Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
POLÍTICA NACIONAL
DE PROMOÇÃO A
SAÚDE
COMPONENTES
AILDA OLIVEIRA
CARLENE RAMOS
EDJAN SILVA
HIAGO LOPES
PROMOÇÃO DA SAÚDE
Sigerest afirmou que a saúde se promove proporcionando condições
de vida decentes, boas condições de tra...
POLÍTICA NACIONAL
DE PROMOÇÃO DA
SAÚDE
Portaria GM/MS n. 687, 30/03/06
Pacto pela vida Pacto em defesa
do SUS
Pacto de ges...
OBJETIVO GERAL
Promover a qualidade de vida e reduzir
vulnerabilidade e riscos a saúde relacionados aos
seus determinantes...
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Atenção básica Autonomia Espaços públicos Meio ambiente
Espaços urbanosEspaços rurais
Prevenir agrav...
DIRETRIZES
 I – Reconhecer na promoção da saúde uma parte fundamental da busca da
equidade, da melhoria da qualidade de v...
DIRETRIZES
 IV – Promover mudanças na cultura organizacional, com vistas à adoção de
práticas horizontais de gestão e est...
RESPONSABILIDADES DAS ESFERAS DE
GESTÃO
ESTADUAL
FEDERAL
MUNICIPAL
FEDERAL
 Divulgar a
PNPS;
 Articulação com
os estados...
AÇÕES ESPECÍFICAS
DIVULGAÇÃO E IMPLE-
MENTAÇÃO DA PNPS
 Promover seminários;
 Convocar uma
mobilização nacional
de sensi...
AÇÕES ESPECÍFICAS
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
 Promover ações
relativas a
alimentação saudável;
 Produção e
distribuição de
mat...
AÇÕES ESPECÍFICAS
PRÁTICA CORPORAL /
ATIVIDADE FÍSICA
 Ofertar práticas
corporais/atividade
física;
 Capacitar os
trabal...
AÇÕES ESPECÍFICAS
PREVENÇÃO E CONTROLE
DO TABAGISMO
 Reduza o acesso ao
derivados do tabaco;
 Reduza a aceitação
social ...
AÇÕES ESPECÍFICAS
REDUÇÃO DA MORBIMOR-
TALIDADE EM DECORRÊN-
CIA DO USO ABUSIVO DE
ÁLCOOL E OUTRAS
DROGAS
 Apoio à restri...
AÇÕES ESPECÍFICAS
REDUÇÃO DA MORBIMOR-
TALIDADE POR ACIDENTES
DE TRÂNSITO
 Promoção de discussões
intersetoriais;
 Artic...
AÇÕES ESPECÍFICAS
PREVENÇÃO DA VIOLÊN –
CIA E ESTÍMULO A CULTU –
RA DE PAZ
 Implantação de serviços
sentinela;
 Ficha de...
AÇÕES ESPECÍFICAS
PROMOÇÃO DO DESEN –
VOLVIMENTO SUSTENTÁ-
VEL
 Apoio a elaboração de
planos de ação
estaduais e municipa...
REFERÊNCIAS
• Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde.
Política nacional de promoção da saúde / Min...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Pnps

