Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Raças Bovinas: Caracu, Gir,
Guzerá e Sindi.
Grupo: Edilane, João
Gabriel, Luiza, Márcio, Iago.
Universidade Presidente Ant...
INTRODUÇÃO
Fonte: Frisch, 2002.
INTRODUÇÃO
Bos tauros indicus Bos tauros tauros
1 Presença de cupim colocado sobre a
cernelha.
1 Sem cupim, às vezes com f...
CARACU
Fonte: www.google.com/images.
CARACU
• Raça européia (Bos tauros tauros);
• Originada no Brasil, sendo descendente das
raças Transtagana, Minhota e Alen...
CARACU
• Pelagem amarelada, variando de tonalidade;
• Estrutura longilínea;
• Linha de dorso plana;
• Cascos claros, averm...
Figura 1 Touro da raça Caracu.
Figura 2 Vaca da raça Caracu.
Fonte: www.google.com/images.
Fonte: www.google.com/images.
CARACU
• Rústica;
• Sexualmente, é um pouco tardio;
• As fêmeas apresentam grandes índices de
fertilidade, facilidade no p...
CARACU
• Manso e dócil;
• Menor exigência alimentar, pois tem grande
capacidade de digerir fibras grosseiras;
• Dependendo...
CARACU
• Resiste ao calor, tem muita facilidade de
locomoção, cascos que resistem tanto a solos
duros como a solos encharc...
CARACU
• Peso médio das vacas está em torno de 550 a
650 quilos;
• A fêmea consegue produzir até 2,1 mil quilos
de leite p...
CARACU
• Alta fertilidade, uma vez que são colocadas
para cruzar a partir dos 14/15 meses,
podendo gerar bezerros até os 2...
GIR
Fonte: www.google.com/images.
GIR
• Originária da Índia, do sul da península de
Kathiawar em Bombaim;
• Bos taurus indicus;
• Constituiu durante várias ...
GIR
• Pelagem de cor vermelha e amarela em
combinações típicas: gargantilha, chitada,
rosilha ou moura;
• A pele é a carac...
GIR
• Perfil craniano ultra-convexo e a base do
chifre para trás;
• Barbela desenvolvida;
• Orelhas longas e terminam em u...
Figura 3 Touro da raça Gir.
Figura 4 Vaca da raça Gir.
Fonte: www.google.com/images.
Fonte: www.google.com/images.
GIR
• Extremamente dócil;
• Aptidões para o leite e carne; sendo que
possui uma linhagem para a produção de
leite;
• Chega...
GIR
• Das raças indianas, a Gir é a que apresenta os
menores pesos ao nascer; o bezerro é
pequeno, mas muito resistente;
•...
GIR
• Quando adulto, atinge cerca de 500kg nas
fêmeas e 800kg nos machos;
• O prepúcio muito baixo, que favorece o
apareci...
GUZERÁ
Fonte: www.google.com/images.
GUZERÁ
• Originado da Índia; do norte da península de
Kathiawar;
• É uma das maiores raças indianas;
• Caracteriza-se por ...
GUZERÁ
• Pelagem variando do cinza claro ao cinza
escuro;
• Chifres em forma de lira;
• Pelos curtos e pele escura;
Figura 5 Touro da raça Guzerá.
Figura 6 Vaca da raça Guzerá.
Fonte: www.google.com/images.
Fonte: www.google.com/images.
GUZERÁ
• A raça Guzerá é a raça zebuína de maior
rusticidade às intempéries climáticas;
• Adaptabilidade a condições ambie...
GUZERÁ
• Tolerância a insetos e resistência a várias
doenças;
• Habilidade maternal, especialmente em
cruzamentos com as r...
GUZERÁ
• Em idade adulta podem atingir 1.300 kg e 950
kg, machos e fêmeas respectivamente;
• As fêmeas atingem produções d...
GUZERÁ
• Touros Guzerá são utilizados para consertar os
úberes pendulosos e as tetas de tamanho
exagerado das vacas leitei...
GUZERÁ
• No teste de rendimento de carcaça e
conversão alimentar, realizado pela ABCZ com
a participação de todas as raças...
