PARAPSICOLOGIA BÍBLICA

4,723 views

Published on

Neste livro o leitor irá compreender os fenômenos paranormais e suas nomenclaturas, bem como o seu paralelo com as histórias bíblicas; os fenômenos aqui abordados são: Aparição, aportes, autoscopia, bilocação, catalepsia, clarividência, comunicação com os mortos, cumberlandismo, déjà vu, dermografia, desdobramento de personalidade, drogas, ectoplasma, figura espiritual, fotogênese, glossolalia, heteroscopia, hiperestesia direta, hiperestesia, indireta do pensamento, hipnose, inédia, inspiração, intuição, levitação, materialização, meditação, mediunidade, morte, pantomnésia, precognição, premonição prosopopese, psicofonia, psicografia, quarta dimensão, sonambulismo, sonho, subjugação telepsíquica, talento do inconsciente, telecinésia, telemetria, telepatia, teleportação, telergia, teorias parapsicológicas, tiptologia, e transe.

Published in: Spiritual
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,723
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,940
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PARAPSICOLOGIA BÍBLICA

  1. 1. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes FINALIDADE DESTA OBRA Os materiais literários do autor não têm fins lucrativos, nem lhe gera quaisquer tipo de receita. Os custos do livro são unicamente para cobrir despesas com produção, transporte, impostos e revendedores. Sua satisfação consiste em contribuir para o bem da educação uma melhor qualidade de vida para todos os homens e seres vivos, e para glorificar o único Deus Todo-Poderoso. CONTATOS: www.youtube.com/user/storytellervaldemir www.facebook.com/menezes.scribe.3 Blog: http://parapsicologiabiblica.blogspot.com.br/ E-mail: teologovaldemir@hotmail.com www.dailymotion.com/scribevaldemir AUTOR: Valdemir Mota de Menezes é licenciado em Ciências Biológicas e História pela Universidade Metropolitana de Santos, possui curso superior em Gestão de Empresas pela UNIMONTE de Santos, e é Bacharel em Teologia pela Faculdade das Assembleias de Deus de Santos, nasceu em Itabaiana/SE, em 1969. Na década de 1990 fundou o Centro de Evangelismo Universal, foi radialista alguns anos em [ 2 ]
  2. 2. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Santos na Radio Universal de Santos, uma das primeiras emissoras do Brasil com o programa “Esperança aos povos”. Dados Internacionais da Catalogação na Publicação (CIP) AUTORIZAÇÃO O livro pode ser reproduzido e distribuído por quaisquer meios, usado por qualquer entidade religiosa, educacional ou cultural sem prévia autorização do autor. [ 3 ] M543 Menezes, Valdemir, 1969 Parapsicologia Bíblica / Valdemir Mota de Menezes, Cubatão/SP, Amazon.com Clubedesautores.com.br, 2015 150 p. ; 21 cm ISBN-13: 978-1512138085 ISBN-10: 1512138088 1. Parapsicologia 2. Bíblia 3.Sobrenatural 4. Paranormal 5. Ocultismo I - Titulo CDD 130 CDU 113/119
  3. 3. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes SUMÁRIO APARIÇÃO APORTES AUTOSCOPIA BILOCAÇÃO CATALEPSIA CLARIVIDÊNCIA COMUNICAÇÃO COM OS MORTOS CUMBERLANDISMO DÉJÀ VU DERMOGRAFIA DESDOBRAMENTO DE PERSONALIDADE DROGAS ECTOPLASMA FIGURA ESPIRITUAL [ 4 ]
  4. 4. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes FOTOGÊNESE GLOSSOLALIA HETEROSCOPIA HIPERESTESIA DIRETA HIPERESTESIA INDIRETA DO PENSAMENTO HIPNOSE INÉDIA INSPIRAÇÃO INTUIÇÃO LEVITAÇÃO MATERIALIZAÇÃO MEDITAÇÃO MEDIUNIDADE MORTE PANTOMNÉSIA PRECOGNIÇÃO PREMONIÇÃO [ 5 ]
  5. 5. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes PROSOPOPESE PSICOFONIA PSICOGRAFIA QUARTA DIMENSÃO SONAMBULISMO SONHO SUBJUGAÇÃO TELEPSÍQUICA TALENTO DO INCONSCIENTE TELECINÉSIA TELEMETRIA TELEPATIA TELEPORTAÇÃO TELERGIA TEORIAS PARAPSICOLÓGICAS TIPTOLOGIA TRANSE CONCLUSÃO [ 6 ]
  6. 6. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes INTRODUÇÃO Pesquisadores modernos após várias consultas a história das civilizações concluíram que os fenômenos paranormais sempre acompanharam a humanidade, a estes fenômenos os homens atribuíram a responsabilidade a diversos seres tais como fadas, pitões, duendes, ondinas, deuses, extraterrestres, gnomos, larvas astrais, espíritos desencarnados, demônios, poltergeists, gênios etc. O que há de verdade em tudo isso? A Parapsicologia foi criada como uma ciência complementar da psicologia, a fim de investigar possíveis poderes mentais que vão além da mente como é conhecida. O próprio termo parapsicologia significa: "a margem da mente". De uma coisa os investigadores estão convictos: existem forças operando neste mundo além daquela que é explicada. Há mais mistérios entre os céus e a terra do que imagina a nossa vã filosofia. Exemplos destes mistérios são os fenômenos de: hipnotismo, sonhos, milagres, adivinhações, vultos, vozes, materializações de objetos, glossolalia, intuições, curas etc... São manifestações desconhecidas pela ciência ortodoxa, mas que desde o século XX passou a ser estudada. Em toda a história da humanidade estes poderes estavam quase sempre associados com determinadas classes [ 7 ]
  7. 7. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes religiosas que dominavam ou aparentemente controlavam, estes fenômenos. Estes homens chamavam-se médiuns, espíritas, faquires, iogas da Índia, askavas da África, clérigos da igreja e lamas do Tibete entre outros. Para melhor compreensão, resolvemos catalogar cerca de 40 fenômenos paranormais ou sobrenaturais. Usaremos os nomes técnicos que são mais conhecidos nos círculos dos estudiosos sobre o assunto. APARIÇÃO Termo genérico usado para descrever uma visão de um espírito. a palavra fantasma é praticamente sinônimo de aparição e não há um sentido preciso para estas palavras. Alguns parapsicólogos definem como sendo "um fantasma imaterial". Três crianças: Lúcia de Jesus dos Santos (de 10 anos), Francisco Marto (de 9 anos) e Jacinta Marto (de 7 anos), afirmaram ter visto a virgem Maria em 13 de maio de 1917 quando apascentavam um pequeno rebanho em Portugal. Este é um famoso e controvertido caso de aparição no meio católico. Em Mateus 14.26 relata-se o seguinte: "e os discípulos vendo-o caminhar sobre o mar, assustaram-se dizendo: é um fantasma. e gritaram com medo." Cronologicamente este é o 25º milagre de Jesus (caminhar sobre o mar). Apesar dos discípulos já terem visto [ 8 ]
  8. 8. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes tantos milagres, ainda muitas coisas teriam que apreender do mudo sobrenatural. Alguns acham que os discípulos tinham alguma ideia da mitologia greco-romana na cabeça, entretanto, ao que nos parece Jesus não deixaria de ensinar coisas fundamentais como esta, após tanto tempo de convivência. Portanto, é mais lógico e harmonioso com as Escrituras que os discípulos cressem que se tratava de um fenômeno paranormal ou mesmo de demônios e não há nada do que estranhar pelo fato dos discípulos terem medo, afinal até hoje grandes homens de Deus sentem calafrios diante de certas aparições. A ideia espírita de que se tratava de um espírito desencarnado é totalmente descartada, pois as Escrituras anula esta possibilidade tendo em vista que aqueles que morrem vão ao paraíso ou ao inferno. Os casos registrados e publicados pelos veículos informativos do espiritismo, ocultismo e parapsicologia que referem-se a aparição de pessoas já falecidas não passam de truques dos demônios que tem por objetivo enganar. Para ilustrar citaremos o caso de uma senhora do estado de Sergipe, no Brasil, ela em 1985 estava desenganada pela medicina, mesmo sendo tratada no Hospital das Clínicas de São Paulo, um dos mais sofisticados da América Latina. No leito de dor ela constantemente via sua mãe, já falecida, que gemia ao pé da cama semelhante aos últimos dias de sua vida, entre uma internação e outra ela recebia orações de crentes de muitas igrejas, foi quando certa vez ela recebeu oração do presbítero Valdemir (autor desta obra) que ao notar que ela estava possuída, interrogou o espírito que a possuía, perguntado o que [ 9 ]
  9. 9. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes ele queria fazer com ela. E o espírito respondeu: "eu quero matá-la, eu sou o demônio de Satanás que matei a mãe dela com câncer e agora vou matá-la da mesma foram." Valdemir retrucando, indagou: "Esta mulher, Maria Pureza, ela esta vendo a mãe dela?” O demônio respondeu: -“você sabe que não é a mãe dela, ah ! ah! ah! eu apareço na forma da mãe dela, só para ela ver como vai morrer.” Este espirito imundo foi expulso e Maria Pureza vive até hoje (2015). A doutrina espírita esta caindo em descredito, o próprio dicionário do Inexplicado publicado pelo grupo de comunicação Três diz: "Hoje em dia, a interpretação das aparições como simples manifestações de pessoas mortas encontra-se enfraquecida." Os demônios muitas vezes aparecem como anjos de luz para enganar os desavisados. Acreditamos que há três tipos de aparições de ordem paranormal ou sobrenatural: 1 – OS AGENTES DEMONÍACOS Como já citamos o caso da Pureza, assim é explicada a maioria dos casos. [ 10 ]
  10. 10. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes 2 – OS AGENTES MORIBUNDOS Em uma pesquisa cujo relatório constava 825 casos de aparição (ou fantasma), 297 dos agentes cuja imagem correspondia à da aparição, estavam moribundos. Desta forma, o que os receptores viram não foram pessoas já falecidas, mas pessoas próximas da morte. Este tipo de aparição é possível e comum, pois as pessoas próximas da morte possuem mais facilidade de saírem do corpo, transmitir mensagem telepática, ou terem visões do além (Atos 7.55-56). Um exemplo disto ocorreu no Canadá, quando uma senhora certo dia viu uma velhinha, quando ela foi tocá-la, a figura desapareceu, ela imediatamente escreveu para a sua terra natal e a resposta que chegou em seguida anunciava que sua avó estava para morrer e que ela não cessava de falar em sua neta. 3 – OS AGENTES VIVOS [ 11 ]
  11. 11. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O fato de espíritos saírem do corpo é questão encerrada, portanto, é logico que se alguém pode ver um demônio (que é um espírito) também, da mesma forma, possa ver o espírito de um homem. Um caso interessante ocorreu com uma senhora chamada Vânia que por aqueles tempos morava em Aracaju, capital de Sergipe, Estado da nação brasileira, ela vinha sendo por muito tempo atormentada por espíritos demoníacos que queriam usá-la, mas ela vinha negando terminantemente trabalhar para as forças do mal, então os demônios, provocaram uma falsa morte (espécie de catalepsia). Vânia foi dada como morta até que na hora de sepultá-la, um pai-de-santo viu a sua aparição e por ordem dos demônios fez um trabalho de macumba e Vânia voltou ao seu estado normal. Este caso mostra duas verdades: uma que a aparição era de alguém vivo e segundo, a astúcia de Satanás que é capaz de realizar sinais de prodígios de mentira (II Tessalonicenses 2.9). Outro caso amplamente divulgado foi o de um marinheiro que chegando a uma ilha dormiu e sonhou que atravessava o campo de trigo da propriedade onde sua mãe morava. Naquele exato momento sua mãe da janela via o filho andando no campo de trigo e ela certa que ele estava vindo, colocou mais um prato na mesa, só um longo tempo depois ela percebeu que era uma visagem. Alguns dias depois ela pode confirmar com o filho que de fato ele esteve ali, mas em espírito. Paulo ao escrever aos Coríntios disse: “Eu na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito...” (I Coríntios 5.3) [ 12 ]
  12. 12. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Com tais palavras Paulo fala da possibilidade do espirito sair do corpo e em Colossenses 2.5 ele diz: "Porque ainda que esteja ausente quanto ao corpo, contudo em espírito estou convosco, regozijando- me, e vendo a vossa ordem e a firmeza da vossa fé em Cristo." Com esta afirmativa, Paulo declara que as imagens podem ser emitidas como também podem ser recebidas. Concluímos este assunto afirmando que é possível os casos de aparição. APORTES O fenômeno de aporte é hoje, fácil de entender, inclusive as novas teorias da física abriram o entendimento humano nas questões espirituais como esta. Define-se aportes os casos de uma matéria desaparecer e reaparecer em outro lugar, inclusive tendo que atravessar até paredes. [ 13 ]
