Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Oscar Wilde

48,996 views

Published on

  • Be the first to comment

Oscar Wilde

  1. 1. Oscar Wilde (1854 -1900)
  2. 2. “A única coisa terrível que existe no mundo é o tédio. É o único pecado para o qual não existe perdão” Oscar Wilde
  3. 3. • Frivolidade, sagacidade e insolência em relação à época vitoriana; • Chocou a sociedade vitoriana que viu em suas obras um espelho de seus defeitos, alheio àquela que considerava serem virtudes.
  4. 4. “O que a arte espelha realmente é o espectador e não a vida” Oscar Wilde Em resposta a quem procurava traços biográficos em suas obras
  5. 5. The picture of Dorian Gray O retrato de Dorian Gray
  6. 6. “O que a arte espelha realmente é o espectador e não a vida” Oscar Wilde Em resposta a quem procurava traços biográficos em suas obras • A arte assume papel central nesta obra; • Reflexão sobre a juventude; • Mito da beleza; • Questionamentos sobre a vida e a ação humana; • Decadência moral do homem.
  7. 7. “O prazer é a única ciosa de que vale a pena ter teoria (...) O prazer é o teste da Natureza, o seu sinal de aprovação. Quando nos sentimos felizes, somos sempre bons, mas quando somos sempre bons, nem sempre nos sentimos felizes” Henry - Idéias sobre arte, beleza e (i)moralidade que influência Dorian
  8. 8. • Basil – pintor que fascina pela beleza de Dorian; • Henry – irônico, teorias hedonistas que influência Dorian; • Dorian – jovem que se transforma num homem calculista que valoriza o prazer acima de tudo e viver sem culpas.
  9. 9. • Suícidio de Sybil, atriz de teatro que se apaixona por Dorian; • Morte do irmão de Sybil que quer vingá-la; • Dorian esfaqueia Basílio quando este revela o saber sobre seu pacto.
  10. 10. “Basil é aquilo que eu penso de mim; Lord Henry, o que o mundo pensa de mim; Dorian é o que eu gostaria de ser em outra época talvez”
  11. 11. De Profundis
  12. 12. quot;...Estou há quase dois anos na prisão. Durante esse tempo, meu temperamento me fez passar por momentos de selvagem desespero,de entrega total ao sofrimento, que era contristadora até para quem a observava, por uma raiva terrível e impotente, por sentimentos de amargura e rancor, por uma angústia que me fazia soluçar, um sofrimento que não encontrava palavras para expressar-se, um arrependimento mudo, um pesar silencioso. Passei por todos os estágios possíveis do sofrimento. Entendo melhor que o próprio Wordsworth o que ele quis dizer quando escreveu: quot; O sofrimento é algo permanente, misterioso e sombrio e tem a natureza do infinitoquot;. De profundis
  13. 13. Produzido por: Fabio Rodrigues Lemes Contato: fabiokafka@yahoo.com.br www.reserva-literaria.blogspot.com

×