Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

René magritte apresentação

5,279 views

Published on

  • Be the first to comment

René magritte apresentação

  1. 1. René Magritte
  2. 2. Biografia - René Magritte era um pintor belga que nasceu a 21 de novembro de 1898 em Lessines, na província de Hainaut; - Em 1910 começou a ter aulas de desenho; - De 1916 a 1918 estudou na Academia de Belas-Artes de Bruxelas; - Entre 1918 e 1924 fez pinturas a óleo, influenciado pelo futurismo e pelo desdobramento do cubismo. A maioria das suas obras deste período são nus femininos; - Em 1926, Magritte produziu a sua primeira pintura surrealista a óleo, The Jockey Lost; - Patrocinado pela Galeria de Artes de Bruxelas, realizou a sua primeira exposição, em 1927, e tornou-se, assim, pintor a tempo inteiro; - Mudou-se para Paris em 1927, onde começou a envolver-se nas actividades surrealistas, tornando-se grande amigo do poeta André Breton e do pintor Marcel Duchamp. Nesse período destacam-se obras como: Tempo Ameaçador (1929) e O Vento e a Canção (1929); - Em 1930 volta para Bruxelas e pinta A Condição Humana (1935); - Nos anos 40 experimentou elementos do impressionismo, mas sem sucesso; - No último ano da sua vida supervisionou a construção de oito esculturas de bronze baseadas nas suas pinturas; - Em 15 de Agosto de 1967, Magritte, um dos mais importantes pintores surrealistas, acaba por falecer devido a um cancro.
  3. 3. Técnica Magritte era um artista do Surrealismo, movimento que exalta a liberdade da imaginação e atribui importância ao sonho e à actividade psíquica inconsciente. Assim, as imagens não têm de obedecer a qualquer lógica racional. Magritte jogava com o humor, recorrendo a associações inesperadas, ao absurdo. Pintava objectos reais em contextos surreais. As suas obras têm inúmeras características: imagens insólitas; tratamento rigorosamente realista; processos ilusionistas; contraste entre a realidade dos objectos e o irreal dos conjuntos; representações realistas, através do uso de objectos comuns. Recorria a símbolos, tais como o torso feminino, o chapéu de côco , o castelo, a rocha, a janela, o pássaro, o cachimbo, as portas, entre outros, porém, de um modo impossível de ser encontrado na vida real. Magritte usava cores frias e quentes, para tornar difícil ao espectador decidir se a pintura é alegre ou triste. Ele desenhava, com detalhes extremamente realistas, objectos comuns, colocando-os em lugares extraordinários, ignorando a gravidade e a escala normal dos objectos. Fazia uma justaposição de imagens, dando assim um novo significado a objectos familiares. Este estilo foi frequentemente denominado como “Realismo Mágico”, do qual Magritte é o principal exponente artístico.
  4. 4. Portfólio Os Amantes, 1928
  5. 5. O Modelo Vermelho, 1935
  6. 6. O Homem do chapéu de côco, 1964
  7. 7. O Castelo nos Pirinéus, 1959
  8. 8. O Tempo Ameacador, 1929 ̧
  9. 9. Espelho falso, 1928
  10. 10. A traição das imagens – Isto não é um cachimbo, 1948
  11. 11. A condição humana, 1933
  12. 12. O Filho do Homem, 1964 "Tudo o que vemos esconde outra coisa, e nós queremos sempre ver o que está escondido pelo que vemos”
  13. 13. Webgrafia http://www.infoescola.com/biografias/rene-magritte http://taislc.blogspot.pt/2009/03/rene-magritte.html http://artetropia.blogspot.pt/2009/06/rene-magritte-o-ilusionista-daarte.html http://www.slideshare.net/anaritamdias/universidade-de-trsosmontes http://www.slideshare.net/mrito/rene-magritte-matt-d http://www.slideshare.net/jlccm/rene-magritte-15525944 http://www.wikipaintings.org/pt/rene-magritte
  14. 14. Autoria Aluna: Daniela Castro nº57957 História das Artes Visuais Contemporâneas Professor: Pedro Rosário Comunicação e Multimédia ECT/UTAD 2013

×