Conviver português

6,074 views

Published on

De olho na unidade 2 - Palestra com a autora da coleção Conviver profa. Elody Nunes

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
6,074
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
19
Actions
Shares
0
Downloads
45
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Conviver português

  1. 1. CONVIVER PORTUGUÊS NA SALA DE AULA De olho na unidade 2
  2. 2. No encontro anterior... O ensino de Língua Portuguesa deve ser pautado pelos usos da linguagem. Modalidades ORAL E ESCRITA PRÁTICAS DE e Práticas de LINGUAGEM ORAL FALAR, ESCUTAR; LER E Linguagem ESCREVER; REFLETIR NA EDUCAÇÃO SOBRE A LÍNGUA INFANTIL
  3. 3. Ainda no encontro anterior... Por serem tipos relativamente estáveis de enunciados, OS GÊNEROS favorecem a construção de expectativas de aprendizagem para cada evento discursivo, porque contemplam a variedade de textos que, de fato, marca a vida das pessoas inseridas em práticas sociais de oralidade e de escrita.
  4. 4. Para início de conversa... POR QUE ORGANIZAR O TRABALHO COM OS TEXTOS SELECIONADOS, CONSIDERANDO A COMPREENSÃO, A ORGANIZAÇÃO E O ESTILO?
  5. 5. Os gêneros textuais se caracterizam
  6. 6. Gênero – Fábula • A palavra fábula deriva do verbo fabulare, “conversar”. [É dessa mesma palavra latina que vêm, em português, o substantivo fala e o verbo falar.] • Na fábula, o narrador serve-se de uma narrativa com personagens típicos como instrumento para censurar, recomendar, aconselhar... • Assim, o conteúdo temático das fábulas envolve temas éticos, morais.
  7. 7. A tartaruga e a lebre Uma tartaruga e uma lebre discutiam sobre qual era a mais rápida. E, então, marcaram um dia e um lugar e se separaram. Ora, a lebre, confiando em sua rapidez natural, não se apressou em correr, deitou-se no caminho e dormiu. Mas a tartaruga, consciente de sua lentidão, não parou de correr e, assim, ultrapassou a lebre que dormia e chegou ao fim, obtendo a vitória. A fábula mostra que, muitas vezes, o trabalho vence os dons naturais, quando estes são negligenciados. Esopo: fábulas completas. Tradução de SMOLKA, Neide. São Paulo: Moderna, 2004.
  8. 8. Gênero – Fábula • Brevidade; • Título composto pela referência às personagens; • Desfecho (a moral da história) assumindo a forma de um aforismo ou provérbio.
  9. 9. A tartaruga e a lebre Uma tartaruga e uma lebre discutiam Situação inicial / sobre qual era a mais rápida. Conflito E, então, marcaram um dia e um lugar e se separaram. Ora, a lebre, confiando em sua rapidez natural, não se apressou em correr, Resolução deitou-se no caminho e dormiu. Mas a tartaruga, consciente de sua lentidão, não parou de correr e, assim, ultrapassou a lebre que dormia e chegou ao fim, obtendo a vitória. Moral A fábula mostra que, muitas vezes, o trabalho vence os dons naturais, quando estes são negligenciados. Esopo: fábulas completas. Tradução de SMOLKA, Neide. São Paulo: Moderna, 2004.
  10. 10. Gênero – Fábula • Narração em terceira pessoa; • Presença predominante de sequências narrativas e conversacionais; • Tempo e espaço imprecisos.
  11. 11. A tartaruga e a lebre Introdução das personagens Uma tartaruga e uma lebre discutiam sobre qual era a mais rápida. Retomada das personagens E, então, marcaram um dia e umelugar e se um dia um lugar (repetição e omissão) separaram. Ora, a lebre, confiando em sua rapidez natural, Caracterização breve das não se Ø apressou em correr, Ø deitou-se no caminho e Ø personagens dormiu. Marcador de oposição Mas a tartaruga, consciente de sua lentidão, Ø não parou Verbos que indicam o avanço de correr e, assim, Ø ultrapassou a lebre que dormia e Ø das ações chegou ao fim, obtendo a vitória. A fábula mostra que, muitas vezes, o trabalho vence os dons naturais, quando estes são negligenciados. Esopo: fábulas completas. Tradução de SMOLKA, Neide. São Paulo: Moderna, 2004.
  12. 12. Como os gêneros textuais se caracterizam pelo conteúdo temático, estrutura composicional e estilo, priorizamos a cada texto selecionado em desses aspectos:
  13. 13. QUAIS OS GÊNEROS SELECIONADOS NA UNIDADE 2?
  14. 14. Gêneros priorizados por ano do ciclo na “Unidade 2” Esferas de atividade Modalidade didática: Projetos ou Sequência de atividades humana 1º. ano 2º. ano 3º. ano 4º. ano 5º. ano Fábula Cantigas ou LITERÁRIA Contos Contos de encantamento Cordel Crônica (CD, livro) acumulativos Canção JORNALÍSTICA / Notícia / LITERÁRIA Crônica (jornal, revista, livro) ACADÊMICA / JORNALÍSTICA Biografia (jornal, revista, internet, enciclopédia)
  15. 15. http://www.youtube.com/watch?v=BMmcLgeOnxQ
  16. 16. 1º ano – Cantigas ou contos acumulativos • caracterizam-se pelo encadeamento sucessivo de uma mesma sequência de falas ou de ações. A cada repetição, agrega-se mais um elemento, resultando, ao final, uma longa enumeração. • A presença de estruturas que exploram a repetição de palavras, frases ou de rimas, por serem facilmente memorizadas, garantem o ajuste do falado ao escrito, e abrem novas possibilidades de acesso ao texto.