4,760 views

Published on

Politica Nacional de Promoção de Saúde

Published in: Healthcare
  • Be the first to comment

Pnps

  1. 1. POLÍTICA NACIONAL DE PROMOÇÃO A SAÚDE COMPONENTES AILDA OLIVEIRA CARLENE RAMOS EDJAN SILVA HIAGO LOPES
  2. 2. PROMOÇÃO DA SAÚDE Sigerest afirmou que a saúde se promove proporcionando condições de vida decentes, boas condições de trabalho, educação, cultura física e formas de lazer e descanso. A Carta de Ottawa define promoção da saúde como o processo de capacitação da comunidade para atuar na melhoria da sua qualidade de vida e saúde, incluindo uma maior participação no controle Deste processo (WHO,1986). Para Gutierrez (1994, apud Gutierrez, M. et al., 1997), promoção de saúde é o conjunto de atividades, processos e recursos, de ordem institucional, governamental ou da cidadania, orientados a propiciar a melhoria das condições de bem estar e acesso a bens e serviços sociais, que favoreçam o desenvolvimento de conhecimentos, atitudes e comportamentos favoráveis ao cuidado da saúde... .
  3. 3. POLÍTICA NACIONAL DE PROMOÇÃO DA SAÚDE Portaria GM/MS n. 687, 30/03/06 Pacto pela vida Pacto em defesa do SUS Pacto de gestão do SUS PACTO PELA SAÚDE ESTADUAL FEDERAL MUNICIPAL
  4. 4. OBJETIVO GERAL Promover a qualidade de vida e reduzir vulnerabilidade e riscos a saúde relacionados aos seus determinantes e condicionantes – modos de viver, condições de trabalho, habitação, ambiente, educação, lazer, cultura, acesso a bens e serviços sociais.
  5. 5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Atenção básica Autonomia Espaços públicos Meio ambiente Espaços urbanosEspaços rurais Prevenir agravos a saúde Cultura de paz no país Redução de desigualdades Alternativas social- mente inclusivas
  6. 6. DIRETRIZES  I – Reconhecer na promoção da saúde uma parte fundamental da busca da equidade, da melhoria da qualidade de vida e de saúde;  II – Estimular as ações intersetoriais, buscando parcerias que propiciem o desenvolvimento integral das ações de promoção da saúde;  III – Fortalecer a participação social como fundamental na consecução de resultados de promoção da saúde, em especial a equidade e o empoderamento individual e comunitário;
  7. 7. DIRETRIZES  IV – Promover mudanças na cultura organizacional, com vistas à adoção de práticas horizontais de gestão e estabelecimento de redes de cooperação intersetoriais;  V – Incentivar a pesquisa em promoção da saúde, avaliando eficiência, eficácia, efetividade e segurança das ações prestadas;  VI – Divulgar e informar das iniciativas voltadas para a promoção da saúde para profissionais de saúde, gestores e usuários do SUS, considerando metodologias participativas e o saber popular e tradicional.
  8. 8. RESPONSABILIDADES DAS ESFERAS DE GESTÃO ESTADUAL FEDERAL MUNICIPAL FEDERAL  Divulgar a PNPS;  Articulação com os estados;  Alocar recursos orçamentários. ESTADUAL  Divulgar a PNPS;  Manter a articulação com municípios. MUNICIPAL  Divulgar a PNPS;  Implementar as diretrizes;  Implantar estruturas adequadas;  Oficinas de capacitação;  Buscar parcerias governamentais e não- governamentais.
  9. 9. AÇÕES ESPECÍFICAS DIVULGAÇÃO E IMPLE- MENTAÇÃO DA PNPS  Promover seminários;  Convocar uma mobilização nacional de sensibilização  Discutir nos espaços de formação.
  10. 10. AÇÕES ESPECÍFICAS ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL  Promover ações relativas a alimentação saudável;  Produção e distribuição de material educativo..
  11. 11. AÇÕES ESPECÍFICAS PRÁTICA CORPORAL / ATIVIDADE FÍSICA  Ofertar práticas corporais/atividade física;  Capacitar os trabalhadores de saúde.
  12. 12. AÇÕES ESPECÍFICAS PREVENÇÃO E CONTROLE DO TABAGISMO  Reduza o acesso ao derivados do tabaco;  Reduza a aceitação social do tabagismo.  Reduza os estímulos para os jovens.
  13. 13. AÇÕES ESPECÍFICAS REDUÇÃO DA MORBIMOR- TALIDADE EM DECORRÊN- CIA DO USO ABUSIVO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS  Apoio à restrição de acesso a bebidas alcoólicas;  Promover campanhas municipais/SMTT.  Materiais educativos.
  14. 14. AÇÕES ESPECÍFICAS REDUÇÃO DA MORBIMOR- TALIDADE POR ACIDENTES DE TRÂNSITO  Promoção de discussões intersetoriais;  Articulação de agendas de planejamento.  Apoio a campanhas de divulgação.
  15. 15. AÇÕES ESPECÍFICAS PREVENÇÃO DA VIOLÊN – CIA E ESTÍMULO A CULTU – RA DE PAZ  Implantação de serviços sentinela;  Ficha de notificação de violência interpessoal.  Incentivo aos planos municipais e estaduais.
  16. 16. AÇÕES ESPECÍFICAS PROMOÇÃO DO DESEN – VOLVIMENTO SUSTENTÁ- VEL  Apoio a elaboração de planos de ação estaduais e municipais;  Apoio ao envolvimento da esfera não - governamental.
  17. 17. REFERÊNCIAS • Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Política nacional de promoção da saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2006. 60 p. – (Série B. Textos Básicos de Saúde) ISBN 85-334- 1198-7 1. Promoção da 2. Qualidade de vida. 3. SUS (BR). I. Título. II. Série. • https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/registro/Promo cao_da_saude_de_qualidade_de_vida/62

×