Acordo língua portuguesa

1,745 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,745
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
147
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Acordo língua portuguesa

  1. 1. PROF. ALAN VICTORMBA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL & MARKETINGEMAIL: PROFESSORMKT@GMAIL.COM
  2. 2. Referência
  3. 3. VARIAÇÃO LINGÜÍSTICA E UNIFORMIZAÇÃOORTOGRÁFICA•A padronização gráfica das palavras (...) jamais serealizará na fala corrente.•(...) uma palavra pode apresentar diferentesrealizações fonéticas.•A ortografia de uma língua consiste na padronizaçãoda forma gráfica de suas palavras para o fim de umaintercomunicação social universalista, e só em casosexcepcionais são admitidas duas grafias para umamesma palavra.
  4. 4. VARIAÇÃO LINGÜÍSTICA E UNIFORMIZAÇÃOORTOGRÁFICA•Unificação ortográfica nada tem a ver comuniformização da língua. As línguas são em virtudedo uso que seus falantes fazem dela, e não deacordos de grupos ou de decretos de governo.
  5. 5. UM POUCO DE HISTÓRIA•A origem do português é o latim, antiga língua falada noLácio, região central da Península Itálica. Em meados doséculo VIII a.c, Roma foi fundada nessas terras e umanotável civilização se iniciava.•No século V, d.c, o Império romano ruiu e os romanospassaram a diferenciar-se cada vez mais, dando origem àschamadas línguas neolatinas ou românticas: italiano, francêse o próprio português.
  6. 6. UM POUCO DE HISTÓRIA•Tempo depois Portugal vira Nação e o português ganhaestatuto•de língua. Portugal lança-se numa expansão, viacolonização. Depois as colônias ficamindependentes, mas a língua foi mantida.•Hoje, o português é a língua oficial em oito naçõesindependentes do mundo:Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Vede, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. No mundocerca de mais de 230 milhões de pessoas tem oportuguês como língua oficial.
  7. 7. UM POUCO DE HISTÓRIA•A história da nossa língua tem início no século XIII, porser esse o momento em que aparecem registros escritos.
  8. 8. UMA LÍNGUA, DUAS ORTOGRAFIAS•O fato de existirem duas grafias oficiais da língua acarretaproblemas na redação de documentos em tratativasinternacionais e na publicação de obras de interesse público.•Países como Portugal e Brasil estão convencidos de que ainexistência de uma ortografia oficial comum cria não apenasdificuldades de natureza lingüística, mas também denatureza política e pedagógica. Daí o esforço pela efetivaçãodo acordo.
  9. 9. UMA LÍNGUA, DUAS ORTOGRAFIASA unificação da ortografia não implica uniformização dalíngua em qualquer de seus aspectos.As variedades de uso fazem parte da língua e jamais estãosujeitas aos efeitos de atos normativos emanados dequalquer autoridade pública.
  10. 10. O ACORDO•Países que assinaram o acordo:Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé ePríncipe, Timor Leste e Brasil.•O acordo passou a valer a partir de 2009 para documentosoficias e para a mídia.•Noensino público implementado a partir de 2010 e até 2012em todas as séries.
  11. 11. ALGUMAS MUDANÇAS•O alfabeto da língua portuguesa era de 23 letras e passa ater 26 letra com a inclusão de K, W, Y.•Não existindo uniformidade na pronúncia de palavras comoSector entre os países do acordo, admite-se dupla grafia:setor ou sector. Inclusão ou não do C).•Palavrascomo teteia, jiboia e heroico não mais sãoacentuadas.
  12. 12. ALGUMAS MUDANÇAS•Estreia, ideia, plateia e paranoico também não mais sãoacentuadas.•Palavras como creem (verbo crer), deem (verbo dar), leem(verbo ler), veem (verbo ver) e releem (verbo ler) não maissão acentuadas.•Já as palavras têm, mantêm e retêm continuam sendoacentuadas. (verbos ter, manter e reter)
  13. 13. ALGUMAS MUDANÇAS•Palavra como feiura também não mais é acentuada•O trema é inteiramente suprimido em palavras portuguesasou aportuguesadas. Não mais existe. Ex: tranquilo, delinquir.Exceto em palavras de nomes próprios estrangeiros comoMuller.•Mantém o hífen em palavras como: sócio-gerente, arco-íris, afro-luso-brasileiro.
  14. 14. ALGUMAS MUDANÇAS•Não usa mais hífen em palavras que se perdeu a noção decomposição como:paraquedas, passatempo, girassol, paraquedista.•Colocarhífen quando o primeiro elemento da palavracomposto começar por bem ou mal e o segundo elementocomeçar por vogal o h: bem-apanhado, bem-humorado, mal-habituado, mal-estar, mal-educado.•Colocar sempre hífen se o primeiro elemento da palavracomposta for: além, aquém, recém, sem: além-túmulo, aquém-mar, recém-nascido, sem-teto.
  15. 15. ALGUMAS MUDANÇAS•Regra mantida a saber: não emprega hífen em locuçõescomo: fim de semana, café com leite, a fim de.•Mantêm o hífen em palavras como: cor-de-rosa, mais-que-perfeito.•

×