Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação Mobilidade Urbana

3,727 views

Published on

Pesquisa sobre mobilidade urbana na Grande Vitória.

Published in: Design, Technology, Business
  • Be the first to comment

Apresentação Mobilidade Urbana

  1. 1. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES O objeto desta pesquisa é a mobilidade do trabalhador do setor industrial da Região Metropolitana da Grande Vitória, compreendendo os movimentos dos trabalhadores da indústria das diversas cidades da RMGV [1]. [1] A região metropolitana da Grande Vitória legalmente constituída em Lei Estadual, incluem além dos municípios acima mencionados os de Guarapari e Fundão. Entretanto, como sugerido pelos técnicos da CETURB, em função do sistema Transcol cobrir apenas os cinco municípios (Cariacica, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória), foram concentrados os esforços da pesquisa nestes. Consultoria Arquiteto Urbanista Antonio Chalhub – Especialista em Planejamento Urbano
  2. 2. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  3. 3. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  4. 4. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  5. 5. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES Importante ressaltar a concentração industrial no município da Serra , representado 45,87% da região metropolitana, seguida muito abaixo por Vitória (22,76%) e Vila Velha (19,07%), tendo ainda Cariacica com baixo grau de industrialização comparativamente à Grande Vitória. Essa ponderação é necessária, pois pode indicar que ações estratégicas de mobilidade urbana especificamente no território de Serra serão mais relativamente e eficientes para o trabalhador da indústria.
  6. 6. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  7. 7. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  8. 8. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES 1 - A mão-de-obra da indústria na região metropolitana procura estrategicamente se localizar próxima dos locais de trabalho como tendência. Essa tendência é reflexo da política de admissão das empresas preferencialmente por moradores do município onde tem suas instalações? Ou é uma mobilidade estratégica da própria mão-de-obra para ficar mais perto da empresa e diminuir o custo familiar com transportes?
  9. 9. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  10. 10. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  11. 11. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  12. 12. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  13. 13. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  14. 14. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  15. 15. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  16. 16. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  17. 17. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  18. 18. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  19. 19. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  20. 20. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  21. 21. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Os deslocamentos de ônibus na metrópole </li></ul>
  22. 22. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  23. 23. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  24. 24. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  25. 25. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  26. 26. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  27. 27. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  28. 28. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Para quem respondeu sim. Qual o segundo meio de transporte utilizado? </li></ul>
  29. 29. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  30. 30. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES . Os horários de trabalho 0,09 20:00 101,05 TOTAL 0,35 19:30 0,18 NS/NR 1,85 19:00 0,35 22:00 0,53 18:30 0,09 19:00 14,94 18:00 0,26 18:00 15,82 17:30 0,18 17:30 49,47 17:00 0,35 17:00 1,58 16:30 0,44 15:00 1,93 16:00 3,51 14:00 0,09 15:30 0,26 13:30 1,93 15:00 0,26 13:00 2,20 14:30 0,09 12:00 2,81 14:00 0,18 11:00 0,88 13:30 0,35 10:00 0,09 13:00 0,79 09:00 0,18 12:00 0,35 08:30 0,09 11:30 18,72 08:00 0,09 07:30 14,41 07:30 0,18 07:00 49,47 07:00 0,70 06:00 0,88 06:30 0,09 03:30 8,70 06:00 0,09 02:00 0,35 05:30 0,26 01:00 0,88 05:00 (%) Horários finais (%) Horários Iniciais Término da jornada de trabalho Início da jornada de trabalho
  31. 31. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  32. 32. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  33. 33. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  34. 34. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES . tempo gasto no deslocamento casa-trabalho Tempo médio gasto para ir trabalhar 24 min 15 min 27 min 58 min 28 min - Morador de Cariacica 15 min 14 min 17 min 43 min 18 min - Morador da Serra 14 min 14 min 17 min 45 min 31 min - Morador de Vila Velha 27 min 8 min 24 min 37 min 25 min - Morador de Vitória 19 min 14 min 18 min 47 min 22 min 36 min Tempo médio (minutos) Moto A pé Bicicleta Ônibus Carro Grande Vitória Opções
