Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Software Livre: Socialmente Justo, Economicamente
Viável e Tecnologicamente Sustentável
Clayton Eduardo Dausacker
Gravataí...
Software Livre:
Socialmente Justo,
Economicamente Viável e
Tecnologicamente Sustentável
Distrowatch
Projeto GNU
Gilberto Sudré
Anahuac de Paula Gil
Opendocument.com.br
Imagens desta apresentação foram obtidas n...
Esta apresentação é distribuída sob a licença
Creative Commons 4.0 Internacional
http://www.creativecommons.org.br
Para ma...
Quem sou eu?
Clayton Eduardo Dausacker
✔ Técnico em Manutenção de Computadores
✔ Ativista do Movimento Software Livre
✔ Us...
Um pouco de história...
Na década de 60, os computadores de grande porte utilizados
quase exclusivamente em grandes empresas e instituições
govern...
O software era entregue junto com o código-fonte ou, em muitas
vezes, apenas o código-fonte, pois os utilizadores frequent...
Existiam grupos de usuários que compartilhavam código e
informações.
O software nasceu livre e todos aqueles que tinham acesso à
tecnologia podiam usá-lo incondicionalmente.
Como tudo começou...
IBM anunciou que a partir de 1970 iria vender parte de seus
programas separada do hardware;
Indústria de software muda sua...
O software começou a ser comercializado como os produtos de
prateleira de um supermercado;
Em 1981 começa a ser vendido o ...
Pirata (do grego “tentar, assaltar” é um marginal que, de forma
autônoma ou organizada em grupos, cruza os mares com o
obj...
Pirataria é crime!
Não ataque navios!
Eu não pago nada por licença de software: baixo da
internet ou compro direto no camelô.
Porque mudar para Software Livre?
NÃO USE SOFTWARE ILEGAL!
A LEI 9.609/98 ESTABELECE QUE A VIOLAÇÃO DE DIREITOS AUTORAIS
DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR É CRIME,...
Utilizar software privativo legalizado
é quase tão mau quanto usar software privativo ilegal
Reflita...
Ordens de...
≠
Futebol = Paixão: (ação emocional)
Tecnologia = Inteligência: (ação inteligente)
Radical?
É correto roubar?
Coerente?
Postura firme!
Richard Stallman 
Em 1984, um programador chamado Richard Stallman que
contribuía com pesquisas no laboratório de inteligê...
FSF – Free Software 
Foundation
Em outubro de 1985, Richard Stallman funda a FSF (Free
Software Fundation), uma organizaçã...
Em 1991 o sistema operacional GNU estava praticamente pronto,
porém faltando apenas um de seus componentes principais: o
k...
GNU e Linux 
Linux foi transformado em Software Livre em 1992 e integrado ao
sistema operacional GNU.
Combinar o Linux com...
1991 Criado como Software Proprietário;
1992 Transformado em Software Livre;
1994 Deixou de ser Software Livre.
Sobre o ke...
Linux-libre
Linux-libre é o kernel mantido a partir de versões modificadas
do kernel Linux.
O objetivo do projeto é para r...
Tux (Linux) Freedo (Linux-libre)
Mascotes
Quem usa
Software Livre
Quem mesmo usa
Software Livre?
Qualquer
empresa ou pessoa!
O que é o que é
O que é Software Livre?
O que é GNU+Linux?
O que é Distribuição?
???
Software Livre, o que é?
É o software que respeita as
liberdades básicas a ele atribuídas
pela Free Software Fundation
4
Liberdade n° 0
EXECUTAR o programa para
qualquer propósito.
ESTUDAR o funcionamento
do programa e adaptá-lo às
suas necessidades.
Liberdade n° 1
DISTRIBUIR cópias.
Liberdade n° 2
MELHORAR o programa e
tornar as modificações
públicas de modo a beneficiar
o próximo.
Liberdade n° 3
GNU + Linux, o que é?
