Lucia agra dll 2010.2x

1,304 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Lucia agra dll 2010.2x

  1. 1. UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI - URCA CENTRO DE HUMANIDADES - CH DEPARTAMENTO DE LINGUAS E LITERATURAS – DLL DISCIPLINA: Literatura Brasileira: do Modernismo à contemporaneidade CÓD: LL102 PROFESSORA: Maria Lúcia de Souza Agra CRÉDITOS: 03 CARGA HORÁRIA: 45 h/a SEMESTRE: 2010.2 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA EMENTA: Aspectos teóricos e estéticos do Modernismo à contemporaneidade. Leitura e análise de textos atinentes. OBJETIVOS: a) Geral: Desenvolver nos alunos uma perspectiva crítica sobre os aspectos teóricos e estéticos que caracterizam as criações literárias modernas e contemporâneas. b) Específicos: Capacitar o aluno a: • Ler e analisar textos modernistas, considerando os aspectos estético e ideológico. • Confrontar as obras modernistas de cada fase, observando o que é mantido e modificado na transição entre estas. • Analisar o processo evolutivo transformador porque passam os gêneros literários entre o período modernista e a contemporaneidade. • Analisar a condição da mulher em sua posição criadora, considerando a visão que tem do mundo a sua volta e como se inserem nele. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: • Base introdutória. • Modernismo: projeto estético e ideológico. • A literatura brasileira pós-64. • A poesia • Carlos Drummond de Andrade • Cecília Meireles • Vinicius de Morais • João Cabral de Melo Neto • Ferreira Gullar. • O conto • Clarice Lispector • João Guimarães Rosa • Lygia Fagundes Telles • Dalton Trevisan • Caio Fernando Abreu • Rubem Fonseca • O romance regionalista • Rachel de Queirós
  2. 2. • Graciliano Ramos • José Lins do Rego • Jorge Amado • João Guimarães Rosa • Gêneros em mutação: Raduan Nassar • Dramaturgia • Ariano Suassuna • Chico Buarque de Holanda e Paulo Pontes • A mulher pela mulheres • A poesia de Adélia Prado • O conto de Nélida Pinon • O romance de Lygia Fagundes Telles. METODOLOGIA: • Aula expositivo – dialogada, análise de textos, apresentação de filmes e realização de aulas pelos alunos. AVALIAÇÃO: • Serão realizadas as seguintes atividades: prova escrita, seminários e produção de paper, de acordo com o previsto nos objetivos. BIBLIOGRAFIA: TEÓRICA ABDALA JR, Benjamin e CAMPEDELLI, Samira Youssef. Tempos da literatura brasileira. 2.ed. São Paulo: Ática, 1986. (Série Fundamentos) ALMEIDA, José Mauricio Gomes de. A tradição regionalista no romance brasileiro. Rio de Janeiro: Achiamé, 1981. ALVES, Maria Angélica. Entre a sombra e a luz. In: XAVIER, Elódia. Tudo no feminino: a mulher e a narrativa brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1991. p. 45 – 62. ARÊAS, Vilma. Rachel: o ouro e a prata da casa. In: Cadernos de literatura brasileira. Instituto Moreira Salles. São Paulo, n.4, p. 87 – 102, set.1997. ARRIGUCI JR, Davi. O mundo misturado: romance e experiência em Guimarães Rosa. In: PIZARRO, Ana (org). America Latina: palavra, literatura e cultura – vanguarda e modernidade. São Paulo: Memorial; Campinas: Unicamp, 1995. p. 447 – 477. (vol.3) BOSI, Alfredo. Céu, inferno: ensaios de crítica literária e ideológica. São Paulo: Ática, 1988. p. 10 – 20. (Temas, 4) _______________. História concisa da literatura brasileira. 33. ed. São Paulo: Cultrix, 1994 _______________. Roteiro do poeta Ferreira Gullar. In: BOSI, Alfredo (sel). Melhores poemas de Ferreira Gullar. 7.ed. São Paulo: Global, 2004. CAMPOS, Haroldo de. Metalinguagem. São Paulo: Cultrix, 1976 p. 67 – 78 CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. 7.ed. São Paulo: Nacional, 1985. COUTINHO, Carlos Nelson. Graciliano Ramos. In: ______________. Cultura e sociedade no Brasil: ensaios sobre idéias e formas. 2.ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. p. 157 – 217 DAMASCENO, Darcy. Poesia do sensível e do imaginário. In: MEIRELES, Cecilia. Flor de poemas. Rio de Janeiro: Record, s.d. p. 9 – 40 DUARTE, Eduardo de Assis. Jorge Amado: romance em tempo de utopia. Rio de Janeiro: Record; Natal: UFRN, 1996 GALVÃO, Walnice Nogueira. As formas do falso. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 1986.
