Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Laboratório de química virtual

537 views

Published on

Trabalho Blog

Published in: Education
  • Be the first to comment

Laboratório de química virtual

  1. 1. LABORATÓRIO DE QUÍMICA VIRTUAL Giovana Valverde, Maria Eduarda e Yasmin
  2. 2. HOME  EPI – Equipamentos de Proteção Individual  EPC – Equipamentos de proteção coletiva  Normas de Segurança  Materiais usados no laboratório  Principais Reagentes Químicos  Vídeo
  3. 3. EPI – Equipamentos de Proteção Individual  Os tipos de equipamentos de proteção individual EPI utilizados podem variar dependendo da atividade a ser realizada ou dos riscos que ela poderá trazer a segurança e a saúde do trabalhador e da parte do corpo que se pretende proteger.
  4. 4. EPC – Equipamentos de proteção coletiva  O Equipamento de Proteção Coletiva – EPC trata-se de todo dispositivo ou sistema de âmbito coletivo, destinado à preservação da integridade física e da saúde dos trabalhadores, assim como a de terceiros.
  5. 5. Normas de Segurança  Não fume nas dependências do laboratório.  Não pipete nenhum tipo de produto tóxico com a boca, use pipetas automáticas ou peras de aspiração.  Não faça uso de bebidas alcoólicas durante o serviço.  Trabalhe sempre com o avental abotoado (fechado).  Use calçados fechados, de couro ou similar, nunca chinelos.  Não use roupas de tecido sintético ou outro material facilmente inflamável.  Não deixe de usar óculos de segurança nos laboratórios onde seu uso é obrigatório. Use-os quando for executar uma operação que represente riscos.  Não coloque materiais de laboratório em roupas ou gavetas de uso pessoal.  Não leve as mãos à boca ou aos olhos quando estiver manipulando produtos químicos
  6. 6.  Lave cuidadosamente as mãos com bastante água e sabão antes de cada lanche ou refeição.  Não coloque alimentos nas bancadas, armários e geladeiras dos laboratórios.  Não utilize vidraria de laboratório como utensílios domésticos.  Não se alimente nas salas de laboratório, procure as salas especiais.  Não use lentes de contato, elas podem ser danificadas por produtos químicos causando graves lesões.  Não se exponha às radiações ultravioleta, infravermelho ou luminosidade intensa sem proteção adequada (óculos com lentes filtrantes).  Feche todas as gavetas e portas antes de sair.  Certas dosagens bioquímicas se alteram em presença de luz de iodo, neste caso só acender a luz na hora de fazer a leitura.  Os laboratórios de bacteriologia devem ter seus balcões limpos pelo menos uma vez por semana com uma solução de formol.
  7. 7.  Quando da coleta de sangue, nunca deixar a seringa com ar dentro antes de fazer a coleta. Pode MATAR o paciente!  Os materiais após seu uso e suspeitos não devem ser colocados na pia, sem antes um tratamento químico.  Mantenha as bancadas sempre limpas e livres de materiais estranhos ao trabalho.  Ao esvaziar um frasco de reagente, limpe-o com água antes de colocá-lo para lavagem.  Rotule imediatamente todo e qualquer preparado, reagente ou solução e amostras coletadas.  Retire da bancada os materiais, amostras e reagentes empregados no trabalho logo após terminá-lo.  Jogue papéis e materiais usados no lixo somente quando não apresentarem riscos.  Use pinças de tamanho adequado em perfeito estado de conservação.  Limpe imediatamente todo e qualquer derramamento de produtos e reagentes.
  8. 8. Materiais usados no laboratório:
  9. 9. Materiais usados no laboratório:
  10. 10. Materiais usados no laboratório:  Balão de fundo chato: dissolve substâncias por meio de agitação, preparando, dessa forma, soluções; aquece líquidos e realiza reações com desprendimento de gases;  Balão de fundo redondo: semelhante ao anterior, mas é usado principalmente em processos de destilação;  Balão volumétrico: por possuir uma medida exata de volume ele é usado para diluir e preparar soluções que exigem um volume com maior precisão. Existem vários tamanhos de balões volumétricos, sendo que cada um possui uma única graduação que é mostrada por um traço de aferição no gargalo;  Proveta ou cilindro graduado: usado para medir e transferir líquidos e soluções, sem muita precisão;  Bureta: escoa líquidos e mede volumes com precisão. É usada principalmente em titulações; volumes variáveis, pois ela possui uma escala;  Pipeta volumétrica: sua função é semelhante à anterior, porém ela é bem mais precisa. Os volumes medidos nela são fixos, pois ela não possui uma escala, mas sim um traço fixo;  Bastão de vidro: é usado para misturar ou agitar soluções;  Funil: usado em filtrações simples;  Béquer: usado para os mais diversos fins, tais como: realizar misturas, reações químicas, dissoluções, ganhar líquidos e soluções. Pode-se até medir volumes pequenos, porém, a precisão é mínima;  Tubo de ensaio: testar reações com pequenas quantidades de reagentes;  Erlenmeyer: usado para preparar e guardar soluções;  Vidro de relógio: é usado para tampar
