Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Meninos e meninas do mundo

Meninos e meninas do mundo

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

Meninos e meninas do mundo

  1. 1. .R . .tl
  2. 2. VIAJAN DO N O ESPAÇO Alguma vc¡ VOCÊ aruu nara ensm em como a Terra é randp? Se . P você pudessr: vei-Ia de urna espaçonannr, ela pareça-ria uma bom enorme- flutuandu no es a t. : T nós vivermos ali, em urn arveta Lhcio de 'n animms, rüantas_ c meninos c_- meninas como vo( ? das hÓ-s somos tàn peque n us nue você : não nos enxcrgaria lá dc_- cama!
  3. 3. l MUPÍWGI O Hlllllíl CD IMUIIHO À! UFPI 001110 II DIIÍPU Você gostaria de viajar pelo : mundo e ver como vivem meninos e meninas de um canto a outro? Imagine só como v; - vivcr no deserto, na floresta, em uma ilha ou em uma grande cidudu. Exís-tem tantos lugares diferentes!
  4. 4. GUANTA GENTE! txísLem milhões e milhões de pessoas no mundo. mas, entre elas, cada uma e diferente e unica.
  5. 5. O formato de seu nariz é diferente, e assim lurnhoítm são seus olhos. a cor do No que mais você pode ser diferente? : eu cabelo, da sua pele, o seu peso-. .
  6. 6. UM PLANETA BEM VARIADO! A Tum¡ é tào grande que os lugares nela são bem diferentes uns dos outros. Existem montanhas altas, florestas, desertos, ríus c Oceanus enormes. Em cada um dessas¡ lugares, as pcswas aprenderam a viver da lurrna mais confortável ; aossívtz-I.
  7. 7. Cadu um tem seus hánitos o seu jeito dc 5a: ¡NL-Stil', de faiar, c. assim por diante. E , ›"'_- x. un manera bom variado. Do que você mais gasta no lugar onde mota? _t_ r«4'lIÍ-u1¡Àq. ~ -. . . ..a &uma; A L'
  8. 8. 'L-_ Kai Li vive em uma cidade da China. O que ela mais gosta de fazer c comemorar o Ano Novo chinês. com O grande dragão dançando e girundc) pelas ruas. Kai I i ajuda a enfeitar a casa c prepara pratos especiais para as visitas e para a família dela. Essas duas Súnldnêlfa sào muito divertidas! ', ... .4r'v-›- ~›- -». › _/ P. -' . V . _, ___. › z: : «e» w. ,VL N ' F¡>âr", ' " ' . r ~ _ . r _-" . .- ' ~ - I " . r _q ›. , . ..tax l' ¡ M nham. . 'u. .~ _-'›a. -. ', ¡.: _
  9. 9. .na. A¡ Y_. o.-t›n-, -- JÍãU'g3.¡, _. , .-w›_v . ,' *. .. 'P › . v I . 4 w . .x . _ . r No meio dc tanta comemoração, ela acaba ficando com fome, e adora comer peixe rom . wanluu, deliciosos oaczinhm (zhineses.
  10. 10. i 'FT 17'" A › i7: F: r f I . Y É S . .Í- i Fall e um csquimó do Alasca. É : muitíssimo frio onde ele mora, e a escola fica ! Ongs da casa dele. Então ele assiste as aulas. em uma escola dílen-. ntet durante Os meses mais frios, ele estuda cn: casa, com a ajuda de um computador c: du livros que ele encontra na Internet.
