A Clave - Março de 2014

199 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A Clave - Março de 2014

  1. 1. “A Clave” Página 1 março 2014 Jornal da Filarmónica Recreativa Cortense Ano V ♫ número 71 ♫ março 2014 ♫ 0,50 pautas Editorial Pág.2 Reportagem Árvores mais antigas do planeta. Pág.3 Correio dos Leitores Pág.6 Publicidade Pág.7 Pág.6 Notícias F.R.C. As notícias da Banda. Pág.8
  2. 2. “A Clave” Página 2 março 2014 arço, mês da entrada da Primavera, este ano, um dia antes do habitual, será no dia 20 de março e com ela vêm as pinturas das paisagens com as mais variadas cores das flores das árvores e plantas. Mês também em que se assinala no dia 21 de março, o Dia Internacional das Florestas e da Árvore. As árvores estão entre os organismos que possuem maior tempo de vida no planeta. Existem registos de, ao menos, 50 exemplares que já ultrapassaram o primeiro milénio, no entanto, o número de árvores tão antigas assim pode ser ainda maior. Saiba na Reportagem deste mês, de entre estas 50, as árvores mais antigas do planeta. Descontraiam, com os nossos Passatempos e enviem- nos comentários, eventos, histórias, artigos, etc., que gostassem de ver publicados para a secção do Correio dos Leitores. Nas Notícias da F.R.C., fiquem com o resumo da atividade da FRC. Boa leitura! Até abril... m Ficha Técnica: Diretor: Alexandre Barata Redação: Alexandre Barata, Adriano Esteves Colaboradores: Samuel Barata, Carolina Pontífice, Mafalda Santos, Rute Esteves, Flávio Inácio Edição: Filarmónica Recreativa Cortense Tiragem: 75 exemplares Distribuição: Filarmónica Recreativa Cortense Apoio: IPDJ – Instituto Português do Desporto e da Juventude, I.P.
  3. 3. “A Clave” Página 3 março 2014 Árvores mais antigas do planeta Como foi dito atrás, há registos de árvores que têm mais de mil anos. Existem algumas razões para que as árvores sobrevivam por tanto tempo? Uma das explicações está relacionada ao sistema vascular destas espécies, que permitem que parte das árvores morra, enquanto outras partes ganham vida. Além disso, muitos exemplares são capazes de desenvolver sistemas altamente eficientes no combate a bactérias e parasitas. O vigor das árvores é muito diferentes dos animais, por exemplo. Com três mil anos elas são capazes de continuar a crescer como se estivesse com cem anos. As mutações genéticas também não são acumuladas, permitindo maiores chances de um crescimento saudável. Abaixo estão algumas das árvores mais antigas do planeta: Methuselah Essa raridade vive no Bosque de Matusalém, localizado na Floresta Nacional de Inyo, na Califórnia. O nome desta árvore é uma referência ao homem mais velho registrado na Bíblia. Ela está localizada em uma reserva californiana e tem 4.765 anos de idade. De acordo com alguns documentos, ela já tinha cem anos de idade quando as pirâmides do Egito foram construídas. Para protegê-la de vandalismos, o serviço florestal norte- americano mantém a localização exata em segredo. Pando Esta não é apenas uma árvore, trata-se de uma colónia em Utah, nos Estados Unidos. Ela ocupa uma área de 105 hectares, com árvores geneticamente idênticas, conectadas por um sistema de raiz. A estimativa é de que a colônia exista há, pelo menos, 80 mil anos, mas é possível que o início desta floresta esteja datado há um milhão de anos.
  4. 4. “A Clave” Página 4 março 2014 Sarv-e-Abarkooh É um cipreste gigante, localizado em Abarkooh, no Irã. Não se tem o ano certo de quanto a árvore começou a brotar, mas a idade varia entre quatro mil e quatro mil e quinhentos anos. Ela tem atualmente 24,6 metros de altura e uma circunferência de 11,3 metros, suficientes para torná-la um símbolo nacional no país oriental. Jomn Sugi É a maior conífera do Japão com 24,9 metros de altura e 16 metros de circunferência. Ela cresce na floresta da montanha mais alta da ilha de Yakushima. Os anéis desta árvore sugerem que ela tenha ao menos dois mil anos de idade. Porém, existem estimativas de que ela tenha até sete mil anos. Kongeegen Este carvalho, todo retorcido, está localizado na floresta de Jaegerspris, na Dinamarca. Ela disputa o título de árvore mais antiga da Europa, com idade entre 1.500 e dois mil anos. Tanto tempo de crescimento está em risco, devido às árvores que crescem ao redor e têm sufocado o Kongeegen.