  11. 11. Materiais usados no laboratório:  Bico de Bunsen: é um aquecedor a gás de produtos não inflamáveis;  Tela de aquecimento: esse trançado de fios de ferro, com um material no centro adequado para aquecimento, é usado exatamente para que o material a ser aquecido não receba diretamente a chama do bico de Bunsen. Além disso, ela tem a função de distribuir o calor para que o equipamento de vidro que está sendo aquecido não quebre;  Tripé: apoio para a tela de amianto e outros equipamentos;  Suporte universal, garras e argolas de ferro: servem para montagem e sustentação de aparelhos de laboratório.  Pisseta: contém normalmente água, mas pode conter outros líquidos, como álcool. É usada para lavar recipientes com jatos de água;  Pinça de madeira: é usada para segurar tubos de ensaio enquanto são aquecidos;  Estante: acondiciona os tubos de ensaio antes e após sua utilização.  Almofariz com Pistilo: Usado na trituração e pulverização de sólidos em pequena escala.  Balão de Destilação: É utilizado em destilações simples ou fracionado; o braço do balão é então ligado ao condensador  Cadinho: Geralmente é feito de porcelana. Serve para calcinação (aquecimento a seco e muito intenso) de substâncias. Poder ser colocado em contato direto com a chama do bico de Bunsen. Suporta altas temperaturas (acima de 500°C), dependendo do material que foi construído, ferro, chumbo, platina ou porcelana.  Cápsula de Porcelana: Peça de porcelana usada para evaporar líquidos das soluções e na secagem de substâncias. Podem ser utilizadas em estufas desde que se respeite o limite de no máx. 500°C.
  12. 12. Materiais usados no laboratório:  Condensador: Utilizado na destilação tem como finalidade condensar vapores gerados pelo aquecimento de líquidos. Os mais comuns são os de Liebig (retos), mas há também o de bolas e de serpentina. É comumente utilizado em conjunto com o balão de destilação.  Dessecador: Usado para guardar substâncias em atmosfera com baixo índice de umidade. Nele se guardam substâncias sólidas para secagem. Sua atmosfera interna deve conter baixo teor de umidade, para isso, em seu interior são colocados agentes secantes, como sílica gel.  Estufa :Com controle de temperatura através de termostato é utilizada para a secagem de material; costuma alcançar até 300°C.  Pinça Metálica ou Tenaz: Serve para manipular objetos aquecidos.  Suporte Universal: É empregado na sustentação de peças e sistemas. Ele pode segurar, por exemplo, a bureta ou o funil de bromo.  Termômetro: Mede a temperatura de substâncias ou do ambiente.  Triângulo de Porcelana:Suporte para cadinhos de porcelana colocados em contato direto com a chama do bico de Bunsen.  Tripé: Apoio para efetuar aquecimentos de soluções em vidrarias diversas de laboratório. É utilizado em conjunto com a manta aquecedora.
  13. 13. Materiais usados no laboratório:  Triângulo de Porcelana:Suporte para cadinhos de porcelana colocados em contato direto com a chama do bico de Bunsen.  Tripé: Apoio para efetuar aquecimentos de soluções em vidrarias diversas de laboratório. É utilizado em conjunto com a manta aquecedora.
  14. 14. Principais Reagentes Químicos:  Acetona  Ácido acético  Ácido clorídrico  Ácido nítrico  Ácido sulfúrico  Água destilada  Álcool etílico  Amoníaco  Azul de metileno  Benzeno  Bicarbonato de sódio  Carbonato de cálcio  Cloreto de cálcio  Clorofórmio  Éter  Fenolftaleína  Formol  Hidróxido de sódio  Permanganato de potássio  Soda cáustica  Sulfato de cálcio  Sulfato de cobre  Sulfato de potássio
  15. 15. https://www.youtube.com/watch?v=tMPbab V6nak Vídeo Explicativo – Lab. Química Principais Fontes: http://www.vidrariadelaboratorio.com.br/vidrarias-de-laboratorio-2/ http://blogs.diariodepernambuco.com.br/espacodaprevidencia/?p=2397 http://blog.inbep.com.br/o-que-e-um-epc/ http://www.splabor.com.br/blog/reagentes/reagentes-para-laboratorios-utilizados-na-efetivacao-de-fenomenos-

×