  11. 11. Quando o tempo nan em: : ? ao frio, ele se diverte andando no carrinho de neve do irmão. É muito legal! rw. .- u _n_ , _¡r' a* 1 ip, « ' s* a < _I' ; Ô , __ _ 3.' 'i . Í- N o . _ _i _ . _ À. t . . ¡ _ _ à_ . ' W 5 'x-“wub . , r›- " Vin' › › - s¡ " “s”. 1%' -j- - , ,vB-N _4.¡r4 i3.. - '. ' . F . "-OQI&C§ ' ' . .í . z ¡ j Í
  12. 12. iVLÍÍJ-Í i f: v* Vurê já foi a uma cidade grande? As construções são tão altas que algumas ruas nunca ficam iluminadas pelo sul. Ichiro vive em uma dessas grandes cidades: Tóquio, no Japãn. o que ele menos gosta é do barulho dos carros. i-xis-tem muitos e muitos deles em todo lugar. O l e O › › n; í - I ' 1 h 'J 3 . _. I ' . ._. _.. ..-. .-. .. . - -. l i J , r ›_. , I 1 v i y u, u '-- ' v»- -v ' . ' ' v , i _ I Í ' - › i ›. 1 : Ú 5. ' "I ' é -i í . i - i --~----~. ... __. ... ... ;.. __. _.. ..V -r . ------'r-r m» ›' ' " 3 i A . _ i f V . â t a ' . r *u 4 › nr' I' . l -r " N u* ¡ v i Í 3 _ ' -vr A. .2~u-«›. A _, ,-_ . é. , ›.«. ... , , .f _. ' I ¡ 1 _ n V A ' i  l s -- - -. .a -a -s . _, . . . i , a -. . . g - . ,., ... . ' 7 "~. 7 ' " e' q so'1. ' ' ¡ - , .- - -r , vs¡ . .,. ... › 3» ufirv! _ ~ . " r __. ,.-. .. -.. ,m -. .. M. , . -~. »-u. .¡. ... .r , (L O-g/ xíhbf¡ _p. v._, ..-. «. _,______, ,__, _g _x_, , __ p ' " - - ""”'---›-~--<›. a«. . . .-i . aro-g. - _act _ . ›.« -v' ' P à f v ' " u V
  13. 13. Como a ESCDÍH fita perto, ele vai : a r v ' pé. c) que cic mais gosta é do , a - ' J'; ,_. .._---1""› 7.a aprender a ler e a escrever. ' ; u = ..-›”^°"j". i _, _ L FWFHIIIO quando a lição . i ' ' " r à( , _ n. I. l í s está muiin difiril. __ - . ' _ -« 6.1.. 1 C d” _. _. . . _ . , . n, ,, ; E _ãqlw', ,______r____ h- › Air_ --- --JL an_ -. o"'”-v › '
  14. 14. f' T' _" , 'IE; 'T Draco é da Iugoslávia-n, ande houve uma guerra, Um dia, quando ele estava andando no mercado com sua mãe, uma bomba caiu perto dele, e agora ele só tem uma perna. Ele já está bom, e está feliz por a guerra Ler acaba-ncia e por mais ninguém de sua lamilia ter se Inachut ado.
  15. 15. I-_Ic sente pena das crianças que moram em paises que estão em guerra. Seu maior sonho é a guerra desaparecer para sempre_
  16. 16. VIVENDO NO DESERTO! _ví Kad¡ vive no deserto da Namíbia, na África. em uma cabana feita de estrume de vamu.
  17. 17. O deserta e um lugar onde quase nunca chove, e é por isso que Kad¡ e o povo dela são nômades. Nñmades são pessoas que se mudam para lugares diferentes de acordo rom as estações do ano, procura ndo locais nos quais exista grama ; mn-i suas cabras e ovelhas. Lá é tão quente que cla não precisa de roupa para ! se aquecer, mas adora usar pulseiras. Kad¡ gema de fimr bonita.
  18. 18. Taril-. .i (. - unm anbnrígínr* australiana. Fla mora em Sydney com __ . yarftlíxx, seus país e avós, e o que ela mais gosta de fazer é ouvir seu 3:35 _ pa¡ tocar o didgerrdoo, que é um longo e fino instrumento. 7T' ~' “ -_. " _/ . a ta' Enquanto ele toca, ela fica dançando em volta. r . é g *_ _rx_ 1 . ?à A 2 @A I ' . A.
  19. 19. - x _ f: '! ._ u 1; s' r": '- *Çàv i › s_ Ivan. . . _ . Quando o avo dela era pequeno, Inurava no interior da Austrália, onde caçava com um bumerangue um objeto curvo que. ao serjogado no ar. retoma para a pessoa que o jogou, se não bater em nenhum obstáculo. Turim também quer aprendera jogar bumerangue. Í. , . __ u, ;__'; ,.~~›" x qu_ _ __ gi¡ s . r' o¡__ . o, 19
  20. 20. m 'i7 NAWAL Nawal vívc em uma pequena cidade do Egito. Ela se levanta bem cedo todos os dias porque precisa colher jasmins com seus dois innàos. O dinheiro que eles ganham vendendo Ilores ajuda a família a se sustenta r.
