Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação lógica e criatividade nov 08

1,309 views

Published on

  • Be the first to comment

Apresentação lógica e criatividade nov 08

  1. 1. 
  2. 2. DINÂMICA DE APRESENTAÇÃO E ESQUENTA
  3. 3. REGRAS DE CONVIVÊNCIA• Desligar o celular • Dedicação e Participação• Não sair com dúvidas• Confidencialidade
  4. 4. QUAIS EXPECTATIVAS Verdadeiras contribuições
  5. 5. EVOLUÇÃODO MUNDO
  6. 6. O SÉCULO XX TROUXEGRANDES MUDANÇAS ETRANSFORMAÇÕES QUE INFLUENCIARAM AS ORGANIZAÇÕES E OCOMPORTAMENTO DAS PESSOAS
  7. 7. O tempo de permanência de um profissional hoje numa empresa é muito curto comparado há alguns anos... PORQUE?
  8. 8. GLOBALIZAÇÃODESAFIOS DO TERCEIRO MILÊNIOMudanças cada vez mais velozes e intensas nas pessoas, nos ambientes, nas empresas, no mundo... Tecnologia Informação Conhecimento Serviços Ênfase no Cliente Qualidade Produtividade COMPETITIVIDADE
  9. 9. GLOBALIZAÇÃOO profissional PRECISA inovar e criar estratégias para obter sucesso driblando os concorrentes... “O analfabeto do novo milênio será aquele que não souber aprender, desaprender e reaprender novamente”. Alvin Toffler
  10. 10. GLOBALIZAÇÃOGerou uma GRANDE necessidade de profissionais: Competentes Criativos Aprimoramento constante
  11. 11. GLOBALIZAÇÃOO EMPREENDEDOR precisa executar a regra dos 6 C’s Companhia Concorrentes Canais de vendas Consumidores Custos Contexto
  12. 12. GLOBALIZAÇÃO Qual o perfil ideal HOJE de um profissional? Especialista ou Generalista
  13. 13. PENSAMENTO
  14. 14. O CONCEITO DE INTELIGÊNCIA O CONCEITO MUDOU ATRAVÉS DO TEMPO AMPLIAÇÃO DO CONCEITO DE INTELIGÊNCIA MAXIMIZAR O POTENCIL QUE O CÉREBRO TEM
  15. 15. ENTENDENDO O CÉREBROLÓGICA E RAZÃO EMOÇÃO E INTUIÇÃOVISÃO DA PARTE VISÃO DO TODOCONHECIMENTO SABEDORIACRIATIVIDADE CRIATIVIDADE ARTÍSTICAOPERACIOANAL COOPERAÇÃOCOMPETIÇÃO SENSAÇÕESLINGUAGEM VERBAL ESPIRUTUALIDADEVALOR À MATÉRIA ESPONTANEIDADE
  16. 16. INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS
  17. 17. EXPLICAR CADA UMA DAS INTELIGÊNCIAS
  18. 18. VOCÊ É ÚNICO, COM POTENCIAL ÚNICO
  19. 19. O APRENDIZADOINFORMAÇÃO: matéria primaPERCEPÇÃO DO SIGNIFICADO ELO AFETIVO CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO PRODUTO PERECÍVEL PROPRIEDADE DE QUEM O POSSUI
