Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Análise de Vídeos por Matrizes Discursivas

2,090 views

Published on

Apresentação realizada por Débora Zanini (Ogilvy) no Simpósio de Inteligência Qualitativa em Mídias Sociais do IBPAD, ocorrido em julho de 2016.

Published in: Science
  • Be the first to comment

Análise de Vídeos por Matrizes Discursivas

  1. 1. ANÁLISE DE VÍDEOS POR MATRIZES DISCURSIVAS
  2. 2. DEFINA NOSSA SOCIEDADE
  3. 3. POPULARIZAÇÃO DA INTERNET 2 GRANDES BASES DA NOSSA SOCIEDADE ATUAL DEMOCRATIZAÇÃO DA TECNOLOGIA
  4. 4. INTERNET DEMOCRATIZAÇÃO DA TECNOLOGIA + DEMOCRATIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CULTURAL
  5. 5. EMISSOR PRODUÇÃO CULTURAL RECEPTOR EMISSOR RECEPTOR ANTES DEPOIS
  6. 6. EMISSOR RECEPTOR
  7. 7. EMISSOR RECEPTOR HORIZONTAL
  8. 8. SOCIEDADE INFORMACIONAL
  9. 9. SOCIEDADE INFORMACIONAL 1 – CRISE NO SISTEMA CAPITALISTA (anos 60 / 70) 2 – REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA 3 – NOVOS MOVIMENTOS SOCIAIS
  10. 10. SOCIEDADE INFORMACIONAL 1 – CRISE NO SISTEMA CAPITALISTA (anos 60 / 70) DESCENTRALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CRIAÇÃO DE NOVOS VALORES DE CONSUMO
  11. 11. SOCIEDADE INFORMACIONAL 2 – REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA POPULARIZAÇÃO DA INTERNET NOVAS FORMAS DE COMUNICAÇÃO DEMOCRATIZAÇÃO DA TECNOLOGIA
  12. 12. SOCIEDADE INFORMACIONAL 3 – NOVOS MOVIMENTOS SOCIAIS MOVIMENTOS SOCIAIS CULTURAIS FEMINISMO, LGTTB, NEGRO, ENTRE OUTROS
  13. 13. SOCIEDADE INFORMACIONAL 1 – CRISE NO SISTEMA CAPITALISTA (anos 60 / 70) 2 – REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA 3 – NOVOS MOVIMENTOS SOCIAIS
  14. 14. SOCIEDADE EM REDE
  15. 15. Sociedade em rede é uma estrutura social baseada em redes operadas por tecnologias de comunicação e informação fundamentadas na microelectrónica e em redes digitais de computadores que geram, processam e distribuem informação a partir de conhecimento acumulado nos nós dessas redes.
  16. 16. Forma de virtualização informacional em rede Por meio da tecnologia, os homens, mediados pelos computadores, passam a criar conexões e relacionamentos capazes de fundar um espaço de sociabilidade virtual
  17. 17. POR QUE VIDEOS?
  18. 18. A LINGUAGEM AUDIOVISUAL, COMO A PRÓPRIA PALAVRA EXPRESSA, É FEITA DA JUNÇÃO DE ELEMENTOS DE DUAS NATUREZAS HUMANAS: OS SONOROS E OS VISUAIS
  19. 19. ESTAMOS FALANDO DE ARTEFATOS DA CULTURAQUE AFETAM ESSES DOIS SENTIDOS A VISÃO E A AUDIÇÃO
  20. 20. AUDIOVISUAL + MUNDO DIGITAL VÍDEOS PARA INTERNET Características específicas: duração, modo de produção, meio e modo de circulação
  21. 21. DEMOCRATIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CULTURAL GEROU UM BOOM DE VÍDEOS ‘AMADORES’ (hoje as fronteiras entre o que é considerado profissional e amador tornam-se menos claras)
  22. 22. um tipo de pessoa que, voluntariamente, produz algo (esporte, conhecimento, cultura, técnica, etc.), porém sob um critério profissional de qualidade - um novo híbrido social. Trata-se do principal agente da cultura participativa e da emergência de uma comunidade que produz valor, mas não se enquadra dentro de um esquema tradicional de trabalho. Charles Leadbeater, jornalista e teórico (2004)
  23. 23. Leadbeater, 2004, p.23
  24. 24. tipos de conteúdo audiovisual assistidos por dispositivo
  25. 25. micro momentos COTIDIANO
  26. 26. E PARA ESTUDARMOS TUDO ISSO?
  27. 27. Existem várias técnicas para analisarmos vídeos SEMIÓTICA LINGUÍSTICA DE CORPUS BIOMETRIA / RECONHECIMENTO DE FACES PLANO FÍLMICO ... MATRIZES DISCURSIVAS
  28. 28. MATRIZES DISCURSIVAS MÉTODO QUE ESTUDA OS MODOS DE ABORDAGEM DA REALIDADE, QUE IMPLICAM EM DIVERSAS ATRIBUIÇÕES DE SIGNIFICADOS.
  29. 29. MATRIZES DISCURSIVAS SEMIÓTICA SEMIÓTICA é o estudo dos símbolos, isto é, sistemas humanos de significação Estuda como o indivíduo dá significado a tudo que o cerca
  30. 30. Anel OBJETO SIGNIFICAÇÃO Senhor dos AnéisCasamento Teologia da libertação
