Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Durkheim sociologia da educação

6,617 views

Published on

Aula sobre Durkheim e Sociologia da Educação

Published in: Education
  • Be the first to comment

Durkheim sociologia da educação

  1. 1. DURKHEIM SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Profª Flávia M. Motta FAED/UDESC
  2. 2. Émile Durkheim foi um dos fundadores da Sociologia
  3. 3. Ao longo de intenso trabalho intelectual, Durkheim esforcou-se dȩ modo notavel para construir á especificidade sociologica é esclarecer os fundamentos sociais da educacao.̧ ̃ Sua biografia indica um duplo percurso: de educador e de sociologo.́ *Aula baseada no texto de Fernando Correia Dias. DURKHEIM E A SOCIOLOGIA DÁ EDUCACÃO NO BRASIL(Em Aberto. Brasília, ano 9. n.̧ 46. abr. jun. 1990). http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/726/649 Aspas e número das páginas de que foram retiradas frases e parágrafos foram evitadas para não sobrecarregar a apresentação, mesmo porque algumas passagens foram cortadas e/ou refraseadas. Para citar, recorrer ao texto original de Fernando Correia Dias
  4. 4. Preparou-se, desde muito jovem, para o magisterio.́ Orientando-se para a Filosofia, cursou a Escola Normal Superior de Paris Entre 1887 e 1902, leciona Pedagogia e Ciencia Social na Faculdade dê Letras de Bordeus, epoca em que dedica consideravel parte do tempo eḿ ́ ́ formar mestres primarios. Admitido como professor da Sorbonne, comecoú ̧ pela Ciencia da Educacao; so mais tarde a disciplina que lecionava ganhoû ̧ ̃ ́ o status tambem de ensino sociologico.́ ́ Ocupou-se, do aspecto institucional, isto e, da boa organizacao do sistemá ̧ ̃ nacional de ensino na Franca.̧ A atividade pedagogica e reflexao no plano da teoria se conjugavam ná ̃ pessoa do sociologo.́
  5. 5. O interesse que mantinha pela situacao educacional do pais derivava dȩ ̃ ́ diferentes fontes, relacionadas estas quer com sua formacao intelectual,̧ ̃ quer com as conjunturas politicas em que viveu:́ o conhecimento historico, que dominava,́ tanto da vida social francesa, como das ideias pedagogicas;́ ́ uma atitude critica e, simultaneamente,́ aberta face a sociedade urbano-industrial̀ nascente; do desejo de construir uma etica secular,́ fundada na razao e distante de qualquer̃ legado religioso tradicional a identificacao civica com a Franca̧ ̃ ́ ̧ republicana
  6. 6. OBRA Embora tenha se dedicado, com a mesma intensidade, a Educacao e a Sociologia, o certò ̧ ̃ ̀ e que os livros fundamentais de teoria, pesquisá pioneira e metodologia obscurecem o restante da producao intelectual durkheimiana, inclusive na̧ ̃ area educacional:́ De Ia division du travail social (1893); Les regles de Ia methode sociologique (1895);̀ ́ Le suicide (1897) Les formes elementaires de Ia vie religieusé (1912).
  7. 7. “ Educacao e sociologia"̧ ̃ Nem sempre a contribuição de Durkheim à Sociologia da Educação é lembrada pelos historiadores. No entanto é preciso destacar sua enorme contribuição deixada nos escritos publicados por ele, como nos cursos ministrado e publicados após sua morte por seus seguidores. Chama-se especialmente a atencao para o prisma̧ ̃ sociologico adotado nesses estudos, é consistente no entendimento da Educacao como fenomeno social, a̧ ̃ ̂ ser examinado pelo processo positivo.”
  8. 8. Com um "pequeno e excelente livro" (Educacao e sociologia) firma-se um̧ ̃ ponto de partida para a disciplina. Fernando de Azevedo, o principal discipuló brasileiro do sociologo frances, saudando ó ̂ aparecimento (tardio)da Sociologia da Educacao entre nós.̧ ̃
  9. 9. Os sistemas educacionais sao criados pelã sociedade, nao abstratamente, mas por̃ sociedades concretas, historicamente determinadas. Constitui-se o homem e constitui- se o cidadao. Este ultimo e moldado pelas̃ ́ ́ expectativas dos diversos meios (representados por diferentes grupos sociais) em que se divide determinado povo.
  10. 10. "A educacao e a acao exercida, pelas geracoeş ̃ ́ ̧ ̃ ̧ ̃ adultas, sobre as geracoes que nao se encontram̧ ̃ ̃ ainda preparadas para a vida social; tem por objeto suscitar e desenvolver, na crianca, certo̧ numero de estados fisicos, intelectuais e morais,́ ́ reclamados pela sociedade politica, no seú conjunto, e pelo meio especial a que a crianca,̧ particularmente, se destina" (Durkheim, 1978, p. 41).
  11. 11. a crítica Durkheim, entretanto, nos apresenta o processo educativo como regulamentacao social estatica em cada̧ ̃ ́ momento de equilibrio da evolucao social, isto e, em cadá ̧ ̃ ́ vigencia do sistema educacional definido pela sociedadê atraves da escolha dos fins. Ha pouca possibilidade dé ́ mobilidade social: as pessoas sao preparadas para viver,̃ de modo conformista, no meio social a que se destinam, nunca para deslocar-se a outro meio. Nao se visualiza,̃ um processo dialogico, mas apenas o rito de inculcaŕ sobre as criancas os conteudos da mentalidade adulta.̧ ́
  12. 12. Durkheim e a educacao no Brasiļ ̃ Foi pela via do ensino da Pedagogia e pela maõ ou pela fala dos educadores que a Sociologia veio a ter status universitario, tendo esse ensinó sido institucionalizado, no fim da decada de 20 é inicio da de 30, nos cursos normais, em Recife, nó Rio de Janeiro e em Sao Paulõ
  13. 13. Influência de Durkheim no pensamento brasileiro Fernando de Azevedo (educador e sociólogo). Em 1940 publicou “Sociologia Educacional”. Seguindo a proposição durkheimiana, considera a educacao como um dos campos de investigacao sociologica,̧ ̃ ̧ ̃ ́ armada de um sistema de conceitos, procurando definir o processo educacional no que tem de socializacao, para, em̧ ̃ seguida, estuda-lo em conexao com as instituicoes sociais,́ ̃ ̧ ̃ tanto genericas como a familia e o Estado, quantó ́ especificas, como a escola.́ Fernando Azevedo teve marcante atuação na implantação da Universidade (USP) e criação da Escola Nova. Foi o principal personagem na publicação do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, de 1932.
  14. 14. Nos anos subsequentes, multiplicaram-se as̈ pesquisas na area da Sociologia da Educacao.́ ̧ ̃ “(…)Durkheim continua vivo na escola brasileira, quer diretamente, pelos seus textos, quer indiretamente, pelos trabalhos de seus seguidores e interpretes.” (DIAS,1990: 42)́

×