Muitos usuários de computador utilizam uma versão modificada
do sistema GNU todos os dias sem perceb...
Há realmente um Linux: é o núcleo (kernel), mas não pode-se
usar um núcleo sozinho.
Um núcleo só é útil como parte de todo...
Linux é só o Kernel
Distribuição, o que é?
Uma Distribuição GNU + Linux (ou simplesmente Distro) é
composta do núcleo Linux e um conjunto vari...
Alguns “sabores” de distros
São distros que seus desenvolvedores tiveram o compromisso
de seguir Diretrizes para Distribuição de Sistemas Livres.
Incl...
Parabola GNU/Linux
Musix
Dragora
Ututo XS
Distribuições 100% Livres
Trisquel GNU/Linux é um sistema operacional totalmente livre
para usuários domésticos, pequenas empresas e centros
educaci...
O Projeto Debian é uma associação de indivíduos que têm como
causa comum criar um sistema operacional livre. O sistema
ope...
Linux Mint é uma distribuição irlandesa. Possui duas versões: uma
baseada em Ubuntu (com o qual é totalmente compatível e ...
Ubuntu é um sistema operacional construído a partir do núcleo
Linux, baseado em Debian. É patrocinado pela Canonical.
Fedora uma distribuição mantida pelo Projeto Fedora e
patrocinado pela Red Hat.
openSUSE é uma distribuição GNU+Linux desenvolvida pela
comunidade openSUSE.
Para conhecer mais distribuições, acesse:
http://distrowatch.com
Softw
are
Q
uase
Livre
Softw
are
Privativo
Softw
are
Livre
Lei nº 11.871/2002
Promulgada no dia 19 de dezembro de 2002;
Determina a contratação preferencial de softwares livres pelos
órgãos da adminis...
Lei ODF RS nº 14.009/2012
Sancionada em junho de 2012;
Homologação do LibreOffice como aplicativo padrão a ser
utilizado pelo Estado do RS para as a...
Lei ODF 14.009/2012
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
FAÇO SABER, EM CUMPRIMENTO AO DISPOSTO AO ARTIGO 82, INCIS...
ODF (Open Document Format) é um padrão aberto para o
armazenamento de documentos;
Um padrão aberto deve ser entendido como...
O padrão ODF foi criado e é mantido pela OASIS (Organization for
the Advancement of Structured Information Standards),
org...
Extensão Tipo de Documento
.odt Documento de texto
.ods Planilha eletrônica
.odp Apresentação de slides
.odb Banco de dado...
Software Livre no Governo Federal
http://www.softwarelivre.gov.br
Portal do Software Público
https://portal.softwarepublico.gov.br/social
Software
Livre
Software
Privativox
Software Privativo (Proprietário)
Sem acesso ao código-fonte;
Controle sobre utilização e comercialização;
O lucro é sobre...
Dilema:
Compartilhar ou reter conhecimento?
Se usamos um programa proprietário (privativo) e um amigo nos
pede uma cópia, ...
Possível solução:
Atualmente, ajudar um amigo = assaltar um navio, pois somos
denominados “piratas”...
( ) Usar Software L...
Ao usarmos Software Livre,
não nos defrontamos com este dilema!
Usuários controlando o software...
Software controlando os usuários...
Estão colocando “coisas”
em sua cabeça:
Se é gratuito não pode ser bom;
Não há bons aplicativos para
Software Livre;
Não h...
Privativo Usuário
Grandes sacrifícios pela liberdade...
Pequenos sacrifícios pela liberdade...
Quais são os obstáculos?
Dificuldades Humanas
Reação à mudança;
Falta de incentivo;
Medo e/ou insegurança;
Hábito;
Adestramento.
Porque software privativo é ruim?
Monitoramento pelo FBI, CIA, NSA...
Tratamento analítico dos dados
Direcionamento de pro...
Minha Escola/Universidade não paga nada pelas licenças.
