Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

3 ead

588 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

3 ead

  1. 1. ESTUDO DA CARTA AOS FILIPENSES EAD
  2. 2. <ul><li>HOJE VEREMOS... </li></ul>
  3. 3. <ul><li>FILIPOS, </li></ul><ul><li>A COMUNIDADE HUMILDE E FORTE NO COMPROMISSO </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Fl 2,5-11 é uma pérola da cristologia de Paulo. Este pequeno hino sintetiza a visão de Paulo sobre Jesus Cristo. Certamente a composição do hino que vimos na aula passada, os Filipos já conheciam. Paulo só o cita com o objetivo de ressaltar o tema central da carta: </li></ul>
  5. 5. <ul><li>LEVAR OS DISCÍPULOS, AINDA MAIS PRÓXIMO DO MESTRE JESUS! </li></ul>
  6. 6. <ul><li>E se parte por 4 condições: </li></ul>
  7. 7. <ul><li>1ª Se há algum conforto em Cristo! </li></ul>
  8. 8. <ul><li>2ª Se há alguma consolação no amor; </li></ul>
  9. 9. <ul><li>3ª Se há alguma comunhão no espírito </li></ul>
  10. 10. <ul><li>4ª Se há coração compassivo </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Assim, ele convida os filipenses a viver sem discórdia e na humildade e sempre tentando se concordarem nas relações comunitárias... </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Era isso que a comunidade precisava no momento! O que precisavam para se sentirem unicamente de Jesus... </li></ul><ul><li>Por isso Paulo faz esta exortação... </li></ul><ul><li>“ Exorto a Evódia, exorto igualmente a Síntique que vivam em paz no Senhor.” </li></ul><ul><li>Fl 4,2 </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Em vários textos Bíblicos, precisamos nos transportar do tempo em que vivemos e do lugar, para a época e local da passagem para melhor compreender, a Carta aos Filipenses, é grande prova disso... </li></ul><ul><li>Ao lê-la se transporte para esta época, e descobriremos a importância desta simples carta que fala sobre o amor e mostra a Paz de Jesus! </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Num primeiro momento, exorta os filipenses a não se deixarem guiar pela ambição ou por vaidade. Logo depois, convida-os a agirem com humildade, considerando os demais superiores a si mesmos. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Uma motivação vinda de Cristo vem para nossa compreensão do que estava realmente acontecendo, o que deve ter emocionado muito à esta família de Filipos: </li></ul><ul><li>“ Tende em vós os mesmos sentimentos de Cristo Jesus!” </li></ul><ul><li>Aí vemos que esta seria uma comunidade fervorosa, mas que estava faltando agir como o Cristo ensinou e da forma como Cristo viveu. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Hoje, para nós, Padre Zezinho lembra-nos que para sermos felizes, precisamos ser da mesma forma que Jesus viveu: </li></ul><ul><li>[...] </li></ul><ul><li>E perguntou no meio de um sorriso O que é preciso para ser feliz? </li></ul><ul><li>Amar como Jesus amou Sonhar como Jesus sonhou Pensar como Jesus pensou Viver como Jesus viveu Sentir o que Jesus sentia Sorrir como Jesus sorria E ao chegar ao fim do dia Eu sei que dormiria muito mais feliz </li></ul><ul><li>[...] </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Tudo isso que vimos até agora, mas estamos vendo hoje mais à fundo, é que São Paulo quer mostrar a importância de nos confiarmos a nossa vida com o mistério da vida de Cristo e que só assim vamos conseguir nos entregarmos por inteiro a este mistério que é a salvação, só assim vamos conseguir viver somente para Cristo. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Todo o hino, que estamos falando, pode se dividir em duas partes: </li></ul><ul><li>1ª Fl 2,6-8, que é a parte que o Apóstolo, mostra a humilhação que Cristo passou na terra por cada um de nós; </li></ul><ul><li>2ª Fl 2, 9-11 – Agora ele mostra nosso Senhor Jesus grandioso, vitorioso, o exalta e profetiza o que acontecerá em sua Grande Glória! </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Veja como ela é divida no próximo slide: </li></ul>
  20. 20. <ul><li>6. Sendo ele de condição divina, não se prevaleceu de sua igualdade com Deus, 7. mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhando-se aos homens. 8. E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. </li></ul><ul><li>9. Por isso Deus o exaltou soberanamente e lhe outorgou o nome que está acima de todos os nomes, 10. para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho no céu, na terra e nos infernos. 11. E toda língua confesse, para a glória de Deus Pai, que Jesus Cristo é Senhor. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Essa primeira parte, é o que podemos dizer, de um momento descente de Jesus, e mostra Ele passando por 4 estágios: </li></ul><ul><li>HOMEM, ESCRAVO, MORTO E CRUCIFICAÇÃO! </li></ul><ul><li>Agora convidamos você a pegar sua Bíblia e abrir em Deuteronômio 21, 23 </li></ul><ul><li>E veja, que ficar pendurado para aquele povo era um grande problema, era como vemos hoje em shows de rock pesado, pessoas que morrem, sofrem, por causa do inimigo de Nosso Senhor! </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Aí vemos como Jesus foi humilhado, Deus foi rebaixado à condição de maldito. É importante ressaltar que com a vinda de Jesus, não perdeu a sua natureza divina, isto é, não deixou de ser Deus enquanto Filho que é Um com o Pai, mas renunciou à forma de estar no mundo “como Deus”(como Deus quer dizer, como ironia, mas Jesus não deixa de ser Deus!), com a consequente manifestação da glória, própia de Deus, e assumiu a forma de estar no mundo como homem, servo, crucificado e morto. </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Com esse hino, São Paulo convence Filipos e a nós nos dias de hoje que: </li></ul><ul><li>A história de Jesus, é um conto de fadas real, mas com a diferença que o mocinho (Jesus) sabe e já conhece a história, sua crucificação na cruz, o que muitos pensam que é um final triste, mas como toda “histórinha” sempre acaba bem, Ele se mostra Grandioso, Santo dos Santos, na sua Ressurreição! </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Deus, dá-lhe um Nome acima todo nome, o faz ser Adorado, O faz reconhecido que Ele é o Senhor! </li></ul><ul><li>Na Bíblia, o nome revela a essência, a razão de ser e a missão da pessoa. Assim, o hino dos Filipenses serve como exemplo: assumir com humildade de modo despojado o serviço da comunidade. </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Nosso objetivo, em nossos trabalhos, não é o reconhecimento ou a recompensa. Certamente, eles virão, mas antes deles deve estar a vontade de servir, de dar um pouquinho de nós a este homem, este Deus, o Filho do Pai, nosso Senhor Jesus Cristo que entregou sua vida numa cruz! E Ressucitou! </li></ul><ul><li>O nome deste serviço, é o serviço da cruz! E como aprendemos hoje, os filipenses aprenderam isso na carta que estamos estudando! </li></ul>
  26. 26. <ul><li>NOSSO COMPROMISSO: </li></ul><ul><li>Como Cristãos que somos, vamos procurar nesta semana nos identificar mais com Cristo e seguir os ensinamentos de São Paulo na carta aos Filipenses. </li></ul>
  27. 27. Na próxima aula... COMUNIDADE MISSIONÁRIA http://evbomconselho.blogspot.com

×