Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
1° STARTUP BOOTCAMP
WORKSHOP: INTERNET DAS COISAS
PARA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL
GUSTAVO CORREIA DE AQUINO CUSTÓDIO
Centr...
SOBRE MIM
gustavo.aquino@outlook.com
facebook.com/gustavocaquino
@gustavocaquino
SOBRE MIM
 Técnico em Informática – Instituto Técnico do Vale do Ribeira;
 Bacharelado em Sistemas de Informação – Facul...
SOBRE MIM
 Trabalho com desenvolvimento de software desde 2011;
 Desenvolvedor .NET <3;
 Mas já desenvolvi profissional...
AGENDA
 PARTE 1
 Breve contexto e justificativas;
 PARTE 2
 IoT, Arduino, Raspberry Pi, Sensores, Containers, etc;
 P...
PARTE 1 – JUSTIFICATIVA
ÁGUA NO MUNDO
Fonte: Live Science (2010)
ÁGUA NO MUNDO
 1,4 bilhão de km³ no planeta Terra;
 97,5% desses é composto de água salgada;
 Somente 2,5% são de água ...
ÁGUA NO BRASIL
 O Brasil possuí 13% da água doce superficial do planeta;
 Distribuição desigual:
 81% concentrada na Re...
ÁGUA NO SUDESTE BRASILEIRO
“Já a Região Sudeste apresenta algumas bacias hidrográficas com
problemas de criticidade mais r...
QUEM USA A ÁGUA DOCE?
Fonte: Agência Nacional das Águas (2009)
O QUE A INDÚSTRIA PODE FAZER PARA DIMINUIR
OS PROBLEMAS RELATIVOS À AGUA?
 Melhorar seus processos internos ao:
 Inovar:...
“Mensurar e monitorar o uso da água: Compreendendo sua
responsabilidade sobre o uso da água tanto dentro quanto
fora de su...
VAMOS MENSURAR E MONITORAR O
CONSUMO HÍDRICO!!!
PARTE 2 – A TECNOLOGIA
“A tecnologia move o mundo” (STEVE JOBS)
CONECTANDO TUDO À INTERNET
 Existem muitas definições para o conceito de Internet das Coisas;
 Depende de qual é a sua p...
“Internet das Coisas é a interconexão de dispositivos físicos,
veículos (também conhecidos como “dispositivos conectados”
...
CONECTANDO TUDO À INTERNET
 7 características cruciais:
 Conectividade;
 Coisas;
 Informação;
 Comunicação;
 Intelig...
IOT NO MUNDO CORPORATIVO
Fonte: Cisco (2016)
ATUADORES PARA A INTERNET DAS COISAS
 Microcomputadores;
 Microcontroladores;
 Sensores;
 Protocolos de comunicação;
...
A INTERNET DAS COISAS
 Microcomputadores;
 Sensores;
 Infraestrutura;
 Software!
SYSTEM ON A CHIP
 Integra todos os componentes básicos de um computador em uma
única placa;
 Dispositivos eletrônicos de...
ARDUINO
ARDUINO
 Criado em 2005 para auxiliar estudantes a desenvolver protótipos e para
a iniciação em robótica;
 Possui pinos ...
MODELOS DE ARDUINO
RASPBERRY PI
RASPBERRY PI
 Concebido em 2006 na Universidade de Cambridge – Inglaterra – para
fins educacionais de desenvolvimento e e...
MICROSOFT WINDOWS 10 IOT CORE
Fonte: Developer Microsoft (2016)
RASPBERRY PI
 Especificações técnicas (v.3):
 Processador 1.2GHz 64-bit quad-core ARM Cortex-A53 CPU (~ Performance
de 1...
A INTERNET DAS COISAS
 Microcomputadores;
 Sensores;
 Infraestrutura;
 Software!
SENSORES
SENSOR DE VAZÃO DE FLUXO HALL EFFECT
“Este tipo de sensor apesar de não ser citado
na norma NBR 10369 é considerado como u...
A INTERNET DAS COISAS
 Microcomputadores;
 Sensores;
 Infraestrutura;
 Software!
INFRAESTRUTURA
INFRAESTRUTURA – CONTAINERS DOCKER
INFRAESTRUTURA – CONTAINERS DOCKER
 NÃO é virtualização;
 Tecnologia de código aberto que permite manipular aplicações
d...
VIRTUAL MACHINE X CONTAINER
Fonte: Docker.com (2016)
A INTERNET DAS COISAS
 Microcomputadores;
 Sensores;
 Infraestrutura;
 Software!
PROJETO DROP H²O
PROJETO DROP H²O
 Aplicação baseada em conceitos web;
 Coleta dados através de sensores que captam a vazão hídrica e env...
PROJETO DROP H²O
 Tecnologias usadas:
PROJETO DROP H²O
PROJETO DROP H²O
PARTE 3 – DEMO
CONCLUSÕES
 Os recursos hídricos são limitados, mal distribuídos em nosso País,
sendo necessário maior eficiência de seu ...
REFERÊNCIAS
 PARTE 1:
 http://www.livescience.com/29673-how-much-water-on-earth.html
 http://revistagalileu.globo.com/R...
REFERÊNCIAS
 PARTE 2:
 http://www.i-scoop.eu/internet-of-things/
 https://en.wikipedia.org/wiki/Internet_of_things
 ht...
OBRIGADO!
1° BootCamp - Workshop Internet Das Coisas Para Sustentabilidade Ambiental
1° BootCamp - Workshop Internet Das Coisas Para Sustentabilidade Ambiental
1° BootCamp - Workshop Internet Das Coisas Para Sustentabilidade Ambiental
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