  20. 20. O APRENDIZADO PERCEBER SIGNIFICA “ APODERAR-SE DE UMA IMAGEM”. “ APRENDER PELOS SENTIDOS. E OS SENTIDOS VARIAM MUITO ENTRE INDIVÍDUOS. TODO PENSAMENTO TENDE A SER PARTE DE UMA CONSCIÊNCIA PESSOAL. O RACÍOCINIO DERIVA DAS EXPERIÊNCIAS E DAS PERCEPÇÕES SOBRE SI MESMO. DENTRO DE CADA CONSCIÊNCIA PESSOAL, O PENSAMENTO ESTÁ SEMPRE SE TRANSFORMANDO.
  21. 21. O PROFISSIONAL CRIATIVO
  22. 22. DEFINIÇÃO
  23. 23. CRIATIVO POTENCIAL INOVA R INOVA R INOVAFERRAMENTA R INOVA FUNDAMENTAL E RINDISPENSÁVEL INOVA REM UM MUNDO INOVA RONDE INOVA A PALAVRA CHAVE RÉ INOVA R
  24. 24. É PRECISO VER SOB TODOS OSASPECTOSENXERGAR TODAS AS POSSIBILIDADES
  25. 25. É PRECISO MUDAR!
  26. 26. Sala dos sonhos
  27. 27. É FÁCIL MUDAR????
  28. 28. RESISTÊNCIA À MUDANÇABarreiras para a Mudança 1. Hábito 2. Segurança 3. Fatores Econômicos 4. Medo do Desconhecido 5. Processamento Seletivo de Informações
  29. 29. PARA VENCER ARESISTÊNCIA A MUDANÇA
  30. 30. A MUDANÇA Para mudar é necessário quebrar PARADÍGMAS!!
  31. 31. “Não julgue ninguém pelo primeiroolhar. Aprofunda tua visão e observe com o coração, pois do contrário, perderá mais uma oportunidade de enxergar o universo novo, e maravilhoso, que existe dentro de cada ser.”
  32. 32. AS LEIS DA CRIATIVIDADE
  33. 33. PROCESSO CRIATIVO  ESPÍRITO ABERTO  SEM MEDO DE ERRAR  CURIOSO
  34. 34. PROCESSO CRIATIVO
  35. 35. PROCESSO CRIATIVO
  36. 36. O PROCESSO CRIATIVOO DESENVOLVIMENTO , A ESCOLHA DISSO OU DAQUILO, O COZIMENTO, DEPENDE DE TODA A SUA HISTÓRIA, TRAJETÓRIA.
  37. 37. O PROCESSO CRIATIVO TRANSFORMAÇÃO DO ORDINÁRIO NO EXTRAORDINARIO! E QUALQUER UM PODE FAZER ISSO. (ANTÔNIO PETICOV)
  38. 38. EXPLORADOR  COLETA INFORMAÇÕES  VISITA CAMPOS DESCONHECIDOS  DESCOBRIR NOVOS PADRÕES  LEVANTAR DIVERSOS TIPOS DE INFORMAÇÕES  AVENTURAR-SE  ABRIR-SE AO MUNDO “ A melhor maneira de ter uma boa idéia é ter um monte de idéias”.“ Procurar idéias é garimpar ouro”.
  39. 39. ARTISTA EXPERIMENTA SEGUE A INTUIÇÃO TRANSFORMA PERGUNTA: E SE...?
  40. 40. GUERREIRO  LEVA A SUA IDÉIA AO MUNDO.  DESENHA PLANO ESTRATÉGICO  DISCIPLINA  FORÇA  CORAGEM
  41. 41. JUIZ AVALIA , PESA CRITICAMENTE OS PRÓS E CONTRAS. PROCURA FALHAS NA IDÉIA E IMAGINA SE O MOMENTO É PROPÍCIO. FAZ ANÁLISE DOS RISCOS, QUESTIONA PRESSUPOSTOS E FORMA UM JUÍZO. TOMA A DECISÃO. AVALIA E DECIDE SOBRE OS DESTINOS DE UMA IDÉIA. O JUIZ PRECISA PENSAR EM DUAS POSSIBILIDADES ENQUANTO ESTÁ AVALIANDO UMA IDÉIA. O QUE HÁ DE ERRADO COM ESTA IDÉIA? E SE NÃO DER CERTO?
  42. 42. PROCESSO CRIATIVO JUIZ