GUZERÁ
• de GMD, após a adaptação, de 1,239 kg/dia;
Raça
Ração
Consumida
Ganho
Total (kg)
Conversão
Alimentar
Nelore e Nel...
SINDI
Fonte: www.google.com/images.
SINDI
• Oriundo do Paquistão, de uma região
desértica chamada de Kohistan localizada na
província Sindi;
• Raça zebuína;
•...
SINDI
• Animal de estatura pequena;
• Pelagem vermelha em suas tonalidades;
• Pele preta ou escura, solta, fina e flexível...
SINDI
• Chifres curtos e de diâmetro média, nos
machos e nas fêmeas tem tamanho médio.
Saindo para os lados, ligeiramente ...
SINDI
• Olhos pretos ou escuros em formato elíptico com
cílios pretos;
• Focinho preto e largo, com narinas dilatadas e
af...
Fonte: www.google.com/images.
Fonte: www.google.com/images.
Figura 7 Vacas da raça Sindi.
Figura 8 Touro da raça Sindi.
SINDI
• Rústico;
• Temperamento dócil;
• Dupla aptidão;
• Boa eficiência reprodutiva;
• Boa capacidade de produção de leit...
SINDI
• Excelente adaptabilidade às condições
adversas de clima e de manejo,
principalmente alimentar;
• Precocidade sexua...
SINDI
• As vacas pesam em média 500 kg;
• Os touros pesam em média 950 kg;
• A produção leiteira é de 11 kg/dia,
3.300Kg/l...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
• As raças abordadas têm boa adaptação as
características climáticas brasileira, em função
da sua rus...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
• http://www.sindi.org.br/portal/index.php/noticias/194
• http://www.milkpoint.com.br/radar-tec...
O
BR
IG
A
D
O
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Raças bovinas caracu-gir-guzerá-sindi

4,046 views

Published on

Informaçoes sobre as raças bovinas caracu, gir, guzerá e sindi.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Raças bovinas caracu-gir-guzerá-sindi

  1. 1. Raças Bovinas: Caracu, Gir, Guzerá e Sindi. Grupo: Edilane, João Gabriel, Luiza, Márcio, Iago. Universidade Presidente Antônio Carlos Faculdade de Ciências da Saúde Medicina Veterinária Bovideocultura
  2. 2. INTRODUÇÃO Fonte: Frisch, 2002.
  3. 3. INTRODUÇÃO Bos tauros indicus Bos tauros tauros 1 Presença de cupim colocado sobre a cernelha. 1 Sem cupim, às vezes com formação mais acentuada de cangote nos machos. 2 Cabeça relativamente comprida estreita. 2 Pequena, curta, larga entre os olhos. 3 Membros mais compridos, cobertura muscular por vezes menos definida. 3 Mais curtos, musculatura mais aparente. 4 Cauda comprida e fina, vassoura bem destacada. 4 Curta e grossa, vassoura mais densa. 5 Aparelho digestivo de menor volume. 5 Aparelho digestivo de maior volume.
  4. 4. CARACU Fonte: www.google.com/images.
  5. 5. CARACU • Raça européia (Bos tauros tauros); • Originada no Brasil, sendo descendente das raças Transtagana, Minhota e Alentejana; • Adaptada às condições tropicais;
  6. 6. CARACU • Pelagem amarelada, variando de tonalidade; • Estrutura longilínea; • Linha de dorso plana; • Cascos claros, avermelhados ou rajados; • Couro é de espessura média, macio e solto;
  7. 7. Figura 1 Touro da raça Caracu. Figura 2 Vaca da raça Caracu. Fonte: www.google.com/images. Fonte: www.google.com/images.
