Sistema Endocrino

79,545 views

Published on

Aula dado pelo Eudinei no domingo. dia 19.11.06!
Fisiologia*

Published in: Economy & Finance
3 Comments
33 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
79,545
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
630
Actions
Shares
0
Downloads
2,219
Comments
3
Likes
33
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sistema Endocrino

  1. 1. INTEGRAÇÃO E CONTROLE CORPORAL: SISTEMA ENDÓCRINO PROF.º EUDINEY PIFFER [email_address]
  2. 2. SISTEMA ENDÓCRINO <ul><li>Boa parte do funcionamento do corpo humano depende da comunicação entre células por meio de mensageiros químicos que viajam pelo sangue – os hormônios. </li></ul>
  3. 3. Hormônio – conceito <ul><li>Secreções, que são lançadas na corrente sangüínea e irão atuar em outra parte do organismo, controlando ou auxiliando o controle de sua função. Os órgãos que têm sua função controlada e/ou regulada pelos hormônios são denominados órgãos-alvo . </li></ul><ul><li>Influenciam praticamente todas as funções dos demais sistemas corporais. </li></ul>
  4. 4. FISIOLOGIA DA REGULAÇÃO HORMONAL E NERVOSA
  5. 5. Distribuição das glândulas endócrinas no ser humano
  6. 7. Alguns dos principais órgãos produtores de hormônios <ul><li>a hipófise, </li></ul><ul><li>o hipotálamo, </li></ul><ul><li>a tireóide, </li></ul><ul><li>as paratireóides, </li></ul><ul><li>as supra-renais, </li></ul><ul><li>o pâncreas </li></ul><ul><li>as gônadas.  </li></ul>
  7. 8. Hipófise ou pituitária
  8. 9. Hipófise ou pituitária <ul><li>Situa-se na base do encéfalo, em uma cavidade do osso esfenóide chamada tela túrcica. Nos seres humanos tem o tamanho aproximado de um grão de ervilha e possui duas partes: </li></ul><ul><li>o lobo anterior (ou adeno-hipófise) e o lobo posterior (ou neuro-hipófise). </li></ul>
  9. 10. Hipófise ou pituitária <ul><li>Além de exercerem efeitos sobre órgãos não-endócrinos, alguns hormônios, produzidos pela hipófise são denominados trópicos (ou tróficos) porque atuam sobre outras glândulas endócrinas, comandando a secreção de outros hormônios. </li></ul>
  10. 11. São eles: <ul><li>Tireotrópicos : atuam sobre a tireóide. </li></ul><ul><li>Adrenocorticotrópicos : atuam sobre o córtex da adrenal (supra-renal) </li></ul><ul><li>Gonadotrópicos : atuam sobre as gônadas masculinas e femininas. </li></ul><ul><li>Somatotrófico : atua no crescimento, promovendo o alongamento dos ossos e estimulando a síntese de proteínas e o desenvolvimento da massa muscular. Também aumenta a utilização de gorduras e inibe a captação de glicose plasmática pelas células, aumentando a concentração de glicose no sangue (inibe a produção de insulina pelo pâncreas, predispondo ao diabetes).   </li></ul>
  11. 13. Disfunções, GH <ul><li>Nanismo </li></ul><ul><li>Gigantismo </li></ul><ul><li>Acromegalia </li></ul>
  12. 14. Hipotálamo
  13. 15. Hipotálamo <ul><li>Localizado no cérebro diretamente acima da hipófise, é conhecido por exercer controle sobre ela por meios de conexões neurais e substâncias semelhantes a hormônios chamados fatores desencadeadores (ou de liberação), o meio pelo qual o sistema nervoso controla o comportamento sexual via sistema endócrino. </li></ul>
  14. 16. Hipotálamo <ul><li>O hipotálamo estimula a glândula hipófise a liberar os hormônios gonadotróficos (FSH e LH), que atuam sobre as gônadas, estimulando a liberação de hormônios gonadais na corrente sanguínea. Na mulher a glândula-alvo do hormônio gonadotrófico é o ovário; no homem, são os testículos. Os hormônios gonadais são detectados pela pituitária e pelo hipotálamo, inibindo a liberação de mais hormônio pituitário, por feed-back. </li></ul><ul><li>Como a hipófise secreta hormônios que controlam outras glândulas e está subordinada, por sua vez, ao sistema nervoso, pode-se dizer que o sistema endócrino é subordinado ao nervoso e que o hipotálamo é o mediador entre esses dois sistemas. </li></ul>
  15. 17. Obs.: hipotálamo <ul><li>O hipotálamo também produz outros fatores de liberação que atuam sobre a adeno-hipófise, estimulando ou inibindo suas secreções. Produz também os hormônios ocitocina e ADH (antidiurético), armazenados e secretados pela neuro-hipófise. </li></ul><ul><li>Diabetes insipidus = aumento do volume urinário ...disfunções da vasopressina. </li></ul>