Porque mudar para Software Livre?
main ()
{
printf(“Hello,
world!/n”);
}
000101101010
101110001010
001011010011
010001010011
Software Libre
Software
NO-Libr...
> Redução de riscos
Caso o fabricante saia do mercado
> Independência
Liberdade de escolha de fornecedores
> Segurança
Pra...
Alguns
Aplicativos
Equivalência: Microsoft Office
Descrição: Fork do aplicativo OpenOffice.Org, também conhecido com
BrOffice.Org. Disponível...
LibreOffice Writer
LibreOffice Calc
LibreOffice Impress
LibreOffice Base
LibreOffice Draw
LibreOffice Math
Aplicação Principal: Manipulação e edição de imagens.
Equivalência: Photoshop.
Descrição: O GNU Image Manipulation Program...
Gimp
Aplicação Principal: Desenho vetorial.
Equivalência: Corel Draw e Adobe Ilustrator.
Descrição: Software muito utilizado pa...
Inkscape
Mozilla Thunderbird
Mozilla Thunderbird
Aplicação Principal: Correio Eletrônico
Equivalência: MS Outlook Express
Descrição...
Mozilla Thunderbird
Mozilla Firefox
Aplicação Principal: Navegador de Internet
Equivalência: Internet Explorer
Descrição: Principal concorrent...
Mozilla Firefox
Audacity
Aplicação Principal: Gravação e edição de áudio.
Descrição: O Audacity é uma aplicação para edição de áudio digit...
Audacity
K3b
Aplicação Principal: Gravação de mídias.
Equivalência: Nero
Descrição: Excelente gravador de CDs e DVDs.
K3b
VLC
Aplicação Principal: Reprodutor de áudio e vídeo
Equivalência: Windows Media Player
Descrição: Reprodutor de conteúdos...
VLC
Akregator
Aplicação Principal: Agregador de notícias.
Descrição: Programa leve e rápido para mostrar os itens de notícias,...
Akregator
GCompris
Aplicação Principal: Jogos Educacionais
Descrição: Programa educativo lançado em 2000 pelo engenheiro de software...
GCompris
Tellico
Aplicação Principal: Gerenciador de Coleções.
Descrição: Aplicativo para gerenciar coleções de filmes, livros, jog...
Tellico
KeePassX
Aplicação Principal: Gerenciador de Senhas.
Descrição: Aplicativo para gerenciar senhas. Os dados armazenados no
...
KeePassX
Sweet Home 3D
Aplicação Principal: Criação de ambientes 3D.
Descrição: Aplicativo para uso em criação de interiores 3D, of...
Sweet Home 3D
Synaptic
“Existem softwares que os usuários controlam os programas e outros
que os usuários são controlados pelo programa.”
Richard...
Copie!
Seja legal!
Use Software Livre!
Saia da Janela!
Use Software Livre!
PENSO,
LOGO RESISTO!
Usar Software Livre não te faz mais inteligente...
Tua inteligência te faz usar Software Livre!
Agradeço a organização deste
evento pelo espaço cedido e
pela presença de todos!
Perguntar não custa nada...
Onde me encontrar?
Blog: https://dausacker.wordpress.com
Software Livre.Org: http://softwarelivre.org/profile/dausacker
Di...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente S...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente Sustentável

1,223 views

Published on

Nesta palestra serão abordados aspectos referentes a história da criação do Movimento Software Livre, a importância do uso de Softwares Livres ao invés de softwares privativos, legislações referentes ao uso de Softwares Livres no RS e exemplos de algumas distribuições GNU/Linux.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

PAINEL SOFTWARE LIVRE ULBRA 2015 - Palestra Software Livre - Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente Sustentável

  1. 1. Software Livre: Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente Sustentável Clayton Eduardo Dausacker Gravataí, 23 de Outubro de 2015 ULBRA
  2. 2. Software Livre: Socialmente Justo, Economicamente Viável e Tecnologicamente Sustentável
  3. 3. Distrowatch Projeto GNU Gilberto Sudré Anahuac de Paula Gil Opendocument.com.br Imagens desta apresentação foram obtidas na internet Créditos
  4. 4. Esta apresentação é distribuída sob a licença Creative Commons 4.0 Internacional http://www.creativecommons.org.br Para maiores detalhes sobre esta licença, favor consultar: Criei, tive como!