  13. 13. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Máquina de Teleportação, objetivo de cientistas. O brilhante físico alemão Albert Einstein falou a cerca da matéria tornar-se energia e a energia tornar-se em matéria, pois bem, é isto mesmo que acontece com os fenômenos de aportes. Um demônio que identificava-se como Falcão Branco descreveu em uma sessão espírita como ele aportava pedras: “Não posso explicar de outra forma que pelo fato de eu ativar as vibrações atômicas até que as pedras sejam desintegradas. em seguida, as transporto até [ 14 ]
  14. 14. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes aqui, e diminuo as vibrações até que elas se solidifiquem novamente." Gases e odores são comumente aportados, certos demônios aos se manifestarem, seja em um lar, em um terreiro de macumba ou quando está sendo expulso em uma igreja, eles aportam ondas de odores de sua preferencia, assim é frequente nestes casos o cheiro de enxofre, rosas, fumo, cachaça etc... Um possível caso de aporte esta exemplificado nas Escrituras Sagradas em Mateus 17.27: “Mas, para que os não escandalizemos vai ao mar lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e, abrindo-lhe a boca, encontrarás um estater; toma-o, e dá-o por mim e por ti.” Uma moeda na boca de um peixe só é explicado se alguém a colocou ali. O peixe não iria ficar passeando por ai com uma moeda na boca, Jesus aportou esta moeda e a materializou naquele momento na boca do peixe. AUTOSCOPIA Palavra de origem grega "autos" próprio e "skopia" exame. Significa a faculdade de ver dentro de si. Este fenômeno manifesta-se com bastante frequência com as pessoas quando estão próximas da morte, em geral as pessoas pressentem quando o seu espírito vai abandonar o corpo. [ 15 ]
  15. 15. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Airton Senna pressentiu sua morte O pai do presbítero Valdemir antes de morrer ficou deprimido e disse para sua mulher: "É melhor morrer do que matar." Quando algumas horas depois retornava para casa, e o seu carro capotou e ele faleceu. Em janeiro de 1994, dois rapazes que circulavam em bicicletas pela rodovia Pedro Taxi (agora chamada Padre Manoel da Nóbrega), nas proximidades do bairro do Humaitá em São Vicente (SP) pressentindo a morte, um deles perguntava as horas em 1e 1 minuto; quando se passou 10 minutos, um carro em alta velocidade atropelou-o quase o partindo ao meio. [ 16 ]
  16. 16. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O apóstolo Paulo pressentiu que sua morte estava aproximando-se e escreveu a Timóteo: “Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício e o tempo da minha partida está próximo." (II Timóteo 4.6) Os casos de autoscopia de prever doenças em si mesmo e de como obter a cura já é mais propenso de ser originado nas forças sobrenaturais de Deus e do Diabo que pode ativar mil vezes mais a capacidade do espírito do homem. Ao que nos parece, o paranormal Edgar Cayce, norte americano que viveu na metade do século XX, é um exemplo de alguém que desobstruiu os canais da faculdade de autoscopia e heteroscopia mas com procedência demoníaca. EDGAR CAYCE [ 17 ]
  17. 17. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Noticia de autoscopia: Madri: mulher de brasileiro teve pressentimento, diz noticiário da TV: 25/08/2008 - 12:11:18 - Terra Uma amiga da espanhola Yanina Dibowsky, vítima do acidente aéreo que deixou 154 mortos em Madri na última quarta-feira, afirmou que ela teve um pressentimento ruim sobre a viagem. Ela e o marido, o brasileiro Ronaldo Gomes Silva, que casaram no Brasil, fariam uma visita aos pais dela nas ilhas canárias e ficariam alguns dias na localidade em lua-de- mel. As informações são do Fantástico. Segundo a amiga do casal de recém-casados, Renata Marisol, Yanina chegou a procurar um psicólogo um dia antes do acidente porque estaria muito nervosa com a viagem. A espanhola temeria viajar de avião. "ela falou que ia tomar remédio para dormir, porque não queria ver o vôo," disse Renata. BILOCAÇÃO Bilocação tem vários sinônimos tais como: duplo, experiência fora do corpo, viagem astral, corpo etérico, corpo astral etc. A bilocação ou a experiência do espírito sair do corpo é comum tanto no Antigo como no Novo Testamento, tanto na [ 18 ]
  18. 18. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Idade Antiga, como na Moderna, tanto nos meios cristãos como nos meios pagãos. Na história do cristianismo estão registrados alguns casos como de Clemente, bispo da igreja em Roma e que possivelmente conheceu o apóstolo Paulo, também foi autor de vários hinos. Ambrósio viveu experiências deste tipo. Outros foram Severo de Ravena, Antonio de Pádua em 1226, e mais recentemente Afonso de Liguori que se encontrava prisioneiro na cidade de Arezzo. No dia 17 de setembro de 1774, ele permaneceu quieto em sua cela, recusando alimento. Cinco dias mais tarde ele despertou pela manhã e declarou ter estado no funeral do papa Clemente XIV. Muitos confirmaram suas palavras, pois ele foi visto em Roma, por muitas horas, ao lado do corpo do papa. [ 19 ]
  19. 19. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Eu mesmo, o autor desta obra, tive três experiências que muito me impressionaram. A primeira foi em 1985 após orar intensamente sai corpo e fiquei cerca de uma hora e quinze minutos no céu diante de Deus. Outra vez enquanto expulsava os demônios que oprimiam uma jovem, vi-me sair do corpo e ir até a sua casa em outra cidade onde expulsei três espíritos demoníacos, depois retornei ao meu corpo. No terceiro caso, certa madrugada, quando fui me recolher para dormir senti um demônio atrás de mim e antes que pudesse fazer qualquer coisa fui paralisado. Fiz tanta força para mover-me que meu espírito foi precipitado para fora do corpo e neste estado vi o demônio que pertubou-me, expulsei-o e involuntariamente meu corpo sugou-me para dentro. A ciência admite sem constrangimento a realidade da "vida fora do corpo". Michel Sabom entrevistou 116 pessoas [ 20 ]
  20. 20. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes reanimadas após a morte clínica em um dos mais sofisticados hospitais do mundo o "Atlanta Medical Center". O médico Sabom chegou à conclusão que essas experiências próximas da morte não podem ser rotuladas como sonhos e alucinações. Dos casos anotados em seus relatórios há 32 casos de pacientes mortos clinicamente e que viram seus corpos deitados enquanto flutuavam no ar. O Dr. Sabom em seu livro: "Recordações da Morte" concluiu dizendo: "Para mim, o ato de morrer não é mais nem menos que a separação entre o cérebro e o espírito." [ 21 ]
  21. 21. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Na Bíblia temos o caso do profeta Ezequiel cujo espírito saiu do corpo na Babilônia e foi até Jerusalém (Ezequiel 8.1-18). Temos o caso do apóstolo João cujo corpo foi deixado na ilha de Patmos por tempo suficiente para o seu espírito receber toda a revelação do Apocalipse (Apocalipse 4.2) Ainda temos dois casos de experiências fora do corpo: em II Coríntios 12.2-4 Paulo não lembra se foi arrebatado com o corpo ou fora do corpo (é comum as pessoas neste estado perderem o senso de realidade. As pessoas em geral sentem-se estranhas em todo o tempo que esta fora do corpo, como também depois que volta ao corpo). Paulo também conta que após sua conversão ele saiu seu corpo e teve um encontro com Jesus (Atos 22.16-21). CATALEPSIA A catalepsia é até mesmo um fenômeno de conhecimento médico, pois uma pessoa que entra neste estado geralmente tem suspensão súbita das sensações e dos ativos volitivos, e paralização parcial das atividades vitais. Muitas pessoas quando estão neste estado são dadas como mortas, pois há casos em que a pessoa fica dias desacordada, e em outros casos são poucos minutos de paralização. [ 22 ]
  22. 22. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Podemos comparar a catalepsia a um estado de choque, inclusive, muitas vezes são originadas por causas patológicas do sistema nervoso onde a pessoa passou por uma situação de prolongada excitação emocional e mental. A catalepsia é levada tão a sério pela medicina que geralmente enterra-se defuntos após 24 horas após a parada cardíaca. Na década de 80 ocorreu uma catalepsia com uma pregadora nos Estados Unidos. Ela estava pregando em uma igreja quando repentinamente ficou paralisada. Os jornais da região não somente comentaram com também fotografaram a irmã que ficou um dia inteiro dura, como uma estátua. Quando voltou a si, ela continuou pregando no mesmo ponto do sermão em que havia parado. O espírito pode por si mesmo, dependendo do estado emocional da pessoa provocar a catalepsia e ele mesmo despertar-se deste estado. Além, é obvio, Deus e o diabo também podem fazer, se assim houver um propósito para tal. É [ 23 ]
  23. 23. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes comum, crentes aos serem arrebatados, e só voltarem a si quando o espírito retorna ao corpo, ficando neste ínterim o corpo em estado cataléptico. Há casos em que pessoas caem em águas geladas e afundam, porém, quando a retiram até com uma ou duas horas depois elas ainda estão vivas. Portanto na maioria dos casos quando o espírito da pessoa provoca a catalepsia, ele na verdade esta defendendo o corpo. 17 E eu, quando vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o último; (Apocalipse 1.7) [ 24 ]
  24. 24. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes 4 Sabendo, pois, Jesus todas as coisas que sobre ele haviam de vir, adiantou-se, e disse-lhes: A quem buscais? 5 Responderam-lhe: A Jesus Nazareno. Disse-lhes Jesus: Sou eu. E Judas, que o traía, estava com eles.6 Quando, pois, lhes disse: Sou eu, recuaram, e caíram por terra. (João 18.4-6) CLARIVIDÊNCIA Este é um dos fenômenos de percepções extra- sensoriais dos mais comuns. Inumeráveis vezes os homens de Deus na Bíblia tiveram visões de procedência divina. Incontáveis vezes Satanás e os seus demônios criam imagens de "santas" e "defuntos" trazendo recados para pessoas que não estão na verdade. A visão não está relacionada nos dons do Espírito Santo em I Coríntios 12.4-10 porque visão não é uma manifestação singularmente de Deus, mas do espírito do homem. Tanto os que cultuam a Deus, como os que cultuam os demônios podem ter visões. Entretanto, o crente deve preparar- se para ter visões celestiais mediante oração, jejum e meditação [ 25 ]
  25. 25. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes na Bíblia. Quando o crente recebe os dons tais como o de discernimento de espírito, palavra de ciência (revelação) e profecias, é comum tais poderes do Espírito Santo manifestar-se por visões. Concordamos com a definição do dicionário do Inexplicado quando ele descreve a respeito da clarividência com as seguintes palavras: "Faculdade que possibilita ver ou sentir aquilo que não se oferece a vista ordinária." Esta definição é verdadeira, pois raríssimas são as vezes que a visão é captada pelos olhos físicos. A pessoa que tem uma boa percepção sabe distinguir visão do mundo físico, visão de imagens criada pela própria mente e visão que chegam ao nosso espírito. Charlatão é aquele que tem visões da sua própria mente e diz que é do espírito. Em Jeremias 14.13 diz: "e disse-me Javé, os profetas profetizam falsamente em meu nome, nunca os enviei, nem lhe dei ordem, nem lhes falei; visão falsa, e adivinhação e vaidade e o engano do seu coração é o que ele vos profetizam." Existem muitos charlatões, mas a maioria dos que afirmam ter visões de fato são honestos. Entretanto, mesmo os honestos, e de boa reputação são falíveis, e algumas vezes cometem deslize. Por isso as Escrituras Sagradas recomendam: "e falem dois ou três profetas e os outros julguem" ( I Coríntios 14.29) [ 26 ]
