edital_pibic_2011

319 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
319
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

edital_pibic_2011

  1. 1. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CAMPUS CERES DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO - PIBITI/CNPq/IF GOIANO - CAMPUS CERES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA – PIBIC/CNPq/IF GOIANO - CAMPUS CERES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO - PIBIC- EM/CNPq/CAMPUS CERES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA – PIVIC/CAMPUS CERES EDITAL Nº 01 de 14 DE MARÇO DE 2011 O Departamento de Desenvolvimento Educacional do Instituto Federal deEducação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Ceres, comunica aos interessados quese encontram abertas as inscrições para o Programa Institucional de Bolsas de IniciaçãoCientífica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – PIBITI/CNPq/IF Goiano –Campus Ceres; Programa Institucional de Iniciação Científica – PIBIC/CNPq/CampusCeres; Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio(PIBIC – EM CNPq/Campus Ceres; Programa Institucional de Bolsas Voluntárias deIniciação Científica – PIVIC/Campus Ceres. O programa PIBITI e PIBIC é voltado para os alunos de graduação; o PIBIC-EM épara alunos do Ensino Médio Integrado e Técnicos; O PIVIC para alunos de ambos oscursos (sem remuneração). Os programas tem como principal objetivo o incentivo àformação de novos pesquisadores, privilegiando a participação ativa de bons alunos emprojetos de pesquisa com qualidade acadêmica, orientação adequada por pesquisadorqualificado, individual e continuada. Além disso, visa proporcionar a aprendizagem detécnicas e métodos de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e processos, bemcomo estimular o desenvolvimento do pensar científico e da criatividade, decorrentes dascondições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa edesenvolvimento. A vigência das bolsas para os cursos de graduação é de 01/08/2011 a 31 de julhode 2012 e para os cursos Técnicos e Ensino Médio Integrados é de 01/10/2011 a30/09/2012. Atividades Datas Lançamento do edital 14/03/2011. Submissão de propostas 14/03/2011 a 08/04/2011. Local de Inscrição Sala da Coordenação de Pesquisa do IF Goiano - Campus Ceres. Horário de inscrição Das 7 às 11 h e das 13 às 17 h. Análise das propostas pelo 11 a 15/04/2011. Comitê InternoDocumentos necessários:1. Ficha de Inscrição, devidamente preenchida, do aluno e do orientador (anexo 1).2. Curriculum vitae do orientador (modelo Lattes/CNPq-completo).3. Curriculum vitae do aluno (modelo Lattes/CNPq- completo) com documentaçãosomente dos itens constantes na Tabela 1, Anexo 1 deste edital.
  2. 2. 4. Histórico escolar do aluno, atualizado, do curso que o mesmo está matriculado.5. Comprovante de matrícula do aluno.6. Plano de atividades do aluno contendo título, resumo, palavras-chave, introdução,objetivos, justificativa, metas, cronograma, atividades e indicadores físicos de execução ebibliografia.7. Projeto de pesquisa do orientador, contendo os seguintes itens:-Título.-Introdução com referencial teórico.-Justificativa.-Objetivos.-Metodologia.-Resultados esperados.-Quadro resumido de Metas e atividades, indicadores físicos de execução e cronogramade execução a ser desempenhado pelo bolsista durante a vigência da bolsa.-Referências bibliográficas.-Viabilidade financeira/custo do projeto.-Equipe executora.OBS.: Todos os documentos deverão ser entregues em uma via impressa e umadigital em formato .doc (entregar em pen drive na Coordenação).8. Tabela 1 (anexo 1) pontuada parcial e total do orientador e do aluno.*Em caso de projetos aprovados por agências de fomento deverá ser enviada a cópia dotermo de concessão e aceitação de auxílio financeiro.Requisitos para Inscrição do orientador:1. O orientador deverá ser professor efetivo do IF Goiano - Campus Ceres, não estar emcapacitação, com exceção de DINTER e com cadastro no Diretório dos Grupos dePesquisa do CNPq.2. O professor deverá apresentar titulação de mestre ou doutor com produção científica,tecnológica ou artístico-cultural, a partir de 2006, divulgada nos principais veículos decomunicação da área.3. O orientador não poderá ter pendência na Coordenação de Pesquisa.Requisitos para inscrição do aluno:1. Estar regularmente matriculado em curso de graduação, ensino médio integrado etécnico.2. Ter rendimento acadêmico com média ponderada igual ou superior a 6,0.3. Não ter vínculo empregatício nem receber salário ou remuneração decorrente doexercício de atividades de qualquer natureza, estágios remunerados, monitorias etc.,durante a vigência da bolsa.4. O aluno não poderá ter pendência na Coordenação de Pesquisa.