  5. 5. Quem sou eu? Clayton Eduardo Dausacker ✔ Técnico em Manutenção de Computadores ✔ Ativista do Movimento Software Livre ✔ Usuário GNU (Trisquel e Debian) ✔ Sócio da Associação Software Livre.Org ✔ Membro do Tchelinux - Grupo de Usuários de Software Livre do RS ✔ Acadêmico do Curso de Serviço Social - ULBRA
  6. 6. Um pouco de história...
  7. 7. Na década de 60, os computadores de grande porte utilizados quase exclusivamente em grandes empresas e instituições governamentais dominavam o mercado da Computação. Nesta época, não era comum do ponto de vista comercial a ideia do software como algo separado do hardware.
  8. 8. O software era entregue junto com o código-fonte ou, em muitas vezes, apenas o código-fonte, pois os utilizadores frequentemente modificavam-no para corrigir falhas ou adicionar novos recursos.
  9. 9. Existiam grupos de usuários que compartilhavam código e informações.
  10. 10. O software nasceu livre e todos aqueles que tinham acesso à tecnologia podiam usá-lo incondicionalmente.
  11. 11. Como tudo começou...
  12. 12. IBM anunciou que a partir de 1970 iria vender parte de seus programas separada do hardware; Indústria de software muda sua cultura;
  13. 13. O software começou a ser comercializado como os produtos de prateleira de um supermercado; Em 1981 começa a ser vendido o IBM PC com MS-DOS.
  14. 14. Pirata (do grego “tentar, assaltar” é um marginal que, de forma autônoma ou organizada em grupos, cruza os mares com o objetivo de saquear e pilhar navios e cidades para obter riqueza e poder.
  15. 15. Pirataria é crime! Não ataque navios!
  16. 16. Eu não pago nada por licença de software: baixo da internet ou compro direto no camelô. Porque mudar para Software Livre?
  17. 17. NÃO USE SOFTWARE ILEGAL! A LEI 9.609/98 ESTABELECE QUE A VIOLAÇÃO DE DIREITOS AUTORAIS DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR É CRIME, PUNÍVEL COM PENA DE DETENÇÃO DE 6 MESES A 4 ANOS E MULTA, ALÉM DE SER PASSÍVEL DE AÇÃO CÍVEL INDENIZATÓRIA. PIRATARIA É CRIME E DÁ CADEIA! NÃO ABUSE DA SORTE: USE SOFTWARE LIVRE!
  18. 18. Utilizar software privativo legalizado é quase tão mau quanto usar software privativo ilegal
  19. 19. Reflita...
  20. 20. Ordens de...
  21. 21. ≠ Futebol = Paixão: (ação emocional) Tecnologia = Inteligência: (ação inteligente)
  22. 22. Radical? É correto roubar? Coerente? Postura firme!
  23. 23. Richard Stallman  Em 1984, um programador chamado Richard Stallman que contribuía com pesquisas no laboratório de inteligência artificial do MIT (Massachusetts Institute of Technology) decide criar um sistema operacional onde qualquer pessoa poderia copiar, usar, modificar e distribuir.
  24. 24. FSF – Free Software  Foundation Em outubro de 1985, Richard Stallman funda a FSF (Free Software Fundation), uma organização sem fins lucrativos voltada para o desenvolvimento de Software Livre.
