ALUNOS E ALUNAS    DE EJA    Prof. Paulo Gomes Lima       Janeiro de 2013    paulogl.lima@gmail.com
O que os alunos buscam na EJA ?“O meu maior desejo é poder terminar meus  estudos, meus desejos.  Espero da vida a capacid...
O que significa afirmar que:“Os alunos de EJA trazem uma noção de mundo mais relacionadaao ver e ao fazer” ?- Que saberes ...
No ingresso à EJA para alguns alunos pode haver um choque  Escola = Saberes sensíveis/cotidianos“Na primeira semana de au...
A aluna Nilda, de 28 anos, ao ingressar numa escola de EJA, ficou surpresa aosaber que teria de assistir aulas de artes. C...
Porque alunos jovens e adultos procuram a EJA ?         A professora Suemi, de São Paulo, começou o seu  trabalho com uma ...
“... quero poder escrever o que eu penso”, 15 anos, mulher.“... quando tem um sistema novo prá por no carro, tenho que ped...
REFERÊNCIAS BRASIL. Ministério da Educação. Trabalhando com a Educação de Jovens e Adultos. Alunos e alunas de EJA. Caden...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Alunos e alunas de eja

2,971 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,971
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
27
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Alunos e alunas de eja

  1. 1. ALUNOS E ALUNAS DE EJA Prof. Paulo Gomes Lima Janeiro de 2013 paulogl.lima@gmail.com
  2. 2. O que os alunos buscam na EJA ?“O meu maior desejo é poder terminar meus estudos, meus desejos. Espero da vida a capacidade fazer um curso técnico ou mesmo uma faculdade, pois já estou percorrendo metade do caminho[...] realizar com êxito qualquer tarefa e decidir eagir com otimismo e autoconfiança, porque dias prósperos não vêm por acaso, nascem através de muita luta e persistência.” Marcelo (aluno de EJA)
  3. 3. O que significa afirmar que:“Os alunos de EJA trazem uma noção de mundo mais relacionadaao ver e ao fazer” ?- Que saberes os alunos de EJA trazem ?IMPORTANTE: É importante que o professor comomediador e a classe como um todo saiba valorizar aspequenas conquistas e vitórias de cada um à medidaque avança na EJA. “Acredito que duas das minhas melhores qualidades são a perseverança e a esperança, porque já passei por inúmeras dificuldades, mas hoje sou melhor que ontem. Com as dificuldades a gente aprende a valorizar as conquistas.” Diocrésio (aluno da EJA)
  4. 4. No ingresso à EJA para alguns alunos pode haver um choque  Escola = Saberes sensíveis/cotidianos“Na primeira semana de aula, eu estava muitoassustada, não entendia nada, tudo era diferente.Cheguei até a pensar em desistir, mas criei corageme continuei, e hoje estou muito feliz”. Neusa (EJA)
  5. 5. A aluna Nilda, de 28 anos, ao ingressar numa escola de EJA, ficou surpresa aosaber que teria de assistir aulas de artes. Com o tempo, através da experiênciaobtida no curso, seu olhar sobre a escola se transformou: “Quando estudei na escola, a educação artística era uma coisa mecânica, não dava prazer em estudar. Mas fui obrigada a mudar de opinião ao ingressar nesse colégio (...) De tudo que aprendi, sei que educação artística não se limita somente à régua e compasso. Existe muito além dos limites de simples traçados. Digamos que a arte é infinita e maravilhosa. Simples, completa e fascinante”.
  6. 6. Porque alunos jovens e adultos procuram a EJA ? A professora Suemi, de São Paulo, começou o seu trabalho com uma grande conversa. Cada um falando de si, de suas histórias, de suas famílias. Num dado momento da conversa, a professora jogou a questão: por que procuraram a escola? Algumas das respostas que ouviu são bastante intrigantes. Vejamos um trecho do registro feito por ela, sobre essa conversa:
  7. 7. “... quero poder escrever o que eu penso”, 15 anos, mulher.“... quando tem um sistema novo prá por no carro, tenho que pedir práalguém ler e explicar”, 22 anos, homem.”“... ler as placas, os ônibus, sair da cidade”, 25 anos, homem.“...Não dá pra melhorar o meu negócio”, 32 anos, mulher.“...nas paradas da tropa, meu pai me ensina em pedaços dejornal”, 48 anos, homem.“... saber o que está escrito num livro, numa placa, num bilhete”,62 anos, mulher.“...poder escrever e ler uma carta. O que está escrito na notafiscal que eu levo da loja”, 27 anos, homem.“... passar no teste para um emprego melhor”, 27 anos, homem.
  8. 8. REFERÊNCIAS BRASIL. Ministério da Educação. Trabalhando com a Educação de Jovens e Adultos. Alunos e alunas de EJA. Cadeno 1. Brasilia, 2006.

×