Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Óptica Geométrica

4,020 views

Published on

Leis de Gauss
Formação de Imagens

Published in: Education, Business, Technology
  • Be the first to comment

Óptica Geométrica

  1. 1. Espelhos Esféricos
  2. 2. Face côncava Face convexa Calota esférica
  3. 3. Elementos Geométricos C = centro de curvatura V = vértice ( é o pólo da calota esférica ) R = raio de curvatura ( é o raio da esfera ) α = ângulo de abertura
  4. 4. CONDIÇÕES DE NITIDEZ DE GAUSS <ul><li>1ª ) O espelho deve ter pequeno ângulo de abertura( α < 10 o ) </li></ul><ul><li>2ª ) Os raios incidentes devem ser paralelos ou pouco inclinados em relação ao eixo principal. </li></ul><ul><li>3ª ) Os raios incidentes devem estar próximos ao eixo principal. </li></ul>
  5. 5. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss 1ª Propriedade: todo raio de luz que incide paralelamente ao eixo principal reflete-se numa direção que passa pelo foco .
  6. 6. 2ª Propriedade: todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo foco reflete-se paralelamente ao eixo principal. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss
  7. 7. 3ª Propriedade: todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo centro de curvatura reflete-se sobre si mesmo. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss
  8. 8. 4ª Propriedade: todo raio de luz que incide no vértice do espelho reflete-se simetricamente em relação ao eixo principal. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss
  9. 9. Formação de imagens no espelho côncavo Real Menor Invertida 1º caso : objeto além do centro de curvatura C C V F
  10. 10. Real Igual Invertida Formação de imagens no espelho côncavo 2º caso : objeto no centro de curvatura C V C F
  11. 11. Real Maior Invertida Formação de imagens no espelho côncavo 3º caso : objeto entre o centro de curvatura C e o foco F V F C
  12. 12. Imprópria Formação de imagens no espelho côncavo 4º caso : objeto no foco F θ θ V F C
  13. 13. Formação de imagens no espelho côncavo 5º caso : objeto entre o foco F e o vértice V Virtual Maior Direita V F C θ θ
  14. 14. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss 1ª Propriedade: todo raio de luz que incide paralelamente ao eixo principal reflete-se numa direção que passa pelo foco .
  15. 15. 2ª Propriedade: todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo foco reflete-se paralelamente ao eixo principal. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss
  16. 16. 3ª Propriedade: todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo centro de curvatura reflete-se sobre si mesmo. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss
  17. 17. 4ª Propriedade: todo raio de luz que incide no vértice do espelho reflete-se simetricamente em relação ao eixo principal. Propriedades dos espelhos esféricos de Gauss
  18. 18. Virtual Menor Direita Formação de imagens no espelho convexo V F C
  19. 19. Aplicações práticas dos espelhos esféricos
  20. 20. Referencial de Gauss: válido para a luz incidente da esquerda para a direita Luz Eixo das ordenadas ( o e i ) Eixo das ordenadas ( p e p’ ) O – origem dos eixos ( coincide com o vértice ). F – abscissa do foco ( medida algébrica da distância focal ). Do – abscissa do objeto ( medida algébrica da distância do objeto ao espelho ). Di- abscissa da imagem ( medida algébrica da distância da imagem ao espelho ). Ho – ordenada do objeto ( tamanho do objeto ). Hi – ordenada da imagem ( tamanho da imagem )
  21. 21. EQUAÇÃO DOS PONTOS CONJUGADOS ou EQUAÇÃO DE GAUSS EQUAÇÃO DO AUMENTO LINEAR TRANSVERSAL ( A ) Grandezas Do Distância do objeto ao espelho Di Distância da imagem ao espelho f Distância focal Ho Altura do objeto Hi Altura da Imagem A Aumento Linear
  22. 22. Convenção de Sinais Grandeza (+) Positivo (-) Negativo Do Sempre Di Imagem Real Imagem Virtual A Imagem Direita Imagem Invertida f Espelho Côncavo Espelho Convexo Tamanho da Imagem  A  < 1 Imagem Menor  A  = 1 Imagem Igual  A  > 1 Imagem Maior

×