Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Endechas a bárbara

43,409 views

Published on

  • Essay writing is really very hard for students and many students are really stressed to write it. So finding a best essay writing format is not easy. Anyway you can check any essay writing services and they can help you to find a good format to write the essay. I can recommend a site that has helped me. It's called HelpWriting.net Good luck!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • DOWNLOAD THIS BOOKS INTO AVAILABLE FORMAT (2019 Update) ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... Download Full PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download Full doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download PDF EBOOK here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... Download doc Ebook here { https://soo.gd/irt2 } ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... ................................................................................................................................... eBook is an electronic version of a traditional print book THIS can be read by using a personal computer or by using an eBook reader. (An eBook reader can be a software application for use on a computer such as Microsoft's free Reader application, or a book-sized computer THIS is used solely as a reading device such as Nuvomedia's Rocket eBook.) Users can purchase an eBook on diskette or CD, but the most popular method of getting an eBook is to purchase a downloadable file of the eBook (or other reading material) from a Web site (such as Barnes and Noble) to be read from the user's computer or reading device. Generally, an eBook can be downloaded in five minutes or less ......................................................................................................................... .............. Browse by Genre Available eBooks .............................................................................................................................. Art, Biography, Business, Chick Lit, Children's, Christian, Classics, Comics, Contemporary, Cookbooks, Manga, Memoir, Music, Mystery, Non Fiction, Paranormal, Philosophy, Poetry, Psychology, Religion, Romance, Science, Science Fiction, Self Help, Suspense, Spirituality, Sports, Thriller, Travel, Young Adult, Crime, Ebooks, Fantasy, Fiction, Graphic Novels, Historical Fiction, History, Horror, Humor And Comedy, ......................................................................................................................... ......................................................................................................................... .....BEST SELLER FOR EBOOK RECOMMEND............................................................. ......................................................................................................................... Blowout: Corrupted Democracy, Rogue State Russia, and the Richest, Most Destructive Industry on Earth,-- The Ride of a Lifetime: Lessons Learned from 15 Years as CEO of the Walt Disney Company,-- Call Sign Chaos: Learning to Lead,-- StrengthsFinder 2.0,-- Stillness Is the Key,-- She Said: Breaking the Sexual Harassment Story THIS Helped Ignite a Movement,-- Atomic Habits: An Easy & Proven Way to Build Good Habits & Break Bad Ones,-- Everything Is Figureoutable,-- What It Takes: Lessons in the Pursuit of Excellence,-- Rich Dad Poor Dad: What the Rich Teach Their Kids About Money THIS the Poor and Middle Class Do Not!,-- The Total Money Makeover: Classic Edition: A Proven Plan for Financial Fitness,-- Shut Up and Listen!: Hard Business Truths THIS Will Help You Succeed, ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Endechas a bárbara