1° BootCamp - Workshop Internet Das Coisas Para Sustentabilidade Ambiental

78 views

Published on

Workshop apresentado na ETEC de Registro/SP com a proposta de um projeto inteligente para gerenciamento de água, utilizando o conceito de IoT (Internet of Things) e tecnologias como, Linux, PHP, Raspberry Pi e Arduino.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

1° BootCamp - Workshop Internet Das Coisas Para Sustentabilidade Ambiental

  1. 1. 1° STARTUP BOOTCAMP WORKSHOP: INTERNET DAS COISAS PARA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL GUSTAVO CORREIA DE AQUINO CUSTÓDIO Centro Paula Souza ETEC de Registro/SP
  2. 2. SOBRE MIM gustavo.aquino@outlook.com facebook.com/gustavocaquino @gustavocaquino
  3. 3. SOBRE MIM  Técnico em Informática – Instituto Técnico do Vale do Ribeira;  Bacharelado em Sistemas de Informação – Faculdade Carlos Drummond de Andrade;  MBA em Tecnologia de Software – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.
  4. 4. SOBRE MIM  Trabalho com desenvolvimento de software desde 2011;  Desenvolvedor .NET <3;  Mas já desenvolvi profissionalmente (ou não) com PHP, Java, JavaScript e outras linguagens mais obscuras e menos conhecidas;  99% Windows 10, mas aquele 1% é Ubuntu;  Aguardando ansiosamente o lançamento dos Final Fantasies VII, XII e XV.
  5. 5. AGENDA  PARTE 1  Breve contexto e justificativas;  PARTE 2  IoT, Arduino, Raspberry Pi, Sensores, Containers, etc;  Projeto desenvolvido;  Arquitetura implementada;  PARTE 3  Demo;  Conclusão e Referências.
  6. 6. PARTE 1 – JUSTIFICATIVA
  7. 7. ÁGUA NO MUNDO Fonte: Live Science (2010)
  8. 8. ÁGUA NO MUNDO  1,4 bilhão de km³ no planeta Terra;  97,5% desses é composto de água salgada;  Somente 2,5% são de água potável (34 milhões de km³);  69,5% dessa não está disponível;  30,1% está em aquíferos profundos;  0,4% é encontrada na atmosfera terrestre. Fonte: Revista Galileu (2015)
  9. 9. ÁGUA NO BRASIL  O Brasil possuí 13% da água doce superficial do planeta;  Distribuição desigual:  81% concentrada na Região Hidrográfica Amazônica, com 5% da população;  Regiões banhadas pelo Atlântico que concentram 45,5% da população possuem disponíveis apenas 2,7% dos recursos hídricos. Fonte: Agência Nacional das Águas (2015)
  10. 10. ÁGUA NO SUDESTE BRASILEIRO “Já a Região Sudeste apresenta algumas bacias hidrográficas com problemas de criticidade mais relacionados à alta demanda e à poluição hídrica (...) Esta é uma consequência direta da maior concentração populacional existente na região (ali residem 42% de toda população brasileira , além da maioria de seus habitantes, cerca de 92%, estarem em áreas urbanas).” Fonte: Agência Nacional das Águas (2014)
  11. 11. QUEM USA A ÁGUA DOCE? Fonte: Agência Nacional das Águas (2009)
  12. 12. O QUE A INDÚSTRIA PODE FAZER PARA DIMINUIR OS PROBLEMAS RELATIVOS À AGUA?  Melhorar seus processos internos ao:  Inovar: Pesquisar novas tecnologias de tratamento mais eficientes;  Estimular fornecedores e compradores (...) para melhorar sua gestão dos recursos hídricos;  Continuar a reduzir o consumo de água;  Mensurar e monitorar o uso da água. Fonte: Agência Nacional das Águas (2009)
