1. introd e estrutura

2,643 views

Published on

0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,643
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
141
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

1. introd e estrutura

  1. 1. Padre António Vieira (Sermão pronunciado em São Luís do Maranhão, a 13 de Junho de 1654)
  2. 2. Três dias antes do embarque para Lisboa, na festa de Santo António –13 de Junho de 1654 –, em S. Luís do Maranhão, Padre António Vieira sobe ao púlpito e causa grande surpresa: em vez de, simplesmente, enaltecer as virtudes e os milagres de Santo António... relembra o ambiente adverso que reinava contra ele, sossega os ouvintes e declara-lhes que, visto não o quererem ouvir, vai, a exemplo de Santo António, pregar aos peixes, que estavam ali a poucos passos. E profere uma das melhores obras oratórias de sempre: O Sermão de Santo António aos peixes
  3. 3. O SERMÃO: TEMA, ESTRUTURA E OBJETIVOS
  4. 4. O SERMÃO: TEMA Discurso primordialmente oral, de assunto e propósitos religiosos e/ou moralizadores. Sermão Temas Habitualmente desenvolvidos a partir de versículos da Sagrada Escritura Aspetos da vida social (acontecimentos mundanos, cerimónias públicas, panegíricos de pessoas e atos) Ideias políticas Críticas a comportamentos individuais e coletivos
  5. 5. O SERMÃO: ESTRUTURA Sermão Introdução Exórdio Conceito predicável (apresentação do tema) Invocação Estrutura Desenvolvimento Conclusão Exposição (divisão do assunto) Confirmação Peroração
  6. 6. O SERMÃO: ESTRUTURA Tudo começa com o conceito predicável “Vos estis sal terrae” VÓS SOIS O SAL DA TERRA diz Cristo, Senhor nosso, falando com os pregadores
  7. 7. O SERMÃO: ESTRUTURA Definição Os conceitos predicáveis são expressões retiradas das Sagradas Escrituras que encerram uma determinada verdade que vai servir de mote ao sermão.
  8. 8. O SERMÃO: ESTRUTURA Como qualquer texto argumentativo, o sermão divide-se em: INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃO
  9. 9. O SERMÃO: ESTRUTURA NO SERMÃO, A INTRODUÇÃO GANHA O NOME DE EXÓRDIO NO DESENVOLVIMENTO, EFECTUA-SE A EXPOSIÇÃO E A CONFIRMAÇÃO A CONCLUSÃO CHAMA-SE PERORAÇÃO
  10. 10. O SERMÃO: ESTRUTURA NO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES, O EXÓRDIO OCUPA O CAPÍTULO I. A EXPOSIÇÃO E A CONFIRMAÇÃO OCORREM NOS CAPÍTULOS II, III, IV E V. A PERORAÇÃO CAPÍTULO. FICA NO VI E ÚLTIMO
  11. 11. O SERMÃO: ESTRUTURA Conclusão PERORAÇÃO (Cap. VI) "Com esta última advertência vos despido, ou me despido de vós, meus peixes. E para que vades consolados do sermão, que não sei quando ouvireis outro, quero-vos aliviar de uma desconsolação mui antiga, com que todos ficastes desde o tempo em que se publicou o Levítico."
  12. 12. EXÓRDIO “conceito predicável”: «Vós sois o sal da terra».«Santo António foi sal da terra e foi sal do mar». Cap. I
  13. 13. LOU- Em geral VO- «… a primeira… é aquela obediência…» «…antes louvo este seu retiro…» RES Em EXPOSIÇÃO E CONFIRMAÇÃO particular RE- Em geral PRE- Santo peixe de Tobias Rémora Torpedo Quatro-olhos «…assim como ouvistes os vossos louvores, ouvi também agora as vossas repreensões”. “…é que vos comeis uns aos outros…” Caps. II e III Caps. IV e ENSÕES «Ao menos têm os peixes duas qualidades de ouvintes: ouvem e não falam». «…vós fostes as primeiras criaturas que Deus criou». Em particular Roncadores Pegadores Voadores Polvo V
  14. 14. PERORAÇÃO “Com esta última advertência vos despido, ou me despido de vós, meus peixes.” Cap. VI
  15. 15. O SERMÃO: OBJETIVOS Sermão Objetivos Ensinar “intenção religiosa ou moralizante” Agradar “verdadeiros espetáculos” Persuadir “uma conclusão de intenção ilocutiva” IMPORTÂNCIA RELIGIOSA, SOCIAL E POLÍTICA
  16. 16. Disciplina de Português Profª: Helena Maria Coutinho

×