Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
PDTU
Promover a Mobilidade Urbana, de forma segura, socialmente inclusiva e
com equidade no uso do espaço público, para co...
PROMOB - Intervenções
Principais Intervenções
• Expansão do SEI /Terminais de Integração
• Passarela do Aeroporto
• Corred...
Ações do PEDALA-PE
Desenvolvimento Econômico
• Benefício fiscal para empresas de bicicleta que se instalem no Estado;
Educ...
Plano Diretor Cicloviário


O documento tem a finalidade de nortear os municípios da Região
Metropolitana do Recife sobre...
Elaboração do Plano Diretor Cicloviário
Oficinas
•

Ao longo de oito meses foram realizadas oito oficinas para a elaboraçã...
Diagnósticos e análises do Plano Diretor Cicloviário
• Pesquisas de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de
Ciclistas
 A pesquisa teve caráter investigatório e qualificati...
Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem
e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR




Observou-se que...
Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem
e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR




MOTIVO DE VIAGE...
Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem
e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR


Os horários de via...
Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem
e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR


50% dos entrevista...
Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem
e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR
•

No que se refere à...
Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem
e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR
•

O gráfico aponta q...
Diretrizes, estratégias, gestão,
proposta de rede e orçamento
Linhas Estratégicas
OBJETIVOS DAS LINHAS ESTRATÉGICAS
EDUCAÇÃO

Desenvolver projetos educativos para criar um novo paradig...
Infraestrutura
A rede cicloviária foi classificada em dois grupos:


Rede Cicloviária Metropolitana: rede cicloviária pri...
Infraestrutura
Rede
Cicloviária
Existente
Extensão: 67,4 km
Infraestrutura
Rede
Cicloviária
Proposta
Extensão: 244 km
Proposta da Rede Cicloviária
MUNICÍPIO

Abreu e Lima
Araçoiaba
Cabo de Santo Agostinho
Camaragibe
Igarassu
Ilha de Itamara...
Infraestrutura - Rede Metropolitana Cicloviária
(Exemplos)
EXTENSÃO
(KM)
Av. Mal. Mascarenhas de Morais Entre Av. Armindo ...
Rede Cicloviária Metropolitana / Requalificação da Rodovia PE-15
Descrição: Início em Olinda, próximo ao 7º GAC Regimento ...
Rodovia PE-15: Integração com o Corredor Exclusivo de BRT
• Projeto urbanístico: Espaço público, garantindo passeios contí...
Rodovia PE-15: recuperação da ciclovia existente

Ciclovia Bidirecional, com largura de 3 metros.
Cronograma Requalificação da PE-15
Ação

Prazo

Edital de Licitação

Janeiro/2014

Final do Processo licitatório

Março/20...
Plano diretor   setoristas
Plano diretor   setoristas
Plano diretor   setoristas
Plano diretor   setoristas
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Plano diretor setoristas

1,450 views

Published on

Published in: Technology, Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Plano diretor setoristas