  21. 21. Depois de ~zolmr dos campos. ein-s vão para a escola. Nawa* quer se¡ uma médica quantia crescer, para rmder ajudar a curar as pessoa-ç. m_ -. .__. .-_ l . l- , ' 'p' I ' l 4 » 11' . rir Y k 4” * › s r - r 1 l' _ f. ? _, ,A _ . .E › '« _- 1 ' › , ' fx' ' l 'AÍ '
  22. 22. f' ” ' t* 1_ , ' fr T . ' , l ~ ? IM *¡ ' _ n x '_ ' ñ . .VL. n. 11- n *bz _i v 'if-il O pa¡ dc Gina trabalha em um museu. que é um Iuqar cheio de obras dc arte. Eles moram em Venpm, nu Itália. Ê uma cidade muito bonita. cheia dc conçtnngõegantigas e belas. O ¡nais interessante - à? :uma cidade é que a: ruas são ; anuais de água de verdade! ›| vl'r-J 1 Ó w. _' - ›-l(Vv'›l _, u. _. . , e ^ 3- : ar Í' FÍW '_ o ! A f N* v3-›-ç. r-v* s. ? . i4_ . ç Ju-, - . n 4 u, »l 1,' . ', ›_*. ¡_1p¡Ã Í): |_ ' , .. '<-~~4-1'V' '- , '-' M? - ' f t" . , f f; 47"* *. 3. _L ç- t . ' 4 , - x 15.. › . -J ' . vw- í v É 7" . Á 4 x 1., a l ~ . .x _ , -.. ... -.r- , t _J ~› "q . , w. v'. '. . a. ' 3 v_ ' . , i 3 _m_ ". _ › › s . u-M* v* t, M-. . a T - ¡ _ . ~ . ,
  23. 23. Para ir de um lugar u uulrca, m. pessoas ! pm que usar barcos. Existem algumas ruas e praças, mas elas estão Sempre inundada: e a: pessoas precisam usar botas de bon adm para se protegeu. Gina ; adora viver ali!
  24. 24. Kimi vive na Floresta Amazônica com sua tribo- Seus irmãos mais velhos o ensinam a usar os diferentes tipos de plantas. que existem rmqiwla região, e ensinam também quais animais são bons para comer c quais são vcncnosos. como algumas cobras e sapos. _ _" . A, . .. , 4 ; .___í_-. -"V . *.___
  25. 25. As plantas e as árvores : :ao ? ao altas que. quando chove, ele ouve: o barulho das gotas de chuva caindo nas Iolhns, mas não se molha. E como se ele estivesse usando um guarda chuva gigante.
  26. 26. r i: s ç w', s. r -- _ _a i- w- ¡- - ~ "i" i i i 'a v i g' , _ _ A i i i r '_ ' _ í “ . i ' L n a'. i"? você. já foi a um circo? Se foi. raiva. : Lenha ido ao circo dn Pol. Os pais dele sào trapezislas. e ele iá começou a treinar também. Ele ado ra morar no circo e conhecer sempre novas cidades e pessoas. Para ele, o mundo inteiro ú a sua casa. n 'rx ' , .7__' '-1' 5.. .¡ ' 26 _Il * V ' - . i . t r ; _ 3 . r _ v i v' '. i J = w_ : i 4 i i. Ê ', í f . ' 3 l _I_ _z : Ã s 7 i -; ' . . . l c” r - 1 l n, ~ -*' Ur . Y ' J . r# . , ¡ n « s ã Í. _7 s i l “ _ , __ i i ~. . a w ' a 'i a a
  27. 27. Ha dl? ? crianças no (uu), dos três meses aos onze anos de idade. As criancas em idade escolar têm irma única professora, chamada Esther. A escola rm circo e muito divertida. mas também da muito trabalho!