  3. 3. HOLLANDA, Heloisa Buarque de. O éthos Raquel. In: Cadernos de literatura brasileira. Instituto Moreira Salles. São Paulo, n.4, p. 103 – 115, set.1997. LAFETÁ, João Luiz. 1930: a crítica e o Modernismo. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2000 LUCAS, Fabio. A ficção giratória de Lygia Fagundes Telles. In: CULT. Revista Brasileira de Cultura. São Paulo, n. 23. p. 12 – 17, jun. 1999. MARCHI, Diana Maria. Dalton Trevisan: Ah, é? In: Ciência. Porto Alegre, n. 34, p. 83 – 92. jul/dez. 2003. MORAES, Emanuel de. As várias faces de uma poesia. In: BRAYNER, Sônia (org). Carlos Drummond de Andrade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; Brasilia: INL, 1977. (Col. Fortuna Crítica, 1) NUNES, Benedito. O drama da linguagem: uma leitura de Clarice Lispector. 2.ed. São Paulo: Ática, 1995. (Temas, 12) PELLEGRINI, Tânia. A imagem e a letra: aspectos da ficção brasileira contemporânea. Campinas: Mercado de Letras; São Paulo: FAPESP, 1999 SILVERMAN, Malcolm. Protesto e o novo romance brasileiro. 2.ed. trad. Carlos Araújo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000. SIMÕES, Irene Gilberto. Guimarães Rosa: as paragens mágicas. São Paulo: Perspectiva, s.d. SOARES, Angélica. A paixão emancipatória: vozes femininas da liberação do erotismo na poesia brasileira. Rio de Janeiro: DIFEL, 1999 VASSALLO, Ligia. O grande teatro do mundo. In: In: Cadernos de literatura brasileira. Instituto Moreira Salles. São Paulo, n.10, p. 147 – 180, nov.2000. XAVIER, Elódia. Reflexões sobre a narrativa de autoria feminina. In: ____________. Tudo no feminino: a mulher e a narrativa brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1991. p. 9 – 16. LITERÁRIA ABREU, Caio Fernando. Ovelhas negras. Porto Alegre: LP&M, 2002. AMADO, Jorge. Terras do sem fim. 50.ed. Rio de Janeiro: Record, 1983. ANDRADE, Carlos Drummond. A rosa do povo. Rio de Janeiro: Record, s.d. ___________. As impurezas do branco. Rio de Janeiro: Record, s.d. ___________. Claro enigma. Rio de Janeiro: Record, s.d. BOSI, Alfredo (sel). Melhores poemas de Ferreira Gullar. 7.ed. São Paulo: Global, 2004. FONSECA, Rubem. Contos reunidos. São Paulo: Companhia das Letras, 1994. HOLLANDA, Chico Buarque e PONTES, Paulo. Gota d’água. 4.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1976. (Teatro Hoje, 28). LISPECTOR, Clarisse. A hora da estrela. 19.ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1992. ___________. A legião estrangeira. 12.ed. São Paulo: Siciliano, 1992. ___________. Laços de família. 18.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1983. MEIRELES, Maria Fernanda (sel). Melhores poemas de Cecília Meireles. 14.ed. São Paulo: Global, 1992. MELO NETO, João Cabral de. Morte e vida Severina e outros poemas para vozes. 4.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000. NASSAR, Raduan. Um copo de cólera. 5.ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992. PIÑON, Nélida. Sala de armas. Rio de Janeiro: Record, 1998. PRADO, Adélia. Poesia reunida. São Paulo: Siciliano, 1998. QUEIROZ, Rachel de. O quinze. 70.ed. São Paulo: Siciliano, 2001. RAMOS, Graciliano. Vidas secas. 67.ed. Rio de Janeiro: Record, 2004. ___________. Infância. 17.ed. Rio de Janeiro: Record, 2004. REGO, José Lins. Fogo morto. 32.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. ___________. Menino de engenho. 41.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.
