A Clave Fevereiro 2011

341 views

Published on

Jornal da Filarmónica Recreativa Cortense, edição de Fevereiro de 2011

Published in: Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
341
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Clave Fevereiro 2011

  1. 1.  Jornal da Filarmónica Recreativa Cortense Ano III ♫ número 35 ♫ fevereiro 2011 ♫ 0,50 pautas Propriedade: Filarmónica Recreativa CortenseEditorial Pág.2 Primeiros Socorros Pág.6 Pág.7 Publicidade Pág.3 Pág.8 NotíciasCorreio F.R.C.dos AcompanheLeitores as notícias da “nossaPág.5 Banda”. Pág.9 “A Clave” Página 1 fevereiro 2011
  2. 2. Editorialf evereiro, neste mês diz a sabedoria popular que: Em Fevereiro neve e frio é de esperar calor no estio; Quando não chove em Fevereiro, nembom prado nem bom celeiro; Fevereiro quente traz o diabo no ventre;Para parte de Fevereiro guarda lenha no quinteiro, portanto é um dosmeses de Inverno com o frio e chuva que lhe são característicos.Na edição anterior fizemos a menção ao significado do acordo ortográfico.Nesta edição vamos mostrar-lhe as principais alterações que este(des)acordo irá introduzir na escrita dos portugueses.Na rubrica de Primeiros Socorros e no seguimento das ediçõesanteriores indicamos quais os procedimentos de ação e de identificação deuma vítima Politraumatizada, nesta edição apresentamos-lhe o caso deuma vítima de um Traumatismo na Torácico.Descontraia com os nossos passatempos e remeta-nos a solução doenigma do mês.Nas Notícias da F.R.C., acompanhe as actividades e participações maisrecentes e futuras da “nossa” banda. Alertamos para a Assembleia GeralEleitoral para o triénio 2011/2014, a realizar no próximo mês.Apresente este jornal aos seus amigos e familiares e ajude-nos a fazermais assinantes e/ou patrocínios, a FRC agradece!Avisam-se os assinantes d’ A Clave de que estão a pagamento asassinaturas de 2011.Agasalhem-se e não se constipe... até Março! Ficha Técnica: Director: Alexandre Barata Redacção: Alexandre Barata, Adriano Esteves Colaboradores: Fábio Pereira, Marco Alves Impressão: Filarmónica Recreativa Cortense Dobragem: Centro de Apoio a Crianças e Idosos de Cortes Tiragem: 73 exemplares Distribuição: Filarmónica Recreativa Cortense Apoios: IPJ – Instituto Português da Juventude; Fundação INATEL “A Clave” Página 2 fevereiro 2011
  3. 3. ACORDO ORTOGRÁFICO - Como escrever em bom português? O português é a terceira língua ocidental mais falada, após o inglês e o espanhol. A ocorrência de ter duas ortografias atrapalha a divulgação do idioma e a sua prática em eventos internacionais. Sua unificação, no entanto, facilitará a definição de critérios para exames e certificados para estrangeiros. Segundo os promotores do Acordo, nos países lusófonos que não o Brasil, as mudanças afetarão cerca de 1,6% do vocabulário total (altera 2200 palavras da língua portuguesa, num universo de 110 mil). As alterações mais significativas consistem na eliminação sistemática das consoantes c e p em palavras em que estas letras sejaminvariavelmente não-articuladas nas variantes cultas da língua, como óptimo ecorrecto, passando a escrever-se ótimo e correto, respectivamente. Elimina-setambém o hífen nas formas verbais hão-de e há-de.É frequentemente dada como exemplo a eliminação do h em certas palavrascomo humidade e húmido passando a escrever-se como no Brasil, umidade eúmido respectivamente. No entanto, o texto do Acordo é omisso nestes casos.No texto vem que é suprimido o h inicial "quando, apesar da etimologia, a suasupressão está inteiramente consagrada pelo uso".Como os usos diferem de país para país, haverá de facto dupla grafia no casodestas palavras.O que muda então com o novo acordo ortográfico?- Introdução de novas letrasO alfabeto passa de 23 para 26 caracteres com a entrada oficial das letras "k","w" e "y" que já eram vulgarmente usadas nas palavras importadas de línguasestrangeiras.- Eliminação das maiúsculasO uso de iniciais maiúsculas deixa de ser necessário para escrever os meses doano e os pontos cardeais (abril, norte, por exemplo) e passa a ser opcional paraescrever nomes de disciplinas (geografia, filosofia) ou de ruas, avenidas e praças(rua montes hermínios, avenida de s. Roque ou praça da liberdade).