Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

História da extensão rural no brasil

22,082 views

Published on

Extensão Rural

História da extensão rural no brasil

  1. 1. História da Extensão Rural no Brasil A idéia da Extensão Rural no Brasil surgiu em 1930, em Minas Gerais, quando foirealizada a Primeira Semana do Fazendeiro. Ocasião em que técnicos e produtores ruraisaproveitaram para trocar informações. Em 1948 foi registrada a primeira experiênciaextensionista no campo, nos municípios de Santa Rita do Passa Quatro e São José do RioPardo, no Estado de São Paulo. As ações foram denominadas “Trabalhos cooperativos”,quando a comunidade se organizava num esforço conjunto, para a resolução dos problemascomuns. A primeira preocupação dos trabalhos comunitários visava resolver problemas dealimentação do gado no período da seca. Esse movimernto deu bons resultados e motivou aopinião pública que oficializou o trabalho do extensionista, criando a Associação de Crédito eAssistência Rural (ACAR), que teve como objetivo levar ao homem do campo e sua família ocrédito rural supervisionado, que incluía, além dos recursos financeiros, a assistência técnicaagronômica e social. O sucesso da iniciativa motivou outras unidades, solidificando-se nacionalmente em1956, com a formação do Sistema Brasileiro de Extensão Rural, liderado pela AssociaçãoBrasileira de Crédito e Assistência Rural (ABCAR). A partir de 1975, os serviços de assistênciatécnica e extensão rural passaram ao âmbito governamental, sob a forma de empresaspúblicas vinculadas ao Ministério da Agricultura e às Secretarias de Agricultura, foi criada entãoa Embrater- Empresa Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural, responsável pelocredenciamento, supervisão e fiscalização das empresas privadas que prestam assistênciatécnica aos agricultores em todo Brasil.Origem da Extensão Rural Em Mato Grosso, o serviço de Extensão Rural foi constituído oficialmente no dia 15 desetembro de 1964, com a criação da Associação de Crédito e Assistência Rural de MatoGrosso. A primeira equipe de trabalho era formada pelas seguintes pessoas: Superintendente,Bento Machado Lobo; Tesoureuro, Alino Ferreira Magalhães; Secretário e Assessor, Januárioda Silva Rondon; Auxiliares de serviço, Maria Juliana Camargo e Araci Miranda; ServiçosGerais, Rosalina Candelária Camargo; oficce-boy, Eldes de Souza e o motorista, Pombinho.Essa equipe pioneira constituía a primeira frente da extensão rural em Mato Grosso. A Acarmat, nos fins de 1972 terminava a elaboração do diagnóstico básico da situaçãoda agropecuária de Mato Grosso. Surgia nessa época, o Projeto Fomento Agrícola para odesenvolvimento das culturas de soja, sorgo, milho e a exploração de gado de corte na área deinfluência do Programa Corredores de Exportação. O Projeto Fomento Agrícola envolveuquatro das cinco regiões administrativas da ACARMAT, correspondendo às regiões deRondonópolis , Campo Grande, Dourados e Três Lagoas atendendo 49 municípios. Grandesresultados foram obtidos com destaque para a introdução de equipamentos agrícolas esementes selecionadas.
  2. 2. A preocupação da Extensão Rural nesse período foi a busca de novas tecnologiascapazes de aumentar a produtividade agrícola. Foram instalados vários campos dedemonstração para produtos agrícolas e pecuária de corte, contribuindo para a difusão detecnologias e lançamentos dos programas PROTERRA e PROBOR. Sob os incentivos doPROTERRA, foram implantados projetos agropecuários, principalmente na Amazônia Mato-grossense. O programa PROBOR motivou a instalação de escritórios locais para atendimento dosheveicultores, grandes áreas de seringais foram implantadas, com isso a extensão ruralcontribuiu para a bertura e povoamento da Amazônia Mato-grossense pela efetivação da mão-de-obra.A Emater assume as atividades da Acarmat A ACARMAT executou os programas de assistência e extensão rural, até dezembro de1976, quando então foi extinta. Surgindo em 1º de janeiro de 1977, a Empresa de AssistênciaTécnica e Extensão Rural do Estado de Mato Grosso (Emater),empresa pública, vinculada àSecretaria de agricultura, passou a executar a política de assistência técnica no Estado. Nesseperíodo foi dado continuidade ao Programa PROBOR que implantou outros programas:PROCAL, PRONA-ZEM, POLAMAZÔNIA e o POLOCENTRO, programa provavelmente maisimportante da época, pois previa a incorporação de terras de cerrado ao processo produtivo.Em 19 de março de 1977 surge a soja como cultura alternativa, e a Emater realiza o primeirodia de campo no Estado. A nova instituição nasceu com o compromisso de dar continuidade ao trabalho de suaantecessora, como novo organograma e propósitos de modernização administrativa,conservando a mesma filosofia de trabalho, promover o desenvolvimento das comunidadesrurais, através de ações educativas e assistenciais, transferindo tecnologia agropecuária egerencial, capaz de elevar a produtividade, a produção e a renda das famílias rurais,trabalhando com todos os extratos de público, o pequeno, médio e o grande produtor. Em 1980, a Emater executa o programa POLONOROESTE para beneficiar ospequenos produtores, constituindo a ferramenta de trabalho para a extensão rural. Em 1986,no município de Alto Taquari, foi implantada a primeira microbacia hidrográfica, isso mostra quea empresa sempre foi a pioneira em desenvolver novas técnicas para a agricultura no Estadode Mato Grosso.Surge finalmente a Empaer Em decorrência da fusão da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural(EMATER), Empresa de Pesquisa Agropecuária (EMPA) e Companhia de DesenvolvimentoAgrícola (CODEAGRI) surge a Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e ExtensãoRural (EMPAER). Sendo uma sociedade de economia mista, vinculada à Secretaria de
  3. 3. Desenvolvimento Rural (SEDER), dotada de personalidade jurídica de direito privado, compatrimônio próprio financeira, revestindo a forma de sociedade anônima. A Empaer tem como missão gerar, adaptar e transferir tecnologias e conhecimentospara o desenvolvimento sustentável dos segmentos agropecuários, florestal, agro-industrial eexecuta o serviço de extensão rural e fomento, trabalho essencialmente educativo que visapropiciar a melhoria da qualidade de vida da família rural.Fonte: EMPAER

×