  4. 4. ROSA, João Guimarães. Estas estórias. 3.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. ____________. Grande sertão: veredas. 21.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. ____________. Primeiras estórias. 21.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. SECCHIN, Antonio Carlos (sel). Os melhores poemas de João Cabral de Melo Neto. 4.ed. São Paulo: Global, 1994. SUASSUNA, Ariano. A pena e a lei. 5.ed. Rio de Janeiro: Agir, 2005. TELLES, Lygia Fagundes. Verão no aquário. 11.ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1998. TREVISAN, Dalton. Cemitério de elefantes. 14.ed. Rio de Janeiro: Record, 1998. ____________. 35 noites de paixão: contos escolhidos. Rio de Janeiro: Bestbolso, 2009.
  5. 5. UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI - URCA CENTRO DE HUMANIDADES - CH DEPARTAMENTO DE LINGUAS E LITERATURAS – DLL DISCIPLINA: Redação Literária CÓD: LL057 PROFESSORA: Maria Lúcia de Souza Agra CRÉDITOS: 03 CARGA HORÁRIA: 45 h/a SEMESTRE: 2010.2 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA EMENTA: Funções do fazer poético. Experiências de criação de textos literários e narrativos. Relação leitura / feitura do texto. OBJETIVOS: b) Geral: Desenvolver nos alunos a habilidade de produzir textos literários, levando em consideração a sua funcionalidade poética. b) Específicos: Capacitar o aluno a: • Analisar as funções da linguagem presentes em um texto e, ao mesmo tempo, apontar aquela que predomina. • Apontar, nos textos, os recursos que o caracterizam como sendo de linguagem literária. • Classificar textos quanto a sua tipologia e gêneros literários. • Aprender métodos de produção de textos literários. • Ler e produzir textos de diferentes tipos e gêneros, utilizando a linguagem literária. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 1. Base introdutória • A ampla rede da criação. 2. Funções da linguagem • A teoria da comunicação de Roman Jakobson • As funções da linguagem • A função poética 3. A linguagem literária • Linguagem literária, língua e cultura • Características do discurso literário • Modos de realização. 4. Tipos e gêneros literários 5. Métodos de abordagem e produção do texto literário. • Métodos de leitura • Processos de criação do texto literário. METODOLOGIA: • Aula expositivo – dialogada, análise de textos, apresentação de filmes e slides.
