Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas

3,919 views

Published on

Contacte BibliotecAtiva para agendar uma sessão do seminário na sua biblioteca (bibliotecativa@gmail.pt ou telefone 914.391.824)

Descrição Seminário BibliotecAtiva:

Objetivo – Este seminário procura incentivar os participantes a desenvolver um processo de reflexão e de debate sobre o momento presente e os cenários de futuro que conduza à reinvenção das bibliotecas públicas portuguesas.

Programa – Serão abordados três grandes temas: as mudanças sociais (ao nível estrutural e conjuntural) e o seu impacto nas bibliotecas públicas portuguesas; os cenários de futuro e as opções estratégicas para as bibliotecas públicas portuguesas; as linhas de ação que irão consubstanciar a reinvenção das bibliotecas públicas portuguesas.

Metodologia – Partindo da apresentação (com recurso privilegiado a vídeos) de estudos de caso e de situações exemplares, será efetuada uma reflexão conjunta e um debate alargado sobre os temas do seminário.

Duração: 6 horas (sábado)
Horário: 10:00–13:00 | 14:30–17:30
Inscrição: 25 € / 1 participante
75 € / 4 participantes (mesma biblioteca)
Formador: Filipe Leal
Telemóvel: 914.391.824
Email: bibliotecativa@gmail.com
Facebook: www.facebook.com/bibliotecativa

Published in: Education

Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas

  1. 1. Seminário BibliotecAtiva | Filipe Leal reinventar as bibliotecas públicas portuguesas
  2. 2. «O que vai matar esta profissão não são os eBooks, a Amazon ou o Google. Será a falta de imaginação. Uma incapacidade de ver o que não é, mas que poderia ser. Ela só sobrevive se nós, bibliotecários e as comunidades que servimos, pegarmos nela para renová-la, atualizá-la, e constantemente a mantermos envolvida com o que ai vem.» David Lankes
  3. 3. Seminário BibliotecAtiva reinventar as bibliotecas públicas portuguesas Objetivo – Este seminário procura incentivar os participantes a desenvolver um processo de reflexão e de debate sobre o momento presente e os cenários de futuro que conduza à reinvenção das bibliotecas públicas portuguesas. Programa – Serão abordados três grandes temas: as mudanças sociais (ao nível estrutural e conjuntural) e o seu impacto nas bibliotecas públicas portuguesas; os cenários de futuro e as opções estratégicas para as bibliotecas públicas portuguesas; as linhas de ação que irão consubstanciar a reinvenção das bibliotecas públicas portuguesas. Metodologia – Partindo da apresentação (com recurso privilegiado a vídeos) de estudos de caso e de situações exemplares, será efetuada uma reflexão conjunta e um debate alargado sobre os temas do seminário.
  4. 4. O presente é dos pragmáticos O futuro é dos utópicos Filipe Leal
  5. 5. Tema 1 um mundo em mudança O mundo está a mudar de forma rápida, profunda e irreversível. As bibliotecas públicas portuguesas encontram-se numa encruzilhada: por um lado (numa dimensão estrutural, i.e., mudança do paradigma civilizacional), nunca como hoje, lhes foram colocados tão grandes desafios e ameaças que, em última instância, podem pôr em causa a sua função social e a sua sobrevivência institucional; por outro lado (numa dimensão conjuntural, i.e., crise financeira, económica e social), nunca como hoje, houve tantas restrições ao seu pleno funcionamento (dificuldades ao nível do financiamento público, ao nível dos recursos humanos, ao nível da contratação pública, ao nível dos horários de abertura, ao nível da atualização das coleções e dos recursos tecnológicos disponibilizados). É o próprio serviço público prestado à comunidade local que pode estar em causa, numa altura em que mais sentido faz que as bibliotecas públicas sejam um garante do acesso democrático à cultura e ao conhecimento. Estamos perante uma situação paradoxal: As bibliotecas públicas têm que se reinventar para sobreviver mas não têm os recursos estratégicos para o fazer.
  6. 6. Paradigma estamos perante o fim de um antigo paradigma? Mudanças bibliotecas públicas vivem crise institucional? Desafio as bibliotecas públicas serão capazes de se reinventar a si mesmas?
  7. 7. Tema 2 uma nova visão estratégica No paradigma tradicional de biblioteca pública tudo é pensado em função dos livros: os espaços e as coleções, os serviços e as atividades, as competências dos profissionais. Esta visão estratégica parte do pressuposto que os livros são o veículo privilegiado de acesso ao conhecimento e à cultura escrita. O surgimento, desenvolvimento e o impacto da Internet e dos novos média, vieram contribuir para a perda do estatuto de centralidade por parte do livro. Atualmente, as bibliotecas públicas estão perante um desafio: conseguirem reinventar-se enquanto organizações com elevada relevância e valor social. Todavia, para vencer um tal desafio, as bibliotecas públicas devem resolver a sua dúvida existencial: Qual deve ser o novo elemento estruturante deste novo paradigma de biblioteca pública? Muitos profissionais vêm na tecnologia o elemento estruturante de um novo paradigma de biblioteca pública. Ao longo deste seminário iremos defender a visão estratégica que numa biblioteca pública tudo deve ser pensado em função das necessidades e dos interesses das pessoas. Em última instância, iremos defender que não pode haver uma solução única e universal mas sim soluções específicas que materializem a máxima pensar globalmente, agir localmente.
  8. 8. Visão organizações centradas nas pessoas Missão espaços cultura, conhecimento e plena cidadania Prioridade desenvolvimento das literacias e da aprendizagem ao longo da vida
  9. 9. Tema 3 da visão à ação No caso português como poderá ser consubstanciada a visão estratégica que coloca as pessoas como elemento estruturante das bibliotecas públicas? Será esta a questão central que iremos abordar num processo de reflexão e debate conjunto. De modo a tornar mais profícuo este processo iremos centrar-nos em cinco linhas de ação que consideramos essenciais: reorganizar os espaços e as coleções; reequacionar os serviços prestados; repensar a promoção da leitura; desenvolver a literacia digital; reformular o modelo de gestão. Todavia, o elencar destas linhas de ação parte do pressuposto que a aplicação da máxima pensar globalmente, agir localmente tem por consequência que cada biblioteca pública deve ser entendida como um caso único. Assim sendo, mais do que fórmulas de sucesso durante o seminário tentaremos identificar metodologias de trabalho que permitam consubstanciar a reinvenção das bibliotecas públicas portuguesas.
  10. 10. Linha de ação 1 reorganizar os espaços e as coleções adotando soluções funcionais que respondam de forma mais adequada os perfil dos utilizadores Linha de ação 2 reequacionar o portfolio de serviços prestados em função das necessidades e do perfil dos utilizadores
  11. 11. Linha de ação 3 repensar promoção leitura apostando numa abordagem centrada no desenvolvimento do leitor Linha de ação 4 desenvolver a literacia digital e assegurar o acesso livre, gratuito e generalizado a conteúdos digitais disponíveis na internet e veiculados pelos novos média
  12. 12. Linha de ação 5 reformular o modelo de gestão em função das características da comunidade, da visão estratégica e dos recursos disponíveis
  13. 13. Seminário BibliotecAtiva reinventar as bibliotecas públicas portuguesas Duração: 6 horas (sábado) Horário: 10:00–13:00 | 14:30–17:30 Inscrição: 25 € / 1 participante 75 € / 4 participantes (mesma biblioteca) Formador: Filipe Leal Telemóvel: 914.391.824 Email: bibliotecativa@gmail.com Facebook: www.facebook.com/bibliotecativa

×