Successfully reported this slideshow.

Lima Gilane Projeto CNI Desenvolvimiento Territorial Panorama Pernambuco

278 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Lima Gilane Projeto CNI Desenvolvimiento Territorial Panorama Pernambuco

  1. 1. Projeto CNI – BIDDesenvolvimento Territorial Panorama - Pernambuco
  2. 2. O Projeto em PernambucoPúblico – alvo: Empresas do setor metal-mecânicorelacionadas ao complexo de SuapeObjetivos:Geral:Desenvolver um modelo de integração entre os atores regionais empresariais einstitucionais, públicos e privados, que contribua para a promoção das vantagenscompetitivas dos territórios identificados.Específico:Aumentar a competitividade e inserção internacional das empresas e setoresprodutivos identificados, enfocando a difusão do conhecimento e inovação, através daação conjunta das diversas entidades do Sistema Indústria e com base na colaboraçãopúblico-privada.
  3. 3. Posição estratégica 7 Capitais 7 aeroportos internacionais 8 portos internacionais 1 porto fluvial 34 milhões de pessoas 90% do PIB NE 4 capitais 4 aeroportos internacionais 5 portos internacionais 12 milhões de pessoas Mais de 35% PIB NE
  4. 4. 10,0 Evolução do PIB 8,0 6,0 Brasil Pernambuco 4,0 2,0 0,0 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011* -2,0 Área Geográfica 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011*Estados Unidos 4,2 3,1 2,8 2 0 -2,6 2,6Japão 2,3 1,9 2,4 2,1 -1,2 -5,2 2,8China 10,1 10,4 11,6 11,9 9,6 9,1 10,5Índia 8,1 9 9,8 9,3 6,4 5,7 9,7México 4,2 2,8 4,9 3,2 1,5 -6,5 5Brasil 4,9 2,9 3,8 5,4 5,1 -0,6 7,5 3,6*Pernambuco 4,1 4,2 5,1 5,4 6,8 5,2 9,3 5,7**OBS: 1º Semestre de 2011. Fonte: IBGE, BNB/ETENE, FMI, Agência CONDEPE/FIDEM
  5. 5. Polos consolidados• Estaleiro Atlantico Sul• Refinaria Abreu e Lima• Petroquimica Suape• Resina termoplática PET• Polo Pet de preforma plática• Companhia Siderurgica Suape
  6. 6. Polos consolidados• Polo de granéis líquidos e gases• Polo de materiais de construção• Polo de alimentos• Polo de geração de energia• Polo de energia eólica• Moinho de trigo – Bunge• Central de distribuição de veículos
  7. 7. Investimentos privados EMPREENDIMENTOS INVESTIMENTO (US$) EMPREGOS DIRETOSRefinaria Abreu e Lima 13,30 bi 1.500 PetroquímicaSuape 2,75 bi 1.800 (PTA, POY e PET) Mossi & Guisolf 0,39 bi 450Estaleiro Atlântico Sul 1,38 bi 8.000 Estaleiro PROMAR 0,11 bi 1.500 Estaleiro CMO 0,44 bi 1.600Cia. Siderúrgica Suape 0,83 bi 800 TOTAL 19,20 bi 15.650 Total Geral: US$ 22,90 bi 34.700
  8. 8. Gargalos identificados• Discrepância entre investimentos públicos e privados e dimensão do projeto – Grandes investimentos reduzindo interesse pelo projeto• Crescimento explosivo do território – Investimentos concentrados nos ultimos 5 anos• Empresas acostumadas a receber muitas facilidades – Interesse em benefícios maiores e mais fáceis• Pouca P&D
  9. 9. Resultados alcançados• Fórum Suape Global: – Fortalecimento do Fórum, com a participação de mais de 40 instituições (públicas e privadas); – Influencia sobre as ações estratégicas no território do Complexo; – O IEL goza de bom prestígio junto ao Fórum, ampliando sua atuação e relevância. – Necessita de ações estratégicas de estudos e mapeamentos para dar maior direcionamento na tomada de decisões estratégicas para o Estado.
  10. 10. Resultados alcançados• REMME - Rede Empresarial Eletro-Metal Mecânica. – Criação de espaço para encontro dos empresários e compartilhamento de experiências; – Focado na confiança entre os participantes (participação via indicação e convite) – Destaque: Planejamento estratégico para 2012; – Iniciativa de construção de site para divulgação da rede. – Ideia de comercialização conjungada, agregando os potenciais produtivos; – Objetivo atual: Fortalecer a rede e gerar negócios.
  11. 11. Possíveis linhas de atuação• Fortalecimento do trabalho na organização da governança de Suape• Criação do plano de desenvolvimento integrado do território de Goiana – Organização da governança – Fortalecimento do capital social
  12. 12. Visão de futuro Contribuir para o desenvolvimento das empresas pernambucanas por meio da organização da demanada existente e alinhamento com a oferta de produtos e serviços. Estimular o desenvolvimento técnico e tecnológicodas empresas para que se tornem mais competitivas e atendam as exigências do mercado.
  13. 13. ObrigadoGilane Lima IEL-PE

×