51. SEPARADO TUDO É CONFUSO COLUNISTAS,
  52. 52. DÃO ARGUMENTO SE O PÚBLICO SE IDENTIFICA, COMPARTILHA ARGUMENTO, NÃO INFORMAÇÃO
  53. 53. NOVO TIPO DE INFLUÊNCIA É isso que eu vou falar no jantar de família!
  54. 54. QUER QUE AS PESSOAS COMPARTILHEM SEU CONTEÚDO (PELO SITE, PELA SUA PRÓPRIA PÁGINA, PELO AMIGO QUE DEU CTRL+C/CTRL+V, PELO YOUTUBER PAGO)
  55. 55. FENÔMENO CLICKBAIT COZINHA SENSACIONALISTA LISTAS E A BUZZFEEDIZAÇÃO
  56. 56. ESTRATÉGIA SILVIO SANTOS IMPRENSA TRABALHA PARA CHEGAR AOS RANKINGS DOS ASSUNTOS MAIS FALADOS DAS REDES
  57. 57. VOCÊ EMPODERADO
  58. 58. THE WASHINGTON POST NEWSLETTER COM OS COMENTÁRIOS MAIS IMPORTANTES DA SEMANA APROXIMAÇÃO COM O PÚBLICO
  59. 59. “PARAMOS DE CONFIAR EM INSTITUIÇÕES E COMEÇAMOS CONFIAR EM ESTRANHOS” A VERDADEIRA RUPTURA É NA CONFIANÇA, NÃO NA TECNOLOGIA (TINDER, UBER, AIRBNB)
  60. 60. INFLUENCIADORES  MICROINFLUENCIADORES
  61. 61. A ANÁLISE DE DADOS HOJE:: DO PONTO DE VISTA DA REDAÇÃO CONTEÚDO + EMPRESA 1 ENTENDER A OPINIÃO PÚBLICA (STORYTELLING E PERSONAGENS) 2 ENTENDER O IMPACTO DAS COISAS E FAZER MATÉRIAS 3 ENTENDER OS DADOS PÚBLICOS E FAZER MATÉRIAS COM DADOS PUROS OU CRUZAMENTO DE VÁRIOS DADOS (IBGE, ORÇAMENTO FEDERAL, GASTOS DE GABINETE) 4 SEGUIR INFLUENCIADORES DE DIVERSAS ÁREAS E DAR SUAS ASPAS/ANTECIPAR FATOS/DAR OPINIÕES DE FORMA RÁPIDA NO ONLINE 5 MOSTRAR OS ASSUNTOS MAIS FALADOS NA HOME, VEÍCULO IMPRESSO E REDES – AJUDA NA INFLUÊNCIA DA PÁGINA E CREDIBILIDADE
  62. 62. 6 INVESTIR EM REAL TIME MARKETING PARA ATRAIR O CLIQUE E SERVIR DE FONTE DE INFORMAÇÃO POR SER O PRIMEIRO A EXPOR O DADO – AJUDA NA INFLUÊNCIA DA PÁGINA 7 USAR INFLUENCIADORES PARA DIVULGAÇÃO DE CONTEÚDOS 8 TRABALHAR COM MOMENTS DO TWITTER E COM OS INSTANT ARTICLES DO FACEBOOK 9 TRABALHAR PARA QUE AS PESSOAS COMPARTILHEM SEU CONTEÚDO PELO SITE E PELOS COMENTÁRIOS DO SITE, ALÉM DA SUA PRÓPRIA PÁGINA OU PELO AMIGO QUE DEU CTRL+C/CTRL+V, PELO YOUTUBER PAGO) 10 RECONQUISTAR A CREDIBILIDADE A ANÁLISE DE DADOS HOJE:: DO PONTO DE VISTA DA REDAÇÃO CONTEÚDO + EMPRESA
  63. 63. A ANÁLISE DE DADOS HOJE:: DO PONTO DE VISTA DA REDAÇÃO CONTEÚDO + EMPRESA 11 ENTENDER QUE O QUE OS INFLUENCIADORES FALAM NA REDE É O QUE ELES QUEREM QUE VOCÊ SAIBA E QUE ASSOCIE COM ELES. A ANÁLISE DESSES DADOS TAMBÉM PRECISA DE MAIS UMA CAMADA DE FILTRO 12 ENTENDER O QUE FAZ MAIS SUCESSO COM O SEU PÚBLICO E O QUE FAZ MAIS SUCESSO COM QUEM NÃO É SEU PÚBLICO - PARA ATRAIR 13 ENTENDER NÃO SÓ OS PERFIS QUE COMENTAM, MAS OS QUE NÃO COMENTAM. ESTUDAR O ANALYTICS 14 PENSAR NOS TÍTULOS QUE VÃO PARA REDE. O QUE ATRAI MAIS? 15 ESTUDAR MODELOS DE CONTEÚDO QUE MAIS ATRAEM: INFOGRAFIA, VÍDEO, ÁUDIO, MÚSICA, IMAGEM, MEME, FOTO, GIF, ANIMAÇÃO, CHARGE... QUAL A SUA IMPORTÂNCIA, AFINAL? HÁ MAIS OPÇÕES PARA FICAR INFORMADO. SAIBA DISSO E TENHA QUALIDADE.
