A proteção civil em casa

347 views

Published on

Pretende-se com este módulo reunir as principais medidas de auto protecção e contribuir para melhorar e aperfeiçoar a resposta das populações perante situações acidente grave, catástrofe (natural e tecnológica) ou calamidade, quer seja em casa ou no local de trabalho, construindo referenciais de suporte à acção, mitigação de danos e reposição da normalidade.
www. eduardoliveira.com

Published in: Engineering
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A proteção civil em casa

  1. 1. A PROTECÇÃO CIVIL EM CASA MEDIDAS DE AUTOPROTECÇÃO SISMOS – Como proceder ? Antes, durante e depois. Eduardo Oliveira Engenheiro técnico da Proteção Civil
  2. 2. OBJECTIVOS 1. Identificar os locais mais seguros e os mais perigosos, na sua casa e ou local de trabalho; 2. Saber os comportamentos a adoptar em caso de sismo. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 207/03/2015
  3. 3. SUMÁRIO  O que é um sismo?  Como proceder?  Antes;  Durante;  Depois. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 307/03/2015
  4. 4. O QUE É UM SISMO? Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 407/03/2015
  5. 5. O que é um sismo?  Duma forma geral , pode dizer-se que um sismo é um fenómeno natural resultante de uma vibração mais ou menos violenta da crusta terrestre, devido ao ajustamento súbito de rochas sob pressão.  As vibrações podem durar poucos segundos ou alguns minutos.  Após o primeiro abalo acontecem geralmente outros chamados réplicas. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 507/03/2015
  6. 6. ALGUNS EXEMPLOS  Sismo de Lisboa 1 Novembro de 1755  Sismo de Benavente 23 de Abril de 1909 Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 607/03/2015
  7. 7. ANTES Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 707/03/2015
  8. 8. ANTES ter sempre um kit de emergência  Um radio portátil, lanterna electrica e pilhas de reserva;  Material de primeiros socorros, incluindo a medicação usada pelos membros da família (insulina, doenças crónicas);  Agua engarrafada e comida enlatada suficiente para 2 ou 3 dias;  Agasalhos para os membros da família;  Fotocopia dos documentos mais importantes;  Extintor pó químico ABC;  Ferramentas (exemplo: canivete multifunções). Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 807/03/2015
  9. 9. ANTES  Identificar os locais mais seguros da casa ou de trabalho:  Vãos de porta, de preferência em paredes mestras;  Cantos das salas;  Debaixo das mesas, camas ou outras superfícies resistentes. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 907/03/2015
  10. 10. ANTES  Identificar os locais mais perigosos de casa ou do trabalho: Elevadores;  Locais junto a janelas, espelhos e chaminés; Saídas. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1007/03/2015
  11. 11. ANTES importante não esquecer  De substituir os produtos que necessitem de renovação periódica, como por exemplo:  Agua (todos os 3 meses);  Pilhas (todos os 12 meses).  De substituir os produtos cuja periodicidade de renovação estiver estabelecida na embalagem:  Alimentos;  Medicamentos;  Extintores. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1107/03/2015
  12. 12. DURANTE Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1207/03/2015
  13. 13. DURANTE  Manter a calma durante a ocorrência do sismo;  Procurar protecção no quarto, canto da sala, debaixo das ombreiras da porta, mesas ou camas;  Ajoelhar e proteger a cabeça e os olhos com as mãos;  Manter-se afastado de janelas, espelhos, chaminés e outros objectos que possam cair. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1307/03/2015
  14. 14. DURANTE  Num edifício grande nunca utilizar os elevadores, nem se precipitar para as saídas;  Na rua, dirigir-se para um local aberto, manter distancia de edifícios altos, poste de electricidade e outros objectos que possam cair;  Durante a condução de um veiculo, parar longe de edifícios, muros postes e cabos de alta tensão e permanecer no interior. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1407/03/2015
  15. 15. DEPOIS Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1507/03/2015
  16. 16. DEPOIS  Manter a calma e contar com a existência de réplicas;  Não acender fósforos nem isqueiros pois pode haver fugas de gás;  Cortar imediatamente o gás, electricidade e água;  Observar se a casa sofreu danos graves, e sair imediatamente se não houver segurança no local. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1607/03/2015
  17. 17. DEPOIS  Cuidado com vidros partidos ou cabos de electricidade;  Evitar ferimentos protegendo-se com roupa adequada. Calças, camisa de manga cumprida e sapatos fortes;  Se houver incêndio tente apaga-lo. Se não conseguir alerte os bombeiros;  Limpar urgentemente os produtos inflamáveis que se tenham derramado (álcool, tintas etc.). Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1707/03/2015
  18. 18. DEPOIS  Soltar os animais, eles tratam de si próprios;  Se estiver na rua, não ir para casa;  Se houver feridos, ajudar se souber, não devendo remover feridos com fracturas a não ser que haja perigo de incêndio, inundação ou derrocada;  Pedir ajuda, ligar o radio a pilhas e ficar atento às recomendações difundidas pelas autoridades. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1807/03/2015
  19. 19. É igualmente importante  Estabelecer um plano de actuação, delegando tarefas por todos os elementos da família, sendo que todos devem ter conhecimento das medidas de autoprotecção a aplicar;  Praticar periodicamente o plano de actuação com o agregado familiar para que cada membro recorde exactamente como proceder. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1907/03/2015
  20. 20. PRÓXIMOS TEMAS A SEREM TRATADOS • Inundação e seca; • Ondas de calor e vagas de frio; • Acidentes com gás; • Acidentes domésticos mais frequentes; • Incêndio. 07/03/2015 Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 20
  21. 21. Obrigado Qualquer duvida escreva para Eduardojmoliveira@gmail.com

×