SIDA

835 views

Published on

TOCA A TODOS MUDAR A REALIDADE DA SIDA

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
835
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
66
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

SIDA

  1. 1. HIV / SIDA
  2. 2. A sida é causada por um vírus que se desenvolve sobretudo no sangue, no esperma, nas secreções vaginais e no leite materno. Este vírus ataca muito lentamente certas células do organismo, chamadas linfáticas, que têm como função a defesa contra doenças e infecções causadas por parasitas e microrganismos. O que é a sida?
  3. 3. A prevenção é ainda actualmente o único meio de luta contra a propagação da SIDA. Somente uma mudança de comportamento pode proteger o mal, enquanto se aguarda o tratamento e a vacina. Prevenção
  4. 4. ■ Prevenção da transmissão sexual; ■ Prevenção da transmissão pelo uso partilhado de agulhas e de seringas contaminadas; ■ Prevenção da transmissão por transfusão sanguínea e injecção de derivados do sangue; ■ Prevenção da transmissão da mãe injectada para o feto. Existem quatro principais modos de prevenção:
  5. 5. <ul><li>Prevenção da transmissão sexual </li></ul>A grande maioria das pessoas infectadas foram-no durante uma relação sexual. Quanto mais traumáticas forem as relações maior é o risco de ferimentos e o risco de transmissão aumenta. Iniciar uma relação sexual com uma pessoa é um gesto do qual é necessário saber prever as consequências. Assim é importante ter tempo de se conhecer, de se tornar cúmplice um do outro e de se interrogar ao mesmo tempo acerca da possibilidade de uma infecção anterior ou sobre comportamentos actuais que poderiam representar uma fonte de infecção. É muito importante utilizar sempre um preservativo bem lubrificado, durante a relação sexual.
  6. 7. 2.A transmissão pelo uso compartilhado de agulhas e de seringas contaminadas <ul><li>Não partilhe as seringas e as agulhas; </li></ul><ul><li>Não aceite, tatuagens ou outros procedimentos se as agulhas não forem esterilizadas; </li></ul><ul><li>Os instrumentos cortantes de higiene pessoal devem ser desinfectados pelo calor ou com um anticéptico antes de ser usado por outra pessoa. Os cabeleireiros e manicures, em particular, devem respeitar estas medidas elementares. </li></ul>
  7. 9. 3.A prevenção da transmissão por transfusão sanguínea e injecção de derivados do sangue Hoje em dia, o sangue é testado e o risco de transmissão do HIV é muito baixo, mas não pode ser considerado como totalmente nulo. Uma vez que o vírus da SIDA pode ser eliminado através do aquecimento dos produtos derivados do sangue, o risco de transmissão por esta via, em particular aos hemofílicos, deve desaparecer.
  8. 11. 4.Transmissão da mãe infectada para o feto . Toda a mulher deveria consultar um médico antes de conceber uma criança ou o mais cedo possível se a gravidez já tiver ocorrido. O risco de transmissão da mãe infectada à sua criança situa-se 20 e 50% de acordo com o país.
  9. 12. Conclusão: As pessoas atingidas pelo HIV/SIDA e os “outros” (pessoas não afectadas) estão no mesmo barco. Quer queiram quer não, elas estão ligadas para o melhor e para o pior. Somente as atitudes responsáveis de uma e de outra parte podem prevenir os comportamentos de risco. Uma boa educação sobre a sida abarca a prevenção, a assistência e o apoio eficaz das pessoas com HIV/SIDA. A prevenção é a única “arma” que temos contra o HIV/SIDA, pois esta ainda não tem cura, apesar dos esforços feitos. Uma boa educação tem demonstrado ajudar os jovens a retardarem as relações sexuais e, quando passam a ser sexualmente activos, a evitar os comportamentos de risco.
  10. 13. Fim
  11. 14. TRABALHO ELABORADO POR : <ul><li>ANA PATRÍCIA 10ºB Nº2 </li></ul><ul><li>DÉBORA SOUSA 10ºB Nº4 </li></ul><ul><li>TERESA SILVA 10ºB Nº25 </li></ul>Escola Secundária de Vila Pouca de Aguiar

×