- Supressão de consoantes mudasAs consoantes mudas vão ser eliminadas de todos os vocábulos. São exemplos o"c" (correto, afetivo, coleção) e o "p" (ótimo, exceção, perentório). Palavrascomo "convicção", "ficção", "egípcio" ou "rapto" não sofrem qualquer alteraçãoporque as consoantes são pronunciadas em Portugal e Brasil. Nos casos em queestas consoantes não são mudas, nos dois países, devido à forma como sãopronunciadas, mantém-se uma dupla grafia (aspecto/aspeto,caracteres/carateres, corrupto/corruto, recepção/receção). A dupla grafiamantém-se, também, nas palavras com sequências "bt", "gd", "mn" e "tm"(subtil/sutil, amígdala/amídala, omnipotente/onipotente ou aritmética/arimética),uma vez que o acordo permite a escolha facultativa. “A Clave” Página 3 fevereiro 2011
  4. 4. - Supressão de acentosA eliminação de acentos verifica-se em palavras como "para" (verbo parar),"pelo" (substantivo), "demos" (modo conjuntivo),mas mantém-se a dupla grafia nos vocábulos deacentuação esdrúxula (académico/acadêmico),aguda (metro/metrô), graves (bónus/bônus). Asconjugações verbais da terceira pessoa do pluraldo indicativo passam a escrever-se sem acento(leem, reveem), assim como as palavrasterminadas em "o" duplo (voo, enjoo).No Brasil, os ditongos abertos "ei" e "oi" e aspalavras paroxítonas como "assembleia" ou "ideia" também perdem os acentos.- Supressão de hífenesAs novas regras do acordo prev(ê)eem ainda a supressão dos hífenes nas formasdo verbo "haver" que se unem à preposição "de" (hão de, hei de), na palavra"fim de semana", mas não nas "pé-de-meia" ou "cor-de-rosa". Em relação àspalavras formadas por prefixação há várias situações a ter em conta: quando osvocábulos começam por "r" ou "s" e os prefixos acabam em vogal, cai o hífen edobra a consoante (antirreligioso, contrarregra), mas se a palavra começar porvogal o hífen também desaparece (contraordenação), exceto se as duas vogaisforem iguais (pré-eliminatória). Abre-se, ainda, a exceção para o prefixo "co"("cooperação").Um pequeno resumo do português pós-acordo ortográfico:O hífen desaparece nos seguintes casos:- Fusão dos elementos em que se perdeu a noção de composiçãoExemplo: Manda-chuva passa a Mandachuva- LocoçõesExemplo: Fim-de-semana passa a Fim de semana- Formas monossilábicas do verbo haverExemplo: Hei-de passa a Hei de- Fusão do prefixo ou falso prefixo que termina em vogal com o segundoelemento começa com r e s, que se duplicamExemplo: Anti-religioso passa a antirreligioso- Fusão do primeiro elemento quando este termina em vogal e o segundocomeça com vogal diferenteExemplo: Extra-escolar passa a Extraescolar- Fusão do prefixo co mesmo que o segundo elemento comece com oExemplo: Co-opositor passa a CoopositorAs terminações em êem deixam de ser acentuadasExemplos: Crêem passa a CreemRelêem passa a ReleemEliminação das consoantes mudasExemplos: Acção passa a AçãoBaptizar passa a BatizarColecção passa a ColeçãoAlgumas palavras deixam de ter acento.Exemplos: Pára passa a Para (forma verbal)Pêlo passa a PeloPólo passa a PoloAs estações e os meses do ano passam a ser escritos com minúscula.Exemplo: Outono passa a Outono “A Clave” Página 4 fevereiro 2011
  5. 5. Primeiros SocorrosCorreio dos Leitores:Este pequeno jornal é elaborado todos os meses no intuito da “abertura” da FRCà comunidade envolvente. Gostaríamos de saber a Vossa opinião sobre esteaspeto e sobre os temas e rubricas apresentados, se são do Vosso agrado ou segostavam que fossem focados outros temas. Enviem-nos as Vossas sugestões,opiniões, notícias e propostas para temas que desejem ver abordados por estejornal, façam-no para o e-mail filarmonicacortense@iol.pt ou entreguem, aqualquer elemento da Filarmónica Recreativa Cortense. Este espaço é de, e para todos os leitores. Participem nele! Enigma do mês de fevereiro Um homem saiu de casa sozinho e sem guarda-chuva durante um temporal, atravessando quatro ruas até chegar ao seu destino, e sem molhar os cabelos! Como isso é possível? Explique este enigma. Envie por e-mail ou entregue a um elemento da FRC. Solução do enigma de janeiro "É molhado por natureza; se for exposto ao sol ficará sempre mais molhado, só secando se não mais existir." R: Gelo “A Clave” Página 5 fevereiro 2011