  26. 26. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes A clarividência, ou visão é uma faculdade do espírito do homem que em contato com as forças de Deus ou do Diabo podem ser ativado. Relacionamos abaixo uma lista de algumas visões citadas na bíblia: Estevão E disse: eis que vejo os céus abertos, e o filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus. (Atos 7.56) O apóstolo Pedro E no dia seguinte, indo eles seu caminho, e estando já perto da cidade, subiu Pedro ao terraço para orar, quase à hora sexta. E tendo fome, quis comer; e, enquanto lho preparavam, sobreveio-lhe um arrebatamento de sentidos, e viu o céu aberto, e que descia um vaso, como se fosse um grande lençol atado pelas quatro pontas, e vindo para a terra. No qual havia de todos os animais quadrúpedes e répteis da terra, e aves do céu. E foi-lhe dirigida uma voz: levanta-te, Pedro, mata e come. Mas Pedro disse: de modo nenhum, senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda. E segunda vez lhe disse a voz: não faças tu comum ao que Deus purificou. E aconteceu isto por três vezes; e o vaso tornou a recolher-se ao céu. E estando Pedro duvidando entre si acerca do que seria aquela visão que tinha visto, eis que os homens que foram enviados por Cornélio pararam à porta, perguntando pela casa de Simão. (Atos 10.9-17) [ 27 ]
  27. 27. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O apóstolo João E eu, quando vi, caí aos seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: não temas; eu sou o primeiro e o último; (Apocalipse 1.17) O profeta Zacarias E ele mostrou-me o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do anjo de Javé, e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor. Mas Javé disse a Satanás: Javé te repreenda, ó Satanás, sim, Javé, que escolheu Jerusalém, te repreenda; não é este um tição tirado do fogo? (Zacarias 3.1-2) O profeta Amós 1 O Senhor Javé assim me fez ver: E eis aqui um cesto de frutos do verão. 2 E disse: Que vês, Amós? E eu disse: Um cesto de frutos do verão. Então Javé me disse: Chegou o fim sobre o meu povo Israel; nunca mais passarei por ele. 3 Mas os cânticos do templo naquele dia serão gemidos, diz o Senhor Javé; multiplicar-se-ão os cadáveres; em todos os lugares serão lançados fora em silêncio. (Amós 8.1-3) O profeta Daniel 1 NO ano terceiro do reinado do rei Belsazar apareceu-me uma visão, a mim, Daniel, depois daquela que me apareceu no princípio. 2 E vi na visão; e sucedeu que, quando vi, eu estava na cidadela de Susã, na província de Elão; vi, pois, na [ 28 ]
  28. 28. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes visão, que eu estava junto ao rio Ulai. 3 E levantei os meus olhos, e vi, e eis que um carneiro estava diante do rio, o qual tinha dois chifres; e os dois chifres eram altos, mas um era mais alto do que o outro; e o mais alto subiu por último. 4 Vi que o carneiro dava marradas para o ocidente, e para o norte e para o sul; e nenhum dos animais lhe podia resistir; nem havia quem pudesse livrar-se da sua mão; e ele fazia conforme a sua vontade, e se engrandecia. 5 E, estando eu considerando, eis que um bode vinha do ocidente sobre toda a terra, mas sem tocar no chão; e aquele bode tinha um chifre insigne entre os olhos. (Daniel 8.1-5) O profeta Ezequiel 1 E ACONTECEU no trigésimo ano, no quarto mês, no quinto dia do mês, que estando eu no meio dos cativos, junto ao rio Quebar, se abriram os céus, e eu tive visões de Deus. 2 No quinto dia do mês, no quinto ano do cativeiro do rei Jeoiaquim, 3 Veio expressamente a palavra de Javé a Ezequiel, filho de Buzi, o sacerdote, na terra dos caldeus, junto ao rio Quebar, e ali esteve sobre ele a mão de Javé. 4 Olhei, e eis que um vento tempestuoso vinha do norte, uma grande nuvem, com um fogo revolvendo-se nela, e um resplendor ao redor, e no meio dela havia uma coisa, como de cor de âmbar, que saía do meio do fogo. 5 E do meio dela saía a semelhança de quatro seres viventes. E esta era a sua aparência: tinham a semelhança de homem. 6 E cada um tinha quatro rostos, como também cada um deles quatro asas. (Ezequiel 1.1-6) [ 29 ]
  29. 29. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O profeta Jeremias 1 FEZ-ME Javé ver, e eis dois cestos de figos, postos diante do templo de Javé, depois que Nabucodonosor, rei de Babilônia, levou em cativeiro a Jeconias, filho de Jeoiaquim, rei de Judá, e os príncipes de Judá, e os carpinteiros, e os ferreiros de Jerusalém, e os trouxe a Babilônia. (Jeremias 24.1) O profeta Isaías Palavra que viu Isaías, filho de Amós, a respeito de Judá e de Jerusalém (Isaías 2.1) Manoá, mãe de Sansão 2 E havia um homem de Zorá, da tribo de Dã, cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinha filhos. 3 E o anjo de Javé apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que [ 30 ]
  30. 30. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho. (Juízes 13.2-3) A visão ou clarividência pode ocorrer em múltiplas formas: sonhando, no estado intermediário do sonho e da vigília, no corpo estando com os olhos abertos ou fechados e nas experiências extra-corporais. 23/07/2007 - 18h39 Pastor morto em acidente falou sobre visão de "dezenas de mortos" Da Folha Online O pastor da Assembléia de Deus, Luiz Antônio Rodrigues da Luz, uma das vítimas do voo 3054 da Tam, disse durante uma pregação em abril que teve uma revelação de Deus sobre "dezenas e centenas de pessoas mortas". o vídeo de dez minutos com a pregação do pastor está na internet, no site youtube, e desde sexta-feira já teve mais de 74 mil visitas. A visão teria ocorrido em fevereiro, logo depois que ele voltou de uma viagem ao Japão. Durante a pregação, realizada em um congresso de evangélicos em Camboriú (SC), o pastor contou que estava em casa e, após orar, foi deitar, mas não conseguiu dormir, pois teve um arrebatamento espiritual. "o Senhor me arrebatou em espírito. vi coisas que julguei que nunca poderia ter visto", contou. O pastor Rodrigues da Luz, vítima da acidente da Companhia Tam, diz em pregação que teve [ 31 ]
  31. 31. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes uma revelação. Na visão, o pastor relatou que viu coisas "lindas" celestiais. Depois contou à plateia o que somente havia dito à mulher: "Eu vi dezenas e centenas de pessoas mortas enroladas em alguma coisa que eu não consegui discernir e que eram levadas para um lugar estranho e escuro", afirmou o pastor na pregação. "Mas chegou um momento que eu cheguei ao lugar alto e quem estava comigo disse: volta. (...) porque tem muita coisa para fazer lá em baixo", completou o pastor que, na ocasião, admitiu que não queria voltar. Luz disse ainda na pregação que acordou em prantos, "não pela tristeza da experiência (...), mas porque onde estive estava tão bom e me deu um desespero quando voltei". "Não queria voltar de lá", completou na pregação. Rodrigues da Luz tinha 43 anos e era pastor da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Ivoti, no Rio Grande do Sul. Ele deixou três filhos, de 16, 19 e 22 anos. [ 32 ]
  32. 32. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Pastor Rodrigues da Luz COMUNICAÇÃO COM OS MORTOS A Bíblia expressamente proíbe a prática espírita de consultar os mortos (Deuteronômio 18.11-12) e a dois motivos para isto: primeiro os mortos não tem possibilidade de se comunicar com os vivos (Eclesiastes 9.5-6) e segundo, Satanás e os seus demônios frequentemente se utilizam desta prática espírita para poder enganar as pessoas, aparecendo na forma dos falecidos (II Coríntios 11.14) [ 33 ]
  33. 33. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Contudo a teoria de Podmore chamada "teoria de impressões latentes" parece ser uma explicação quando não se trata de demônios. Segundo a teoria de Podmore: "Estas impressões chegam ao espírito do receptor quando o agente ainda estava vivo, e que permaneceram adormecidas até que por algum mecanismo mental ou emocional aflora na forma de uma aparição." Esta teoria explicaria certos sonhos com os mortos dando recados que na verdade foram emitidos quando ele estava vivo, porém, só veio ao conhecimento do receptor depois que aquela pessoa morreu. Abordamos mais profundamente este assunto de comunicação com os mortos no livro sobre o espiritismo. [ 34 ]
  34. 34. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes As irmãs Fox estabeleceram na sua casa de Hydesville; o primeiro contato codificado com um espirito que respondia as perguntas por meio de uma série de golpes. Esta casa foi transformada em museu do espiritualismo. Na noite de 31 de março de 1848, desencadeou-se uma serie de sons muito fortes e continuados. Ai, então, deu-se o primeiro lance do fantástico episódio, que ficou como um marco irremovível na historia da fenomenologia paranormal. A garota de sete anos de idade - a Kate Fox - em sua espontaneidade de criança teve a audácia de desafiar a "força invisível" a repetir, com os golpes, as palmas que ela batia com as mãos! A resposta foi imediata, a cada estalo um golpe era ouvido logo a seguir! Ali estava a prova de que a causa dos sons seria uma inteligência incorpórea. [ 35 ]
  35. 35. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes CUMBERLANDISMO Cumberlandismo é o termo empregado para designar a faculdade de conhecer pelo contato físico. Assim temos milhares de casos em que pessoas sensitivas tocando na mão, ou em qualquer outra parte do corpo de alguém, ela adivinha os pensamentos, aspirações futuras e fatos ocorridos no passado. O Dr. Murray então diretor da Sociedade de Investigações Psíquicas de Londres era capaz de adivinhar com todos os detalhes qualquer coisa que alguém pensasse, se tão somente ele tomasse a mão da pessoa. Compete-nos advertir que não devemos tentar desenvolver por meio da concentração, a arte de adivinhar, pois é um jogo perigosíssimo, com grande probabilidade os demônios virão tentar intermediar esta força paranormal. [ 36 ]
  36. 36. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Temos na Bíblia a ordem expressa de não praticar nem consultar adivinhos: "não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações.... nem adivinhador... nem quem consulte um espírito adivinhante.” (Deuteronômio 18.9-11) Na cidade de Filipos o apóstolo Paulo encontrou-se com uma pitonisa praticante da arte de adivinhar (nada fala que ela usava o contato físico). Esta jovem seguia Paulo e adivinhava seus propósitos e dizia: "estes homens, que nos anuncia o caminho da salvação, são servos do Deus altíssimo". (Atos 16.17) Paulo sabendo que a fonte de poder que nela manifestava era de procedência maligna: "Disse ao espírito: em nome de Jesus Cristo, te mando que saias dela. e na mesma hora saiu." (Atos 16.18) Portanto, por mais que o espiritismo kardecista dê mensagens bonitas e usem frequentemente textos bíblicos, a procedência é demoníaca e não podemos partilhar a mesma fé. O crente em Jesus Cristo, o verdadeiro evangélico, deve buscar somente o Espírito Santo e nada de tentar desenvolver por si mesmo poderes paranormais, pois sem a guarda do Espírito Santo, facilmente seriamos seduzidos por espíritos imundos. Quando vivemos em comunhão com Deus e nos enchermos do [ 37 ]
  37. 37. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Espírito Santo, ai sim, o poder dele pode fluir em nós e por meio do contato físico poderemos receber revelações do Senhor que sonda os espíritos das pessoas na qual estamos impondo as mãos e assim não somente descreveremos em revelação e profecia o estado da pessoa como também comunicaremos recado de Deus para tal pessoa. Concluímos que o cumberlandismo é um método usado tanto por Deus como pelos demônios. Como o guia dos crentes é Jesus, então Jesus nos guiará, mas quem tem qualquer outro guia, tem na verdade um demônio o enganando e o fim dos servos dos demônios é o inferno. [ 38 ]
