Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

20161014 Workshop :A RLCPU

A Development Workshop Angola, em parceria com a Rede de Luta Contra Pobreza Urbana ,apresentou o workshop sobre O Direito a Cidade, que se realizou na Sexta-feira, dia 14 de Outubro, às 14:00 no Anfiteatro da Faculdade de Arquitectura, Av. Ho Chi Minh. O Workshop teve como objectivo Promover uma reflexão com actores chaves e comunidades para partilhar conhecimentos e experiências e identificar consensos que permitam uma convivência mais inclusiva e com iguais oportunidades de desenvolvimento. Pretende-se também que seja uma oportunidade de estreitamento de relações entre diversos actores da sociedade civil, academia, governo e sector privado que actuam nesta área.

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

20161014 Workshop :A RLCPU

  1. 1. PROMOVENDO PARTICIPAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO REDE DE LUTA CONTRA POBREZA URBANA
  2. 2. Quem somos? A RLCPU – é uma Plataforma das Organizações da sociedade civil sedeada nas zonas Peri-urbanas da província de Luanda. Congrega, organizações da sociedade civil (ONGs, Associações e Grupos de Jovens e de Mulheres com acção em Luanda), pessoas singulares e visa essencialmente influenciar politica públicas e programas de redução da pobreza .
  3. 3. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Coordenações
  4. 4. Estratégias de Implementação Monitoria do contexto de pobreza, Fazendo monitoria sobre os serviços sociais básicos, principalmente:  Água, saneamento básico, saúde, Educação, habitação, alimentação, energia, segurança alimentar, emprego e gestão ambiental. Promover debates sobre pobreza, Os debate , em 3 níveis: Comunitário, municipal e provincial e Aproveitando os espaços já existentes: Fóruns Municipais, Conferencias da SC e CACs, quando possível
  5. 5. OS DESAFIOS DE HABITAÇÕES NAS ÁREAS PERI-URBANAS DE LUANDA PARTICIPAÇÃO DOS CIDADÃOS NAS POLITICAS HABITACIONAIS:
  6. 6. A participação dos cidadão em politicas públicas estão garantidos na Lei Constitucional e leis ordinários. Espaços de participação institucional (CACS, Conselho da Juventude e Conselho da Família) e comunitárias (Fóruns e Conferencias da Sociedade Civil). PARTICIPAÇÃO DOS CIDADÃOS NAS POLITICAS HABITACIONAIS
  7. 7. PARTICIPAÇÃO DOS CIDADÃOS NAS POLITICAS HABITACIONAIS: CASO CAZENGA E SAMBIZANGA. Das consultas (pesquisas) realizadas pela Rede de Luta Contra Pobreza neste dois Municípios confirmaram que houve encontros de apresentação dos projectos habitacionais nos CACS e encontros alargados com diferentes líderes de opiniões, a nivel Local. 
  8. 8. OS DESAFIOS DE HABITAÇÕES NAS ÁREAS PERI- URBANAS DE LUANDA Das pesquisas realizadas pela RLCPU, dão conta que as iniciativas do Governo trouxeram grandes expectativas junto da População. As modalidades de acesso a esses projectos continuam sendo o maior desafio devido a fraca capacidade de poder aquisitivo na maioria das famílias residentes nas zonas dos projectos. ausencia de infra-estruturas de saneamento básico, a degradação da maioria de vias de acesso no interior dos bairros por falta de investimento, alterou a qualidade de vida dos moradores.
  9. 9. OS DESAFIOS DE HABITAÇÕES NAS ÁREAS PERI- URBANAS DE LUANDA O crescimento e surgimento de novos bairros sem devido acompanhamento por parte das autoridades locais. Água saneamento continua a ser um dos grandes desafios nas area peri-urbana de Luanda principalmente a recolha do lixo.
  10. 10. Considerações finais Maior envolvimento de cidadão no desenho das políticas habitacionais. Para melhorar a qualidade das intervenções. Inclusão das zonas peri-urbanas nas prioridades orçamentais. Isso vai permitir recuperar ou manter as estruturas antigas e projectar as novas. 
  11. 11. RLCPU MUITO OBRIGADO

×