  6. 6. AVALIAÇÃO: • Serão realizadas as seguintes atividades: prova escrita, produção de textos literários em oficinas e seminários, de acordo com o previsto nos objetivos. BIBLIOGRAFIA: BORDINI, Maria da Glória e AGUIAR, Vera Teixeira de. Literatura: a formação do leitor – alternativas metodológicas. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1988. (Série Novas Perspectivas, 27) CHALHUB, Samira. Funções da linguagem. São Paulo: Ática, 1987. (Série Princípios, 119) COELHO, Nelly Novaes. O ensino da literatura. 4.ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1978 GARCIA, Othon Moacir. Comunicação em prosa moderna. 9. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1981 JAKOBSON, Roman. Lingüística e comunicação. Trad. Izidoro Blikstein e José Paulo Paes. 20. ed. São Paulo: Cultrix, 1995. MICHELETTI, Guaraciaba (coord). Leitura e a construção do real: o lugar da poesia e da ficção. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2001. (Col. Aprender e ensinar com textos, vol. 4) PRIETO, Heloisa. Quer ouvir uma história? Lendas e mitos no mundo da criança. São Paulo: Angra, 1999. PROENÇA FILHO, Ivan. Prosa: orientação de leitura e abordagem literária. Rio de Janeiro: José Olympio, 1978 PROENÇA FILHO, Domício. A linguagem literária. 4. ed. São Paulo: Ática, 1992. (Série Princípios, 49) SALLES, Cecília Almeida. Crítica genética: uma introdução. São Paulo: EDUC, 1992 (Série Trilhas) WILLEMART, Philippe. Universo da criação literária. São Paulo: EdUSP, 1993. (Criação & Crítica, 13)
  7. 7. UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI - URCA CENTRO DE HUMANIDADES - CH DEPARTAMENTO DE LINGUAS E LITERATURAS – DLL DISCIPLINA: Literatura Brasileira: do Romantismo ao Realismo CÓD: LL PROFESSORA: Maria Lúcia de Souza Agra CRÉDITOS: 03 CARGA HORÁRIA: 45 h/a SEMESTRE: 2010.2 PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA EMENTA: Aspectos teóricos e estéticos do Romantismo ao Realismo. Leitura e análise de textos atinentes. OBJETIVOS: c) Geral: Desenvolver nos alunos uma perspectiva crítica sobre os aspectos teóricos e estéticos que caracterizam as criações literárias românticas e realistas. b) Específicos: Capacitar o aluno a: • Ler e analisar textos românticos e realistas, considerando os aspectos estético e ideológico. • Analisar as fases da poesia romântica, a partir das características dos textos pertencentes a cada uma. • Criticar os romances e o teatro românticos a partir das condições estético-ideológicas determinadas pelo projeto nacional estabelecido na época. • Analisar a colaboração da estrutura escolhida para o desenvolvimento do caráter psicológico em romances realistas. • Analisar a objetividade estética dos contos machadianos. • Analisar a forma como o pensamento científico e filosófico da época influenciou na produção naturalista. • Estudar a estrutura poética na construção do poema, considerando as tendências de cada autor da tríade parnasiana. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: Romantismo • Base introdutória O projeto nacional: condições estético-ideológicas. Benção paterna. • Romance José de Alencar Joaquim Manuel de Macedo Manuel Antonio de Almeida Visconde de Taunay Franklin Távora • Poesia Gonçalves Dias Casimiro de Abreu Álvares de Azevedo Castro Alves
  8. 8. • Teatro José de Alencar Martins Pena Realismo / Naturalismo / Parnasianismo • Base introdutória O Determinismo positivista e o cientificismo naturalistas • A narrativa realista Machado de Assis contista Machado de Assis romancista Raul Pompéia • O romance naturalista Aluisio Azevedo • O romance regionalista Domingos Olimpio Oliveira Paiva • A tríade parnasiana. METODOLOGIA: • Aula expositivo – dialogada, análise de textos, apresentação de filmes e realização de aulas pelos alunos. AVALIAÇÃO: • Serão realizadas as seguintes atividades: prova escrita, seminários e produção de paper, de acordo com o previsto nos objetivos. BIBLIOGRAFIA: TEÓRICA ABDALA JR, Benjamin e CAMPEDELLI, Samira Youssef. Tempos da literatura brasileira. 