  38. 38. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes As Escrituras Sagradas tem toda uma doutrina particular para tratar sobre o assunto da imposição das mãos para transmitir benção ou maldição. E Simão, vendo que pela imposição das mãos dos apóstolos era dado o Espírito Santo, lhes ofereceu dinheiro. (Atos, 8.18) Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério. (I Timóteo 4.14) Por cujo motivo te lembro que despertes o dom de Deus que existe em ti pela imposição das minhas mãos. (II Timóteo 1.6) [ 39 ]
  39. 39. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes E da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno. (Hebreus 6.2) A imposição das mãos foi usada por Jesus quando curou um cego em Jericó, quando curou a filha de Jairo em Cafarnaum, quando curou um leproso após o sermão da montanha. Pedro curou um deficiente físico na porta do templo de Jerusalém, impondo as mãos. O apóstolo Paulo ficou cego no principio de sua conversão e o cristão Ananias impondo a mão curou-lhe a cegueira. Jesus quando deu a ordem missionária à igreja, momentos antes de se elevar aos céus, após a ressurreição, disse para os seus discípulos imporem as mãos sobre os doentes para curá-los. "e disse-lhes: ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. " (Marcos 16.15-18) O cumberlandismo em um sentido mais amplo é a doutrina de transmissão de poder e/ou conhecimento através do contato físico. Pelo contato físico se pode transmitir amor ou ódio, força ou fraqueza, alegria ou tristeza benção ou maldição, pureza ou impureza. Toda pessoa, crente ou não, ela é um [ 40 ]
  40. 40. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes receptor e um transmissor de forças, poderes, sensações, virtudes, ou desgraças, tristeza, e perturbação. Tudo isso vai depender do estado de espírito da pessoa e a intensidade que o espírito da pessoa está para receber ou transmitir estas manifestações. Há dezenas de textos bíblicos que falam da lei mosaica sobre o "tocar coisas impuras". A lei de Moisés em especial visava proteger o povo de Israel de contaminações bacteriológicas e que pudessem ser transmitidas pelo contato físico de maneira que havia rígidas proibições para o contato com cadáveres, fluxo menstrual como os textos abaixo citados: E por estes sereis imundos: qualquer que tocar os seus cadáveres, imundo será até à tarde (Levíticos 11.24) Mas a mulher, quando tiver fluxo, e o seu fluxo de sangue estiver na sua carne, estará sete dias na sua separação, e qualquer que a tocar, será imundo até à tarde. (Levíticos 15.19) Aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, imundo será sete dias. (Números 19.11) O contato com coisas boas provindas de Deus trazem benefício, como as pessoas que somente em tocar nas roupas de Jesus ficavam curadas. [ 41 ]
  41. 41. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes E rogavam-lhe que ao menos eles pudessem tocar a orla da sua roupa; e todos os que a tocavam ficavam sãos. (Mateus 14.36) O conceito de que, contato com coisas malignas podem afetar a pessoa está implícita nas Escrituras. Davi disse que as pessoas carregadas com forças malignas são como espinhos, não podem ser tocados. Por quê? - Porque os espinhos ferem quem neles tocar!!! Porém os filhos de Belial todos serão como os espinhos que se lançam fora, porque não podem ser tocados com a mão. Mas qualquer que os tocar se armará de ferro e da haste de uma lança; e a fogo serão totalmente queimados no mesmo lugar. (II Samuel 23.6-7) 15 certamente ferirás, ao fio da espada, os moradores daquela cidade, destruindo a ela e a tudo o que nela houver, até os animais. 16 e ajuntarás todo o seu despojo no meio da sua praça; e a cidade e todo o seu despojo queimarás totalmente para Javé teu Deus, e será montão perpétuo, nunca mais se edificará. 17 também não se pegará à tua mão nada do anátema, para que Javé se aparte do ardor da sua ira, e te faça misericórdia, e tenha piedade de ti, e te multiplique, como jurou a teus pais; 18 quando ouvires a voz Javé teu Deus, para guardares todos os seus mandamentos que hoje te ordeno; para fazeres o que for reto aos olhos de Javé teu Deus. (Deuteronômio 13.15-18) [ 42 ]
  42. 42. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes No texto bíblico acima vemos Deus proibindo o povo de Israel em tocar em coisas anátemas, isto é, maldita. Certamente porque os objetos ficam impregnados com forças malignas. Por dedução concluímos que não devemos tocar em coisas malignas, relativas à bruxaria e magia negra, da mesma forma, pessoas com poderes diabólicos também transmitem pelo toque maldição na pessoa que é por elas tocado. Mas não esqueçamos que "quem pode mais, chora menos". Se uma pessoa estiver carregado com força maligna e tocar em uma pessoa cheia da unção de Deus quem vai passar mal é o que estiver com menor dose de poder. Por fim, falando da doutrina da imposição de mãos e do cumberlandismo, devemos lembrar que o bode expiatório do ritual mosaico implicava no sumo-sacerdote impor as mãos sobre o bode emissário confessando os pecados do povo e em seguida o bode era jogado no deserto para levar simbolicamente o pecado do povo. Como se pela imposição de mãos se transmitia o pecado do povo para o bode. 21 E Arão porá ambas as suas mãos sobre a cabeça do bode vivo, e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel, e todas as suas transgressões, e todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-á ao deserto, pela mão de um homem designado para isso. 22 Assim aquele bode levará sobre si todas [ 43 ]
  43. 43. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes as iniqüidades deles à terra solitária; e deixará o bode no deserto. (Levíticos 16.21-22) DÉJÀ VU Termo francês que significa "já visto", esta expressão é usada na parapsicologia para caracterizar a impressão que as pessoas têm de que alguma cena ou experiência do presente já tenha ocorrido no passado. As teorias que tentam explicar este fenômeno são: 1 - PREMONIÇÃO - uma espécie de flash que o espírito capta do futuro, mas que a memória consciente não guarda, porém, no momento que ocorre o fato "visto" no flash, a memória do espírito trás na mente da pessoa uma sensação de "já ter visto em algum lugar". (ver pantomnésia). 2 - ESPIRITISMO: a teoria espírita explica que a lembrança é originada em outras vidas anteriores onde [ 44 ]
  44. 44. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes ocorreram fatos ou foram vistos cenas idênticas, e daí origina-se a sensação do "já ter visto". 3 – HIPÓTESE NEUROLÓGICA: teoria defendida pelos psicólogos ortodoxos segundo a qual, ambos os olhos transmitem uma mesma imagem ao cérebro, porém levando um tempo diferente, assim quando o estímulo elétrico do segundo olho chega ao centro cerebral da visão, a memória já havia registrado a mensagem do primeiro olho, "reconhecendo" a segunda mensagem como algo já visto. As três teorias são lógicas, porém, a teoria espírita é anti-bíblica o que a torna insustentável; e a hipótese neurológica é provável, mas não em todos os casos; a teoria da premonição é mais compatível e comumente acontece. Cremos absolutamente que Deus e os demônios também podem enviar imagens ao espírito do homem quando há um propósito para isto. [ 45 ]
  45. 45. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes DERMOGRAFIA Dermografia na linguagem parapsicológica é definido como “a escrita ou sinais sobre a pele". Um fenômeno da classe dos estigmas; com uma diferença essencial; os sinais ou escritos estigmáticos verdadeiros duram meses, anos e às vezes, toda uma vida, enquanto os sinais dermográficos desaparecem em poucos minutos ou no máximo, algumas horas. Ao que nos parece a Dermografia (ou escrita na pele) é algo mais raro e de origem quase sempre de outro espírito e não o da pessoa. Assim Deus pode fazer isto, mas não havendo alguma razão é mais provável que seja obra dos demônios. Na Bíblia há um relato de Deus operando uma dermografia. "e pôs o Senhor um sinal em Caim" (Gênesis 4.15) [ 46 ]
  46. 46. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Segundo o Midrash, o diálogo entre Deus e Caim, o Todo-Poderoso diz: “Vou protegê-lo, colocarei em sua testa O Meu Nome.” Existem casos recentes em que por meio da magia negra, demônios realizam tais sinais no corpo da pessoa indicada. Estes fenômenos também já foram vistos em muitos médiuns na Europa, mas este fenômeno ainda é pouco conhecido. TERESA NEUMANN (1898-1962), de Bavária, teve cerca de 700 experiências do sofrimento semelhantes ao de Cristo, sangrando na cabeça e nas palmas das mãos, além de outras partes do corpo. Durante os últimos 36 anos de vida se alimentava somente comendo hóstia. DESDOBRAMENTO DE PERSONALIDADE Na Psicanálise significa: Desdobramento da personalidade, desarranjo psíquico em que um mesmo indivíduo [ 47 ]
  47. 47. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes se comporta como dois seres com personalidades diferentes. (Dicionário online de português) O fenômeno de desdobramento de personalidade é diferente de bilocação, pois algumas vezes o termo desdobramento é usado como sinônimo daquele. O desdobramento de personalidade é um fenômeno frequente nas manifestações paranormais pelos seguintes motivos: 1 - Quando uma pessoa começa a manifestar as forças do espírito ela desliga-se em certa medida da sua mente e com o passar do tempo essa diferença pode aumentar a ponto da pessoa manifestar duas personalidades distintas. Se não houve um engrandecimento da mente (alma) a fim de acompanhar o crescimento da graça que manifesta-se no espírito, o resultado pode ser desastroso. Cristãos que se enchem do Espírito, mas não cresce no conhecimento bíblico, pode agir com meninice. Certos criminosos com atestado psiquiátrico demonstravam anteriormente aos seus atos criminosos dupla personalidade. Momentos em que agia como bom cidadão, e em outros momentos como o pior ser humano, cometendo crimes e barbárie. Ouvimos falar comumente de grandes pregadores que são poderosos no espírito, mas que na alma ainda abrigam pecados detestáveis e um dia ou outro a poeira sobe e todos ficam indignados: como? por quê? [ 48 ]
  48. 48. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O desdobramento também pode ocorrer com o cristão que fica cheio do Espírito e em muitos casos perde até o controle dos seus atos, mas o equilíbrio do espírito, alma e corpo é fundamental. Por isso as Escrituras advertem: "E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas." (I Coríntios 14.32). Manter o equilíbrio entre o espírito e a mente é importante, pois o cristão possui duas naturezas: A humana e carnal que deseja pecar e a natureza espiritual, que desperta o cristão para as coisas de Deus. É preciso que a natureza espiritual controle a carnal e que as duas não fiquem se alternando no poder. 17 Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. (Gálatas 5.17) O desdobramento de personalidade também ocorre na pessoa possuída por demônios. Em muitos casos uma pessoa comete um homicídio em que ela estava inclusive inconsciente [ 49 ]
  49. 49. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes não tendo mesmo lembrança e motivação para cometer o assassinato. DROGAS A palavra drogas no grego tem a mesma origem da palavra feitiçaria. Mas, por quê? Porque antigamente a maioria dos feiticeiros fazia uso de ervas de efeitos psicodélicos o que dava abertura para a aproximação de demônios, pois as drogas provocam um relaxamento na autodefesa do psiquismo e do espírito, possibilitando a entrada de invasores. [ 50 ]
  50. 50. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O autor desta obra ouviu a confissão de uma praticante de ritos umbandistas do Brasil na qual ela afirmava que para os mais desenvolvidos nos ritos afro-brasileiros muitos usavam drogas, pois assim havia condições do umbandista perder o controle de si e o "guia" podia mais facilmente possui- la. Contudo esta umbandista descobriu que o consumo de drogas como a cocaína era uma maneira de escravizar duas vezes mais a pessoa no culto aos "orixás". Vários mestres de ciências ocultas são pregadores do uso de drogas para os rituais de desenvolvimento psíquicos, dentre eles: Aleister Crowley, Aldous Husley, e Carlos Castañeda. Este último, em vários livros de sua autoria descreve todo um caminho de iniciação com índios mexicanos a partir do uso de substâncias tóxicas extraídas de plantas silvestres que nascem nos desertos mexicanos. [ 51 ]
