TEOR DE ÁLCOOL NA GASOLINA
E comum deparar com postos de gasolina desativados ou abandonados,
na maioria das vezes isso oc...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Teor de álcool na gasolina

375 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
375
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Teor de álcool na gasolina

  1. 1. TEOR DE ÁLCOOL NA GASOLINA E comum deparar com postos de gasolina desativados ou abandonados, na maioria das vezes isso ocorre devido a práticas ilícitas como adulteração da gasolina. De acordo com a Lei 10.203/01, a gasolina aditivada, assim como a comum, deve receber entre 20% e 24% de álcool etílico anidro combustível. Em 2006, a Resolução 35 da Agência Nacional do Petróleo (ANP) fixou em 23% o percentual de mistura de álcool nas gasolinas, a partir de 1º de março daquele ano. O problema é que muitos postos não cumprem a lei, é comum a gasolina apresentar quantidade de álcool superior a determinada pela lei, ou adição de solventes diversos, ramificados petroquímicos, querosene e diesel. Essa prática causa mudanças nas propriedades físico-químicas da gasolina causando sérios danos nos veículos como: corrosão no tanque de combustível e de peças do motor reduz o desempenho do motor e aumenta a emissão de gases nocivos a saúde e ao meio ambiente. Podemos determinar o teor de álcool na gasolina através de um experimento simples que consiste no uso de: proveta, pipeta, becker, água e gasolina. O Procedimento consiste na adição de 20 ml de gasolina na proveta, utilizando um pipeta e adicione 20 ml de água, tampe a proveta com uma rolha e agite a mistura. Deixe a mistura contida dentro da proveta em repouso para que ocorra a separação das fases, anote o volume de cada fase e realize os cálculos. T% = (Válcool / Vinicial gasolina) × 100% CUIDADOS A gasolina é um líquido tóxico, bastante volátil; durante a realização desta experiência, mantenha o laboratório arejado e evite a inalação dos vapores de gasolina. Por outro lado, a gasolina é altamente inflamável; assim, durante a realização desta experiência, não deve haver qualquer chama acesa no laboratório.

×