  1. 1. PDTU Promover a Mobilidade Urbana, de forma segura, socialmente inclusiva e com equidade no uso do espaço público, para contribuir na construção de cidades sustentáveis. Baseado nas diretrizes do PDTU, prevê:  Integrar e inserir a bicicleta no planejamento e desenvolvimento urbano, proporcionando a melhoria do meio ambiente;  Promover a integração dos modais, visando reduzir o custo dos deslocamento, principalmente da população de menor renda;  Estimular os governos municipais a implantar sistemas cicloviários e um conjunto de ações que garantam a segurança de ciclistas nos deslocamentos urbanos.
  2. 2. PROMOB - Intervenções Principais Intervenções • Expansão do SEI /Terminais de Integração • Passarela do Aeroporto • Corredor Exclusivo de TRO Norte/Sul (Ramal Centro, Ramal Agamenon) • Corredor Exclusivo de TRO Leste/Oeste • Ramal de acesso a Cidade da Copa • Corredor exclusivo de ônibus da BR-101 • Corredor de ônibus da II Perimetral/Via Metropolitana Norte • Programa Rios da Gente • Programa PEDALA PE
  3. 3. Ações do PEDALA-PE Desenvolvimento Econômico • Benefício fiscal para empresas de bicicleta que se instalem no Estado; Educativas • Criação do Selo Empresa Amiga da Bicicleta; • Campanhas educativas e capacitações; • Passeios Ciclísticos; Infraestrutura e Gestão • Projetos cicloviários para os principais corredores de transporte; • Construção de Bicicletários nos TIs e Estações do Programa Rios da Gente; • BIKE PE – Sistema de Compartilhamento de bicicletas • Elaboração do Plano Diretor Cicloviário
  4. 4. Plano Diretor Cicloviário  O documento tem a finalidade de nortear os municípios da Região Metropolitana do Recife sobre as políticas de mobilidade explorando aspectos como a infraestrutura cicloviária, campanhas educativas, o mercado de bicicletas atual, a legislação e operação do modal bicicleta.  Horizontes: O documento aponta o cenário para o modal até 2024.
  5. 5. Elaboração do Plano Diretor Cicloviário Oficinas • Ao longo de oito meses foram realizadas oito oficinas para a elaboração do Plano Diretor Cicloviário. Participaram da construção do documento diversos técnicos de órgãos públicos, ciclistas e a população em geral. Participantes: Coordenação: Secretaria das Cidades • Grande Recife Consórcio de Transporte • Agência Condep/Fidem; • Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU); • Prefeituras da RMR • Grupos de Pedal
  6. 6. Diagnósticos e análises do Plano Diretor Cicloviário
  7. 7. • Pesquisas de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de Ciclistas  A pesquisa teve caráter investigatório e qualificativo, de forma a identificar motivo da viagem e perfil do usuário da bicicleta como modal de transporte.  A pesquisa de mobilidade foi aplicada em 74 pontos da Região Metropolitana e a escolha dos pontos definida a partir de locais com grande circulação, como as estações da rede de metrô da RMR e terminais de ônibus, além de interseções identificadas como importantes trechos de demanda por ciclista.  Foram aplicados 2.804 formulários.
  8. 8. Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR   Observou-se que os trabalhadores são os principais usuários do modal com 77%. Os estudantes ficam em segundo lugar com 13%. Ocupação dos entrevistados 1% 5% Trabalhador 4% Estudante 13% Desempregado 77% Aposentado Outros
  9. 9. Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR   MOTIVO DE VIAGEM Resultado: Destaque para o número de pessoas que usam a bicicleta para ir ao trabalho – 58%. Resultado: O uso da bicicleta com o intuito de fazer compras representou 15% dos deslocamentos pesquisados, enquanto 10% dos entrevistados se deslocavam por bicicleta com destino a lazer. 1% 7% 9% 10% 58% 15% Trabalho Compras Lazer Outros Estudo Médico
  10. 10. Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR  Os horários de viagens mais utilizados entre os ciclistas é entre 7h e 8h da manhã e 17h e 18h. Distribuição das horas pico
  11. 11. Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR  50% dos entrevistados informaram que o rápido deslocamento é o principal motivo de utilizar a bicicleta, enquanto o fator econômico registrou 25%. Motivo da escolha da bicicleta como modo de transporte
  12. 12. Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR • No que se refere à duração das viagens, elas ocorrem predominantemente durante o intervalo de 11 a 30 minutos (55%). Ao analisar, exclusivamente, as viagens realizadas por motivo de trabalho, tem-se um resultado bastante semelhante, seguindo a mesma tendência. Duração das Viagens 60.0% 55% Motivo da escolha da bicicleta como modo de transporte 50.0% 40.0% 30.0% 27% 20.0% 15% 10.0% 2% 0% 0.0% 1 - 10 min 11 - 30 min 31 - 60 min 61 - 120 min 121 - 240 min