  28. 28. Existem pessoas de um tanto do mundo ao oulru. Algumas pessoas são velhinhas. como seus avós: outras são adultas. como . __ v _ _ . .' ' V sua : não e seu pai, e é _ . a x ' ' ' 7~ A' ' - '. claro que existem crianças _ ' w ' é ç' como você. As crianças, em 2a A . , À_ 4 ' ~ qualquer parte du nnundo, gosta-nn das mesmas coisas: de se divertir com a família e na amigos. @Í . ;o (m. _ › x a ' -~. _;! x EU-&LHEÇK : W5 - : jar L' r. s _J ' ¡ I_ ' ' gx- _ (É. : a? :à . w & . ,A GAIASCA C BRASIL ' c» sarro x2 o nusosLâvuA
  29. 29. No fundo, :n35 nem somos tãn diferentes! você goslnría de saber : nais sobre pessoas de vários lugares do mundo? O jeito como elas falam, escrevem, nu dançam. par exemplo? Você tem um mundo inteiro para descobrir! o JAPÃO à¡ ¡ 'f NAMlBlA _I AUSTRÂUA 1,, . g , é ç. lTÁLIA c CHINA 29
  30. 30. 34 VÍAJÀHDO NO FAÇD Foúkcm. : 'Jliliaar esL. apnrturrlidc; para exalircnmr. a Tulio gil. : un . CrrSsHPKFL PMP' GCI-Ju; uu redor uasnl l. m Í** "7 555V JC' ÍvP-'f 5MB 0' 5 mHlãf CW. ¡Juis rruviivir-nfns a (v Ang. : e o sol c . .im do¡ . um ›e ¡nua-c- an rod-v ' del. , roda-ido z-kn "N10 ',113 S¡ própio nc- "cw-tmn temp». Vau; ;unir "war mam tonto. na: ccrtamenuec via-ira v. - »Hwuuueu c expliuoçmtl Ca'h : z (fianaa: 'nencn-J. iva fifa( n: :er ÍEÍLU 10"? ? V' "Xisto ! Wa LI iuçaccim. uma tr ança uu-. .lc ser chamada da Terra e ostra c: bd. n a: se-n a : :manto-fas u de face-las enunciar n F4Ff-= Í›': E$U--í. -r1.if' tan-varre Cnntarme elas ! aran- : 'c-. .guy dg. - mr-nrrnr-'Io a p: : uurnr GñhFF n furrinramevuu da'. Luisa. . n n nas: : hcr: qu: devera' m : ai-negar . a dar rxrllito-; Jez meu 21th! had* v'. - Liiulandm. UMA COMEMOEAüDI E2:: capítulo me¡ s ur: : IPHHNTI, nur '.51 DÕIJAÍIIÍPJS ; n ierta-. iz 1a m5. m_- Iqlír 1.1_ . .çJrar n tenra-nr: - t u-na otimo oportunidade para lalar as r-isnçm 'nl-nr difere-mes 'I'M' ¡Z'-': › Lu MILrias. Alnim: alimentos_ : castanho (Chun: em
  31. 31. A" Deh. MC ! Dfrãlññfâñlíú e-xciéflriuu', e¡ l Lulu'. pune. do Pluma, mw* nn! exempoo : ar: zol. a : aba: o LUJdIàL'. ¡, - Lgualu, a rrnlunra. ac "avança : lr 5 Imtx: ' tam; dciuqv CIJT/ que¡ ; Ju 'na un a : unica nveIf-nr do q u* outra_ ¡_' qu: Lulu UUUJTUL' dc (um as puma: : : :No amtumada: : cone' 0375C í. nnfárm: e Ju un. : : :là . a ci-. pnziçñn UMA VEM MUSICMI 0 dídyuricízx¡ é un Intrmmarln rrnnlr-: tl usaác pc o: aoorng n: : u¡ v nurleue Ami-à n. If row-im : k gaho ou. . u; UJLJÍÍplu Lurnidn puplr-z runmn W114 ser ccnzdcrada uma cometa Inauml, que e ! ainda animando-w os ética nal: c 3330x0010! Hà vma íenJc que