  64. 64. 1 EXTRAIR CONHECIMENTO PARA ESTRATÉGIAS DE COMUNICAÇÃO 2 IDENTIFICAR INFLUENCIADORES 3 ACOMPANHAR INFLUENCIADORES E PÚBLICOS DE INTERESSE PARA SABER O QUE DIVULGAM, INFORMAÇÕES PESSOAIS E O QUE FALAM 4 IDENTIFICAR POSICIONAMENTOS DE NICHOS: EXEMPLO – SEGURADORA TEM QUE OLHAR CORRETOR, CLIENTE QUE ENTRA NA PÁGINA OFICIAL E O QUE NÃO ENTRA, ECONOMISTAS, WEBCELEBRIDADES, JORNALISTAS (QUE VAI CONVIDAR PARA EVENTO OU DAR RELEASE OU SE COMUNICAR), VEÍCULOS, INFLUENCIADORES POLÍTICOS, BANQUEIROS ETC. A ANÁLISE DE DADOS HOJE:: DO PONTO DE VISTA DAS EMPRESAS
  65. 65. A ANÁLISE DE DADOS HOJE:: DO PONTO DE VISTA DAS EMPRESAS 5 SER UMA REFERÊNCIA BOA NO SEU NICHO 6 INFLUENCIAR/ATINGIR SEUS PÚBLICOS DE INTERESSE 7 ATENDER E DAR ATENÇÃO ÀS PESSOAS. SEU RELACIONAMENTO AGORA É OBSERVADO. TRANSPARÊNCIA 8. ANALISAR A IMAGEM POR PRODUTOS E POR DEPARTAMENTOS PARA ROI DAS EMPRESAS, METAS ETC. O QUE RENDE MAIS REPERCUSSÃO? QUAIS OS PROBLEMAS APONTADOS? SAC/ VAREJO/ ENGENHARIA DE PRODUTOS/ PAUTAS PARA IMPRENSA/ SUCESSO DE DIVULGAÇÃO/ DESTAQUE DE QUALIDADES/ PAUTAS DE ASSISTÊNCIA PARA A FANPAGE/ CONTEÚDO PARA ASSISTÊNCIAS TÉCNICAS/ MARKETING ETC. SAIBA QUE O CONSUMIDOR TEM MUITAS FONTES DE INFORMAÇÃO PARA TE CONTESTAR E PODE SER INFLUÊNCIA PARA SEUS CLIENTES E PARA A IMPRENSA. MELHORE SEMPRE
  66. 66. A ANÁLISE DE DADOS HOJE:: DO PONTO DE VISTA DAS PESSOAS 1 PRECISA TER DADOS E ARGUMENTOS 2 SERÃO QUESTIONADOS OS DADOS 3 CHECAGEM DE INFORMAÇÃO 4 MOVIMENTO CONTRA BOATOS 5 JÁ EXISTEM MOVIMENTOS CONTRA NOTÍCIAS FAKES HÁ TEMPOS. 6 COCADA BOA EXISTE SER INFORMADO NÃO É LER MANCHETE NEM LER APENAS UM VEÍCULO. É ENTENDER A INFORMAÇÃO COMO UM TODO E ISSO É MAIS COMPLEXO. O LEITOR DE MANCHETE SABE QUE ELE AINDA TEM VISIBILIDADE NA REDE, MAS É CADA VEZ MENOR.
  67. 67. 1 JORNALISMO ALTERNATIVO E REBELDE 2 FAKE NEWS NO CENTRO DA REVOLUÇÃO DA PROFISSÃO 3 FORMATOS DE COMUNICAÇÃO: ASCENSÃO DO PODCAST 4 CHATBOT PARA “INVASÃO” NOS MESSENGERS E WHATSAPP 5 ACOMPANHAMENTO DE INFLUENCIADOR PARA ESTRATÉGIA DE PR 6 ROI DE INFLUENCIADORES PRÓXIMOS CAPÍTULOS

×