  13. 13. “Mensurar e monitorar o uso da água: Compreendendo sua responsabilidade sobre o uso da água tanto dentro quanto fora de suas instalações” (AGÊNCIA NACIONAL DAS ÁGUAS, 2009)
  14. 14. VAMOS MENSURAR E MONITORAR O CONSUMO HÍDRICO!!!
  15. 15. PARTE 2 – A TECNOLOGIA “A tecnologia move o mundo” (STEVE JOBS)
  16. 16. CONECTANDO TUDO À INTERNET  Existem muitas definições para o conceito de Internet das Coisas;  Depende de qual é a sua perspectiva sobre ela:  Pela aplicação;  Pela tecnologia;  Pelo contexto industrial;  Pelos benefícios. Fonte: I-Scoop (2016)
  17. 17. “Internet das Coisas é a interconexão de dispositivos físicos, veículos (também conhecidos como “dispositivos conectados” e “dispositivos inteligentes”), construções e outros itens – providos de chips eletrônicos, software, sensores, atuadores e conectividade de rede que permitem que tais objetos realizem a coleta e troca de dados.” (WIKIPEDIA)
  18. 18. CONECTANDO TUDO À INTERNET  7 características cruciais:  Conectividade;  Coisas;  Informação;  Comunicação;  Inteligência;  Ação;  Ecossistema. Fonte: I-Scoop (2016)
  19. 19. IOT NO MUNDO CORPORATIVO Fonte: Cisco (2016)
  20. 20. ATUADORES PARA A INTERNET DAS COISAS  Microcomputadores;  Microcontroladores;  Sensores;  Protocolos de comunicação;  Infraestrutura;  Software!
  21. 21. A INTERNET DAS COISAS  Microcomputadores;  Sensores;  Infraestrutura;  Software!
  22. 22. SYSTEM ON A CHIP  Integra todos os componentes básicos de um computador em uma única placa;  Dispositivos eletrônicos de baixo consumo energético;  Comumente aplicado em sistemas embarcados;  Possuem funções analógicas, digitais, mixadas;  Possuem interfaces de comunicação padronizadas como USB, FireWire, Ethernet.
  23. 23. ARDUINO
  24. 24. ARDUINO  Criado em 2005 para auxiliar estudantes a desenvolver protótipos e para a iniciação em robótica;  Possui pinos de I/O;  Possui interface USB;  Programação em alto nível nativamente com C através de seu SDK multiplataforma;  Possui diversos acessórios e shields para ampliar suas capacidades;  Custo entre USD 10,00 e 90,00 . Fonte: Arduino.org (2016)
  25. 25. MODELOS DE ARDUINO
  26. 26. RASPBERRY PI
  27. 27. RASPBERRY PI  Concebido em 2006 na Universidade de Cambridge – Inglaterra – para fins educacionais de desenvolvimento e ensino de programação para escolas;  Em 2011 teve sua produção massificada através do licenciamento e acordo com fabricantes;  Em dois anos vendeu mais de 2.000.000 de unidades pelo mundo;  É suportado praticamente qualquer distribuição Linux;  Sua versão 3 (2016) é distribuída com o Windows 10 IoT Core pela Microsoft;  Custo de USD 40,00. Fonte: RaspberryPi.org (2016)
  28. 28. MICROSOFT WINDOWS 10 IOT CORE Fonte: Developer Microsoft (2016)
  29. 29. RASPBERRY PI  Especificações técnicas (v.3):  Processador 1.2GHz 64-bit quad-core ARM Cortex-A53 CPU (~ Performance de 10x com a versão Raspberry Pi 1);  1GB de RAM;  40 pinos GPIOs;  Porta HDMI;  4x USBs 2.0;  Padrão Ethernet 802.11n, LAN e Bluetooth 4.1;  Compatibilidade com as versões anteriores  Possui diversos acessórios para diversas funcionalidades. Fonte: RaspberryPi.org (2016)