  5. 5. “A Clave” Página 5 março 2014 Te Matua Ngahere Com aproximadamente dois mil anos, o Te Matua Ngahere é um majestoso Kauri, considerado a árvore mais grossa da Nova Zelândia, com 15 metros de circunferência. O nome vem da língua maori e significa “Pai da Floresta”. Em 2007 ela foi severamente danificada por uma tempestade. Alerce Foi descoberto em 1993, situado na Cordilheira dos Andes, Chile. Os cientistas que analisaram os anéis calcular que o Alerce tenha 3.620 anos de idade. Ela é a mais antiga a ter a sua idade exata calculada. Essas árvores chegam a alcançar mais de 45 metros de altura, embora ganhem apenas alguns milímetros de circunferência de tronco a cada ano. Sendo assim, pode demorar um milénio até que elas cheguem à sua altura máxima. Llangernyw Yew Estima-se que esse enorme teixo, localizado no vilarejo de Llangernyw, no País de Gales, conte com uma idade entre os 3 e 4 mil anos. Segundo os botânicos, essas plantas conseguem sobreviver por tanto tempo graças aos novos ramos que vão se fundindo aos mais antigos, fazendo com que as árvores continuem vivas mesmo depois que o tronco principal tenha morrido.
  6. 6. “A Clave” Página 6 março 2014 Este pequeno jornal é elaborado todos os meses no intuito da “abertura” da FRC à comunidade envolvente, bem como pode servir de veículo de informação de todos os que pretenderem utilizá-lo para divulgação dos mais variados assuntos ou até de eventos tanto da freguesia como da região. Gostaríamos de saber a Vossa opinião sobre este aspeto e sobre os temas e rubricas apresentados, se são do Vosso agrado ou se gostavam que fossem focados outros temas. Enviem-nos as Vossas sugestões, opiniões, notícias e propostas para temas que desejem ver abordados por este jornal, façam-no para o correio eletrónico filarmonicacortense@iol.pt ou entreguem, a qualquer elemento da Filarmónica Recreativa Cortense.
  7. 7. “A Clave” Página 7 março 2014 Este espaço pode ser seu. Publicite o seu negócio e apoie assim a F.R. Cortense. Contacte-nos. Assine “A Clave” Assinatura anual de 6,00 pautas para a distribuição em mão ou via e-mail, no envio por correio acresce o valor dos portes de envio. Divulgue este jornal pelo seu círculo de amigos e familiares. A FRC agradece! Publicidade
  8. 8. “A Clave” Página 8 março 2014 Escola de Música FRC Continua o seu funcionamento a temporada 2013/2014 em que as aulas são aos sábados às 20h30 e aos domingos às 14h00. Durante a semana continua o aperfeiçoamento musical dos alunos do 2º ano. “Procissão dos Passos” A FRC foi convidada a acompanhar a “Procissão dos Passos”, no Tortosendo. Este ato religioso, a realizar no dia 30 de março, pelas 16h00, não se efetivou devido às condições climatéricas – chuva. Pode ser que para o ano a FRC venha a ser novamente convidada e a meteorologia o permita. Agenda FRC Abril - dia 17 (quinta feira): colaboração com a Paróquia de Cortes do Meio na realização da “Via Sacra”, em Cortes do Meio; - dia 18 (sexta feira): colaboração com a Paróquia de Cortes do Meio nas cerimónias do “Enterro do Senhor” e acompanhamento musical da respetiva procissão pelas ruas de Cortes do Meio; - dia 20 (domingo): acompanhamento musical da “Procissão da Aleluia ou Ressurreição”; - dia 25 (sexta feira): Comemoração dos 40 anos do 25 de abril com a intrepretação da eterna “Grândola Vila Morena” pelas ruas da freguesia; - dia 26 e 27 (sábado e domingo): Festa de Santo Antão, em Vela. Maio - dia 1 (quinta feira): Comemorações do “Dia do Trabalhador”, Tortosendo; - dia 11 (domingo): Festa de N.ª Sr.ª de Fátima, em Cortes do Meio; - dia 18 (domingo): Festa ao Santíssimo Sacramento, em Peraboa. Desde já vos convidamos para estarem presentes nestes eventos. Apareçam!

×