Successfully reported this slideshow.
E.B 2,3 ciclos José Maria Dos Santos<br />CyberBullying<br />Trabalho de A.P<br />Professor Pedro Francisco<br />Trabalho ...
 Mário Esteves nº9
 Pedro Pardal nº15</li></li></ul><li>O que é o Cyberbullying?<br /><ul><li>Tal como no Bullying, o CyberBullying consiste ...
NoCyberBullying, a vítima não sabe quem é o agressor e pode ser atacada quando menos espera, ou até não saber que está a s...
Ameaças/perseguições<br />Os agressores utilizam o correio electrónico e os telemóveis para enviar mensagens ameaçadoras á...
Roubo de identidade ou de palavras-passe<br />Ao conseguir acesso às palavras-passe o agressor serve-se delas para entrar ...
Criação de páginas de perfil em nome da vítima<br />O agressor cria uma página pessoal na Internet acerca da vítima, na qu...
Envio de vírus<br />Não pensem que o envio de vírus é exclusivo dos adultos. <br />Os agressores mais jovens,  também pode...
Envio de imagens reais ou montagens<br />O agressor envia mensagens de correio electrónico, contendo imagens dos seus alvo...
Exemplos de CyberBullying<br /><ul><li>O agressor pode criar uma conta  num website de informação pessoal em nome da vítim...
 Expressam raiva, gritando ou agredindo outros jovens;
 Perdem o interesse em eventos;
 Não querem ir à escola.</li></li></ul><li>Como fazer frente ao CyberBullying<br /> Os encarregados de educação/professore...
Explicar às crianças e aos jovens que se forem vítimas de CyberBullying a culpa não é deles;
 Sublinhar que pedir ajuda não é um sinal de fraqueza.</li></li></ul><li>http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2010/02...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

CyberBullying

22,565 views

Published on

Published in: Education, Technology

CyberBullying

  1. 1. E.B 2,3 ciclos José Maria Dos Santos<br />CyberBullying<br />Trabalho de A.P<br />Professor Pedro Francisco<br />Trabalho realizado por:<br /><ul><li> Diogo Pacheco nº3
  2. 2. Mário Esteves nº9
  3. 3. Pedro Pardal nº15</li></li></ul><li>O que é o Cyberbullying?<br /><ul><li>Tal como no Bullying, o CyberBullying consiste em agredir a vítima, mas virtualmente e envolve meios tecnológicos.
  4. 4. NoCyberBullying, a vítima não sabe quem é o agressor e pode ser atacada quando menos espera, ou até não saber que está a ser atacada.</li></li></ul><li>Como funciona o CyberBullying<br />·Ameaças/perseguições;<br />· Roubo de identidade ou de palavras-passe;<br />· Criação de páginas de perfil falsas em nome da vítma;<br />· Envio de vírus;<br />· Envio de imagens reais ou montagens.<br />
  5. 5. Ameaças/perseguições<br />Os agressores utilizam o correio electrónico e os telemóveis para enviar mensagens ameaçadoras ás suas vítimas.<br />Os agressores podem-se fazer passar por outras pessoas, adoptando usernamesparecidos com os das vítimas.<br />
  6. 6. Roubo de identidade ou de palavras-passe<br />Ao conseguir acesso às palavras-passe o agressor serve-se delas para entrar nas contas da vítima causando problemas:<br />Por e-mail: Envia mensagens de conteúdo violentos em nome dela;<br />Por chats: Faz-se passar pela vítima e ofende as pessoas com quem fala;<br />O agressor pode depois alterar as palavras-passe das contas, ficando com as contas da vítima.<br />
  7. 7. Criação de páginas de perfil em nome da vítima<br />O agressor cria uma página pessoal na Internet acerca da vítima, na qual insere todo o tipo de informações para ou falsas, além de poder conter dados reais, como a morada da vítima.<br />Esta atitude pode ter consequências perigosas, não intencionadas (como por exemplo, um pedófilo) onde poderá encontrar este jovem na vida real, colocando a sua vida em risco.<br />
  8. 8. Envio de vírus<br />Não pensem que o envio de vírus é exclusivo dos adultos. <br />Os agressores mais jovens, também podem enviar-lhes vírus para lhes infectar o computador ou roubar palavras-passe.<br />
  9. 9. Envio de imagens reais ou montagens<br />O agressor envia mensagens de correio electrónico, contendo imagens dos seus alvos. <br />Estas imagens podem ser reais ou montagens, e podem espalhar-se rapidamente, humilhando a vítima.<br />Outra forma de envio é por telemóvel, porque os telemóveis permitem tirar fotografias, e enviá-las rapidamente. <br />Estas imagens, podem ser descarregadas para a Internet, sendo vistas por mais pessoas.<br />
  10. 10. Exemplos de CyberBullying<br /><ul><li>O agressor pode criar uma conta num website de informação pessoal em nome da vítima. Aí o agressor pode troçar da vítima e publicar informações falsas sobre ela.</li></li></ul><li>Exemplos de CyberBullying<br /><ul><li>Os agressores podem também utilizar outros meios tecnológicos tal como o telemóvel e troçar da vítima enviando mensagens anónimas e falsas sobre ela.</li></li></ul><li>Exemplos de CyberBullying<br /><ul><li>Como já tínhamos dito o agressor pode fazer montagens de imagens falsas da vítima e publica-las na internet. </li></li></ul><li>Como detectar o CyberBullying<br />Detectar o cyberbullying é fácil, devemos apenas estar atentos a alterações no comportamento ou na personalidade das crianças ou jovens, tais como:<br /><ul><li> Tornam-se afastados, tristes, agitados ou deprimidos;
  11. 11. Expressam raiva, gritando ou agredindo outros jovens;
  12. 12. Perdem o interesse em eventos;
  13. 13. Não querem ir à escola.</li></li></ul><li>Como fazer frente ao CyberBullying<br /> Os encarregados de educação/professores, caso notem alterações no jovem devem debater o assunto com o mesmo. E a vitima deve também dizer que está a ser atacada. Deve-se:<br /><ul><li>Encorajar os jovens a falar sobre os problemas com que se confrontam na Internet ou com outras tecnologias.
  14. 14. Explicar às crianças e aos jovens que se forem vítimas de CyberBullying a culpa não é deles;
  15. 15. Sublinhar que pedir ajuda não é um sinal de fraqueza.</li></li></ul><li>http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2010/02/3_bully.jpg<br />
  16. 16. Expulsando o YouTube nas escolas, nós esperamos acabar com o CyberBullying…<br />…E trazê-lo de volta para a rua, onde ele pertence.<br />FIM<br />

×