  25. 25. Em 1991 o sistema operacional GNU estava praticamente pronto, porém faltando apenas um de seus componentes principais: o kernel. Em meio a esse cenário, Linus Torvalds lança na internet o seu projeto (kernel) LINUX. Linus Torvalds
  26. 26. GNU e Linux  Linux foi transformado em Software Livre em 1992 e integrado ao sistema operacional GNU. Combinar o Linux com o quase completo sistema GNU resultou num sistema operacional completo: o sistema GNU/Linux.
  27. 27. 1991 Criado como Software Proprietário; 1992 Transformado em Software Livre; 1994 Deixou de ser Software Livre. Sobre o kernel Linux
  28. 28. Linux-libre Linux-libre é o kernel mantido a partir de versões modificadas do kernel Linux. O objetivo do projeto é para remover a partir do kernel Linux qualquer software que não incluem o seu código-fonte, tem seu código fonte ofuscado ou é distribuído sob licenças proprietárias.
  29. 29. Tux (Linux) Freedo (Linux-libre) Mascotes
  30. 30. Quem usa Software Livre
  31. 31. Quem mesmo usa Software Livre?
  32. 32. Qualquer empresa ou pessoa!
  33. 33. O que é o que é O que é Software Livre? O que é GNU+Linux? O que é Distribuição? ???
  34. 34. Software Livre, o que é? É o software que respeita as liberdades básicas a ele atribuídas pela Free Software Fundation 4
  35. 35. Liberdade n° 0 EXECUTAR o programa para qualquer propósito.
  36. 36. ESTUDAR o funcionamento do programa e adaptá-lo às suas necessidades. Liberdade n° 1
  37. 37. DISTRIBUIR cópias. Liberdade n° 2
  38. 38. MELHORAR o programa e tornar as modificações públicas de modo a beneficiar o próximo. Liberdade n° 3
  39. 39. GNU + Linux, o que é? Muitos usuários de computador utilizam uma versão modificada do sistema GNU todos os dias sem perceberem. Através de uma reviravolta dos fatos, a versão do GNU que é largamente utilizada hoje é mais conhecida como “Linux” e muitos usuários não estão a par de sua conexão com o Projeto GNU.
  40. 40. Há realmente um Linux: é o núcleo (kernel), mas não pode-se usar um núcleo sozinho. Um núcleo só é útil como parte de todo um sistema operacional. Linux é geralmente utilizado em combinação com o sistema operacional GNU: O sistema é GNU com o Linux funcionando como núcleo.
  41. 41. Linux é só o Kernel
  42. 42. Distribuição, o que é? Uma Distribuição GNU + Linux (ou simplesmente Distro) é composta do núcleo Linux e um conjunto variável de softwares, dependendo de seus propósitos. Essa coleção de softwares é criada e mantida por indivíduos, grupos e organizações de todo o mundo.
  43. 43. Alguns “sabores” de distros
  44. 44. São distros que seus desenvolvedores tiveram o compromisso de seguir Diretrizes para Distribuição de Sistemas Livres. Incluem exclusivamente software livre e rejeitam aplicações não-livres, plataformas de programação não-livres, drivers não- livres, jogos não-livres e outros softwares não-livres, como manuais e documentação não-livres. Distribuições Livres GNU
  45. 45. Parabola GNU/Linux Musix Dragora Ututo XS Distribuições 100% Livres
  46. 46. Trisquel GNU/Linux é um sistema operacional totalmente livre para usuários domésticos, pequenas empresas e centros educacionais.
  47. 47. O Projeto Debian é uma associação de indivíduos que têm como causa comum criar um sistema operacional livre. O sistema operacional é chamado Debian GNU/Linux.
  48. 48. Linux Mint é uma distribuição irlandesa. Possui duas versões: uma baseada em Ubuntu (com o qual é totalmente compatível e partilha os mesmos repositórios) e outra versão baseada em Debian.
  49. 49. Ubuntu é um sistema operacional construído a partir do núcleo Linux, baseado em Debian. É patrocinado pela Canonical.
