Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Strongyloides stercoralisHyperinfection in a Patient With AIDS      Fonte: Journal of the International Association of    ...
Strongyloides stercoralis “Strongylos” = arredondado; esférico;  “stercus” = esterco; Causa a doença estrongiloidíase, e...
Larva Rabditóide         Vestíbulo bucal curto        (diferente da l. rabditóide da        Ancylostoma);         Primór...
Larva Filarióide           Esôfago longo;                Cauda    entalhada          (diferente da l. filarióide        ...
Auto-infecção
Sintomas Forma Aguda (penetração e fase pulmonar):   o Lesões cutâneas;   o Síndrome de Loeffler (tosse, falta de ar, bro...
Hiperinfecçãoo Auto-infecção interna acelerada;o Alto número de parasitas no pulmão e intestino  delgado;o Potencialmente ...
Pacientes Imunodeprimidos Uso de drogas imunosupressoras. Radioterapia. Uso Sistêmico de corticoesteróides. Lupus. In...
IntroduçãoA imunossupressão,como ocorre eminfecções por HIV,aumenta o risco desíndrome          dehiperinfecção     empaci...
Relato Clínico
PacienteDados:                 Sintomas: Mulher de 41 anos     Febre;  de idade;                        Tosse persisten...
Exames/Resultados Exame físico  Broncoespasmo; Raio X  Infiltração bilateral intersticial, normalmente relacionada com...
Histórico Médico Infecções Oportunistas:   PCP (Pneumonia por Pneumocystis jiroveci);   Encefalite por Toxoplasma;
o Clínico geral;o 48hrs: Atendimento de emergência na  ambulância (traqueobronquite aguda);o 72hrs: Hospital    especializ...
Hospital “Francisco J. Muñiz”∞ Trimetropin-metoxazol    +   corticóides intravenosamente.∞ Lavado Broncoalveolar.
Diagnóstico/Resultadoso Presença de Strongyloides stercoralis em  estágio de hiperinfecção.o Provavelmente foi infectada q...
A paciente não resistiu emorreu        de  falênciarespiratória.
Discussão
 A fatalidade da hiperinfecção por S. stercoralis está  relacionada com a AIDS?o Porque o parasita não foi encontrado no ...
 O diagnóstico precoce e o tratamento  oferecem uma alta porcentagem de cura; Poucos pacientes que convivem com a AIDS  ...
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids

4,112 views

Published on

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

Strongyloides stercoralis hyperinfection in a patient with aids

  1. 1. Strongyloides stercoralisHyperinfection in a Patient With AIDS Fonte: Journal of the International Association of Phisians in AIDS Care – Volume 000 Number 00 – Abril 2009. Autores: Amadeo Javier Bava, MD, PhD Alcides R. Troncoso, MD, PhD
  2. 2. Strongyloides stercoralis “Strongylos” = arredondado; esférico; “stercus” = esterco; Causa a doença estrongiloidíase, estrongiloidose ou anguilulose; Regiões Tropicais e Subtropicais; Infecta preferencialmente mamíferos; É um importante problema médico e social.
  3. 3. Larva Rabditóide  Vestíbulo bucal curto (diferente da l. rabditóide da Ancylostoma);  Primórdio genital nítido (diferente da l. rabditóide da Ancylostoma);  Cauda pontiaguda.
  4. 4. Larva Filarióide  Esôfago longo;  Cauda entalhada (diferente da l. filarióide da Ancylostoma);  Forma infectante do parasita (L3).
  5. 5. Auto-infecção
  6. 6. Sintomas Forma Aguda (penetração e fase pulmonar): o Lesões cutâneas; o Síndrome de Loeffler (tosse, falta de ar, bronquite), febre, crises asmatiformes; Forma crônica (intestinal): o Moderada: dor abdominal, náuseas, vômitos, diarréia, má absorção; Forma Disseminada (hiperinfecção): o Larvas em diversos órgãos; o Infecções bacterianas secundárias;
  7. 7. Hiperinfecçãoo Auto-infecção interna acelerada;o Alto número de parasitas no pulmão e intestino delgado;o Potencialmente fatal, caso não seja diagnosticado precocemente;o Acontece, na sua grande maioria, em indivíduos imunodeprimidos, com constipação intestinal e que ingerem corticoesteróides.
  8. 8. Pacientes Imunodeprimidos Uso de drogas imunosupressoras. Radioterapia. Uso Sistêmico de corticoesteróides. Lupus. Indivíduos imunodeprimidos por:  Neoplasias;  Síndrome Nefrótica;  HIV (AIDS);  Gravidez;  Desnutrição;
  9. 9. IntroduçãoA imunossupressão,como ocorre eminfecções por HIV,aumenta o risco desíndrome dehiperinfecção empacientes comestrongiloidíase.
  10. 10. Relato Clínico
  11. 11. PacienteDados: Sintomas: Mulher de 41 anos  Febre; de idade;  Tosse persistente; Caucasiana;  Dispnéia (falta de ar);  Aparentava estar Portadora do vírus severamente doente; HIV;
  12. 12. Exames/Resultados Exame físico  Broncoespasmo; Raio X  Infiltração bilateral intersticial, normalmente relacionada com pneumonia causada por Pneumocystis jiroveci (PCP).
  13. 13. Histórico Médico Infecções Oportunistas:  PCP (Pneumonia por Pneumocystis jiroveci);  Encefalite por Toxoplasma;
  14. 14. o Clínico geral;o 48hrs: Atendimento de emergência na ambulância (traqueobronquite aguda);o 72hrs: Hospital especializado em pulmão;o 96hrs: Hospital “Franscisco J. Muñiz”, especializado em doenças tropicais e infecciosas.
  15. 15. Hospital “Francisco J. Muñiz”∞ Trimetropin-metoxazol + corticóides intravenosamente.∞ Lavado Broncoalveolar.
  16. 16. Diagnóstico/Resultadoso Presença de Strongyloides stercoralis em estágio de hiperinfecção.o Provavelmente foi infectada quando morou na província de Corrientes, no nordeste da Argentina (região endêmica).
  17. 17. A paciente não resistiu emorreu de falênciarespiratória.
  18. 18. Discussão
  19. 19.  A fatalidade da hiperinfecção por S. stercoralis está relacionada com a AIDS?o Porque o parasita não foi encontrado no exame de fezes? Quem você culpa por não ter analisado os outros fatores do histórico médico dela? Como: • Morar ou viajar para uma região endêmica; • Andar descalços em regiões sem higiene; • Condições sanitária precárias; • Baixo grau de educação;
  20. 20.  O diagnóstico precoce e o tratamento oferecem uma alta porcentagem de cura; Poucos pacientes que convivem com a AIDS adquirem hiperinfecção por S. stercoralis; Análise do histórico epidemiológico dos pacientes, principalmente os imunocomprometidos evitam esse tipo de fatalidade; A família se opôs a realização da autópsia.

×