2.ed. São Paulo: Ática, 1986. (Série Fundamentos) AGUIAR, Flávio. As pobres mulheres pobres no teatro de Alencar. In: SCHWARZ, Roberto (org). Os pobres na literatura brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1983. p. 35-39 ALMEIDA, José Mauricio Gomes de. A tradição regionalista no romance brasileiro. Rio de Janeiro: Achiamé, 1981. ARÊAS, Vilma. No espelho do palco. In: SCHWARZ, Roberto (org). Os pobres na literatura brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1983. p. 26 – 30 BARBOSA, João Alexandre. Opus 60: ensaios de crítica. São Paulo: Duas Cidades, 1980. p. 77 – 88. BOSI, Alfredo. Céu, inferno: ensaios de crítica literária e ideológica. São Paulo: Ática, 1988. p. 10 – 20. (Temas, 4) _______________. História concisa da literatura brasileira. 33. ed. São Paulo: Cultrix, 1994 BROOKSHAW, David. Raça e cor na literatura brasileira. Trad. Marta Kirst. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1983 (Novas Perspectivas, 7) CANDIDO, Antonio. A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987. (Série Temas, 1) _______________. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 5.ed. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: EDUSP, 1975. (vol. 2) _______________. Na sala de aula: caderno de análise literária. 6. ed. São Paulo: Ática, 1998 (Série Fundamentos, 1)
  9. 9. ________________. O discurso e a cidade. 3.ed. São Paulo: Duas Cidades; Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2004. GALVÃO, Walnice Nogueira. As formas do falso. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 1986. PACHECO, João. O realismo. 4.ed. São Paulo: Cultrix, 1971 ROCHA, Hildon. Álvares de Azevedo, anjo e demônio do Romantismo. In: __________ (org). Álvares de Azevedo: poesias escolhidas. Rio de Janeiro: INL, 1971. SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos: ensaios sobre dependência cultural. São Paulo: Perspectiva, 1978. p. 67 – 100 ________________. Vale quanto pesa: ensaios sobre questões político – culturais. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982. (col. Literatura e Teoria Literária, vol. 44) SILVA, Maria da Conceição. As tramas da leitura: a posição do leitor na ficção brasileira. Rio de Janeiro: Cátedra, 1989. VILLAÇA, Alcides. O nosso poeta dos escravos. In: SCHWARZ, Roberto (org). Os pobres na literatura brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1983. p. 40 – 45. LITERÁRIA ALVES, Castro. Espumas flutuantes. São Paulo: Martin Claret, 2004. _________________. Os escravos. São Paulo: Martin Claret, 2005. ALENCAR, José de. O demônio familiar. São Paulo: Martin Claret, 2004. _________________. O guarani / Iracema / Ubirajara. São Paulo: Formar, s.d. ASSIS, Machado de. Relíquias de casa velha / crônicas. São Paulo: Formar, s.d. _________________. Brás Cubas / A semana / Correspondências. São Paulo: Formar, s.d. AZEVEDO, Aluisio. O cortiço. São Paulo: Moderna, 1983. AZEVEDO, Álvares de. Poesias escolhidas. Rio de Janeiro: INL, 1971. _________________. Noite na taverna / Macário. São Paulo: Três Livros, 1984. BILAC, Olavo. Poesias. São Paulo: Martin Claret, 2003. DIAS, Gonçalves. I-Juca-Pirama / Os timbiras / Outros poemas. São Paulo: Martin Claret, 2002. MACEDO, Joaquim Manuel. A moreninha. São Paulo: Três Livros, 1984. OLIMPIO, Domingos. Luzia – homem. São Paulo: Três Livros, 1984. PAIVA, Manoel de Oliveira. Dona Guidinha do Poço. Fortaleza: Demócrito Rocha, 2003. PENA, Martins. As melhores comédias. 2.ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1996. POMPÉIA, Raul. O ateneu. Rio de Janeiro: Tecnoprint, s.d. TAUNAY, Visconde de. Inocência. 4.ed. São Paulo: Ática, 1974 (Série Bom Livro). TÁVORA, Franklin. O cabeleira. 4.ed. São Paulo: Ática, 1979 (Série Bom Livro).

×