Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula 2 Recuperação de Informação: operadores booleanos e aspectos linguísticos

975 views

Published on

Segunda aula de um curso de extensão ofertado aos alunos de artes visuais na modalidade a distância.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Aula 2 Recuperação de Informação: operadores booleanos e aspectos linguísticos

  1. 1. AULA 2 RECUPERAÇÃO DE INFORMAÇÃO: OPERADORES BOOLEANOS E ASPECTOS LINGUÍSTICOS FACULDADE DE ARTES VISUAIS - FAV UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - UFG Filipe Reis Biblioteca Híbrida EAD-FAV
  2. 2. O que é recuperação da informação? Como encontrar informação? Quais dificuldades você tem para buscar informação? Como melhorar o processo de recuperação de informação?
  3. 3. RECUPERAÇÃO DE INFORMAÇÃO ´´O processo de recuperação de informação consiste em identificar, no conjunto de documentos (corpus) de um sistema, quais atendem à necessidade de informação...`` (FERNEDA, 2003, p. 14)
  4. 4. ATENÇÃO Os modelos apresentados a seguir são úteis na maioria do buscadores, mas nem todos. Fiquem atentos no processo de busca.
  5. 5. MODELOS DE BUSCA OPERADORES BOOLEANOS
  6. 6. MODELO BOOLEANOS As buscas são formuladas através de uma expressão booleana composta por termos ligados através dos operadores lógicos AND, OR e NOT (E, OU e NÃO), e apresentam como resultado os documentos cuja representação satisfazem às restrições lógicas da expressão de busca.
  7. 7. AND / E / + • Selecionam, somente, os documentos que aparecem todos os termos unidos por: AND ou E ou +. • EXEMPLO: arte E urbana (Nessa busca serão recuperados somente os textos que tiverem os dois termos). • Esse operador serve para restringir a busca.
  8. 8. OR / OU / ! • Selecionam todos os documentos que aparecem algum dos termos que é unido por: OR ou OU ou !. • EXEMPLO: aprender OR assimilar (nessa busca todo texto que tiver, no mínimo um desses termos, será recuperado na sua pesquisa). • Esse operador serve para incluir termos sinônimos, assim ampliar a busca. Ou seja, maximizar possibilidade de encontrar uma idéia.
  9. 9. NOT / NÃO / - • Selecionam os documentos em que o primeiro termo aparece e que o segundo termo não exista, nesses mesmos documentos. • EXEMPLO: grafite NOT minério (Nessa busca você irá excluir os documentos que relaciona Grafite com área de minério, pois sua pesquisa é sobre arte urbana. No caso é o gafite artístico) • Esse operador serve para restringir a procura. Ou seja, excluir idéias irrelevante da pesquisa.
  10. 10. ASPECTOS LINGUÍSTICOS
  11. 11. ATENÇÃO Os aspectos lingüísticos afetam os resultados da pesquisa. Sendo assim, é necessário ter conhecimento mínimo de linguística para obter uma melhor revocação e precisão da sua pesquisa.
  12. 12. POLISSEMIA Polissemia é um conceito da área da linguística com origem no termo grego polysemos, que significa "algo que tem muitos significados". Uma palavra polissêmica é uma palavra que reúne vários significados. EXEMPLO: - Posto (posto na empresa é diferente de posto de gasolina) - Cabo (cabo de vassoura é diferente do cargo cabo do exercito) - Graça (graça de pessoal é diferente de ingresso de graça) - Grafite (Grafite artístico é diferente de o minério grafite) - Vela (Vela para iluminar é diferente de vela para o navio)
  13. 13. HOMONÍMIA É a relação entre duas ou mais palavras que, apesar de possuírem significados diferentes, possuem a mesma estrutura fonológica - HOMÔNIMOS. As homônimas podem ser: HOMÓGRAFAS HETEROFÔNICAS (OU HOMÓGRAFAS) - são as palavras iguais na escrita e diferentes na pronúncia. Exemplos: - gosto (substantivo) / gosto (1.ª pess.sing. pres. ind. - verbo gostar) - conserto (substantivo) / conserto (1.ª pess.sing. pres. ind. - verbo consertar)
  14. 14. HOMONÍMIA HOMÓFONAS HETEROGRÁFICAS (OU HOMÓFONAS) - são as palavras iguais na pronúncia e diferentes na escrita. Exemplos: - cela (substantivo) / sela (verbo) - cessão (verbo) / sessão (substantivo) / seção (substantivo) - cerrar (verbo) / serrar (verbo) HOMÓFONAS HOMOGRÁFICAS (OU HOMÔNIMOS PERFEITOS) - são as palavras iguais na pronúncia e na escrita. Exemplos: - cura (verbo) / cura (substantivo) - verão (verbo) / verão ( substantivo) - cedo (verbo ) / cedo (advérbio)
  15. 15. SINONÍMIA É a relação que se estabelece entre duas ou mais palavras que apresentam significados iguais ou semelhantes - SINÔNIMOS. Exemplos: cômico - engraçado. débil - fraco, frágil. distante - afastado, remoto.
  16. 16. AMBIGUIDADE •É a duplicidade de sentidos, onde alguns termos, expressões, sentenças apresentam mais de uma acepção ou entendimento possível. •A ambigüidade é um grande obstáculo para a recuperação de informação. •A ambigüidade causa ruído na recuperação da informação, pois, sob um mesmo termo, o usuário encontrará informação relevante e irrelevante •EXEMPLO: • Ex.1: na frase: O arquivo está precisando de manutenção, a ambigüidade latente da palavra arquivo induz à interpretação de um arquivo como móvel, um arquivo como conjunto de documentos ou de um arquivo como instituição. • Ex. 2 - na fraseologia: Neutralização de contaminação com leite, a ambigüidade permite interpretar que a neutralização é feita com leite ou que a contaminação é causada pelo leite.
  17. 17. REFERÊNCIAS BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. Nova Fronteira: [...], 2009. BRASCHER, M. A ambiquidade na recuperação da informação. DataGramaZero - Revista de Ciência da Informação, v. 3, n. 1, fev, 2002. CUNHA, Murilo Bastos da; CAVALCANTI, C. R de O. Dicionário de biblioteconomia e arquivologia. Brasília, DF: Briquet de Lemos / Livros, 2008. FERNEDA, E. Recuperação de informação: análise sobre a contribuição da ciência da computação para a ciência da informação. 2013. 147 f. Tese [Doutorado em Ciência da Informação] – Escola de Comunicação e Artes, Universidade do Estado de São Paulo, São Paulo, 2013.
  18. 18. FORÇA NOS ESTUDOS! OBRIGADO! Filipe Reis Biblioteca Híbrida EAD-FAV bibliotecahibridaeadfav@gmail.com

×