Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Nacionalismo

10,598 views

Published on

Aula sobre o nacionalismo entre fim do século XIX e início do século XX para o oitavo ano do ensino fundamental.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Nacionalismo

  1. 1. A Europa no século XIXNACIONALISMO
  2. 2. O que é “nação”?
  3. 3. Definindo este conceito, temos:Definição Espanhola de 1884 Significado brasileiro atual Comunidade humana, fixada“ um Estado ou corpo político em sua maioria num mesmo que reconhece que território; Língua, origem e história comuns, assim como reconhece um centro de uma cultura também comum, governo comum.” “O caracterizam geralmente uma território constituído por nação. Nação é um termo vago; a nacionalidade existe seus habitantes, porque um determinado grupo considerados como um se considera formador de uma todo.” nação. As nações que se governam a si mesmas, independentemente, formam estados.
  4. 4. Contexto europeu no século XIX Crescimento demográfico:  Menos de 200 milhões de pessoa no século XVIII para pouco mais de 400 milhões no século XIX. Deslocamentos populacionais de enormes proporções Desenvolvimento urbano e industrial Migração para outras regiões do globo
  5. 5. Lisboa no final do século XIX
  6. 6.  No início do século XX, mais da metade da população da Europa Ocidental já vivia em cidades. Essa população era atraída pelas oportunidades geradas pela industrialização. Isso quer dizer que em menos de cem anos, a população que antes era predominantemente rural passou a ser urbana.
  7. 7. Isso gerou consequências: Perda de identidade Perda de vínculos Hábitos diferentes Desestruturação familiar, violência e depressão.
  8. 8. Sem ter referências e raízes.. As pessoas acabaram se apegando ao sentimento de nação. Além disso, diversos intelectuais começam a escrever, pintar e compor obras que se referem à cultura popular e ao folclore, passando a ressaltar as perdas comunitárias e a reconstruir a história, o idioma e os costumes do povo.
  9. 9. Mas isso também gerou outro tipo de consequências... Sindicatos Associações Grupos e partidos políticos Protestos contra o tipo de vida e trabalho imposto pelos patrões e governantes.
  10. 10. Protestos contra as condições de trabalho
  11. 11.  Para frear as pressões sociais, os governantes adotaram uma série reformar para manter a ordem.  Limitação das jornadas de trabalho  Controle do trabalho de mulheres e crianças  Ampliação do direito de voto  Direito à aposentadoria  Democratização do ensino
  12. 12. FRANÇA: entendendo o sentimento nacionalista Sentimentos nacionais  Rei Luís Filipe de impulsionados pela Orleans – “o rei Revolução Francesa; burguês” Retomada do Antigo  A palavra de ordem Regime com o rei tornou-se “revolução” Carlos X em 1824;  Condições sociais  Revolução Liberal de degradantes 1830;  Crise agrícola  Deposição de Carlos X.  Eclode mais uma revolução, depondo o rei e instituindo o governo provisório.
  13. 13.  O governo provisório  Este exemplo francês republicano instituiu o logo se alastrou por voto universal, reduziu diversas partes do as horas de trabalho e mundo, ficando criou oficinas conhecido como nacionais. “Primavera dos Povos”.

×