OFÍCIO: PADRONIZAÇÃO E MUDANÇAS     Maria Roziane de Sousa Brito (UFPI)
Objetivos <ul><li>Analisar as mudanças que ocorrem na estrutura do ofício e em função de que essas mudanças ocorrem. </li>...
<ul><li>Devitt (2004) </li></ul><ul><li>Miller (2009) </li></ul><ul><li>Silveira (2005) </li></ul>
Vejamos alguns exemplos Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Cabeçalhos e aberturas
Fechamentos 1982 1982
Fechamentos 1983
Fechamentos 1984 1986
Fechamentos 1988 1990
Fechamentos 1992 1994
Fechamentos 1996 1998
Fechamentos 2000
Destinatário 1982
Destinatário 1984
Destinatário 1986
Considerações Finais <ul><li>O ofício parece ser um gênero muito modelado e não adaptável às necessidades; </li></ul>
Considerações Finais <ul><li>Algumas diferenças parecem ocorrerem em função do uso de modelos ou mesmo das regras que rege...
Considerações Finais <ul><li>Outras diferenças parecem estarem relacionadas a quem escreve o texto e para quem esse é escr...
 
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Ofício: padronização e mudanças

1,952 views

Published on

Comunicação apresentada por Maria Roziane de Sousa Brito no I COGITE - colóquio de estudos sobre gêneros & textos - realizado pelo Grupo Cataphora.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,952
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
203
Actions
Shares
0
Downloads
662
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ofício: padronização e mudanças

  1. 1. OFÍCIO: PADRONIZAÇÃO E MUDANÇAS     Maria Roziane de Sousa Brito (UFPI)
  2. 2. Objetivos <ul><li>Analisar as mudanças que ocorrem na estrutura do ofício e em função de que essas mudanças ocorrem. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Devitt (2004) </li></ul><ul><li>Miller (2009) </li></ul><ul><li>Silveira (2005) </li></ul>
  4. 4. Vejamos alguns exemplos Cabeçalhos e aberturas
  5. 5. Cabeçalhos e aberturas
  6. 6. Cabeçalhos e aberturas
  7. 7. Cabeçalhos e aberturas
  8. 8. Cabeçalhos e aberturas
  9. 9. Cabeçalhos e aberturas
  10. 10. Cabeçalhos e aberturas
  11. 11. Cabeçalhos e aberturas
  12. 12. Cabeçalhos e aberturas
  13. 13. Cabeçalhos e aberturas
  14. 14. Fechamentos 1982 1982
  15. 15. Fechamentos 1983
  16. 16. Fechamentos 1984 1986
  17. 17. Fechamentos 1988 1990
  18. 18. Fechamentos 1992 1994
  19. 19. Fechamentos 1996 1998
  20. 20. Fechamentos 2000
  21. 21. Destinatário 1982
  22. 22. Destinatário 1984
  23. 23. Destinatário 1986
  24. 24. Considerações Finais <ul><li>O ofício parece ser um gênero muito modelado e não adaptável às necessidades; </li></ul>
  25. 25. Considerações Finais <ul><li>Algumas diferenças parecem ocorrerem em função do uso de modelos ou mesmo das regras que regem a escrita desse gênero do que em função de uma necessidade; </li></ul>
  26. 26. Considerações Finais <ul><li>Outras diferenças parecem estarem relacionadas a quem escreve o texto e para quem esse é escrito. </li></ul>

×