explica n prir-rirn 'nr' feiw «um U viduenduo: um *m 'na-n rn m: na : :e r. : seca para fazer uma Íuuuzxxu, qua¡ du erzortmu un gnlhn fhê c: (Ie cuaiv ›. ¡IL- . J-. aupvuu : mm rxpnmca' n: Hmh; nnrqlm. M* 11. não Stviun : qua-in : :um Lon' n rncanrn. l» ? S53 10¡ a . w vnLíu u: : uuc u : um da drdqandnn h-I amido_ NAWÀL FH mJh-Js mu: : du nundu. :né meu-rm m: palco¡ = .'Ialnuduscuawlvulvítmh, "ñ n' ! I'M MARIN); e meninas nun-wir. #arcada-su Jatclha' uam nputnr 'na n01: ? ãhlllar Er' algun: caso: chzg: o ser vuva : apuração inianl , r . v. ' : xx trabalham eu Lnviíw: : nmxnwn¡ a: n: esrav dão. E impartant: ajJdau uu end ; agia ¡Ies-. n nfmlf¡ n-t-ga unha-se a u: !pr . n pnudutczfnrm m1 @em ! inn . '10 mñn cr* 0h11 Hnjr ? Ir dia_ he' . nn ¡e-Ic de- varnnheclmenxo Internet Dralqac &turu; ,umum rnn-*iáut-I. I' a german* c n' nrnhuvl a pensa_ çrigrxça m¡ anima_ ? um (Inweu-alcvgag em qcrhmn¡ at”, u. , woman c» pmduçan. VNENDU ND ¡IKSERIDI O) : :ranma são mmnrrirnin: prl. : : usufrnug u: duvn e pndnn ur qmntm m¡ v' . tvs como r: pouca agua u¡ dnmlu. ha ÍGÍYÕÉÍW çrmqu wma: pluma E pur i-. .c quc . x. piráamx qm- n «mam rm new- v* xíc ; cash-nene rórmuu¡ uuncu um; '16 . .om da uniu-nem; par: na nínysi; 4. grupo iwtcwro si: Fuüu »um u-ulvc 'euíãtx So- wun fihnagmtcnn d. ; : aux-nua: u nrup; -wcnuL cala n um: :mma cívj1unidadc par: : conversa ' soon. - wuu: uma: da: deu-nn, rnn-o n: lucvxgt. .m, uu Sum. ue. uoximzunn_ nn I( alanarl, ou o: nhrrlglrcs -. '|J$(fú| |mI0: ? Jd-a an: : puvm -mmanu Ian- . a @pa-cidade : lc 'notar pcqucras . uvu-. lexhluuan ua ¡zsi-_agc-n ~~ lrhhrnv' *1 5- a-: Io-s p: : Vdííd) ueveçonx. owms Amou: : Fodcñcãd ! CF as L' 'Á' ls: : que rw luana. na 'hhndñ muito r, uertes. uu: uo-_wurvl un. : wgtrnçan dama a nu que); :hm: banana. Sao c 'caravan de Í meu» e : :hi0 : x-alimdm rmtl W25- 5: Ii» uh. ; do Equqdor. Lma qmnnn ; vanamnh de pla-nn'. a* *nirrals v o: : . a íIur-. um. ru Urubuir. ha 'ar-tu NrWIé$<Il'er. -IILL-. qLu algunnzw ; relax 1.10 : :n (armar-tidas pelo hnmPn MH ? W FC- mmed 'Ju qu: memo: haja» em dia Irrluam = !hd-MOM or gínà ¡"c: ¡ ñorvmas. CCM-ã! uu: u Luta para m* IIÍM UFPI' TX r avulmnmlu : uai umunln Jd. : nda”. 70005 DÍFERENÍES. 70008 IGUAIS De ! morde com J das: : u n. n uma* da: atuam-gs. . ¡mdcmm ? MFP-IMS que. a : m dm. díluwngu'. ITSNIOFWCIS rn Ima, M 'Huíkãc-ICFM. (01110 'c Fqiúv_ vlúxiw. vnlimerta 4-1'. r-qur mngLdm é 'w-: Huv du qu; uv. uuJm; mnnnuuvn-'u (1o @nuno de rara pan Nr "Im 101m n: u uma) uunlam da n-atna r-xka' .19 »mvuma írfàn: a fc* z : OTItI-Idlb (47 que : Inn um: an.

×