  51. 51. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Planta da maconha, da qual se extrai a "canabis sativa L" O nosso senhor Deus, Pai dos espíritos (Hebreus 12.9) condena qualquer vício que altere o psiquismo. (Provérbios 20.1). ECTOPLASMA [ 52 ]
  52. 52. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O ectoplasma é uma substância expelida do corpo de uma pessoa em transe ou em êxtase. Ao que nos parece esta faculdade esta entre aquelas que o espírito do homem é incapaz de manifestar por si só, sendo necessária, a atuação de um espírito de ordem angelical para realizar este fenômeno devido a sua complexidade. A maioria dos casos registrados foi manifestada em sessões espíritas que por tal "detalhe" caracteriza a atuação de demônios. O ectoplasma faz parte da camada externa do citoplasma, o termo empregado na biologia é citode, que é um elemento plástico dos tecidos orgânicos. O plasma é a parte líquida do sangue, que contém as substâncias necessárias para nutrir, renovar, e reconstruir os tecidos, de fato, o plasma é uma substância orgânica fundamental das células e tecidos. [ 53 ]
  53. 53. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes O termo ectoplasma origina-se das palavras gregas: cito = célula e plasma = plástico, que define-se como: formas plásticas oriundas das substâncias celulares. O ectoplasma é vivo e sensível ao toque e a luz. Se o tecido é tocado subitamente, ou se uma luz forte é projetada [ 54 ]
  54. 54. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes sobre ele, o ectoplasma reintegra precipitadamente ao corpo do indivíduo provocando, às vezes, um ferimento. É frio ao tato, ligeiramente luminoso e tem um odor característico. De certa forma, a criação da mulher foi parecida com uma manifestação de ectoplasma. Adão foi posto em transe e dormiu; em seguida Deus retirou substância celular de Adão (costela) para fazer um clone feminino do homem. 21 Então o Javé Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar; (Gênesis 2.21) [ 55 ]
  55. 55. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes A clonagem celular (ovelha Doly) é a manipulação humana da célula para reproduzir um ser semelhante, como ocorreu com a famosa ovelha Doly. Assim temos alguma semelhança entre a criação da mulher a partir de material genético do homem, o fenômeno do ectoplasma e a manipulação pela engenharia genética. Neste ponto a ciência e a religião chegam quase a se tocarem. [ 56 ]
  56. 56. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes FIGURA ESPIRITUAL A figura do espírito é chamado nos meios espiritualistas de corpo astral ou corpo etéreo. A teosofia faz distinção de um para o outro, mas as literaturas espiritualistas usam ambos como sinônimos. Muitos nos dias atuais acreditam que o espírito não tem corpo porque o espírito sendo energia pura não pode ter formas terrenas. Existe também uma grande massa de pessoas que acredita que o espírito tem a forma do corpo físico, contudo, após analisarmos os casos que chegam ao nosso conhecimento somo levados a crer que o espírito emitem imagens, mas não tem uma forma definitiva como o corpo material, físico. Como corpo nos referimos a alguma substância que compõe um ser; por exemplo, o H2o é a substância da água o [ 57 ]
  57. 57. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes que dar a ela a capacidade de ter um corpo, ela pode ser visível (estado sólido e líquido), porém, a forma da água é variada, ela pode tornar-se também invisível (estado gasoso bem dissipado). De que matéria é composto o espírito? Nas Escrituras Sagradas podemos distinguir duas características do corpo espiritual ou figura do espirito. Primeiro o corpo físico conforme a palavra de Deus foi feita do barro e em segundo lugar, Deus ao dar a vida ao homem, colocou o espírito nessa sua nova criatura. Como Deus fez isto? - soprando em suas narinas (Gênesis 2.7) substâncias do ar e da atmosfera, eis aí onde o espírito adquire material para se materializar, par adquirir corpo. [ 58 ]
  58. 58. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Quando o espírito toma forma para se manifestar, ele também toma substâncias da luz. No Alcorão, livro sagrado dos muçulmanos, diz que Deus fez Adão do barro, mas os anjos (que são espíritos), Deus os fez da luz. A própria Bíblia diz que Deus é luz. "E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas." (I João 1.5) Os anjos são frequentemente comparados as estrelas, certamente referindo-se a luz que elas emanam. "quando as estrelas da alva (referencia aos anjos) juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?" (Jó 38.7) E a sua cauda (Satanás) levou após si a terça parte das estrelas do céu (1/2 dos anjos se rebelaram contra Deus), e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho. (Apocalipse 12.4) Outra prova que a palavra de Deus nos dá a respeito do espírito ser formado de luz é o próprio nome de Lúcifer. No livro do profeta Isaías capítulo 14 e versículo 12 surge o nome Lúcifer (estrela da manhã, filha da alva) que significa literalmente "portador de luz". Concluímos, portanto, que o espírito quando se materializa usa elementos da luz e do ar para aparecer (a palavra [ 59 ]
  59. 59. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes espírito na língua grega, língua em que a Bíblia foi escrita, a palavra usada é ‘pneuma’ que significa tanto espírito como ar, vento ou sopro). Outro detalhe é que o espírito podendo criar corpo, não tem forma definida, neste ponto discordamos de muitos segmentos da parapsicologia e ensinamentos espiritualistas. O dicionário do Inexplicado diz: "o corpo astral é uma réplica exata do corpo físico" Neste ponto cremos que a manifestação do espírito humano (não necessariamente do morto) não precisa [ 60 ]
  60. 60. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes necessariamente ser uma réplica do corpo físico. Ainda cabe ressaltar que primeiro Satanás e seus demônios nunca tiveram corpos, portanto como seriam eles réplicas de um corpo físico que nunca tiveram? Segundo: cremos que todas as formas do mundo invisível são dinâmicas e não estáticas. Assim é que o livro da vida a qual muitos crentes já tiveram oportunidade de saírem do corpo e irem ao céu e ao vê-lo, voltam afirmando terem visto o livro com dimensões e volumes variados. Estavam mentindo? Viram livros diferentes? - Não! No mundo espiritual as coisas podem mudar de formas e alterarem o seu volume constantemente e diante dos nossos olhos. Sabemos de casos em que um anjo assumiu a formas de ponte e um pastor que escapava de uma perseguição movida por padres católicos, no início do século XX, no Brasil, passou por cima dessa ponte. O próprio autor já presenciou um demônio que tomou a sua própria forma, apenas sem bigode e cavanhaque (pois naquela época usava bigode e cavanhaque -1990), nos demais traços e corte de cabelo ele estava diante de um sósia. Conclui-se logo que os demônios sendo espíritos assumem a forma que quiserem. Só para concluir, queremos deixar registrado que ainda não se pode comprovar a capacidade da pessoa ao sair do corpo poder alterar voluntariamente a forma do seu espírito. [ 61 ]
  61. 61. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes É importante que deixemos claro que o espírito tem como seu universo outra dimensão. Portanto, agindo naquela dimensão o espírito não possui nem corpo nem forma, quando manifesta-se neste mundo aí sim, usa como corpo elementos do vento e da luz. Frequentemente ouvimos testemunhos de manifestações de "espíritos familiares" que ao se manifestarem em sessões espíritas são reconhecidos pelo "vento'" que sopra nas cortinas estando às janelas fechadas, provando assim que um espírito está se manifestando ali. Quando o corpo dorme, diminuindo o ritmo das atividades vitais, o espírito do homem pode manifestar-se, quando acordamos, a memória da alma recorda-se pouco e a isto chamamos "sonhos". FOTOGÊNESE Fotogênese significa do grego: "criar luminosidade". Este termo é empregado como sinônimo de aura ou auréola, que é como todo mundo sabe a crença que o espírito do ser humano emite uma luz de várias cores que podem ser vistas por pessoas "dotadas com sensibilidade de clarividência". Esta crença é muito antiga e comum entre muitas religiões. Na arte cristã dos tempos antigos e medievais os profetas e apóstolos são pintados em quadros acompanhados com uma aura em volta da cabeça. [ 62 ]
  62. 62. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes A aura pode emitir o estado físico, emocional e espiritual do indivíduo, compete ao sensitivo interpretar o que a luminosidade da pessoa esta indicando. Em Mateus 17.2 lemos que "e o seu rosto (o de Jesus) resplandeceu como o sol." Em Êxodo 34.35 diz que: "resplandecia a pele do rosto de Moisés." Portanto, cremos no fenômeno da fotogênese como sendo provocado por intensa manifestação de poder, nestes dois [ 63 ]
  63. 63. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes casos o poder de Deus. Agora, nos casos de fantasmogênese que ocorrem em certos casos em sessões espíritas, o fenômeno está ligado a presença de poderosos demônios. Achamos por bem esclarecer neste capítulo o fenômeno natural chamado "fogos fátuos" que deu origem a muitas superstições e lendas. Aparecem, às vezes, nos pântanos, nos cemitérios, nos depósitos de excrementos de animais ou em qualquer lugar onde houver animais ou plantas em putrefação. Dezenas de vezes eu subi em montes para orar com alguns irmãos menos esclarecidos que ao verem as folhas e gravetos iluminados, insistiam em afirmar que aqueles pedaços de paus e folhas eram "o fogo do Senhor como na sarça ardente". Chegando mesmo a contenderem com um irmão de muitos anos de experiência na Amazônia onde este fenômeno é comum e que afirmava que aquele fenômeno era natural. Um mais radical chegou a levar dessas folhas e paus podres para fazer "chá milagroso", outros não oravam em montes descampados porque não havia "fogo santo" (na verdade não havia material em putrefação para provocar a combustão do hidrogênio [ 64 ]
  64. 64. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes protocarbônico e nem o hidrogênio fosforado, que se inflama facilmente em contato com o ar). GLOSSOLALIA Glossolalia é a capacidade de falar línguas estranhas ou estrangeiras. Em três círculos de sociedade pode manifestar- se este poder: na igreja, nos cultos pagãos e em pessoas comuns da sociedade, porém, com raridade. O fenômeno da glossolalia está ligado diretamente com o relacionamento do crente com o Espírito Santo. Primeiramente, quando recebemos a presença do Espírito Santo evidenciada no batismo no Espírito Santo, na qual o crente fala "línguas estranhas". Na sequência, existe [ 65 ]
  65. 65. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes também a promessa dos dons e entre estes o de "variedade de línguas". Quando o crente fala línguas sobrenaturalmente, ele faz uso de dois tipos de idioma: os idiomas da terra (Atos 2.4- 11), neste caso a pessoa pode, sem ter conhecimento algum, dar mensagem em qualquer idioma vivo como inglês, francês, árabe, alemão, russo, japonês, bem como em línguas mortas como: aramaico, hebraico antigo, grego koiné etc. Em casos como este, geralmente está presente alguém que interpreta naturalmente, por ter conhecimento desta língua. Culto pentecostal. O segundo tipo de língua seria uma espécie de idioma que os espíritos usam quando estão falando pelo corpo. É bom que se diga que os espíritos estão na quarta dimensão e eles comunicam-se por telepatia. Portanto, aquelas palavras que parecem emboladas e sem sentido que os crentes falam quando oram em línguas, ela é perfeitamente entendida por Deus, e provavelmente pelos demônios e pelos espíritos dos homens. [ 66 ]