  50. 50. Fedora uma distribuição mantida pelo Projeto Fedora e patrocinado pela Red Hat.
  51. 51. openSUSE é uma distribuição GNU+Linux desenvolvida pela comunidade openSUSE.
  52. 52. Para conhecer mais distribuições, acesse: http://distrowatch.com
  53. 53. Softw are Q uase Livre Softw are Privativo Softw are Livre
  54. 54. Lei nº 11.871/2002
  55. 55. Promulgada no dia 19 de dezembro de 2002; Determina a contratação preferencial de softwares livres pelos órgãos da administração direta e indireta do Estado do Rio Grande do Sul; Legislação que estimula a criatividade e o desenvolvimento intelectual de seu usuário. Lei nº 11.871/2002
  56. 56. Lei ODF RS nº 14.009/2012
  57. 57. Sancionada em junho de 2012; Homologação do LibreOffice como aplicativo padrão a ser utilizado pelo Estado do RS para as aplicações de texto, planilha e apresentação.
  58. 58. Lei ODF 14.009/2012 O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL FAÇO SABER, EM CUMPRIMENTO AO DISPOSTO AO ARTIGO 82, INCISO IV, DA CONSTITUIÇÃO DO ESTADO, QUE A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA APROVOU E EU SANCIONO E PROMULGO A LEI SEGUINTE: Art. 1º - No âmbito dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, serão adotados, preferencialmente, formatos abertos de arquivos para criação, armazenamento e disponibilização digital de documentos. Art. 2º - Entende-se por formatos abertos de arquivos aqueles que: I – possibilitam a interoperabilidade entre diversos aplicativos e plataformas, internas e externas; II – permitem aplicação sem quaisquer restrições ou pagamento de royalties; III – podem ser implementados plena e independentemente por múltiplos fornecedores de programas de computador, em múltiplas plataformas, sem quaisquer ônus relativos à propriedade intelectual para a necessária tecnologia. Art. 3º - Os entes mencionados no art. 1o desta Lei deverão estar aptos ao recebimento, publicação, visualização e preservação de documentos digitais em formato aberto, de acordo com a norma ABNT NBR ISO/IEC 26300 (Open Document Format – ODF). Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Palácio Piratini, em Porto Alegre, 13 de junho de 2012. TARSO GENRO Governador do Estado Registre-se e publique-se. CARLOS PESTANA NETO Secretário Chefe da Casa Civil
  59. 59. ODF (Open Document Format) é um padrão aberto para o armazenamento de documentos; Um padrão aberto deve ser entendido como uma especificação disponível a qualquer desenvolvimento, com o objetivo de garantir a longevidade do conteúdo do documento, a interoperabilidade entre aplicativos e a independência de fornecedores. O que é ODF?
  60. 60. O padrão ODF foi criado e é mantido pela OASIS (Organization for the Advancement of Structured Information Standards), organização internacional criada com o objetivo de desenvolver e promover padrões digitais para uso na Internet; No ano de 2005, o formato ODF foi homologado pela ISO como um padrão de reconhecimento internacional sob a identificação ISO 26300, sendo, posteriormente, também aprovado no Brasil pela ABNT em 2008. Na ABNT, o padrão recebeu a identificação NBR ISO 26300.
  61. 61. Extensão Tipo de Documento .odt Documento de texto .ods Planilha eletrônica .odp Apresentação de slides .odb Banco de dados .odg Desenho vetorial .odf Equação matemática
  62. 62. Software Livre no Governo Federal http://www.softwarelivre.gov.br
  63. 63. Portal do Software Público https://portal.softwarepublico.gov.br/social
  64. 64. Software Livre Software Privativox
  65. 65. Software Privativo (Proprietário) Sem acesso ao código-fonte; Controle sobre utilização e comercialização; O lucro é sobre o software; Atualizações mais demoradas, pois depende do interesse da empresa; Mais vulnerável a vírus; Sistema de informação controlado por estrangeiros. Software Livre Acesso ao código-fonte; Permissão de cópia e alteração; O lucro é no suporte e serviços relacionados; Atualizações mais frequentes; Maior segurança; Controle estratégico da nossa informática.