  35. 35. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES
  36. 36. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Mudança de horário do trabalho, para fugir do horário de tráfego x Município de moradia do trabalhador </li></ul>100 100 100 100 100 100 TOTAL 14,71 15,55 7,64 3,32 3,18 8,43 NS/NR 8,82 6,67 8,25 5,21 7,14 7,21 Depende 44,12 37,78 40,85 57,35 34,92 42,62 Não 32,35 40,00 43,26 34,12 54,76 41,74 Sim Viana Cariacica Serra Vila velha Vitória Grande Vitória Opções
  37. 37. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Propensão a MUDANÇA segundo tipo de TRANSPORTE que utiliza </li></ul>100 100 100 100 100 100 TOTAL 20,37 35,08 13,19 2,38 8,33 8,43 NS/NR 9,26 0,88 6,94 8,05 6,25 7,21 Depende 33,33 47,37 43,06 43,37 36,46 42,62 Não 37,04 16,67 36,81 46,20 48,96 41,74 Sim Moto A pé Bicicleta Ônibus Carro Grande Vitória Opções
  38. 38. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Existe a possibilidade de você ir trabalhar de BICICLETA OU A PÉ ? </li></ul>2,99 23,73 43,67 18,54 11,07 100 TOTAL 2,99 23,73 43,67 18,54 11,07 100 NS/NR 2,2 17,05 28,47 9,31 7,64 64,67 Não 0,79 6,68 15,2 9,23 3,43 35,33 Sim Viana Cariacica Serra Vila velha Vitória Grande Vitória Opções
  39. 39. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Justificativa para quem não trabalharia de bicicleta ou a pé </li></ul>64,67 TOTAL 0,18 Preguiça 0,18 Preferência por moto 0,36 Chuva 0,36 Prefere carro 0,36 Cansativo 0,72 Já utiliza essa rotina (a pé ou bicicleta) 0,91 Não gosta de andar de bicicleta 0,91 Empresa fornece passagem/transporte 1,09 Prefere ônibus 1,09 Não tem bicicleta 2,35 Distante 4,17 Ausência de ciclovia 6,34 Perigoso (trânsito e assalto) 45,65 Distância / longe Total Opções
  40. 40. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Conclusão: </li></ul>Para as indústrias o tempo gasto pelo trabalhador no seu deslocamento casa-empresa-casa reflete diretamente na sua produção e pode, caso a mobilidade urbana da Grande Vitória fique cada ano mais prejudicada, representar uma “deseconomia” logística, acarretando diminuição da competitividade e dos lucros . Portanto, trata-se de uma política pública e empresarial essencial para garantir o desenvolvimento econômico e social da metrópole capixaba. As ações necessárias na busca de soluções para o transporte coletivo na RMGV para a população , em geral, e para o trabalhador da indústria especificamente, podem ser sistematizadas nos diversos níveis político-administrativos e gerenciais do modo seguinte:
  41. 41. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Ações do Governo Estadual: </li></ul><ul><ul><li>_ Incorporar a mobilidade urbana como componente essencial na logística da economia metropolitana e da competitividade estratégica regional ; </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Elaborar diretrizes para o uso e ocupação do solo metropolitano nos corredores arteriais do sistema viário (conforme mapa de intensidade de fluxo apresentado) para serem aprovados nos Planos Diretores Municipais; </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Incentivar a cooperação intermunicipal na gestão do trânsito metropolitano; </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Definir junto às prefeituras obras e intervenções viárias na região metropolitana acompanhadas de um cronograma de execução , fontes de financiamento e formas de parcerias; </li></ul></ul>
  42. 42. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Ações do Governo Estadual: </li></ul><ul><ul><ul><li>_ Avaliar as linhas de ônibus municipais e seus conflitos , bem como possíveis integrações , com o Sistema Transcol; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Realizar levantamentos para identificar pontos estratégicos de estrangulamento do fluxo de veículos em horários de pico , tais como paradas de veículos de transporte de valores na Avenida reta da Penha das 17:00h até às 18:00h, estacionamento de Carga e descarga de supermercados das 8:00h às 10:00h em vias principais, ou entrada e saída de escolas e etc; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Executar um plano cicloviário para a região metropolitana integrando-o com os terminais do Transcol e com o aquaviário ; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Integrar as administrações municipais em um plano de gestão do trânsito metropolitano e do sistema de transporte coletivo; </li></ul></ul></ul>
