Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

8º Encontro de Direito Digital - (re)Pensando os direitos autorais - Carlos Liguori

483 views

Published on

O tema do 8º Encontro de Direito Digital foi “(re)Pensando o direito autoral a partir das novas formas de produção cultural online". Tendo sido discutido no evento a relação entre direito autoral e produção cultural online. Dentro dessa chave, forão abordados o seu conceito, sua finalidade e como os novos tipos de produção cultural viabilizados pelo desenvolvimento tecnológico (como, por exemplo, as fanfictions, os memes e os remixes) nos fazem questionar e repensar o direito autoral como um todo.

A exposição foi feita pelo Carlos Liguori que é Líder de projeto do Grupo de Ensino e Pesquisa em Inovação (GEPI) da FGV Direito SP, onde coordena as frentes de Criptografia e Direito e Cidades Inteligentes. Mestre em direito e desenvolvimento pela FGV Direito SP, com ênfase na reforma da Lei de Direitos Autorais. Bacharel em direito pela Universidade de São Paulo.

Published in: Law
  • Be the first to comment

8º Encontro de Direito Digital - (re)Pensando os direitos autorais - Carlos Liguori

  1. 1. (re)Pensando  o  direito  autoral  a  par1r  das   novas  formas  de  produção  cultural  online   Carlos  Augusto  Liguori  Filho  
  2. 2. Estrutura  da  apresentação     •  O  que  é  e  pra  que  serve  o  Direito  Autoral   •  Lei  9.610/98  –  Cenário   •  Inovação  tecnológica  e  produção  cultural   •  Imagens   •  Texto   •  Música   •  Vídeo   •  Como  a  lei  trata  este  Lpo  de  produção?   •  Como  tentou-­‐se  regular  essa  produção  na   práLca?   •  Apontamentos/quesLonamentos    
  3. 3. -­‐  Relação  direito/  tecnologia   -­‐  Relatórios/ArLgos/Eventos/Contribuições  em   projetos  de  Lei   -­‐  Linhas  de  pesquisa  atuais:    (i)  Big  data  e  privacidade    (ii)  Criptografia  e  direito    (iii)  Inteligência  arLficial  e  profissões  jurídicas  
  4. 4.  O  que  é  o  Direito  Autoral?   1.  Entendendo  os  Direitos  Aautorais   Conjunto  de  prerrogaLvas  que  regulam  a  relação  entre   autor,  obras  intelectuais,  Ltulares  de  direito  autoral  e   público.   Onde  está  o  Direito  Autoral?   ConsLtuição  Federal:  Art  5,  XXVII  e  XXVIII   Lei  9.610/98  –  Lei  de  Direitos  Autorais   Lei  9;609/98  –  Lei  do  Soaware  
  5. 5.  Para  quê  serve  o  Direito  Autoral?   1.  Entendendo  os  Direitos  Autorais   Função   Promocional   Função  Social  
  6. 6. Função  Promocional  do  Direito  Autoral   Função  Promocional  na  Lei  9.610/98   Direitos  Patrimoniais   de  Autor   Direitos  Morais  de  autor   Direitos  de  exclusividade   concedidos  ao  autor  c/  relação  a   sua  obra     Permitem  com  que  o  autor  explore   economicamente  a  obra     Ex.  reprodução,  produção  de  obras   derivadas,  disponibilização  da  obra   ao  público,  etc   Direitos  que  vinculam  a  pessoa  do  autor  à   obra  (equiparáveis  aos  direitos  de   personalidade)     Inalienáveis  e  irrenunciáveis     Ex.  direito  de  paternidade,  direito  de   reLrar  a  obra  de  circulação  e  direito  de  se   opor  a  modificações  na  obra  que   prejudiquem  a  reputação  do  autor  
  7. 7. Função  Social  do  Direito  Autoral   Domínio  Público   Limitações  e  Exceções  ao  Direito   Autoral   Temporariedade  dos  direitos   patrimoniais  do  autor     70  anos  após  a  morte  do  autor*,  a   obra  ingressa  no  domínio  público  e   pode  ser  livremente  uLlizada     Não  aLnge  os  direitos  morais  do   autor  (Estado  fica  responsável)   Lista  de  situações  em  que  a  uLlização  da   obra  é  livre,  sem  necessidade  de   autorização  do  Ltular  dos  direitos     Viabilizar  uso  jornalísLco,  cienifico,   educacional,  uso  privado,  dentre  outros     Também  não  aLnge  os  direitos  morais  do   autor   Função  Social  na  Lei  9.610/98  
