Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
1 - Léo Montenegro, autor do livro, disse que antes de tudo o livro é uma denuncia. Porque
você acha que no Brasil quase n...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Satanismo e Magia Negra - Entrevista com o Autor do Livro Crimes Satânicos

452 views

Published on

Satanismo e Magia Negra - Entrevista com Leo Montenegro - Autor do Livro Crimes Satânicos .

Published in: Education, Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Satanismo e Magia Negra - Entrevista com o Autor do Livro Crimes Satânicos

  1. 1. 1 - Léo Montenegro, autor do livro, disse que antes de tudo o livro é uma denuncia. Porque você acha que no Brasil quase não se fala nisso? 2 - Você acha que pessoas que são próximas das vítimas não denunciam esses crimes por medo de retaliação? 3 - O livro também fala do envolvimento de jovens cristãos, que estão se iniciando no movimento do satanismo. Em sua concepção, até que ponto a igreja (instituição e não o corpo de Cristo) tem responsabilidade nisso? 4 – Com a facilidade de interação que a internet trouxe, e com tanta informação correndo na rede, as pessoas estão mais sujeitas a se tornarem adeptas de tais praticas? 5 - É verdade que você sofreu ameaças de morte? Fale sobre isso para nós! 6 - Em algum momento você pensou em se calar, e deixar isso pra lá ou a ameaça teve efeito contrario pra você, o incentivando a divulgar mais ainda esse mundo de atrocidades? 7 - Como você irá lidar com futuras ameaças daqui pra frente? 8 – As investigações continuam , portanto o que podemos esperar do próximo livro ? 9 – No livro Crimes Satânicos , você fala sobre Vídeos Snuff e fala da existência de Vídeos Snuff reais . Como foi descobrir que pessoas estão sendo mortas e seus assassinatos filmados para em seguida terem esses vídeos sendo comercializados no mercado negro ? 10 - O que você tem a dizer para as pessoas que estão lendo essa entrevista, e se quiser, acrescente algo que não foi abordado nas perguntas mas que seria interessante relatar:

×