  66. 66. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Quando Paulo, em I Coríntios 14.2 refere-se que "o que fala em língua estranha não fala aos homens senão a Deus." O autor quer dizer que o entendimento do homem não sabe o significado. Entretanto o Espírito Santo pode abrir o canal do espírito à mente (alma) e a pessoa mesmo ou outra da igreja pode receber a interpretação ( I Coríntios 14.13). É importante notar que nestes casos não se trata de "tradução", mas de "interpretação" (I Coríntios 12.10). Traduzir é tomar uma palavra em um idioma e dar seu significado correspondente em outro idioma. Como a Bíblia também diz sobre a “língua dos anjos" (I Coríntios 13.1). As palavras não tem correspondente nas línguas da terra. Uma palavra na língua do espírito pode simplesmente significar todas as palavras do dicionário. É comum no culto pentecostal, o falar em línguas estranhas. [ 67 ]
  67. 67. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Como vemos, o fenômeno de línguas pode estar ligado ao círculo da igreja. Mas também pode estar ligado com pessoas comuns da sociedade que não tem nenhum vínculo religioso. Pessoas hipnotizadas ao serem sugestionadas a falar em línguas estranhas, falam umas com as outras e todas se entendiam. Esta experiência pode ser comprovada por todos os brasileiros em dezembro de 1993 quando um uruguaio, mestre em hipnotismo, deu demonstração em todos os programas de auditório da televisão. Na Califórnia, uma menina recebeu um golpe na cabeça e pelo efeito do golpe principiou a falar chinês. Em 1993, em Budapeste, uma moça chamada Íris estava à beira da morte, inclusive chegou a ter uma parada respiratória. Quando voltou ao normal e foi curada começou a falar perfeitamente o espanhol, apesar dela afirmar que se tratava do espírito de uma tal de Lúcia que havia vivido em Madrid e que agora estava encarnada nela. Os parapsicólogos do C.N.E., do C.I., e do I.P. de Budapeste, após rigorosas investigações dirigidas pelo professor Rothy, comprovou-se que se tratava de uma aprendizagem totalmente inconsciente da língua espanhola, sobretudo a partir da convivência, quando ainda bem criança com uma empregada espanhola. Entretanto, não seria de estranhar se neste último caso a fonte procedente fosse um demônio, devemos levar em consideração que as conclusões espíritas e da maioria dos parapsicólogos, desconhecem quase inteiramente a ação de Satanás neste mundo. [ 68 ]
  68. 68. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Em 1990 ouvi da própria boca do teólogo Antônio Carlos de Oliveira, diretor da faculdade teológica das Assembleias de Deus de Santos, contar um caso ocorrido com ele mesmo que exemplifica a ação dos demônios: certa noite o pastor Antônio Carlos foi de carro até uma festa de uma família evangélica a fim de buscar a sua esposa Helena Maria, quando chegou lá, logo foi solicitado para fazer uma oração de encerramento daquela festa. Quando principiou a orar um convidado que era espírita começou a falar línguas estranhas, e na euforia todos os demais crentes também começaram a falar línguas estranhas. Tomado por um impulso sobrenatural provindo do Espírito Santo, Antônio Carlos repreendeu o espírito que falava por aquele homem que automaticamente caiu ao chão possesso. Após expulsar o demônio, foi então, que Antônio Carlos ficou sabendo que aquele indivíduo tratava-se de um espírita. Portanto, devemos levar em consideração que se a pessoa não for evangélica e ela falar línguas estranhas pode se tratar de um demônio que esteja inspirando-a. HETEROSCOPIA Heteroscopia é a capacidade de ver dentro das pessoas e diagnosticar as causas da enfermidade. Alguns têm chamado de "uma verdadeira radiografia." Albino Aresi no seu livro "Homem total e parapsicologia" diz que na manifestação deste fenômeno quase [ 69 ]
  69. 69. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes sempre, e principalmente nos casos mais complexos, trata-se de forças provindas além do homem. No século XX o povo de Deus viu se levantar um grande vaso do Senhor chamado David Rogers, nos Estados Unidos, e uma missionária brasileira chamada Valnice Millhomens, ambos muitos usados pelo Espírito Santo com os dons de cura e palavra da ciência. Frequentemente quando descreviam os poderes que se manifestavam por eles usavam como ilustração a radiografia. Eu mesmo por muitas vezes via a doença ou o órgão afetado quando Deus revelava-me pessoas doentes nos cultos. A medicina moderna realiza exame de heteroscopia A heteroscopia é o melhor exame para a avaliação da cavidade uterina. Nesse exame, uma câmera será introduzida dentro do útero permitindo a visualização completa de sua cavidade bem como representado na imagem acima. [ 70 ]
  70. 70. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes HIPERESTESIA DIRETA Este fenômeno manifesta quando os sentidos físicos funcionam em outra parte do corpo. A hiperestesia é caracterizada pela perda de um sentido e a capacidade deste manifestar-se em outra parte do corpo. Por exemplo, uma pessoa no estado de hiperestesia direta pode perder a visão, mas em compensação enxerga pela ponta do pé ou pela nuca. Em outros casos a pessoa perde o olfato, mas cheira pelos dedos. São muitos os casos coletados por institutos sérios tendo a frente homens que desejam a verdade dos fatos entre eles o cientista Jean Labadie que examinou uma senhora que enxergava pela testa, foi construída umas vendas especiais para impossibilitar qualquer visão ocular. Entretanto ele via pela testa. Os mais severos controles científicos provaram que não se tratava de fraude. Outro caso célebre foi o da francesa Giselle Lourt, por causa de uma queda esta menina ficou cega, mas após exercitar as extremidades dos dedos ela desenvolveu uma capacidade paranormal de maneira que conseguia distinguir as cores e com esforços e treinos conseguiu apreender a ler e escrever com incrível facilidade. A hiperestesia também manifesta-se em menor intensidade, mas em maior quantidade nos seguintes casos: os cegos ampliam a capacidade dos sentidos de audição e tato. Os tocadores de instrumentos musicais de teclas conseguem com prática movimentar aceleradamente os dedos. Os lutadores de artes marciais mantêm [ 71 ]
  71. 71. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes um controle do espírito sobre o corpo capaz de dar e receber fortes golpes sem sentir dor, em fim, quanto mais usamos um sentido mais ele será aperfeiçoado. HIPERESTESIA INDIRETA DO PENSAMENTO A H.I.P. é um fenômeno ou capacidade comum aos espíritos, o incomum é a manifestação. A H.I.P. pode ser definida como a capacidade do espírito em absorver os conhecimentos das pessoas reunidas, ou o simples fato de estar próximo a outras pessoas, também pode receber os conhecimentos alheios. Na Europa havia uma menina de 11 anos, "mongoloide" (Síndrome de down) que sozinha era incapaz de fazer, escrever ou falar qualquer coisa inteligente, porém, diante de qualquer pessoa, ela conversava no mesmo nível de conhecimento de quem estivesse diante dela. Quando conversava com um professor universitário ela manifestava o conhecimento do mesmo. Um número incontável de pregadores pentecostais ao estarem diante da igreja pressente o estado geral de todos. Estas informações que nos chegam de maneira subconsciente é o Espírito Santo usando este canal paranormal do H.I.P. [ 72 ]
  72. 72. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Muitas vezes a antipatia e a simpatia que estranhamente sentimos por outras pessoas estão intimamente ligadas a esta capacidade espiritual da H.I.P. Os adivinhos também usam o HIP. Portanto, o crente cheio do Espírito Santo pode manifestar H.I.P. por meio de dons psíquicos, dons de revelação ou dons de inspiração. O H.I.P. possibilita uma gama de conhecimento extraordinário, o difícil é transferir estes conhecimentos do espírito para a alma. Em João 2.24-25 mostra Jesus como homem perfeito capaz de sondar a todos e conhecê-los. Se pudéssemos viver "em espírito" 24 horas por dia fatalmente ninguém poderia nos enganar premeditadamente, pois saberíamos os seus propósitos antes mesmo dele executar. HIPNOSE [ 73 ]
  73. 73. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Podemos resumir tudo o que se sabe sobre hipnotismo nas palavras do doutor Fernando Chaij que em seu livro “Forças misteriosas que atuam sobre a mente humana" disse o seguinte: "Os renomados estudiosos de hipnose concordam que a ciência ainda não sabe muito a respeito do verdadeiro estado da pessoa hipnotizada. As diferenças nas definições e explanações apresentadas pelos especialistas sobre o assunto deixa isto claro. os que usam a hipnose, embora possam ser profissionais e cientistas, trabalham com forças que não compreendem." Apesar de sabermos o que pode acontecer quando alguém esta hipnotizada e o que ela pode fazer depois de voltar ao estado de consciência, a maior barreira científica da hipnose é como funciona o mecanismo da hipnose e que força misteriosa produz o estado hipnótico. Ao longo da história foram formuladas diversas hipóteses as quais citaremos para melhor julgamento sobre a questão. [ 74 ]
  74. 74. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes 1 - Teoria do Magnetismo O primeiro a tentar explicar o hipnotismo foi Mesmer (1734-1815). Baseando-se nos fenômenos já bem conhecidos do imã - que atrai pedacinhos de ferro - Mesmer comparou as forças psíquicas ao magnetismo, chamando-as de magnetismo animal. 2 - Teoria do Monoideismo Foi introduzida pelo médico James Braid (1795- 1860). Explicou o hipnotismo dizendo que se dá uma concentração mental no paciente. 3 - Teoria de John Bennet A hipnose é caracterizada por modificações que se produzem nas fibras nervosas da substância branca da parte cerebral chamada lobos cerebrais. Psicologicamente falando, essas modificações correspondem a uma ilusão mental sensorial. 4 - Teoria da Escola de Paris A famosa escola de psiquiatria de Paris, a que está ligado o nome do célebre Dr. Charcot, achava que entre histeria e hipnose existem íntimas ligações. Charcot dividiu os fenômenos hipnóticos em três estados: letargia, catalepsia e sonambulismo. [ 75 ]
  75. 75. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes 5 - Teoria da Anemia Cerebral Foi Heidenhain quem introduziu, em 1980, a teoria de que a hipnose é devida a uma anemia das células do cérebro. Mas este cientista mudou de opinião várias vezes. Chegou finalmente à conclusão de que o indivíduo é um autômato que imita os movimentos feitos em sua frente. Não recomendamos tratamento com hipnose 6 - Teoria da Escola de Nancy [ 76 ]
  76. 76. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes A escola de Nancy ( Liébeault, Bernhein e outros) introduziu a chamada lei de ideodinamismo. Diz que em nada o sono natural difere do sono artificial ou hipnótico. A hipnose depende de uma propriedade cerebral, a aptidão em receber ou evocar ideias. Toda ideia que se sugere ao cérebro tende a se tornar um ato. 7 - Teoria Psicanalítica Freud inicialmente se interessou pelo hipnotismo, mas logo abandonou esse ramo dos estudos psicológicos porque verificou que nem toda pessoa era hipnotizável. Mais tarde, os psicanalistas voltaram ao assunto, explicando a hipnose na base das ideias freudianas. Assim, dizem que o hipnotizador representa a imagem do pai ou da mãe, e que a hipnose constitui uma evolução infantil das relações masoquistas eróticas para com os pais. Os psicanalistas falam em hipnose paterna e hipnose materna. A capacidade do indivíduo em ser hipnotizado depende da intensidade da transferência. [ 77 ]