  3. 3. Critérios de Seleção (Conforme anexo I): Orientador (50%): 1. Curriculum vitae Aluno (20%): 1. Histórico Escolar. 2. Curriculum vitae. Projeto (30%): 1. Projeto de pesquisa e plano de atividade do aluno. RESULTADO FINAL: Somatório dos itens I (Aluno), II (Orientador) e III (Projeto). Disposições Gerais:1. Inicialmente será contemplado 1 (uma) bolsa por orientador, obedecendo ao limite de bolsas do edital. Havendo ainda disponibilidade de bolsas, um mesmo orientador poderá ser contemplado com mais bolsas seguindo a classificação;2. A implementação das bolsas concedidas pelo IF Goiano - Campus Ceres é condicionada a existência de recursos financeiros na instituição.3. Em caso de substituição, o novo bolsista deverá atender às exigências previstas neste edital.4. Alunos candidatos às bolsas novas deverão estar cursando, no máximo, o penúltimo semestre de seu respectivo curso no ato da implementação da bolsa.5. Serão distribuídas primeiramente as bolsas do CNPq e em seguida as bolsas concedidas pelo IF Goiano - Campus Ceres, seguindo os critérios de classificação.6. Dúvidas e casos omissos serão julgados pelo Comitê Interno de Iniciação Científica do IF Goiano - Campus Ceres. Ceres, 24 de fevereiro de 2011. Prof. Dr. Virgílio José Tavira Erthal Diretor do Departamento de Desenvolvimento Educacional Prof. Dr. Luís Sérgio Rodrigues Vale Coordenador de Pesquisa Prof. M.Sc. Elias de Pádua Monteiro Diretor Geral
  4. 4. Anexo IFicha de avaliaçãoCandidato: Curso:Orientador: Critérios de AvaliaçãoItem I - ALUNO: (20%)*Critério de SeleçãoCurriculum Vitae - Tabela 1 (50%)Rendimento Acadêmico** (50%)*O curriculum e o rendimento escolar com maior pontuação receberão 10 pontos cada e osdemais receberão pontuação proporcional.**O rendimento acadêmico (RA) é calculado conforme a fórmula a seguir: Objeto OLE RA = ∑ (CH disciplina 1 x nota 1) + (CH disciplina 2 x nota 2) + ...+ (CH disciplina N x nota N) ∑ CH total das disciplinasEm que: CH= Carga horária da disciplinaItem II - ORIENTADOR: Pontuação (50%)*Critério de seleçãoCurriculum Vitae: Tabela 1*O curriculum de maior pontuação receberá 50 pontos e os demais receberão pontuaçãoproporcional.Tabela 1. Pontuação de cada atividade desenvolvidaItem Parâmetro Pontuação1. Titulação: mestrado 202. Titulação: doutorado 303. Professor credenciado em programa de pós-graduação Stricto 70 sensu (não cumulativo)4. Professor bolsista de produtividade em pesquisa (CNPq) 1005. Aluno orientado em monografia de especialização (Monografia 6 / aluno aprovada)6. Aluno orientado em Trabalho de Curso (Monografia aprovada) 6 / aluno7. Orientação concluída de aluno de Mestrado 40 / aluno8. Orientação concluída de aluno de Doutorado 60 / aluno9. Orientação concluída de aluno de iniciação científica PIBIC/PIBITI/ 10/aluno/semestre PIVIC.10. Orientação concluída de aluno de iniciação científica PIBIC/Jr-EM 5/aluno/semestre11. Estudante de iniciação científica PIBIC-EM/PIBIC Jr (exclusivo para 5/semestre estudantes)12. Estudante de iniciação científica PIBIC/PIBITI/PIVIC (exclusivo para 10/aluno/semestre
  5. 5. estudantes)13. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “A1” 100 / artigo14. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “A2” 85 / artigo15. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B1” 70 / artigo16. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B2” 55 / artigo17. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B3” 40 / artigo18. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B4” 25 / artigo19. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B5” 10 / artigo20. Artigo publicado em periódico sem conceito Qualis 5 / artigo21. Capítulo de livro com ISBN 10 / capítulo22. Livro com ISBN 30/ livro23. Resumo simples publicado em anais de eventos científicos (até no 1 / resumo máximo 10)*24. Resumo expandido publicado em anais de eventos científicos 2 / resumo (mínimo 2 páginas), (até no máximo 10)*25. Patente (registrada ou depositada). 30 / patente26. Coordenador de projeto em análise para Instituições públicas de 15 / projeto fomento à pesquisa (CNPq, CAPES, FAPEG, FINEP)27. Coordenador de projeto aprovado em Instituições públicas de 40 / projeto fomento à pesquisa (CNPq, CAPES, FAPEG, FINEP)28. Publicação e/ou apresentação de trabalho científico, tecnológico, 1/publicação e/ou artístico-cultural ou social (exclusivo para estudantes) apresentação29. Participação em eventos (até no máximo 3) 1 / evento30. Organização de eventos (até no máximo 3) 1 / evento31. Minicursos (até no máximo 3) 1 / evento *Anais de eventos avaliados pelo Qualis receberão a mesma pontuação de um artigo publicado em revista Qualis B5.