  31. 31. “Meu marido” “Meu parceiro” “Meu companheiro” OBJETO SIGNIFICAÇÃO Fala
  32. 32. MATRIZES DISCURSIVAS MÉTODO QUE ESTUDA OS MODOS DE ABORDAGEM DA REALIDADE, QUE IMPLICAM EM DIVERSAS ATRIBUIÇÕES DE SIGNIFICADOS.
  33. 33. MATRIZES DISCURSIVAS SEMIÓTICA MATRIZES DISCURSIVAS Estuda a forma e as representações culturais de como os sujeitos elaboram as suas representações REPERTÓRIO DE FALA
  34. 34. “Meu marido” “Meu parceiro” “Meu companheiro” OBJETO SIGNIFICAÇÃO Fala QUAIS QUESTÕES CULTURAIS ESTÃO ENVOLVIDAS NA UTILIZAÇÃO DESTAS EXPRESSÕES
  35. 35. MATRIZES DISCURSIVAS Lugar onde alguma coisa se gera ou se cria Fala / discurso
  36. 36. MATRIZES DISCURSIVAS
  37. 37. MATRIZES DISCURSIVAS Premissas do método Os sujeitos elaboram as suas representações sobre duas esferas: 1 – acontecimentos 2 – sobre si mesmos
  38. 38. MATRIZES DISCURSIVAS Premissas do método Os sujeitos elaboram as suas representações sobre duas esferas: 1 – acontecimentos 2 – sobre si mesmos COTIDIANO
  39. 39. COTIDIANO CARREGADO DE SIGNIFICADOS CULTURAIS
  40. 40. COMO FAZER?
  41. 41. MATRIZES DISCURSIVAS LUGAR MOLDE DOS DISCURSOS Matriz = Lugar onde alguma coisa se gera ou se cria
  42. 42. LUGAR 1. De onde esse discurso é emitido? 2. Quais as características desse ambiente? 3. ‘Ecossistema’ do lugar
  43. 43. MATRIZES DISCURSIVAS LUGAR MOLDE DOS DISCURSOS Matriz = Lugar onde alguma coisa se gera ou se cria
  44. 44. MOLDE DOS DISCURSOS 1. Como é nomeado o vivido? 2. Quais valores são invocados? 3. Como são nomeados os atores? 4. Que objetivos são visados? 5. Quais conclamações são feitas?
  45. 45. ESTUDO DE CASO
  46. 46. feminismo2008 2014 COMPORTAMENTO DE BUSCA YOUTUBE Linha por tempo
  47. 47. 22 de maio de 2014 COTIDIANO
  48. 48. METODOLOGIA  Coleta dos vídeos do canal JoutJoutPrazer no Youtube  Análise dos conteúdos dos vídeos 1. Como é nomeado o vivido? 2. Quais valores são invocados? 3. Como são nomeados os atores? 4. Que objetivos são visados? 5. Quais conclamações são feitas?
  49. 49. Transporte público não é o lugar de fazer isso. Pessoas desconhecidas talvez não sejam as pessoas certas de se fazer isso. GUARDA ESSE PIRU 22 de maio de 2014 Descrição: para a melhora do convívio social.
  50. 50. Como é nomeado o vivido? assédio Quais valores são invocados? respeito ao outro Como são nomeados os atores? Quem tem piru - homens Que objetivos são visados? debate sobre respeito Quais conclamações são feitas? não assediar pessoas
  51. 51. Conversando com uma mulher maravilhosa sobre relacionamentos abusivos. A gente quase abraçou virtualmente. Relacionamentos abusivos em todos as combinações de gênerosNÃO TIRA O BATOM VERMELHO 26 de fev de 2015 Descrição: você, que tá num relacionamento abusivo... saia já!
  52. 52. Como é nomeado o vivido? Relacionamentos abusivos Quais valores são invocados? Respeito a você, respeito ao próximo, diversidade Como são nomeados os atores? Cônjuge abusivo, pessoas em um relacionamento abusivo, Rede de amigos de pessoas em relacionamentos abusivos Que objetivos são visados? Libertação, respeito à mulher Quais conclamações são feitas? Libertação de relacionamentos abusivos
  53. 53. autonomia feminina diferença de gêneros aceitação do próprio corpo relacionamentos machismo feminino machismo masculino amadurecimento resignificação de valores MATRIZ DISCURSIVA DO CANAL JOUT JOUT Média geral
  54. 54. MATRIZ DISCURSIVA IDENTIDADE DE GÊNERO Média geral mulher cis mulher trans homem cis homem trans
  55. 55. MATRIZ DISCURSIVA IDENTIDADE DE GÊNERO Média geral
  56. 56. autonomia feminina diferença de gêneros aceitação do próprio corpo relacionamentos machismo feminino machismo masculino amadurecimento resignificação de valores MATRIZ DISCURSIVA DO CANAL JOUT JOUT Linha por tempo 2014 2016
  57. 57. COMPORTAMENTO DE BUSCA GOOGLE Linha por tempo feminismo machismo 2008 2014
  58. 58. COMPORTAMENTO DE BUSCA YOUTUBE Linha por tempo feminismo machismo2008 2014
  59. 59. OBRIGADA!

×