  1. 1. ouvir
  2. 2. Endechas a Bárbara escravaAquela cativa Ua graça viva,Que me tem cativo, Que neles lhe mora,Porque nela vivo Pera ser senhoraJá não quer que viva. De quem é cativa.Eu nunca vi rosa Pretos os cabelos,Em suaves molhos, Onde o povo vãoQue pera meus olhos Perde opiniãoFosse mais fermosa. Que os louros são belos. Presença serenaNem no campo flores, Que a tormenta Pretidão de Amor,Nem no céu estrelas amansa; Tão doce a figura,Me parecem belas Nela, enfim, descansa Que a neve lhe juraComo os meus amores. Toda a minha pena. Que trocara a cor.Rosto singular, Esta é a cativa Leda mansidão,Olhos sossegados, Que me tem cativo; Que o siso acompanha;Pretos e cansados, E. pois nela vivo, Bem parece estranha,Mas não de matar. É força que viva. Mas bárbara não.
  3. 3. O sujeito poético começa com um jogo de palavras: cativo/cativa que é sugestivo da escravidão amorosa do sujeito poético. Se por um lado Bárbara é escrava/cativa (socialmente), o sujeito poético também o é. É escravo do seu amor.Aquela cativaque me tem cativoPorque nela vivoJá não quer que viva. O sujeito poético faz um elogio à beleza daEu nunca vi rosa amada, construindo já a tradicionalEm suaves molhos, hipérbole, onde superioriza a amada.Que pera meus olhosFosse mais fermosa. Os elementos da Natureza são os escolhidos para ajudar a descrever a beleza da amada
  4. 4. Comparativamente com as flores e/ou as Nem no campo flores, estrelas, a sua amada é muito mais bela. Nem no céu estrelas Note-se que todo o elogio é pessoal, ou seja, Me parecem belas parece ao sujeito poético que a sua amada tem Como os meus amores. uma beleza incomparável à beleza da Rosto singular grandiosidade da Natureza. Está presente uma Olhos sossegados comparação. Pretos e cansados, Mas não de matar. O rosto da amada não é um rosto banal, é singular/diferente/único, ou seja não corresponde aos padrões habituais.Mais uma vez o Mais uma vez, os olhos são apresentados como um espelhosujeito poético joga da alma, neste caso estão sossegados, o que mais uma vezcom as palavras e diz reforça a ideia da calma e serenidade que caracterizava asque ela está cansada, mulheres da lírica camoniana.mas não de matar Mas logo de seguida, apresenta características que se…de amor, não de opõem ao modelo de mulher: “olhos pretos e cansados”, ouseduzir e de inspirar seja, olhos escuros e doridos do trabalho duro.paixões.
  5. 5. Antecedente – “olhos” O reforço da graciosidade da mulher é contínuo e assemelha-se ao modelo de mulher.ua graça viva,Que neles lhe mora, Mais uma vez se joga com as palavrasPera ser senhora “senhora” e “cativa”, reforçando a ideia de quede quem é cativa. apesar de ser cativa/escrava, domina, é senhoraPretos os cabelos, dos corações apaixonados.Onde o povo vãoPerde a opiniãoQue os louros são belos. O “povo vão”, ou seja, a opinião geral e pouco acertada é de que os cabelos louros é que são belos. O sujeito poético põe em causa o modelo da época e substitui-o por outro.
  6. 6. Inicia esta oitava com uma apóstrofe àPretidão de amor, mulher amada, pondo em destaqueTão doce a figura, precisamente as características que seQue a neve lhe jura opõem ao modelo de mulher da época,Que trocara a cor.Leda mansidão Mas logo se sucedem característicasQue o siso acompanha; psicológicas que se adequam ao modelo:Bem parece estranha Doçura, leda mansidão, siso.Mas bárbara não. Toda esta descrição pode parecer diferente, mas não agressiva, ofensiva (“bárbara”).Presença serena Novamente o reforço da serenidade. E também aQue a tormenta amansa; presença da antítese, que põe em destaque asNela, enfim descansa contradições amorosas e os conflitos de opinião.Toda a minha pena.Esta é a cativa O sujeito poético encaminha para uma conclusão todoQue me tem cativo. este elogio, dizendo que nela se concentra a suaE, pois nela vivo, inspiração poética e sofrimento poético (“pena”).É força que viva.
  7. 7. Aquela cativa “Aquela” implica um distanciamento, pois o sujeitoque me tem cativo, poético ainda não apresentou a personagem.Porque nela vivoJá não quer que viva.Eu nunca vi rosaEm suaves molhos,Que pera meus olhos Pretidão de amor,Fosse mais fermosa. Tão doce a figura, “ Esta” implica Que a neve lhe juraEm no campo flores, proximidade, pois Que trocara a cor.Nem no céu estrelas agora as Leda mansidãoMe parecem belas características desta Que o siso acompanha;Como os meus amores. Bem parece estranhaRosto singular personagem são Mas bárbara não.Olhos sossegados conhecidas.Pretos e cansados, Presença serenaMas não de matar. Que a tormenta amansa; Ela, enfim descansaua graça viva, Toda a minha pena.Que neles lhe mora, Esta é a cativaPera ser senhora Que me tem cativo.de quem é cativa. E, pois nela vivo,Pretos os cabelos,Onde o povo vão É força que viva.Perde a opiniãoQue os louros são belos
  8. 8. A escrava contraria o modelo de mulher renascentista pelas suas característicasfísicas que fogem ao pré-estabelecido: loiro, olhos claros, pele branca.A sua serenidade, sensatez, calma e forma distante já se inscrevem nesse modelo.
  9. 9. Tema a beleza da amada bela "rosa", formosa "fermosa", rosto "singular", olhos Qualidades físicas da "sossegados, pretos e cansados" com "graça viva", cabelos amada "pretos", negra "pretidão de amor", figura "doce", presença "serena". Sossegada "olhos sossegados", doce "doce a figura",Qualidades psicológicas alegre e meiga "leda mansidão", ajuizada "o siso da amada acompanha", "Presença serena" Escrava "Aquela cativa", "para ser senhora/de quem éClasse social da amada cativa" Esta é a cativa que me tem cativo Justificação de Ela é escrava do sujeito poético mas sujeita-o como seu expressões vassalo pois conseguiu que ele a amasse, ficou cativo dela pelo amor
  10. 10. Trocadilho: "Cativa/cativo; vivo/viva"; Hipérbole: "Eu nunca… fermosa", "Nem no campo… amores", "que a neve… de cor", "presença… amansa";Recursos estilísticos Adjectivação: em todo o poema;utilizados no retrato Enumeração: "Eu nunca… matar"; Personificação: "a neve lhe jura"; Antítese: "Presença… amansa“ Endechas - tema triste, quadras (ou oitavas) em versos de redondilha menor (5). Cada quadra se chama endecha. Rima: abba (se considerarmos as quadras)Tipo de composição Ou: abbacddc // (se considerarmos as oitavas) Rima emparelhada nos versos 2,3, 6 e 7 e interpolada nos restantes
  11. 11. Disciplina de PortuguêsProfª: Helena Maria Coutinho

×