  6. 6. Item III – PROJETO: (30%)Os projetos serão pontuados seguindo os critérios da tabela 2.Tabela 2. Parâmetros para pontuação das propostas:Item Parâmetros Pontuação 1. Relevância da proposta para o desenvolvimento científico, 0-10 tecnológico e inovação 2. Validade científica. 0-10 3. Resultados esperados. 0-10 4. Viabilidade e Originalidade. 0-10 5 Afinidade com os princípios e objetivos do PDI. 0-10 6. Grau de risco/exeqüibilidade. 0-10 7. Demanda e aplicabilidade. 0-10 8. Estrutura do projeto. 0-10*Quando o projeto proposto fizer parte de um projeto financiado por agências de fomento, éobrigatória a apresentação de uma declaração do coordenador informando que este é parte doprojeto financiado.
  7. 7. FICHA DE INSCRIÇÃO PARA BOLSISTAS DO IF Goiano - CAMPUS CERESMODALIDADE DE BOLSA PRETENDIDA: Bolsa PIBITI/PIBIC/CNPq/Campus Ceres – Cursos Superiores Bolsa PIBIC- EM/CNPq/Campus Ceres – Ensino Médio Integrado e Técnicos PIVIC/Campus Ceres – Todos os cursos.NOME: ______________________________________________________________MATRÍCULA: ___________________CURSO: _________________________________CPF: __________________________IDENTIDADE: __________________DATA DE NASCIMENTO: ___/___/___ENDEREÇO: ________________________________________________________BAIRRO: ________________________ TELEFONE: _______________CIDADE: ____________________ UF: ________ CEP: ________________E-MAIL: __________________________________PONTUAÇÃO DO CURRICULUM: _____________ PONTOSNOME DO ORIENTADOR: _____________________________________________TÍTULO DO PROJETO: ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
  8. 8. FICHA DE INSCRIÇÃO PARA ORIENTADOR DO IF Goiano – CAMPUS CERESMODALIDADE DE BOLSA PRETENDIDA: Bolsa PIBITI/PIBIC/CNPq/Campus Ceres – Cursos Superiores Bolsa PIBIC- EM/CNPq/Campus Ceres – Ensino Médio Integrado e Técnicos PIVIC/Campus Ceres – Todos os cursos.NOME: ______________________________________________________________________TITULAÇÃO MÁXIMA: _________________________________________________________NOME DO GRUPO DE PESQUISA DO CNPq:____________________________________________________________________________TÍTULO DO PROJETO: ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ÁREA DO CONHECIMENTO (tabela do CNPq):__________________________________________________________________________ _SUBÁREA DO CONHECIMENTO:___________________________________________________________________________ESPECIALIDADE:___________________________________________________________________ ________PALAVRAS-CHAVE:____________________________________________________________________________CPF: __________________IDENTIDADE: _______________ÓRGÃO EXPEDIDOR.: ________________SIAPE: __________________ENDEREÇO:______________________________________________________________________
  9. 9. BAIRRO:________________________________________TELEFONE: _____________________________________CIDADE: _______________________________________UF: _____________CEP: ____________E-MAIL: ________________________________________PONTUAÇÃO DO CURRICULUM: ___________ PONTOS
  10. 10. Tabela 1. Pontuação de cada atividade desenvolvida pelo orientador.Item Parâmetro Pontuação1. Titulação: mestrado2. Titulação: doutorado3. Professor credenciado em programa de pós-graduação Stricto sensu (não cumulativo)4. Professor bolsista de produtividade em pesquisa (CNPq)5. Aluno orientado em monografia de especialização (Monografia aprovada)6. Aluno orientado em Trabalho de Curso (Monografia aprovada)7. Orientação concluída de aluno de Mestrado8. Orientação concluída de aluno de Doutorado9. Orientação concluída de aluno de iniciação científica PIBIC/PIBITI/ PIVIC.10. Orientação concluída de aluno de iniciação científica PIBIC/Jr-EM11. Estudante de iniciação científica PIBIC-EM/PIBIC Jr (exclusivo para estudantes)12. Estudante de iniciação científica PIBIC/PIBITI/PIVIC (exclusivo para estudantes)13. