Desenvolvendo apps para windows 8

464 views

Published on

Dicas para desenvolver APPS para Windows 8 e 8.1.
Aqui você irá aprender algumas dicas de como montar sua aplicação para Windows 8.x e também como monetizar sua aplicação!

Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
464
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
24
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Desenvolvendo apps para windows 8

  1. 1. Quem sou eu? • Meu nome é Ricardo Guerra Freitas, mas pode me chamar de “Guerra” • Ex-Curioso de .NET • MVP Visual Basic – 2008 até 2011 • Lider de Célula Acadêmica – 2005 até 2007 • Primeiro Estudante Embaixador Microsoft do RJ • Microsoft Student Partner Lead – 2008/2009 • Coordenador Regional da INETA Brasil – 2008/2010 • Microsoft Student Partner Mentor - 2009 • Colaborador do Channel 8 – 2007/2008 • Responsável pelo SDK do Projeto Hoshimi em Português - 2007 • Moderador do MSDN Wiki Brasil – 2007/2008
  2. 2. • • • • • • • • • • Gerente de produtos na EPIC MTAC – Microsoft Technical Audience Contributor Microsoft Certified Professional Líder de Grupo de Usuários .Net Code4All Criador do grupo Comunidade Carioca de TI Colaborador de Grupos de Usuários, tanto no Rio de Janeiro como em todo Brasil Microsoft Windows Vista Official Speaker Microsoft Windows 7 Official Beta Tester Desde 1994 no Mercado de TI Programador, Analista e Gerente Palestrante Oficial Microsoft
  3. 3. Agenda Princípios de design Padrões de navegação Diretrizes sobre toque Postura de toque do Windows 8 Vendo o lado comercial
  4. 4. Dedicação ao refinamento do aplicativo Capriche nos detalhes Torne o uso de aplicativos seguro e confiável Use equilíbrio e simetria Alinhe o layout do seu aplicativo à grade, o novo layout para aplicativos Disponibilize seu aplicativo para a maior audiência possível, incluindo as pessoas com deficiências ou dificuldades
  5. 5. Autenticidade digital Seja dinâmico e ativo com a comunicação Use a tipografia com beleza Use cores fortes e vibrantes Conecte-se à nuvem para que seus usuários possam permanecer conectados entre eles
  6. 6. Seja rápido e flexível Seja responsivo à interação do usuário e pronto para a próxima interação Projete para interação por toque e direta Encante seus usuários com movimentos Faça uma conexão suave entre elementos subsequentes
  7. 7. Faça mais com menos Seja bom em uma coisa e não medíocre em muitas. Dê prioridade ao conteúdo em vez de elementos visuais. Seja visualmente concentrado e direto, deixando que as pessoas fiquem imersas naquilo que gostam, e permita que explorem o resto. Inspire confiança nos usuários. Reduza a redundância em sua interface do usuário.
  8. 8. Camadas na hierarquia Páginas Hub As páginas Hub são o ponto de entrada do usuário em relação ao aplicativo. Páginas de seção As páginas de seção são o segundo nível de um aplicativo. Páginas de detalhes As páginas de detalhes são o terceiro nível de um aplicativo.
  9. 9. Páginas de conteúdo Barra de navegação A barra de navegação é ótima para alternar entre vários contextos. Os exemplos incluem guias, documentos, e mensagens ou sessões de jogos. Alternância Ao contrário do sistema hierárquico, o sistema simples não conta com botão 'voltar' fixo ou pilha de navegação. Por isso, a navegação entre as páginas normalmente é feita por meio de links diretos com o conteúdo ou a barra de navegação.
  10. 10. Use a linguagem de toque do Windows 8.
  11. 11. Use os dedos da maneira mais prática.
  12. 12. Navegue pelo conteúdo com o toque.
  13. 13. Áreas de interação Como os slates muitas vezes são segurados pela lateral, os cantos inferiores e as laterais são locais ideais para os elementos interativos.
  14. 14. Áreas de leitura O conteúdo na metade superior da tela é mais fácil de ver do que o conteúdo na metade inferior, que geralmente fica tampado pelas mãos ou é ignorado.
  15. 15. Formas mais comuns de segurar Uma mão segurando, outra mão interagindo com pouca a média interação As bordas direita ou inferior oferecem interação rápida. O canto inferior direito pode ser obstruído pela mão e pelo pulso. O alcance limitado torna o toque mais preciso. Leitura, navegação, email e pouca digitação.
  16. 16. Formas mais comuns de segurar O dispositivo fica sobre a mesa ou as pernas, as duas mãos interagem com pouca a muita interação A parte inferior da tela oferece interação rápida. Os cantos inferiores podem ser obstruídos pelas mãos e pelos pulsos. A redução da necessidade de alcance torna o toque mais preciso. Leitura, navegação, email, muita digitação.
  17. 17. Formas mais comuns de segurar O dispositivo fica sobre a mesa ou as pernas, as duas mãos interagem com pouca a muita interação A parte inferior da tela oferece interação rápida. Os cantos inferiores podem ser obstruídos pelas mãos e pelos pulsos. A redução da necessidade de alcance torna o toque mais preciso. Leitura, navegação, email, muita digitação.
  18. 18. Formas mais comuns de segurar O dispositivo fica sobre a mesa ou de pé, com ou sem interação A parte inferior da tela oferece interação rápida. Tocar a parte superior da tela obstrui o conteúdo. Tocar a parte superior da tela pode desequilibrar um dispositivo encaixado. Interação à distância reduz a legibilidade e a precisão. Assistir a um filme, ouvir música..
  19. 19. Descrição do aplicativo Uma boa descrição faz o aplicativo se destacar e ajuda os clientes em potencial a decidir comprá-lo rapidamente. Chame atenção nas primeiras frases. As primeiras palavras da descrição são as mais importantes. Por isso, garanta que elas chamem e prendam a atenção do usuário. Use listas e parágrafos curtos. Os possíveis clientes podem dar apenas uma olhada rápida no aplicativo para decidir se é algo que os interessa
  20. 20. Descrição do aplicativo Evite linguagem "seca". Escreva a descrição com linguagem envolvente. Faça com que o texto descreva claramente a função do aplicativo, mas tente fazer isso de um modo que não pareça tedioso. Use um tamanho adequado. Uma boa descrição pode ser lida rapidamente, mas também inclui informações suficientes para manter o usuário interessado e explicar o que o aplicativo faz.
  21. 21. Mercados de consumidor da Windows Store Os aplicativos listados na Windows Store são direcionados para clientes em mercados ao redor do mundo. Mas as legislações e restrições locais podem impedir que alguns aplicativos sejam listados em alguns mercados. Além disso, alguns mercados podem exigir certificados de classificação etária de um conselho de classificação específico.
  22. 22. Mercados de consumidor da Windows Store É sua responsabilidade cumprir os requisitos legais locais, mesmo que esses requisitos não estejam listados aqui ou no Painel da Windows Store.
  23. 23. Mercados que permitem apenas aplicativos gratuitos Terras Austrais e Antárticas Francesas Ilha de Man.
  24. 24. Mercados que não aceitam aplicativos classificados como 18+ Austrália Alemanha Japão Coréia Nova Zelândia Taiwan
  25. 25. Plano de monetização Coletar o preço total antes de fazer download Versões de avaliação gratuitas de aplicativos pagos Compras no aplicativo Publicidade no aplicativo Transações de terceiros
  26. 26. Obrigado! Ricardo Guerra http://about.me/ricardoguerra

×