  17. 17. 1º ano – Cantigas ou contos acumulativos Leitura Modalidade escrita Produção escrita: reescrita Esfera literária: conto Análise e reflexão sobre a acumulativo (1º. ano). língua e a linguagem: repetição Modalidade de estruturas frasais (1º. ano) oral Escuta / Produção oral: contação de histórias Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: Sistema de escrita alfabética: • Sondagem para investigar quais são as hipóteses que as crianças têm a respeito do sistema de escrita; • Atividades permanentes de alfabetização.
  18. 18. 2º ano – Contos de encantamento Era uma vez uma estória... que nasceu não se sabe onde, nem quando; só se sabe que foi há muito tempo. 1. É transmitido, oralmente ou por escrito, através dos séculos; 2. Pode ser recontado com as próprias palavras do narrador; 3. É entendido por todos e mantém a sua essência. 1. Ampliar o repertório de contos das crianças; 2. Familiarizar as crianças com as características próprias da linguagem escrita.
  19. 19. 2º ano – Conto de encantamento Leitura Modalidade escrita Produção escrita: reescrita Esfera literária: conto de Análise e reflexão sobre a encantamento (2º. ano). língua e a linguagem: como Modalidade começam e terminam os contos de encantamento (2º. ano) oral Escuta / Produção oral: contação de histórias Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: Sistema de escrita alfabética: • Sondagem para investigar quais são as hipóteses que as crianças têm a respeito do sistema de escrita; • Atividades permanentes de alfabetização.
  20. 20. 3º ano – Fábulas Leitura Produção escrita: reescrita Modalidade Esfera literária: fábula escrita Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: comparação entre fábulas em prosa e em versos; verbos dicendi Modalidade Esfera literária: quadrinhas e piadas Escuta / Produção oral oral
  21. 21. 3º ano – Canção Leitura Modalidade Esfera literária: canção escrita Produção escrita: paródia Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: refrão, Modalidade tipos de rimas Esfera literária: canções oral Escuta / Produção oral: cantar Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: Padrões da escrita: letra maiúscula, pontuação de final de frase, regularidades contextuais (S / SS, R / RR, M / N).
  22. 22. 4º ano – Cordel e Biografia O CORDEL veio da Europa A BIOGRAFIA é a história no fim do século passado de uma vida. Nela são no Nordeste do Brasil relatados os ele foi bem implantado acontecimentos marcantes e os poetas conseguiram com ele bom resultado. na vida de uma pessoa que se notabilizou de alguma A sextilha, é a forma mais forma. consagrada pelos autores. O segundo, o quarto e o sexto versos rimando entre si, deixando órfãos o primeiro, terceiro e quinto versos. http://www.youtube.com/watch?v=YI6mpevVyFE
  23. 23. 4º ano – Cordel e Biografia Na cidade de Bagdá quando ela antigamente era a cidade mais rica das terras do oriente deu-se um caso fabuloso A vida de Patativa do Assaré que apavorou muita gente. não foi nada fácil. De família pobre, a situação ficou ainda pior quando seu pai morreu. Ele tinha, então, oito anos.
  24. 24. 4º ano – Cordel Leitura Modalidade Esfera literária: cordel escrita Produção escrita: paródia Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: tipos de estrofe, rimas, expressões que Modalidade indicam causalidade Esfera literária: cordel oral Escuta / Produção oral: recitar
  25. 25. 4º ano – Biografia Leitura Produção escrita: produção de Modalidade Esfera acadêmica / jornalística: biografia a partir de pesquisa de escrita biografia dados da vida do biografado Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: marcadores temporais e espaciais Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: Padrões da escrita: concordância, plural de palavras terminadas em -L ou -U, verbos terminados em -M ou –ÃO Primeiras aproximações à gramática: verbo
  26. 26. 5º ano - Notícia • Relato de fatos, de informações de interesse jornalístico. Fatores objetivos determinam a publicação de uma notícia: o caráter inédito; o impacto que exerce sobre a vida das pessoas; a curiosidade que desperta; o caráter inusitado do fato.
  27. 27. 5º ano - Notícia Leitura Produção escrita: notícia Modalidade Esfera JORNALÍSTICA: notícia escrita Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: estrutura da notícia e suíte; expressões que introduzem exemplos e outros esclarecimentos ao leitor Modalidade Escuta / Produção oral: debate oral
  28. 28. 5º ano - Crônica • A palavra “crônica” origina-se no termo Chronos, deus da mitologia grega, que representa o tempo. • Contemporaneamente, a crônica é um gênero que dá tratamento literário a temas jornalísticos. Do jornal, herdou a concisão e a urgência; da literatura, a magia e a poesia. Assim, apesar da transitoriedade de sua temática, algumas têm autonomia o permite sua seleção para publicação em livro.
  29. 29. 5º ano - Crônica Leitura Produção escrita: crônica Modalidade Esfera JORNALÍSTICA / escrita LITERÁRIA: crônica Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: discurso direto e indireto, linguagem coloquial e expressões com duplo sentido Análise e reflexão sobre a língua e a linguagem: Padrões de escrita: uso de S/SS; R/RR Gramática (conhecer as unidades da língua): substantivo, adjetivo, verbo [revisão do 4º. ano]; concordância verbal e substituição pronominal

×