  16. 18. Tireóide <ul><li>Localiza-se no pescoço, estando apoiada sobre as cartilagens da laringe e da traquéia. </li></ul><ul><li>Seus dois hormônios, triiodotironina (T3) e tiroxina (T4), aumentam a velocidade dos processos de oxidação e de liberação de energia nas células do corpo, elevando a taxa metabólica e a geração de calor. </li></ul><ul><li>A calcitonina , outro hormônio secretado pela tireóide, participa do controle da concentração sangüínea de cálcio, inibindo a remoção do cálcio dos ossos e a saída dele para o plasma sangüíneo, estimulando sua incorporação pelos ossos. </li></ul>
  17. 19. Disfunções <ul><li>Tiroxina (T4) e triiodotironina(T3) </li></ul><ul><li>Bócio ou papeira </li></ul><ul><li>Cretinismo (infância) </li></ul>
  18. 20. Paratireóides <ul><li>São pequenas glândulas, geralmente em número de quatro, localizadas na região posterior da tireóide. </li></ul><ul><li>Secretam o paratormônio, que estimula a remoção de cálcio da matriz óssea. Neste contexto, o cálcio é importante na contração muscular, na coagulação sangüínea e na excitabilidade das células nervosas. </li></ul>
  19. 22. Adrenais ou supra-renais <ul><li>São duas glândulas localizadas sobre os rins, divididas em duas partes independentes : </li></ul><ul><li>medula e córtex - secretoras de hormônios diferentes, comportando-se como duas glândulas. </li></ul><ul><li>O córtex secreta três tipos de hormônios: os glicocorticóides, os mineralocorticóides e os androgênicos. </li></ul><ul><li>Já a medula secreta a adrenalina e a noradrenalina </li></ul>
  20. 23. PATOLOGIA – Aldosteronismo Primário <ul><li>Ocorre um pequeno tumor de células na zona glomerular que secretam grandes quantidades de aldosterona. </li></ul><ul><li>Em alguns casos, o córtex supra-renal hiperplásico secreta mais aldosterona do que cortisol. </li></ul>
  21. 24. Pâncreas <ul><li>O pâncreas, além de suas funções digestivas, secretam dois hormônios importantes, a insulina e o glucagon . </li></ul><ul><li>é constituído por dois tipos principais de tecidos: (1) os ácinos , que secretam o suco digestivo no duodeno, </li></ul><ul><li>(2) as ilhotas de Langerhans , que não dispõe de qualquer meio para esvaziar suas secreções externamente, mais que secretam insulina e glucagon diretamente no sangue. </li></ul>
  22. 25. Insulina e seus efeitos metabólicos <ul><li>Ele exerce profundo efeito sobre o metabolismo dos carboidratos. </li></ul><ul><li>Além disso, as causa habituais de morte em pacientes diabéticos consiste em anormalidades do metabolismo da gordura, responsáveis pelo desenvolvimento de certas condições, como acidose, arteriosclerose. </li></ul><ul><li>É evidente que a insulina afeta quase tanto o metabolismo dos lipídios e das proteínas quanto o dos carboidratos. </li></ul>
  23. 26. GLUCAGON E SUAS FUNÇÕES <ul><li>O glucagon é um hormônio secretado pelas células alfas das ilhotas de Langerhans quando o nível de glicemia diminui, possui múltiplas funções diariamente opostas às da insulina. </li></ul><ul><li>A mais importante dessas funções consiste em levar o nível de glicemia, ou seja, o nível oposto da insulina. </li></ul>
  24. 27. Testículos <ul><li>Os testículos secretam diversos tipos de hormônios sexuais masculinos, coletivamente denominados androgênios , incluindo testosterona, diidrotestosterona e androstenediona . </li></ul><ul><li>A testosterona é mais abundante do que os demais hormônios,se não a maioria, é convertida no hormônio mais ativo, diidrotestosterona, nos tecidos-alvo. </li></ul>
  25. 28. Ovários <ul><li>Os ovários são glândulas localizadas no abdome inferior das mulheres, responsáveis pela produção dos 2 mais importantes hormônios sexuais femininos: o estrógeno e a progesterona . </li></ul><ul><li>Esses hormônios são responsáveis pelo desenvolvimento e a manutenção dos caracteres sexuais secundários femininos </li></ul><ul><li>Também são fundamentais para a reprodução, pois controlam o ciclo menstrual, liberam óvulos ciclicamente (ovulação) e ajudam a criar as condições necessárias para a gestação. </li></ul>
  26. 29. Tudo para o alarme não tocar <ul><li>Alterações programadas no nível de um hormônio estão por trás da incrível capacidade de acordar segundos antes de o despertador tocar... </li></ul><ul><li>Em situações de estresse alguns hormônios são liberados na corrente sanguínea... </li></ul><ul><li>O aumento desses hormônios no sangue pode facilitar o “despertar espontâneo” </li></ul>

×