Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Neurointensivismo

1,891 views

Published on

  • Be the first to comment

Neurointensivismo

  1. 1. MonitorizaçãoNeurológica em UTI
  2. 2. Monitorização Neurológica em UTI Objetivos primários da Neuro-ICU: • 1- Manter fluxo sanguíneo cerebral fisiológico; • 2- Oxigenação cerebral adequada; • 3- Reduzir danos neurológicos secundários;
  3. 3. Lesão NeurológicaTipos de Lesão Neurológica – Área Penumbra
  4. 4. Risco HIC - TCE
  5. 5. Monitorização Neurológica em UTI Pressão Perfusão CerebralPPC = PAM – PIC (Pv)Objetivos:1- Manter FCS adequado com PPC 60-70mmHg2- Reduzir probabilidade de isquemia cerebral
  6. 6. Fluxo Sanguíneo Cerebral FLUXO SANGUINEO CEREBRAL
  7. 7. Doutrina de Monroe-Kelie Crânio MASSAENCEFALICA LÍQUOR SANGUE HEMATOMA Águaintra/extracelular Doutrina de Monroe-Kelie
  8. 8. Monitorização Neurológica em UTI PIC > 20mmHg = Hipertensão intracraniana moderada ≥ 40 > grave• Diversos autores encontraram melhores outcomes PIC<= 15mmHg• Uso de cateteres intraventriculares ou intraparenquimatosos Brock M.; University of Hannover.
  9. 9. Tipo de Onda de PICNormal Aumentada
  10. 10. Monitorização Neurológica em UTI Utilizar cateteres intraventriculares/ intraparenquimatos;Vantagens no intraventricular: • tratar hipertensão intracraniana atráves de retirada de LCR • Dosagens de lactato/piruvato – acompanhamento isquemia; • Dificuldades qdo edema cerebral com colabamento de ventriculos • Pico de taxa de infecção até o 5 dia após mantem um platô taxa 1,7%/d
  11. 11. Tratamento da HIC
  12. 12. Conduta Inicial UTI
  13. 13. EEGCAnálise dos tipos de ondas
  14. 14. Saturação Venosa Bulbo Jugular1- Avalia as condições de oxigenação cerebral global;2- Aumenta chances de bons outcomes em associação com PIC(Chesnut et al. Crit.Care Med1998)3- Fácil uso e manuseio – cateter jugular interna dir4- Uso intermitente avaliações sequenciais 6/6 ou 8/8hs ou contínua;5- Indicação precoce pois não é fidedigna após 72horas
  15. 15. Saturação Bulbo Jugular
  16. 16. Monitorização – PaCO2Alterações no FSC
  17. 17. Monitorização Neurológica em UTI DOPPLER TRANSCRANIANO
  18. 18. Doppler Transcraniano - TCEMartin et al. Characterization of cerebralhemodynamic phases following severe head trauma:hypoperfusion, hyperemia, and vasospasm. JNeurosurg 87:9-19, 1997 • Ocorrência de 3 fases distintas da hemodinâmica encefálica nas 2 primeiras semanas após TCE: Fase 1 (hipoperfusão): dia 0 Fase 2 (hiperemia): dias 1-3 Fase 3 (vasoespasmo): dias 4-15
  19. 19. DOPPLER TRANSCRANIANO
  20. 20. Monitorização BIS BIS
  21. 21. Monitorização Neurológica em UTI BIS
  22. 22. Hipotermia na UTI - InduçãoDiminuição doMetabolismoNeurológico;Diminuição LesãoSecundária;
  23. 23. MONITORIZAÇÃO MULTIMODAL em UTI

×