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “A1”14. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “A2”15. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B1”16. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B2”17. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B3”18. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B4”19. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B5”20. Artigo publicado em periódico sem conceito Qualis21. Capítulo de livro com ISBN22. Livro com ISBN23. Resumo simples publicado em anais de eventos científicos (até no máximo 10)*24. Resumo expandido publicado em anais de eventos científicos (mínimo 2 páginas), (até no máximo 10)*25. Patente (registrada ou depositada).26. Coordenador de projeto em análise para Instituições públicas de fomento à pesquisa (CNPq, CAPES, FAPEG, FINEP)27. Coordenador de projeto aprovado em Instituições públicas de fomento à pesquisa (CNPq, CAPES, FAPEG, FINEP)28. Publicação e/ou apresentação de trabalho científico, tecnológico, artístico-cultural ou social (exclusivo para estudantes)29. Participação em eventos (até no máximo 3)30. Organização de eventos (até no máximo 3)31. Minicursos (até no máximo 3) *Anais de eventos avaliados pelo Qualis receberão a mesma pontuação de um artigo publicado em revista Qualis B5.
  11. 11. Tabela 1. Pontuação de cada atividade desenvolvida pelo bolsista.Item Parâmetro Pontuação1. Titulação: mestrado2. Titulação: doutorado3. Professor credenciado em programa de pós-graduação Stricto sensu (não cumulativo)4. Professor bolsista de produtividade em pesquisa (CNPq)5. Aluno orientado em monografia de especialização (Monografia aprovada)6. Aluno orientado em Trabalho de Curso (Monografia aprovada)7. Orientação concluída de aluno de Mestrado8. Orientação concluída de aluno de Doutorado9. Orientação concluída de aluno de iniciação científica PIBIC/PIBITI/ PIVIC.10. Orientação concluída de aluno de iniciação científica PIBIC/Jr-EM11. Estudante de iniciação científica PIBIC-EM/PIBIC Jr (exclusivo para estudantes)12. Estudante de iniciação científica PIBIC/PIBITI/PIVIC (exclusivo para estudantes)13. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “A1”14. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “A2”15. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B1”16. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B2”17. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B3”18. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B4”19. Artigo publicado em periódico com conceito Qualis “B5”20. Artigo publicado em periódico sem conceito Qualis21. Capítulo de livro com ISBN22. Livro com ISBN23. Resumo simples publicado em anais de eventos científicos (até no máximo 10)*24. Resumo expandido publicado em anais de eventos científicos (mínimo 2 páginas), (até no máximo 10)*25. Patente (registrada ou depositada).26. Coordenador de projeto em análise para Instituições públicas de fomento à pesquisa (CNPq, CAPES, FAPEG, FINEP)27. Coordenador de projeto aprovado em Instituições públicas de fomento à pesquisa (CNPq, CAPES, FAPEG, FINEP)28. Publicação e/ou apresentação de trabalho científico, tecnológico, artístico-cultural ou social (exclusivo para estudantes)29. Participação em eventos (até no máximo 3)30. Organização de eventos (até no máximo 3)31. Minicursos (até no máximo 3) *Anais de eventos avaliados pelo Qualis receberão a mesma pontuação de um artigo publicado em revista Qualis B5.
  12. 12. COMITÊ INTERNO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA – IF Goiano - Campus Ceres Cleiton Mateus Sousa Jaqueline Alves Ribeiro Luciana Borges e Silva Luciano Fonseca da Silva Luís Sérgio Rodrigues Vale Marcelo Marcondes de Godoy Márcio Ramatiz Lima dos Santos Virgílio José Tavira Erthal

×