  8. 8. CARACU • Rústica; • Sexualmente, é um pouco tardio; • As fêmeas apresentam grandes índices de fertilidade, facilidade no parto, boa produção de leite de qualidade, e boa conformação de tetos e excelente habilidade materna;
  9. 9. CARACU • Manso e dócil; • Menor exigência alimentar, pois tem grande capacidade de digerir fibras grosseiras; • Dependendo da alimentação, o animal rende entre 52% e 54% equivalente carcaça; • Resistente a parasitas;
  10. 10. CARACU • Resiste ao calor, tem muita facilidade de locomoção, cascos que resistem tanto a solos duros como a solos encharcados; • Produz leite e carne e é adequado para tração, mas deixa muito a desejar quando comparado a raças especializadas;
  11. 11. CARACU • Peso médio das vacas está em torno de 550 a 650 quilos; • A fêmea consegue produzir até 2,1 mil quilos de leite por lactação, com 5% de gordura, em regime de pasto com pequena suplementação;
  12. 12. CARACU • Alta fertilidade, uma vez que são colocadas para cruzar a partir dos 14/15 meses, podendo gerar bezerros até os 21 anos no máximo; • Touros pesam ao redor de 1.000 quilos, podendo chegar a 1.200 kg;
  13. 13. GIR Fonte: www.google.com/images.
  14. 14. GIR • Originária da Índia, do sul da península de Kathiawar em Bombaim; • Bos taurus indicus; • Constituiu durante várias décadas o grupamento étnico mais numeroso e mais valorizado dentro do rebanho Zebuíno brasileiro;
  15. 15. GIR • Pelagem de cor vermelha e amarela em combinações típicas: gargantilha, chitada, rosilha ou moura; • A pele é a característica do zebu, solta, fina, flexível e de pigmentação preta ou escura;
  16. 16. GIR • Perfil craniano ultra-convexo e a base do chifre para trás; • Barbela desenvolvida; • Orelhas longas e terminam em uma ponta;
  17. 17. Figura 3 Touro da raça Gir. Figura 4 Vaca da raça Gir. Fonte: www.google.com/images. Fonte: www.google.com/images.
  18. 18. GIR • Extremamente dócil; • Aptidões para o leite e carne; sendo que possui uma linhagem para a produção de leite; • Chega a produzir acima de 4.000 litros de leite por lactação; • Muito utilizada em cruzamentos com a raça Holandesa que dão origem a uma nova raça chamada Girolanda;
  19. 19. GIR • Das raças indianas, a Gir é a que apresenta os menores pesos ao nascer; o bezerro é pequeno, mas muito resistente; • Às vezes encontra dificuldade em mamar devido ao diâmetro exagerado das tetas;
  20. 20. GIR • Quando adulto, atinge cerca de 500kg nas fêmeas e 800kg nos machos; • O prepúcio muito baixo, que favorece o aparecimento de feridas, podendo inutilizar o reprodutor;
  21. 21. GUZERÁ Fonte: www.google.com/images.
  22. 22. GUZERÁ • Originado da Índia; do norte da península de Kathiawar; • É uma das maiores raças indianas; • Caracteriza-se por ser uma raça produtora de carne, mas também se mostra bem adaptado como gado de trabalho e de leite;
  23. 23. GUZERÁ • Pelagem variando do cinza claro ao cinza escuro; • Chifres em forma de lira; • Pelos curtos e pele escura;
  24. 24. Figura 5 Touro da raça Guzerá. Figura 6 Vaca da raça Guzerá. Fonte: www.google.com/images. Fonte: www.google.com/images.
  25. 25. GUZERÁ • A raça Guzerá é a raça zebuína de maior rusticidade às intempéries climáticas; • Adaptabilidade a condições ambientais tropicais e sub-tropicais;
  26. 26. GUZERÁ • Tolerância a insetos e resistência a várias doenças; • Habilidade maternal, especialmente em cruzamentos com as raças taurinas; • O gado é dócil sem problemas de temperamento e é fértil sob condições adversas;
  27. 27. GUZERÁ • Em idade adulta podem atingir 1.300 kg e 950 kg, machos e fêmeas respectivamente; • As fêmeas atingem produções de leite próximas de 10.000 kg/leite/lactação; • Ligamentos do úbere são fortes;
  28. 28. GUZERÁ • Touros Guzerá são utilizados para consertar os úberes pendulosos e as tetas de tamanho exagerado das vacas leiteiras comuns; • Existem linhagens especializadas em carne ou em leite, bem como rebanhos que selecionam para as duas funções;
  29. 29. GUZERÁ • No teste de rendimento de carcaça e conversão alimentar, realizado pela ABCZ com a participação de todas as raças zebuínas, o Guzerá ficou com o primeiro lugar nas duas características avaliadas;
  30. 30. GUZERÁ • de GMD, após a adaptação, de 1,239 kg/dia; Raça Ração Consumida Ganho Total (kg) Conversão Alimentar Nelore e Nel. V. Mocha 1.435,5 174,0 8,25 Gir 1.527,5 182,0 8,39 Guzerá 1.664,4 210,0 7,93 Indubrasil 1.618,0 173,0 9,35 Fonte: www.guzerait.com.