  77. 77. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Até Freud, quis explicar a hipnose 8 - Teoria do Comportamento Dirigido Data da teoria: 1941. Seu autor é White. Ele disse que o comportamento hipnótico é um esforço dirigido, que tem como objetivo principal o comportamento. A pessoa hipnotizada agirá de acordo com o que o operador define e com o que essa pessoa hipnotizada entende. 9 - Teoria do Desempenho do Papel É de autoria de Sarbin. A hipnose é uma forma especial do comportamento sócio psicológico conhecida como "desempenho do papel", isto é, na experimentação hipnótica o indivíduo se esforça por desempenhar o papel de uma pessoa hipnotizada. Isso, porém, depende de pelo menos três fatores: a motivação favorável, a exata percepção do papel, e a aptidão para o papel. Assim, a hipnose seria semelhante à representação teatral. 10 - Teoria Reflexógena Esta teoria se fundamenta na teoria dos reflexos, introduzida por Pavlov. De acordo com ela, durante a hipnose ocorre a diminuição do tônus positivo do córtex cerebral, devido à inibição difusa. Quando a um ponto do córtex cerebral dirige- se uma ordem verbal, por exemplo, essa ordem ou estímulo concentra o processo de excitação no ponto correspondente e é [ 78 ]
  78. 78. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes acompanhada de forma imediata pela indução negativa. Estas, graças a pouca resistência que encontra, propaga-se por toda a córtex. 11 - Teoria do Ativismo Mears criou uma teoria fundamentada no ativismo. Ele disse que a capacidade do homem pensar logicamente é uma função evolutivamente recente. No homem primitivo, as ideias eram constituídas por mecanismos mais rudimentares. Então a sugestão era o processo fundamental de vida intelectual, o método mental primitivo. Quanto à hipnose, ela é um retorno a uma forma mais primitiva de funcionamento mental da qual a sugestão desempenha um papel fundamental. Por outras palavras, a hipnose é uma regressão a estágio evolutivo primitivo ou atávico. 12 - Teoria da Psicoplasia Lerner explica a hipnose através do conceito da psicoplasia. Entende-se por psicoplasia o conjunto das alterações orgânicas que decorrem da atividade psíquica. A psicoplasia abrange vários setores ou esferas, como a esfera da vontade (ou voloplasia), a esfera intelectual (ou ideoplasia). A sugestão é o processo de comunicação e aceitação total de uma ideia, o que [ 79 ]
  79. 79. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes determina uma modificação psicoplásica do indivíduo, isto é, uma alteração psicossomática global com localizações específicas mais acentuadas segundo a ideia sugerida e aceita. 13 - Teoria Eletrofisiológica O autor Roberts, explica simplesmente a hipnose profunda ou total (hipnose sonambúlica) como sendo decorrente de um bloqueio que se estabelece entre a formação reticular do tronco cerebral e as vias neurais coordenadas, sensorias, etc... Pensa Roberts que as ondas deltas, do ritmo cerebral, estão implicadas neste processo. 14 - Teoria Psicossomática Os médicos que adotam a teoria psicossomática partem da seguinte observação: quando se considera o transe como uma experiência interpessoal isso não pode explicar as extraordinárias manifestações fisiológicas criadas ou provocadas pela hipnose. Assim, dizem esses estudiosos, a hipnose não se pode explicar invocando quer uma teoria puramente psicológica, ou com exclusão da psicologia. A hipnose, por conseguinte, é considerada como sendo uma reação psicossomática complexa, quer dizer, nela interferem ou intervêm fenômenos tantos fisiológicos (materiais) quanto psicológicos (imateriais, ou espirituais, ou anímicos). Durante a hipnose ocorre uma suspensão ou inibição dos mais altos centros do córtex cerebral, e com isso diminui a sensação de realidade que o individuo tem normalmente. [ 80 ]
  80. 80. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Suspende-se também os controles repressivos ordinários. Por outro lado, é difícil explicar cientificamente o que se passa no campo psicológico da hipnose. 15 - Teoria de Myers Myers, cientista inglês do fim do século XIX, apresentou a ideia de que a hipnose depende do fato de existir em nossa mente, além da consciência normal, uma corrente sublimar, ou subconsciente. É como se disséssemos que o homem tem duas inteligências: uma a da vigília; a outra, a do transe, ou sono hipnótico. A consciência sublimar é a hipnótica. 16 - Teoria da Dissociação Pierre Janet e Morton Prince são os principais representantes desta teoria. Durante a hipnose, o consciente separa-se do subconsciente. Enquanto o primeiro vai sendo suprimido pouco a pouco, o subconsciente vai aflorando à superfície. Neste grupo também se pode colocar outra teoria, a de exclusão psíquica relativa, de Rhodes. Esta teoria afirma que cada pessoa possui duas mentes (a mente objetiva e a mente subjetiva). A mente objetiva pode raciocinar (operações intelectuais de indução e dedução). A mente subjetiva não pode induzir, somente deduzir. 17 - Teoria da Sugestibilidade Aumentada [ 81 ]
  81. 81. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Ven Pellt introduziu a ideia de que a hipnose é uma concentração mental durante a qual aparece um estado de sugestibilidade aumentada. Quando estão em vigília, quer dizer, acordados, os pensamentos e as ideias sugeridas diluem-se, dissolvem-se, desmancham-se em milhares de outros pensamentos. Mas, durante o sono hipnótico, os pensamentos são filtrados, isto é, são removidos, e então a nossa mente é capaz de convergir suas forças de maneira a se concentrar nas sugestões recebidas do hipnotizador. Isto tudo pode ser inclusive alcançado através da auto hipnose. 18 - Teoria de Volgyesi A hipnose se encontra em estado por assim dizer "arcaico". Os campos espirituais do córtex cerebral ficam desligados em parte ou totalmente. A função da região central do cérebro da pessoa hipnotizada fica suspensa e sua consciência individual, bem como suas funções de vontade é substituída pela região frontal do cérebro do hipnotizador. Esta teoria afirma também que as excitações no córtex cerebral que tem maior ou menor irradiação, produzem sono ou hipnose parciais não só no transe hipnótico como durante toda a vida. Quer dizer, a hipnose é um estado de consciência reduzida aparentado com as inibições internas e com o sono normal. Sua causa é a desconexão entre algumas regiões cerebrais. 19 - Teoria de P. Das [ 82 ]
  82. 82. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes A hipnose é uma forma de condicionamento e um estado de inibição. O autor filia-se à corrente inaugurada pela Teoria Reflexógena, de Plavov., P. Das procurou restaurar a teoria de Pavlov dizendo que esta foi mal interpretada. Palvol, diz ele, não afirmou que o sono é idêntico à hipnose. A hipnose é um estado de inibição intermediário entre a vigília e o sono. Aquela confusão gerou uma dupla série de teorias: por um lado, as teorias que afirmam identidade entre sono e hipnose; e do outro, as teorias que afirmam identidade entre vigília e hipnose. A hipnose, explica P. Das, depende de uma sensibilidade a qual consiste na capacidade do indivíduo aprender a desenvolver um estado de inibição cortical parcial. Conclusão Resumindo tudo o que lemos sobre a hipnose devemos dizer que a princípio a hipnose faz a mente desligar-se, e o espírito aflorar-se. Cremos que certos detalhes das teorias citadas tem fundamento tais como: a - há uma concentração mental no paciente b - existe estágios de hipnotismo c - há uma transferência de ideias fixada no paciente d - é diminuída a sensação da realidade e - a hipnose separa a alma do espírito [ 83 ]
  83. 83. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes f - o hipnotizado fica em um estado intermediário entre o sono e a vigília. A hipnose é eticamente errada porque a pessoa hipnotizada entrega o seu ser mais profundo (o espírito) nas mãos de um homem que dependendo do estágio hipnótico, todo o seu ser fica a mercê do hipnotizador. A hipnose é eticamente errada porque desobedece a ordem estabelecida por Deus que manda o homem entregar a sua vontade a Deus e procurar fazer a vontade do Senhor. A hipnose é eticamente errada porque viola o maior atributo dos seres criados de ordem superior que é o livre arbítrio. Ninguém deve submeter conscientemente a sua vontade a outro para fazer o que lhe bem parecer. Ao que parece existe três tipos de forças capazes de hipnotizar: 1 - os demônios: eles podem subjugar facilmente o espírito da pessoa de mente sugestionável e vulnerável. 2 - o espirito do homem: há pessoa com grande poder de indução e sugestão, estes podem exercer uma força sobre os espíritos mais fracos. 3 - Deus: sobre a hipnose ter procedência na força do Espírito Santo o numero é reduzido e esta ligado a casos que ocorrem na igreja quando certos pregadores com unção especial [ 84 ]
  84. 84. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes fazem pessoas dormirem quando impõem as mãos ou dando ordens para as pessoas caírem. Algumas vezes eu ao impor as mãos em servos de Deus, estes dormiram automaticamente. Nestes casos Deus realiza algumas intervenções na vida da pessoa durante o estado de sono. Quanto as evidências de Deus provocar um "um sono especial" veja: Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar; (Gênesis 2.21) E pondo-se o sol, um profundo sono caiu sobre Abrão; e eis que grande espanto e grande escuridão caiu sobre ele. Então disse a Abrão: sabes, de certo, que peregrina será a tua descendência em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos, mas também eu julgarei a nação, à qual ela tem de servir, e depois sairá com grande riqueza. E tu irás a teus pais em paz; em boa velhice serás sepultado. (Gênesis 15.12-15) Tomou, pois, Davi a lança e a bilha de água, da cabeceira de Saul, e foram-se; e ninguém houve que o visse, nem que o advertisse, nem que acordasse; porque todos estavam dormindo, porque da parte do Senhor havia caído sobre eles um profundo sono. (I Samuel 26.12) [ 85 ]
  85. 85. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes INÉDIA Inédia é a capacidade de abster-se completamente de alimentos por um longo tempo. Na Bíblia temos Moisés e Jesus que por quarenta dias e quarenta noites permaneceram em jejum completo e absoluto. Não resta dúvida que se tratou de abstinência completa de comida e bebida. Nas Escrituras também está registrada o caso de Daniel que ficou 21 dias em jejum. Na Índia, os hindus conseguem abster-se de alimentos por muitos dias. Os faquires e os místicos também manifestam esta capacidade paranormal. Cristãos cheios da unção também conseguem ficar muitos dias em jejum. Pela medicina tradicional, o máximo que uma pessoa pode suportar são 7 dias sem água, pois a falta d´agua mata mais rápido do que a falta de alimento. Segundo certa teoria oriental isso seria possível para aqueles que conseguem dominar a técnica de extrair energia do ar. [ 86 ]
  86. 86. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Buddha Boy - o caso mais famoso de inédia, mais de um ano sem se alimentar - Índia Na verdade não temos certeza se esta teoria esta correta, mas se for possível tirar do ar toda a energia para o organismo, então o Espírito Santo operando no espírito do crente usa desta técnica. Da mesma forma os demônios que "operam nos filhos da desobediência", faz o uso desta técnica. Agora é bom salientarmos que em casos de jejuns de tempo relativamente curtos não trata-se de inédia. Jesus e Moisés são casos bíblicos de inédia: 27 disse mais o Senhor a Moisés: escreve estas palavras; porque conforme ao teor destas palavras tenho feito aliança contigo e com Israel. 28 e esteve ali com o Senhor quarenta dias e quarenta noites; não comeu pão, nem bebeu água, e escreveu nas tábuas as palavras da aliança, os dez mandamentos. (Êxodo 34.27-28) E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; (Mateus 4.2) INSPIRAÇÃO A inspiração é algo que penetra na mente de um escritor, músico, artista, poeta, cientista etc. Dando-lhe um toque [ 87 ]