  66. 66. Dilema: Compartilhar ou reter conhecimento? Se usamos um programa proprietário (privativo) e um amigo nos pede uma cópia, nos defrontamos com um dilema: Compartilhar uma cópia e romper a licença do fabricante Não compartilhar uma cópia e manter a licença do fabricante
  67. 67. Possível solução: Atualmente, ajudar um amigo = assaltar um navio, pois somos denominados “piratas”... ( ) Usar Software Livre ( ) Não ter amigos
  68. 68. Ao usarmos Software Livre, não nos defrontamos com este dilema!
  69. 69. Usuários controlando o software...
  70. 70. Software controlando os usuários...
  71. 71. Estão colocando “coisas” em sua cabeça: Se é gratuito não pode ser bom; Não há bons aplicativos para Software Livre; Não há suporte para Software Livre e nem poderia, pois este é gratuito; Software Livre não é seguro, pois crackers podem ver o código; Software Livre é difícil; Não existem treinamentos para Software Livre.
  72. 72. Privativo Usuário
  73. 73. Grandes sacrifícios pela liberdade...
  74. 74. Pequenos sacrifícios pela liberdade...
  75. 75. Quais são os obstáculos?
  76. 76. Dificuldades Humanas Reação à mudança; Falta de incentivo; Medo e/ou insegurança; Hábito; Adestramento.
  77. 77. Porque software privativo é ruim? Monitoramento pelo FBI, CIA, NSA... Tratamento analítico dos dados Direcionamento de propaganda Coleta de dados não autorizados Caso dos Mísseis Exocet Sua privacidade está sendo entregue de graça!
  78. 78. Minha Escola/Universidade não paga nada pelas licenças. Porque mudar para Software Livre?
  79. 79. main () { printf(“Hello, world!/n”); } 000101101010 101110001010 001011010011 010001010011 Software Libre Software NO-Libre Software Livre Software (Privativo)
  80. 80. > Redução de riscos Caso o fabricante saia do mercado > Independência Liberdade de escolha de fornecedores > Segurança Praticamente imune a vírus e demais pragas virtuais Porque mudar para Software Livre?
  81. 81. Alguns Aplicativos
  82. 82. Equivalência: Microsoft Office Descrição: Fork do aplicativo OpenOffice.Org, também conhecido com BrOffice.Org. Disponível em diversas plataformas como GNU/Linux, Windows e Mac. Possui 6 aplicativos que realizam as principais tarefas que seu concorrente executa: Writer – Editor de texto Calc – Planilha eletrônica Impress – Apresentação de slides Base – Manipulação de banco de dados Draw – Desenhos vetoriais Math – Fórmulas matemática LibreOffice
  83. 83. LibreOffice Writer
  84. 84. LibreOffice Calc
  85. 85. LibreOffice Impress
  86. 86. LibreOffice Base
  87. 87. LibreOffice Draw
  88. 88. LibreOffice Math
  89. 89. Aplicação Principal: Manipulação e edição de imagens. Equivalência: Photoshop. Descrição: O GNU Image Manipulation Program permite a edição de imagens como recorte, retoque, composição ou alteração da imagem. Converte imagens para diversos formatos. Possui diversos plugins que podem ser baixados no www.ogimp.com.br. Disponível em diversas plataformas como GNU/Linux, Windows e Mac. Gimp
  90. 90. Gimp
  91. 91. Aplicação Principal: Desenho vetorial. Equivalência: Corel Draw e Adobe Ilustrator. Descrição: Software muito utilizado para de banners, cartazes, faixas e em algumas situações pode ser utilizado para diagramação de revistas e livros. Também é multi-plataforma. Inkscape
  92. 92. Inkscape
  93. 93. Mozilla Thunderbird Mozilla Thunderbird Aplicação Principal: Correio Eletrônico Equivalência: MS Outlook Express Descrição: Sistema de correio eletrônico, utilizando diversos recursos do navegador Firefox e funciona sincronizado com o mesmo. Permite de forma eficaz o backup dos e-mails e fácil vinculação com e-mails.