  8. 8. Função  Social  do  Direito  Autoral   Art.   46.   Não   consLtui   ofensa   aos   direitos   autorais:     VIII   -­‐   a   reprodução,   em   quaisquer   obras,   de   pequenos   trechos   de   obras   preexistentes,   de   qualquer  natureza,  ou  de  obra  integral,  quando   de  artes  plásLcas,  sempre  que  a  reprodução  em   si  não  seja  o  obje1vo  principal  da  obra  nova  e   que   não   prejudique   a   exploração   normal   da   obra   reproduzida   nem   cause   um   prejuízo   injus1ficado   aos   legí1mos   interesses   dos   autores.   Art.  47.  São  livres  as  paráfrases  e  paródias   que  não  forem  verdadeiras  reproduções   da  obra  originária  nem  lhe  implicarem   descrédito.   Exemplos  Importantes  
  9. 9. 2.  Contexto  da  LDA     Projeto  de  Lei  que  culminou  na  LDA:  PL  5430/1990     Cenário  analógico     Custos  altos  p/  produção     Custos  baixos  p/  reprodução    
  10. 10. 2.  Contexto  da  LDA   +  Cópias     +  Transporte   +  Cópias     +   Transporte  
  11. 11. 3.  Contexto  Tecnológico  Atual   Digitalização  de  Obras   Soaware  de  Edição   Plataformas  Digitais   de  ComparLlhamento  
  12. 12. 3.  Contexto  Tecnológico  Atual  
  13. 13. 4.  Novas  Formas  de  Criação   Criações  literárias   Criações  audiovisuais   Criações  fonográficas   Criações  imagéLcas   A  parLr  de  obras  já  existentes   (obras  derivadas)   Majoritariamente  amadoras  e  sem   finalidade  lucraLva  ou  comercial   Lessig  (2008)  –  “Cultura  do  remix”   Gervais  (2009)  –  user  generated  content  
  14. 14. 4.  Novas  Formas  de  Criação   Textuais:  Fanfic1on     Histórias  criadas  por  fãs  de  determinada  obra     (filme,  livro,  etc)     ULliza  elementos  das  obras  originais  (personagens,     cenários,  etc)     ComparLlhadas  em  plataformas  específicas     Revisores,  moderadores,  beta  readers  
  15. 15. 4.  Novas  Formas  de  Criação   Lei  de  Direitos  Autorais   É  obra  derivada.   -­‐  Necessita  autorização   p/  produção,   reprodução  e   comparLlhamento   Pode  violar  direito   moral  de  autor.   -­‐  Fanfic  eróLca  (bem   popular)  –  aLnge   reputação  do   autor?   E  as  limitações?   -­‐  Paródia  (47)?  Ditcil   definição;  ditcil   enquadramento  de   toda  a  produção  
  16. 16. 4.  Novas  formas  de  criação   ImagéLcas:  Memes     Imagens  virais  acompanhadas  (ou  não)  de   texto  humorísLco  (ou  não)     Amplamente  disseminadas  em  redes   sociais     Às  vezes  uLlizadas  até  em  campanhas   publicitárias  online  
  17. 17. 4.  Novas  formas  de  criação   Violação  de  DA:   -­‐  Reprodução  da  capa   do  disco  “Chico   Buarque  1966”   -­‐  ComparLlhamento   -­‐  Obra  derivada(?)   Violação  de  Direito   de  Imagem  (Chico)  
  18. 18. 4.  Novas  Formas  de  Criação   Fonográficas:  Remix  e  Mashup     Sobreposição  de  trechos  de  músicas     preexistentes  (ou  samples)  de  forma  a  formar     uma  música  nova     PráLca  existente  desde  70s,  popularizada     c/  internet     Plunderphonics:  escondendo  os  samples   Removido  pela   Universal  Music   Removido  pela   EMI  
  19. 19. 4.  Novas  Formas  de  Criação   Audiovisuais:  
  20. 20. 4.  Novas  Formas  de  Criação   Audiovisuais:     Resenhas/análises  detalhadas  de  filmes     Paródias     Remix  em  geral  
  21. 21. 5.  Regulação  na  prá1ca   Responsabilização:   Viabilização:    
  22. 22. 5.  Regulação  na  prá1ca   Não  há  disposição  na  LDA  sobre  responsabilização  de  intermediários     Construção  jurisprudencial:  mesmo  esquema  do  DMCA     Recurso  Especial  Nº  1.512.647/MG  –  STJ  (caso  Botelho/Orkut)   razoavelmente  consolidado   Responsabilização    no  Brasil    
  23. 23. 5.  Regulação  na  prá1ca   Indo  além:  Responsabilização  de  intermediários  automaLzada  
  24. 24. 6.  E  agora?   O  Direito  Autoral,  da  forma  que  está  estruturado,  cumpre  seu  papel?     É  possível  viabilizar  as  produções  de  usuários  com  a  lei  atual?     Faz  senLdo  viabilizar  este  Lpo  de  produção?   Numa  eventual  reforma  da  lei,  o  que  deveríamos  mudar?  
  25. 25. Obrigado!   Contato:  carlos.liguori@fgv.br   Referências  das  imagens  em:  h|p://docdro.id/xfHmwyZ  

×