Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Renascimento cultural

2,998 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Renascimento cultural

  1. 1. RENASCIMENTO CULTURAL
  2. 2. RENASCIMENTO CULTURAL O TERMO RENASCIMENTO: O termo Renascimento é comumente aplicado àcivilização européia que se desenvolveu entre 1300 e1650. Além de reviver a antiga cultura greco-romana, ocorreram nesse período muitos progressos e incontáveis realizações no campo das artes, da literatura e das ciências, que superaram a herança clássica.
  3. 3. As raízes do movimento: As raízes baseiam-se na AntiguidadeClássica (tomadas a partir da cultura emitologia grega e romana, e dosvestígios arquitetônicos e escultóricos Párternonexistentes na península itálica) e naIdade Média (captadas em sentidoevolutivo e, sobretudo da obra deGiotto que teve na sua arte do séculoXIII, o prenuncio dos princípiosorientadores da pintura doRenascimento). Giotto
  4. 4. O artista em busca da sua autonomiaDurante a Idade Média, a produção artística era anônima. Isso ocorria porque toda a arte resultava de ideias anteriormente estabelecidas, seja pelo poder real, seja pelo poder eclesiástico...
  5. 5. O artista em busca da sua autonomia• Com o Renascimento esse quadro se altera, já que o período se caracteriza pelo ideal de liberdade e, consequentemente pelo Individualismo. Enfim o artista como um ser genuinamente livre. Assim no renascimento muitos são os artistas conhecidos e reconhecidos pelo seu próprio estilo.
  6. 6.   Rafael Sanzio, A sagrada família. Jean Van Eyck, A família Arnolfini. Princípios norteadores e suas representações imagéticas:        Conquista  de  um  espaço  cênico,  agora  suportado  por  princípios  matemáticos e pela perspectiva linear científica;      A representação realista da natureza, animais e especialmente do Homem. 
  7. 7. Michelangelo, A Criação de Adão. (parte integrante do conjunto da Capela Sistina) A pintura renascentista:   A pintura renascentista confirma o que os artistas do último  período da arte gótica já haviam proposto: a perspectiva, o uso do claro-escuro e o realismo (naturalista). A definição de Pintura  Renascentista surge na Itália durante o século XV.
  8. 8. Elementos técnicos e elementos estéticos:Perspectiva rigorosa e científica, que permite um tratamento real do espaço e da luz;  Pintura a óleo, que apareceu na Itália em meados do século XV, devido às trocas  comerciais a partir de Veneza com a Flandres. Substituíram-se, gradualmente, as  técnicas da têmpera e do fresco para a pintura a óleo que ao possuir maior tempo de  secagem, permitiu a elaboração de modelados e velaturas; A utilização de novos pigmentos aglutinantes (como o óleo) que possibilitava novas  associações e graduações da cor;  Novos suportes como a tela e o cavalete que facilitaram a difusão das correntes  estéticas uma vez que permitiram uma circulação mais fácil das obras.  Equilíbrio e a harmonia dados pelo rigor científico. Era comum as figuras serem  representadas segundo esquemas geométricos, como o esquema em pirâmide, de  forma a transmitire; Realismo, representação da realidade tal como ela se dispõe, valorização da  personalidade retratada. Uma maior harmonia; 
  9. 9. FASES DO RENASCIMENTO TRECENTO – QUATROCENTO - CINQUECENTOTRECENTO: Instauração do pensamento humanista que posiciona o  homem    como  “o  centro  do  universo”,  começa  a  influenciar  os artistas  do  século  XIV.  O  Trecento  surge  na  cidade  de  Florença,  na Itália como transição entre a arte bizântina e a arte renascentista.DESTAQUES: O  pintor  Giotto,  o  escritor  Dante  Alighieri,  Boccaccio com a novela Decameron, além de Petrarca, autor de África.
  10. 10. Giotto, São Joaquim e Santa Ana.
  11. 11. FASES DO RENASCIMENTO TRECENTO – QUATROCENTO - CINQUECENTOQUATROCENTO: Total emancipação dos artistas. Nesseperíodo desenvolveram-se importantes centros de culto àarte, os temas mais recorrentes eram os clássicos damitologia e da história, alegoria de virtudes e arte, além doretrato de personalidades e das principais famílias e cenasda corte.DESTAQUES: Sandro Botticelli, Leonardo da Vinci, Donatello(escultura), Jan van Eyck (pintura flamenga).
  12. 12. Sandro Botticelli, Primavera (1472-73)
  13. 13. FASES DO RENASCIMENTO TRECENTO – QUATROCENTO - CINQUECENTOCINQUECENTO: Período em que os artistas ficam aindamais seduzidos pela beleza dos corpos, suas formas eforça. Personagens sagrados passaram a ser pintadoscomo figuras solenes e poderosas. DESTAQUES: Leonardo Da Vinci, Michelangelo Buonarotti, Tintoretto,Ticiano e Rafael Sanzio.
  14. 14. CAPELA SISTINA Michelangelo Buonarotti, (1508 – 1512) A capela tem o seu nome em homenagem ao Papa Sisto IV, que restaurou a antiga Capela Magna, entre 1477 e1480.A Capela Sistina fora construída no Quattrocento, nela os papas são eleitos.
  15. 15. Na parte central, forampintadas nove passagensdo livro Gênesis, divididaem três grupos: ASeparação da Luz e dasTrevas, A Criação do Sole da Lua e A Separaçãodas Águas e da Terra; osegundo narra A criaçãode Adão, Eva e o PecadoOriginal e por último,Michelangelo conta OSacrifício de Noé, ODilúvio e A Embriaguezde Noé.
  16. 16. Mona Lisa, La Gioconda ou Lisa del Giocondo O quadro de dimensões diminutas (77x53cm) apresenta uma mulher de expressão introspectiva e um pouco tímida. O seu sorriso restrito é muito sedutor, mesmo que um pouco conservador. Seu corpo representa o padrão de beleza da mulher ao tempo de Leonardo. A obra começou ser feita em 1503 e foi finalizada três ou quatro anos mais tarde. A pintura a óleo sobre madeira de álamo encontra-se exposta agora no Museu do Louvre, em Paris, e é a maior atração do museu.Leonardo da Vinci, Monalisa (1503 – 06)
  17. 17. RENASCIMENTO CULTURALReferências bibliográficas:Janson, H. W. História geral da arte/ H. W. Janson. – 2ª ed. – São Paulo: Martins Fontes, 2001.Strickland, Carol Arte comentada: da pré-história ao pós-moderno/ Carol Strickland, Rio de Janeiro: Ediouro, 2004.Sautel, Nadine Michelangelo/ Nadine Sautel; Porto Alegre, RS: L&PM, 2009.

×