  6. 6. Procura na Sopa de Letras as seguintes palavras:Carnaval - Malassadas - Balões - Fitas - Máscaras - Disfarces - Baile - Festival - Partidas - Mascarados - LimasPARA RIR – Elefantes# Um elefante que estava infestado de formigas, rebolou, rebolou até que seviu livre das formigas... Sobrou só uma agarrada ao pescoço, à qual as outrasque estavam no chão começaram a gritar:- Vai, vai, torce-lhe o pescoço!!!# Dois elefantes estavam voando um ao lado do outro e para passar o tempo,começaram a conversar.- Oi, tudo bem?- Bem! E você?- Bem! Posso fazer uma pergunta?- Claro.- Você sabia que os elefantes não voam?- AAAAHHHHH!!!! O elefante caiu. Depois de muito, muito tempo:- Então!? Voltou!?- Claro, lembrei-me que os elefantes não falam.# Duas elefantas na praia:- Vamos ao banho?- Não posso. Estou naqueles dias...- Não faz mal... usa uma ovelha.“A Clave” Página 6 fevereiro 2011
  7. 7. Publicidade Este espaço pode ser Assine “A Clave” seu. Assinatura anual de 6,00 pautas para a Publicite o seu negócio e apoie distribuição em mão ou via e-mail, no envio por correio acresce o valor dos assim a F.R. Cortense. portes de envio. Contacte-nos. Divulgue este jornal pelo seu círculo de amigos e familiares. A FRC agradece.AVISO: Encontram-se a pagamento as assinaturas de 2011. Regularize a sua, caso ainda o não tenha feito. Bem Haja! “A Clave” Página 7 fevereiro 2011
  8. 8. Notícias F.R.C Assembleia Geral Ordinária de associados FRC. Realizou-se no passado dia 4 de Fevereiro a Assembleia Geral Ordinária da FRC. Da convocatória constavam a apresentação e votação do Relatório de Atividades e de Contas de Gerência de 2010 e a apresentação e votação do Plano de Atividades e Orçamento para 2011.Após a apresentação, por parte da Direção, os pontos da ordem de trabalhosforam postos à votação dos cerca de 70% de associados presentes, os quaisvotaram favoravelmente e aprovaram todos os elementos postos a exame.Candidatura ao PAAJ do IPJA FRC efetuou três candidaturas, através do portaldo Instituto Português da Juventude (IPJ), aoPrograma de Apoio a Associações Juvenis (PAAJ).Foi efetuada uma candidatura ao Programa de ApoioJuvenil (PAJ) e duas ao PAI (Programa da Apoio aoInvestimento), uma à medida 1 correspondente ao apoio a infraestruturas eoutra à medida 2 relativa ao apoio à aquisição de equipamentos.Assembleia Geral Eleitoral da FRCVai realizar-se dia 18 de Março a Assembleia Geral Eleitoral para os corpossociais da FRC para o triénio 2011/2014. A apresentação, à Mesa daAssembleia Geral, de listas concorrentes está aberta até às 21h00 do dia 18 deMarço, realizando-se o procedimento eleitoral pelas 21h30. Numa etapa crucialda associação, convocam-se todos os associados para a presença neste acto eapela-se ao empenho de todos na elaboração de listas a levar a escrutínio.INFORMAÇÃO ÚTILIRS: já sabe até quando tem de entregar o seu?As datas mudaram.Ao contrário do que vinha sendo hábito nos anos anteriores,este ano, a entrega da declaração de IRS (relativa a 2010)não começa em fevereiro e sim em março.Na Lei do Orçamento do Estado para 2011, o Governodecidiu alterar os prazos, simplificando-os. As novas datas,apesar de encurtarem ligeiramente os períodos da entrega,simplificam o calendário, já que cada prazo correspondeapenas a um mês, do princípio ao fim.Para os contribuintes da primeira fase (aqueles que apenas têm rendimentosdas categorias A e/ou H, ou seja, de trabalho por conta de outrem ou pensões)a entrega em papel pode ser feita de 1 a 31 de março e a entrega pela internetestá disponível entre 1 e 30 de abril.Já para os restantes contribuintes, que recaem na segunda fase da entrega, adeclaração pode ser submetida em papel entre 1 e 30 de abril ou pela internetentre 1 e 31 de maio. “A Clave” Página 8 fevereiro 2011

×