  13. 13. Dinâmica de circulação – Pesquisa de Motivo de Viagem e Contagem Volumétrica de Ciclistas do PDC/RMR • O gráfico aponta que a maioria dos entrevistados (76%) não utiliza a integração entre os modais de transporte em seus deslocamentos; apenas 24% indicam algum tipo de integração modal, sendo distribuído em ônibus (11%), a pé (5%), metrô (3%), carro (3%) e outro (2%). Integração entre modos 3% 3% 2% 5% Não Utilizou 11% Ônibus Não Utilizou outro modo 76% A pé Metrô Carro Outro
  14. 14. Diretrizes, estratégias, gestão, proposta de rede e orçamento
  15. 15. Linhas Estratégicas OBJETIVOS DAS LINHAS ESTRATÉGICAS EDUCAÇÃO Desenvolver projetos educativos para criar um novo paradigma de mobilidade, onde a bicicleta seja entendida como um meio de transporte cotidiano CAMPANHAS Desenvolver campanhas de promoção, fomento e respeito do uso da bicicleta entre os diferentes coletivos cidadãos LEGISLAÇÃO Garantir que a legislação vigente facilite o uso da bicicleta como modo de transporte cotidiano GESTÃO Criar mecanismos necessários de gestão institucional, técnica e cidadã para garantir a implantação do plano INFRAESTRUTURA Criar uma rede de itinerários cicloviários que permita garantir deslocamentos úteis e seguros para ciclistas
  16. 16. Infraestrutura A rede cicloviária foi classificada em dois grupos:  Rede Cicloviária Metropolitana: rede cicloviária principal, responsável por promover a articulação intermunicipal. Composta exclusivamente por ciclovias, é de responsabilidade do Governo do Estado de Pernambuco. • Extensão: 244 km  Rede Cicloviária Complementar: atendendo a deslocamentos municipais. Composta por ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas, sua implantação é de responsabilidade das Prefeituras municipais. • Extensão: 346 km
  17. 17. Infraestrutura Rede Cicloviária Existente Extensão: 67,4 km
  18. 18. Infraestrutura Rede Cicloviária Proposta Extensão: 244 km
  19. 19. Proposta da Rede Cicloviária MUNICÍPIO Abreu e Lima Araçoiaba Cabo de Santo Agostinho Camaragibe Igarassu Ilha de Itamaracá Ipojuca Itapissuma Jaboatão dos Guararapes Moreno Olinda Paulista Recife São Lourenço da Mata TOTAL Extensão (Km) * 14,4 4,9 32,3 17,3 25,8 6,5 47,1 5,1 58,9 9,0 62,1 49,0 249,0 8,8 590,2 * Ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas
  20. 20. Infraestrutura - Rede Metropolitana Cicloviária (Exemplos) EXTENSÃO (KM) Av. Mal. Mascarenhas de Morais Entre Av. Armindo Moura e Rua São Miguel 7,1 BR-101 Entre Av. Dr. Júlio Mourão e PE-015 22 Av. Caxangá Entre Estrada dos Remédios e Av. Joaquim Ribeiro 6,5 Av. Joaquim Ribeiro Entre Rua Ribeiro Pessoa e Av. Dr. Belmiro Correia 1,6 Av. Gov. Agamenon Magalhães Entre Rua Paissandu e Av. Pres. Kennedy 4,6 Av. Beberibe Entre Rua da Regeneração e Av. Cidade Monteiro 1,1 EXTENSÃO Olinda TRECHO (KM) PE-015 (Pan Nordestina) Entre Av. Pres. Kennedy e Av. Joaquim Nabuco 1,3 PE-015 Entre Av. Joaquim Nabuco e Av. Sen. Nilo Coelho 2,9 PE-015 Entre Av. Senador Nilo Coelho e BR-101 2,2 Bultrins/Fragoso Entre PE-015 e Ponte do Janga 4,8 Bultrins/ Fragoso Entre Av. Chico Science e Rua Carlos Leite Moreira 2,3 EXTENSÃO Jaboatão TRECHO (KM) R. Padre Manoel da Cunha Entre Av. Pres. Castelo Branco e Rua Ayrton Senna da Silva 0,2 Recife TRECHO Av. Ayton Senna da Silva Entre Rua Pde. Manoel da Cunha e Av. Barreto de Menezes 1,8 Av. Ayton Senna da Silva Entre Av. Barreto de Menezes e Rua Osório Borba 1,4
  21. 21. Rede Cicloviária Metropolitana / Requalificação da Rodovia PE-15 Descrição: Início em Olinda, próximo ao 7º GAC Regimento de Olinda e final no Município de Abreu e Lima, na altura do Terminal de Integração de Abreu e Lima. Está inserida no Corredor Exclusivo de ônibus N/S. Extensão: 11.5 km investimento: 14.5 milhões TI Abreu e Lima 7 GAC Regimento de Olinda
  22. 22. Rodovia PE-15: Integração com o Corredor Exclusivo de BRT • Projeto urbanístico: Espaço público, garantindo passeios contínuos, livres de obstáculos e com acessibilidade, Iluminação, arborização e implantação de praças.
  23. 23. Rodovia PE-15: recuperação da ciclovia existente Ciclovia Bidirecional, com largura de 3 metros.
  24. 24. Cronograma Requalificação da PE-15 Ação Prazo Edital de Licitação Janeiro/2014 Final do Processo licitatório Março/2014 Assinatura da O.S Abril/2014 Conclusão da Obra Outubro /2014

×