  43. 43. PROCESSO CRIATIVO JUIZ
  44. 44. É A ELABORAÇÃO DE NOVAS CONEXÕES.
  45. 45. AS PRESSÕES DA EXPERIÊNCIARACIONAL  TENDEMOS A VER O MUNDO EM TERMOS DO QUE É NORMAL, PROVÁVEL OU PLAUSÍVEL( E TAMBÉM DO QUE PRECISAMOS E PODEMOS FAZER).  A RAZÃO PELA QUAL AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES SÃO COMO SÃO É UMA SIMPLES QUESTÃO DE FAMILIARIDADE.  ASSIM O SEU CÉREBRO DÁ A MELHOR OPÇÃO, NO PRIMEIRO CASO E NO SEGUNDO CASO. O CÉREBRO NÃO TEM INFORMAÇÃO SUFICIENTE PARA DECIDIR QUAL DAS SUAS INTERPRETAÇÕES É A MAIS ADEQUADA E TENDE A ALTERNAR UMA E OUTRA.
  46. 46. AS PRESSÕES DA EXPERIÊNCIARACIONAL MANTIDAS AS MESMAS CONDIÇÕES, O CÉREBRO PROVAVELMENTE APRESENTARÁ INTERPRETAÇÕES QUE TENHAM SENTIDO NO CONTEXTO. ELE PROCURA O PADRÃO GERAL MAIS ACEITÁVEL EM TERMOS DE EXPERIÊNCIA ACUMULADA E ADAPTA OS DETALHES À SUA INTERPRETAÇÃO. RABO DO TIGRE!
  47. 47. PROCESSAMENTO CEREBRALASCENDENTE DESCENDENTE O CÉREBRO FUNCIONA COMO UM MÉDICO MODALIDADE RÁPIDA E EFICIENTE DESDE QUE NÃO TENHA NENHUMA DOENÇA INCOMUM.
  48. 48. PROCESSAMENTO CEREBRAL
  49. 49. O PERIGO DAS IMPRESSÕES INICIAIS QUANDO DIZEMOS ISSO É...ADOTAMOS UMA ATITUDE EM RELAÇÃO A ESSE OBJETO QUE NOS IMPEDE DE VÊ-LO COMO QUALQUER OUTRO COISA. ENQUANTO QUE SE DISSÉSSEMOS “ ISSO PODERIA SER...” ESTARÍAMOS CONVIDANDO A NÓS MESMOS A PERGUNTAR: BEM...E O QUEMAIS PODERIA SER? PODERIA SER????
  50. 50. EXPERIÊNCIAS DE HAVARD OBJETO DE BORRACHA DESCONHECIDO ESSE É UMA DAS FORMAS POSSÍVEIS DE SEGURAR A RAQUETE VÍDEO SOBRE FÍSICA
  51. 51. SER CRIATIVO É FAZER O MAIOR USO POSSÍVEL DE TODO TIPO DE INFORMAÇÃO DISPONÍVEL: NÃO-VERBAL, INTUITIVA,IMPERCEPTÍVEL, VERBALIZADA E CONCRETA.
  52. 52.  RESOLVER UM PROBLEMA É PERMITIR QUE SUA MENTE CIRCULE CALMAMENTE ENTRE TODOS OS DADOS RECOLHIDOS. VOCÊ DEVE OBSERVAR TANTO QUANTO PROCURAR IMAGENS E PADRÕES.
  53. 53. A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK Estar perto demais para enxergar!
  54. 54. PRAXIS
  55. 55. TRANSFORMANDO AS ADVERSIDADE DA VIDA EM PONTOS POSITIVOS
  56. 56. O meu olhar é nítido como um girassol.Tenho o costume de andar pelas estradasOlhando para a direita e para a esquerda,E de vez em quando olhando para trás…E o que vejo a cada momentoÉ aquilo que nunca antes eu tinha visto... Alberto Caeiro, em “O guardador de rebanhos”
  57. 57. RESILIÊNCIA
  58. 58. Re aça Re programe f ReproduzaRe defina te edesenhe inven RRe Re visu Re imagine al ize

×