Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Ai - Relatório

657 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Ai - Relatório

  1. 1. O filme intitulado por “Artificial Intelligence” fala-nos da inovaçãorobótica por inteligência artificial, um dos grandes sonhos da Humanidadeque desde que deu os seus primeiros passos na robótica porcomputorização, sempre tentou algo praticamente impossível. David, uma das principais personagens do filme foi também aprimeira criação robótica com possibilidade de amar incondicionalmente.David, era apenas o nome do grande lote de robots com capacidade deamar e foi com um deles, “chamado” a desempenhar o papel de filho auma família que estava desesperada após uma grave doença aindadesconhecida do seu filho e que o mantivera congelado ao longo dos anosaté a comunidade científica descobrir como solucionar. Apesar dodesconforto da mãe em assumir um filho robot em substituição do seuverdadeiro filho, foi-se acostumando ao facto de nunca mais poder falarcom o seu filho e assim aceitou David. Mas algo viria a correr mal para olado de David…
  2. 2. Após umas semanas, o verdadeiro filho é curado e regressa a casaonde depara com um robot bastante real e inteligente. Essa inteligêncialevou ao “extremis”, levando à competitividade e à disputa entre ambospela mãe e no surgimento de alguns problemas, a família achou por bementregar David à empresa que o construíra. Durante o percurso a mãe nãofoi capaz de entregar David pois suas memórias seriam apagadas eposteriormente destruído, então deixo-o ao abandono numa floresta e foinesse instante que ambos deixar-se-iam de se ver. David inconformado e indignado pelas suas atitudes tenta buscar oimpossível, a sua humanidade. Ele reflecte-se na história de Pinóquio, quetinha sido contada pela mãe antes de o abandonar, procurava a únicapessoa que era capaz de o transformar Humano assim como aconteceu aPinóquio, a Fada Azul. Durante a sua procura, David passara por váriasperipécias até conhecer um outro robot, este capaz de satisfazer qualquerSer Humano por prazer sexual, que lhe ajudou a encontrar o paradeiro daFada Azul. Ambos descobriram que a única forma de a encontrar seriafalar com quem tinha fabricado David, que se encontrava na cidade “OndeOs Leões Choram”, mais precisamente em Manhattan que tinha sidodevastada pelo desgelo dos calotes polares. Após a chegada a Manhattan, David descobre que não é o único,que é apenas mais um e tenta o suicídio, afogando-se. Nessa sua tentativadescobre a Fada Azul que sempre procurou e fica-lhe pedindoeternamente para que lhe transforme num menino de verdade. Passados milhares de anos, David e o seu ursinho que o tiverasempre ao lado foram descobertos por extraterrestres, os únicossobreviventes do planeta Terra capazes de demonstrar uma raça jáextinta, os terráqueos. David ficara ainda mais triste quando se apercebeque a sua mãe morrera mas os extraterrestres, possuidores de grandescapacidades mentais e fisiológicas, habilitaram a David a reconstrução dasua mãe por um dia através do seu ADN em cabelo que o ursinhomantivera guardado por mero acaso e apesar de ter sido curto omomento, David preencheu o seu vazio que sempre teve quando foiabandonado pela mãe naquele dia que nunca se esquecera…
  3. 3. OPINIÃO PESSOAL Gostei de rever uma vez mais “Artificial Intelligence”, um dos meusfilmes favoritos conjugado com um dos melhores actores “Haley Osment”e um dos realizadores/produtores melhores de sempre! Steven Spielberg. Quando vi o filme pela primeira vez tinha eu 13 anos sensivelmentee marcou-me muito na altura. Ainda agora fico comovido quando o vejopor se tratar de um drama muito bem conseguido, futurista sobretudo ecom muito enredo e especulação sobre o assunto que o filme envolve.Inteligência Artificial é hoje algo de estranha compreensão e de grandedificuldade em construir um robot com vasta identidade e personalidadepor se tratar de algo que nem o próprio Ser Humano foi capaz dedescobrir em si próprio, o seu cérebro. O nosso cérebro ainda é um enigma para a comunidade científica,foi possível diagnosticar que o Ser Humano quando morre apenas utilizouuma pequena percentagem do seu cérebro. O máximo que foi até hojedescoberto, e atirando agora um número à incerteza, foi de apenas 27%! Logo, por muito que o Ser Humano tente em construir um robotcom características idênticas a um Ser Humano, primeiramente terá de seredescobrir em si mesmo todas as capacidades do nosso cérebro, só assimpoderemos colaborar como algo idêntico a David. Acredito que o SerHumano não será capaz de conhecer o seu próprio cérebro pois nósestamos em constante evolução e adaptação ao mundo que nos rodeia.Oxalá que esteja enganado e que possibilitem a minha hibernação paraque daqui a muitos anos eu possa ver um novo mundo com os mesmosolhos… Agostinho Oliveira - 54395

×