  94. 94. Mozilla Thunderbird
  95. 95. Mozilla Firefox Aplicação Principal: Navegador de Internet Equivalência: Internet Explorer Descrição: Principal concorrente ao Internet Explorer. Surgiu em 2004 com aproveitamento do código-fonte do extinto Netscape Navegator. Possui muitos complementos e atualizações constantes.
  96. 96. Mozilla Firefox
  97. 97. Audacity Aplicação Principal: Gravação e edição de áudio. Descrição: O Audacity é uma aplicação para edição de áudio digital com popularidade crescente. Está traduzido e disponível em diversos idiomas, incluindo o português.
  98. 98. Audacity
  99. 99. K3b Aplicação Principal: Gravação de mídias. Equivalência: Nero Descrição: Excelente gravador de CDs e DVDs.
  100. 100. K3b
  101. 101. VLC Aplicação Principal: Reprodutor de áudio e vídeo Equivalência: Windows Media Player Descrição: Reprodutor de conteúdos multimídia bastante sofisticado. Reproduz vários formatos de áudio e vídeo.
  102. 102. VLC
  103. 103. Akregator Aplicação Principal: Agregador de notícias. Descrição: Programa leve e rápido para mostrar os itens de notícias, fornecidos por fontes que suporta todas as versões mais comuns de fontes RSS.
  104. 104. Akregator
  105. 105. GCompris Aplicação Principal: Jogos Educacionais Descrição: Programa educativo lançado em 2000 pelo engenheiro de software francês Bruno Coudoin. É composto por 141 atividades lúdicas dirigido às crianças entre os 2 e 10 anos de idade.
  106. 106. GCompris
  107. 107. Tellico Aplicação Principal: Gerenciador de Coleções. Descrição: Aplicativo para gerenciar coleções de filmes, livros, jogos, música, etc. Toda a organização do conteúdo pode ser feita por autor, gênero ou até mesmo palavras chaves.
  108. 108. Tellico
  109. 109. KeePassX Aplicação Principal: Gerenciador de Senhas. Descrição: Aplicativo para gerenciar senhas. Os dados armazenados no programa são protegidos por criptografia e só podem ser acessados mediante uma senha definida no momento em que o banco de dados é montado.
  110. 110. KeePassX
  111. 111. Sweet Home 3D Aplicação Principal: Criação de ambientes 3D. Descrição: Aplicativo para uso em criação de interiores 3D, oferecendo uma série de recursos e ferramentas para a criação de ambientes tridimensionais.
  112. 112. Sweet Home 3D
  113. 113. Synaptic
  114. 114. “Existem softwares que os usuários controlam os programas e outros que os usuários são controlados pelo programa.” Richard Stallman
  115. 115. Copie! Seja legal! Use Software Livre!
  116. 116. Saia da Janela! Use Software Livre!
  117. 117. PENSO, LOGO RESISTO!
  118. 118. Usar Software Livre não te faz mais inteligente... Tua inteligência te faz usar Software Livre!
  119. 119. Agradeço a organização deste evento pelo espaço cedido e pela presença de todos!
  120. 120. Perguntar não custa nada...
  121. 121. Onde me encontrar? Blog: https://dausacker.wordpress.com Software Livre.Org: http://softwarelivre.org/profile/dausacker Diaspora: dausacker@diasporabr.com.br GNU Social: https://gnusocial.net/dausacker Qwitter: https://quitter.se/cdausacker Libertree: http://maple.libertreeproject.org/p/dausacker Correio Eletrônico: dausacker@softwarelivre.org

×