  30. 30. A INTERNET DAS COISAS  Microcomputadores;  Sensores;  Infraestrutura;  Software!
  31. 31. SENSORES
  32. 32. SENSOR DE VAZÃO DE FLUXO HALL EFFECT “Este tipo de sensor apesar de não ser citado na norma NBR 10369 é considerado como um medidor de velocidade pois utiliza o mesmo princípio através de uma turbina que gira de acordo com a velocidade do fluído. Porém ele usa o um fenômeno magnético para contabilizar os giros pelo efeito hall.” (CERQUEIRA, 2015)
  33. 33. A INTERNET DAS COISAS  Microcomputadores;  Sensores;  Infraestrutura;  Software!
  34. 34. INFRAESTRUTURA
  35. 35. INFRAESTRUTURA – CONTAINERS DOCKER
  36. 36. INFRAESTRUTURA – CONTAINERS DOCKER  NÃO é virtualização;  Tecnologia de código aberto que permite manipular aplicações distribuídas dentro de containers de software;  Multiplataforma;  Permite a criação de uma unidade executável e padronizada que contém TUDO o que o software necessita para sua execução: código, runtime, dependências, ambiente, bibliotecas de sistema operacional, etc. Fonte: Amazon.com (2016)
  37. 37. VIRTUAL MACHINE X CONTAINER Fonte: Docker.com (2016)
  38. 38. A INTERNET DAS COISAS  Microcomputadores;  Sensores;  Infraestrutura;  Software!
  39. 39. PROJETO DROP H²O
  40. 40. PROJETO DROP H²O  Aplicação baseada em conceitos web;  Coleta dados através de sensores que captam a vazão hídrica e envia para servidores os processarem e armazenarem;  Baixo custo de implementação;  Fácil utilização, levando em consideração a experiência do usuário;  Inicialmente desenvolvido em ambiente simulado;  Utilização de Software Livre em toda a pipeline.
  41. 41. PROJETO DROP H²O  Tecnologias usadas:
  42. 42. PROJETO DROP H²O
  43. 43. PROJETO DROP H²O
  44. 44. PARTE 3 – DEMO
  45. 45. CONCLUSÕES  Os recursos hídricos são limitados, mal distribuídos em nosso País, sendo necessário maior eficiência de seu uso;  Como recomendações da ANA, a indústria pode tomar ações para mitigar os problemas relacionados ao consumo desses recursos;  A constante evolução tecnológica está ao nosso favor!  Criar soluções baseadas em ecossistemas IoT é fácil e barato;  Estímulo ao uso de Software Livre;  “Busquem conhecimento” (E.T. Bilu, 2010)
  46. 46. REFERÊNCIAS  PARTE 1:  http://www.livescience.com/29673-how-much-water-on-earth.html  http://revistagalileu.globo.com/Revista/Galileu/0,,EDG82626-7943-201,00- O+PLANETA+PEDE+AGUA.html  http://www2.ana.gov.br/Paginas/imprensa/noticia.aspx?id_noticia=12683  http://www3.snirh.gov.br/portal/snirh/centrais-de-conteudos/conjuntura-dos-recursos- hidricos/crisehidrica2014.pdf  http://arquivos.ana.gov.br/imprensa/publicacoes/fatosetendencias/edicao_2.pdf
  47. 47. REFERÊNCIAS  PARTE 2:  http://www.i-scoop.eu/internet-of-things/  https://en.wikipedia.org/wiki/Internet_of_things  http://www.cisco.com/c/pt_br/solutions/internet-of-things/overview.html  http://www.arduino.org/  http://www.raspberrypi.org/  https://developer.microsoft.com/pt-br/windows/iot/win10/AdafruitMakerKit#pagenotfound  https://aws.amazon.com/pt/docker/  https://www.docker.com/what-docker
  48. 48. OBRIGADO!

×