  43. 43. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Ações do Governo Estadual: </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>_ Equacionar soluções no Sistema Transcol para o tempo médio gasto pelos usuários e os trabalhadores na espera dos ônibus; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>_ Melhoria da qualidade do Sistema Transcol , através de ações da Ceturb junto às empresas de transporte coletivo, para acabar com a superlotação dos ônibus, aumentar a oferta e diminuir o tempo de espera nos pontos; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>_ Ampliar e construir bicicletários nos terminais de passageiros com serviços de apoio, como vestiários, pequenas oficinas de reparos e guarda-volumes; </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>_ Promover, em cooperação intermunicipal, uma campanha metropolitana de segurança e prevenção de acidentes para os usuários de bicicletas e os condutores de veículos em geral. </li></ul></ul></ul></ul>
  44. 44. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Ações das prefeituras da região metropolitana: </li></ul><ul><ul><li>_ Inserir nas leis dos respectivos Planos Diretores Municipais diretrizes de uso e ocupação do solo nos corredores arteriais metropolitanos objetivando maior adensamento populacional e diversificação de atividades para racionalização e otimização do sistema de transporte coletivo (no “arco metropolitano oeste”- Contorno); </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Realizar obras complementares nas vias de acesso aos corredores arteriais metropolitanos; </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Executar obras de ciclovias municipais e integrá-las ao sistema cicloviário metropolitano, bem como melhorar a sinalização das vias para prevenção de acidentes com bicicletas; </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Atuar integradamente com outras prefeituras na gestão do trânsito ; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudar os percursos das linhas de ônibus existentes de modo integrá-las ao sistema Transcol e buscando retirar os percursos daqueles corredores metropolitanos; </li></ul></ul>
  45. 45. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Ações das prefeituras da região metropolitana: </li></ul><ul><ul><ul><li>_ Criar novas linhas municipais que nos diversos bairros e que possa aumentar a capilaridade e acesso da população , como solução para o tempo médio gasto pelos usuários e trabalhadores entre suas residências e os pontos de ônibus; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Planejar obras em pontos estratégicos para melhorar o uso e o fluxo do transporte público coletivo , tais como sincronização dos sinais , fiscalização de veículos pesados , execução de obras nas vias fora dos horários de pico e outras; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Construir mais abrigos nos pontos de ônibus e montar nestes locais um esquema de divulgação das linhas, horários e integrações possíveis; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Normatizar os corredores exclusivos para circulação do transporte coletivo. </li></ul></ul></ul>
  46. 46. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Ações das indústrias, sindicatos e organizações da sociedade civil: </li></ul><ul><ul><li>_ Divulgar os percursos e horários dos ônibus para os trabalhadores de acordo os bairros de moradia em parceria com a Ceturb e disponibilizar cartazes ou terminais de computador com estas informações; </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Realizar obras de melhoria, apoio e incentivo ao uso da bicicleta como alternativa de transporte, tais como construção ou ampliação de bicicletários, oficinas de pequenos reparos, banheiros com chuveiros e vestiários de apoio entre outras; </li></ul></ul><ul><ul><li>_ Negociar junto a instituições financeiras oficiais linhas de crédito subsidiado para os trabalhadores na compra de bicicletas ; </li></ul></ul>
  47. 47. MOBILIDADE URBANA DO TRABALHADOR DA INDÚSTRIA NA GRANDE VITORIA ELABORADO POR: INSTITUTO EUVALDO LODI - IEL-ES <ul><li>Ações das indústrias, sindicatos e organizações da sociedade civil: </li></ul><ul><ul><ul><li>_ Incentivar a carona solidária entre os trabalhadores da indústria e criando ou ampliando estacionamentos; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Estudar junto com os trabalhadores a adoção de horários alternativos de entrada e saída das indústrias para evitar o “momento de pico” do sistema de transporte coletivo; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>_ Realizar campanha de prevenção de acidentes de trânsito com os trabalhadores que usam a bicicleta como meio de transporte; </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>_ Orientar sobre o uso de equipamentos de segurança para os </li></ul></ul><ul><ul><li>ciclistas , bem como criar condições, junto a instituições de </li></ul></ul><ul><ul><li>crédito oficial, para financiamento na compra de equipamentos. </li></ul></ul>

×