  87. 87. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes maestral em sua obra, assim é que muitos dos grandes vultos da história descreveram como realizaram suas obras em um momento de inspiração. O espírito do homem comumente inspira-o principalmente aqueles que trabalham com arte. A inspiração também tem procedência divina e demoníaca. Possivelmente o livro de cabeceira do espiritismo escrito por Allan Kardec chamado "o evangelho segundo o espiritismo" fora escrito por inspiração demoníaca. Pois no final da sua vida Kardec com remorso teria dito: "Arrependo-me de ter criado a doutrina espírita." Nenhum livro do mundo teve uma inspiração tão profunda como a Bíblia o que lhe vale o reconhecimento mundial de ser "a palavra de Deus". Alguns homicídios foram praticados inspirados em filmes e jogos de games. A inspiração é um despertar por uma ideia, pensamento e decisão. INTUIÇÃO Nosso espírito recebe diariamente um número impressionante de informações através das faculdades normais, paranormais e sobrenaturais. Quando algumas pessoas liberam estes conhecimentos pelos meios naturais elas podem chegar a ser reconhecidas como gênios. Langmuir ao estudar os grandes cientistas da humanidade descobriu que a maior parte das invenções e descobertas tinha ocorrido por intuição ou por [ 88 ]
  88. 88. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes sonhos. Spinoza Kepler e Pascal, grandes filósofos, admitiram que chegaram a certas conclusões filosóficas por um processo independente do raciocínio. Fehr que também investigou os cientistas e os grandes inventores concluiu que 75 a 100% dos trabalhos importantes destes, haviam sido realizados sem o raciocínio consciente, mas sim, foi por intuição e sonhos. Houve pessoas que tiveram intuição que algo aconteceria ao Titanic e não embarcaram... Como exemplo, vamos citar o famoso médico Banting, do Canadá, que sonhando um dia, levantou-se sonâmbulo e escreveu as seguintes palavras: "Ligar o condutor principal do pâncreas de um cão de laboratório. Esperar algumas semanas até que a glândula se atrofie. Cortar, lavar e filtrar a secreção." No outro dia um tanto atordoado, colocou as mãos na massa (ou melhor, no cão). Assim foi que a humanidade obteve o isolamento da insulina em quantidade útil. [ 89 ]
  89. 89. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes LEVITAÇÃO É o fenômeno de controlar o peso da matéria. Há muitos casos registrados na história, mas também na Bíblia. Jesus levitou andando por cima da água e juntamente com ele o apóstolo Pedro (Mateus 14.24-29). Outra vez Jesus levitou, 40 dias após ressuscitar deu-se a sua ascensão ou levitação: "Foi elevado as alturas." (Atos 1.9) René Sudré classifica a levitação como uma manifestação de telecinésia só que em vez de objetos é o próprio corpo que é movido sem o mecanismo normal. Collin Evans levita em Londres diante do público, nos anos 30 do século XX no Conway Hall. [ 90 ]
  90. 90. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Podemos explicar a levitação como uma força emitida pelo espírito em oposição a gravidade, quanto maior a força do espírito sobre a gravidade, mais alto a pessoa sobe. Valnice Milhomens, missionária na África contou que certa vez quando foram batizar um ex-feitiçeiro, na hora de coloca-lo na água, ele levitou e somente pode entrar na água quando Valnice percebeu que uma fita que ele tinha amarrado na mão era um elemento de magia, e quando cortaram aquela fita ele desceu e foi batizado. Muitas testemunhas viram no dia 13 de dezembro de 1868 o famoso espírita Douglas Home sair levitando por uma janela e entrar por outra, isto a altura do 4o andar. Em 1928 Oliver Leroy escreveu um livro chamado "contribuition historique et critique à etude du merveilleux" onde cita que todos os casos são atribuídos ao êxtase religioso. Como a maioria dos fenômenos é espontâneo, muitas pessoas não estão preparadas para levitar. Este foi o caso de um pregador na Nova Zelândia que pregando com muito entusiasmo entrou em êxtase e espontaneamente levitou por alguns segundo a uma altura próxima ao teto. O interessante é que ele e a igreja se escandalizaram com tal fato, crendo ser coisas de espiritismo. O mágico Cris Angel caminha sobre as águas. Mister M fazia coisas semelhantes mas em ambientes que eles tinham o controle da situação e usando os recursos de alta [ 91 ]
  91. 91. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes tecnologia. Mas, muitos outros casos são por magia e força demoníaca. MATERIALIZAÇÃO Diferenciamos aportes de materialização para podermos expor separadamente o fenômeno de transportar objetos (aportes), do fenômeno de criar um corpo ou matéria pelo espírito (materialização). O Dicionário do Inexplicado define assim: “Termo que designa a formação, por um espírito de uma organização física temporária, visível e palpável, através da qual ele pode entrar em contato com objetos materiais." Quando falamos de corpo espiritual citamos o caso da Bíblia ligar espírito com ar e luz de onde provém a nossa afirmação que a materialização, se dá pelo poder dos espíritos (humanos, demoníacos, angelicais, ou divino) de concentrar átomos e moléculas e moldar um corpo para si. É com o domínio desta habilidade que os demônios se passam no espiritismo com a aparência das pessoas que já morreram. Essa nossa posição quanto ao fenômeno de materialização está entre as três teorias mais prováveis na parapsicologia. Mais uma vez o Dicionário do Inexplicado diz: [ 92 ]
  92. 92. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes “Outros investigadores opinam que a organização física do espírito materializado é constituída por partículas muito finas de matéria extraídas do próprio mundo material." A médium Ederlaziu Munhoz Cardoso possui poderes extraordinários, mostrados no Globo Repórter em 12/05/2000. Ela conversa com os espíritos como se todo mundo em volta os estivesse vendo, e o que mais impressiona, são as materializações realizadas por ela. Em um chumaço de algodão, ela materializa os mais diversos objetos, como facas, cabelos, pedaços de vidro e muitos outros objetos. Nesta reportagem ocorreu um fato muito inusitado. O repórter que estava entrevistando dona Ederlaziu sentiu fortes dores no umbigo e retirou de dentro dele um besouro vivo. Materialização é criar partir de átomos, aportes é fazer sumir em um lugar e aparecer em outro, como parece ser o caso em tela. [ 93 ]
  93. 93. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Todos os casos de anjos que aparecem para as pessoas, descritos na Bíblia, em que eles tocam nas pessoas, são casos de materialização. Com exceção dos casos em que as pessoas apenas vêm o anjo, como no caso de José, pai adotivo de Jesus que o anjo lhe apareceu em sonho, neste caso é o espírito vendo outro espírito, sem a necessidade de materialização. Casos de materialização de entidades espirituais na Bíblia: 21 E o anjo do Javé estendeu a ponta do cajado, que estava na sua mão, e tocou a carne e os pães ázimos; então subiu o fogo da penha, e consumiu a carne e os pães ázimos; e o anjo do Javé desapareceu de seus olhos. (Juízes 6.21) E deitou-se, e dormiu debaixo do zimbro; e eis que então um anjo o tocou, e lhe disse: levanta- te, come. (I Reis 19.5) E o anjo do Senhor tornou segunda vez, e o tocou, e disse: levanta-te e come, porque te será muito longo o caminho. (I Reis 19.7) 1 E vieram os dois anjos a Sodoma à tarde, e estava Ló assentado à porta de Sodoma; e vendo- os Ló, levantou-se ao seu encontro e inclinou-se com o rosto à terra; 2 e disse: eis agora, meus senhores, entrai, peço-vos, em casa de vosso servo, e passai nela a noite, e lavai os vossos pés; e de madrugada vos levantareis e ireis vosso caminho. E eles disseram: não, antes na rua [ 94 ]
  94. 94. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes passaremos a noite. 3 e porfiou com eles muito, e vieram com ele, e entraram em sua casa; e fez- lhes banquete, e cozeu bolos sem levedura, e comeram. (Gênesis 19.1-3) Nesta ultima citação bíblica vemos que os anjos se materializaram com tal constituição física que até mesmo ingeriram alimentos. MEDITAÇÃO Quando surgiu em 1967 o interesse pela meditação transcendental. Este movimento originado pelo guru indiano Maharishi Nahesh Yogi que criou um sistema simples de meditação, houve uma reação radical por parte dos cristãos contra toda sorte de meditação oriunda do oriente acusando-a de herética e demoníaca. Porque, quando alguém começa a concentra-se em alguma força do outro mundo, ela está criando uma ponte para que os demônios possam atuar no seu espírito. A meditação é perigosa quando a pessoa procura desenvolver o seu "eu" sem a ajuda de Cristo. [ 95 ]
  95. 95. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes A meditação do zen-budismo, dos sufis muçulmanos e dos hindus em geral, não levará a humanidade a lugar algum, a não ser aos braços do Diabo que instiga a curiosidade humana a manipular os mecanismos do ocultismo e quando menos perceberem, os homens estarão presos às forças demoníacas. Dois tipos de meditação são recomendáveis: Primeiro, naquela meditação em que a pessoa, mesmo sem Cristo pode fazê-la, trata-se de concentrar-se em um problema para alcançar a solução que demore horas ou dias, isto estimula o espírito do homem a aflorar e em um estalar de dedos vem à resposta ou solução da questão. Perturbai-vos e não pequeis; falai com o vosso coração sobre a vossa cama, e calai-vos. (Salmos 4.4) A segunda meditação é mais importante, é a meditação nas coisas espirituais. Concentrar-se em bons pensamentos. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai (Filipenses 4.8) [ 96 ]
  96. 96. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes Meditar na bíblia. Antes tem o seu prazer na lei de Javé, e na sua lei medita de dia e de noite. (Salmos 1.2) Concentrar-se em Deus. Quando me lembrar de ti na minha cama, e meditar em ti nas vigílias da noite. (Salmos 63.6) Meditar nas promessas de Deus. 14 não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.15 medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos ( I Timóteo 4.14-15) MEDIUNIDADE A mediunidade é um termo parapsicológico que significa “meio”, “canal” ou intermediário. No espiritismo se [ 97 ]
  97. 97. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes trata do indivíduo que tem facilidade de receber entidades espirituais e servir de “cavalo” ou pessoa que empresta o seu corpo para a entidade espiritual se manifestar falando, dançando, bebendo ou fumando. O cristão também serve como médium na qual Deus se manifesta através dele através de um caráter santo, bem como pelas manifestações sobrenaturais dos dons do Espírito Santo como profecia. Os homens são apresentados em linguagem figurada como vasos que podem ser usados para honra ou para desonra. "Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra?" (Romanos 9 : 21) Chico Xavier, a maior ícone do espiritismo brasileiro. MORTE [ 98 ]
  98. 98. Parapsicologia Bíblica, por: Escriba Valdemir M. Menezes A morte é um fenômeno que é caracterizado pela separação da alma do corpo. A morte só é completa quando ocorre a separação total, isto é, a morte cerebral e a falência dos demais órgãos. Geralmente quando ocorre a parada cardíaca ainda o cérebro fica vivo por algum tempo, somente quando ele é totalmente desativado é que a alma abandona o corpo. (veja o site http://mortehumana.blogspot.com/) Em Atos dos Apóstolos a Bíblia conta de Eutico, um rapaz que morreu, mas Paulo o trouxe a vida, pois a sua alma ainda não havia abandonado-o. Com a morte se acaba todos os planos e abandona-se todas as riquezas acumuladas nesta vida. A morte é uma passagem garantida para a quarta dimensão onde o ser humano só encontrará felicidade eterna se seguir os passos do Senhor, mas infelizmente a maioria ao sair deste mundo está indo para o lugar de tormento e chamas que é o inferno. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. (Mateus 25.46) PANTOMNÉSIA [ 99 ]

×