  31. 31. SINDI Fonte: www.google.com/images.
  32. 32. SINDI • Oriundo do Paquistão, de uma região desértica chamada de Kohistan localizada na província Sindi; • Raça zebuína; • Clima semi-árido; • Animal ideal para regiões tropicais do Brasil;
  33. 33. SINDI • Animal de estatura pequena; • Pelagem vermelha em suas tonalidades; • Pele preta ou escura, solta, fina e flexível; • Orelhas de tamanho médio, largas e um pouco pendentes com borda inferior com ligeira reentrância;
  34. 34. SINDI • Chifres curtos e de diâmetro média, nos machos e nas fêmeas tem tamanho médio. Saindo para os lados, ligeiramente para trás e para cima;
  35. 35. SINDI • Olhos pretos ou escuros em formato elíptico com cílios pretos; • Focinho preto e largo, com narinas dilatadas e afastadas; • Prepúcio recolhido; • Cabeça curta, de tamanho médio e bem proporcionada; • Cascos pretos, bem conformados e resistentes;
  36. 36. Fonte: www.google.com/images. Fonte: www.google.com/images. Figura 7 Vacas da raça Sindi. Figura 8 Touro da raça Sindi.
  37. 37. SINDI • Rústico; • Temperamento dócil; • Dupla aptidão; • Boa eficiência reprodutiva; • Boa capacidade de produção de leite, tanto em quantidade como em qualidade; • Apresenta precocidade em terminação de carcaça;
  38. 38. SINDI • Excelente adaptabilidade às condições adversas de clima e de manejo, principalmente alimentar; • Precocidade sexual; • Boa habilidade materna; • Alta conversão alimentar;
  39. 39. SINDI • As vacas pesam em média 500 kg; • Os touros pesam em média 950 kg; • A produção leiteira é de 11 kg/dia, 3.300Kg/lactação, com teor de 5,57% de gordura; • Boa eficiência reprodutiva;
  40. 40. CONSIDERAÇÕES FINAIS • As raças abordadas têm boa adaptação as características climáticas brasileira, em função da sua rusticidade e origem; • Apesar de a raça caracu ser europeia possui rusticidade e boa adaptação ao Brasil uma vez que foi selecionada em nosso país; • Apresentam dupla aptidão; • São rentáveis e menos exigentes em termos nutricionais.
  41. 41. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS • http://www.sindi.org.br/portal/index.php/noticias/194 • http://www.milkpoint.com.br/radar-tecnico/sistemaproducao/mudancas- climaticas-a-escolha-certa-da-raca-e-do-sistema-de-criacao-garante-o aumento-na-producao-leiteira-49720n.aspx • www.sindicastilho.com.br/userfiles/files/A%2520EPOP%25C3%2589IA%2520D O%2520ZEBU%2520.doc+&cd=7&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br • http/:WWW.abccaracu.com.br • Guia de Raças de Bovinos Medicina Veterinária- Criadores De Bovinos Do Exterior A Classificação Das Raças Européias Segundo O EAAP - Animal Genetic Data Bank European Association for Animal Production Disponível em : <http://br.viarural.com/animais/a-bovinos/exteriorbovinos/default.htm >acesso 13/08/2013 • BARROS J.A., 2009. Disponível <http://girbrasilartigos.blogspot.com.br/2009/07/gir-dupla aptidao.html>Acesso:13/08/2013. • http/:www.abcz.com.br
  42. 42. O BR IG A D O

×