Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
RECURSO EMPREGADO PARA VALORIZAR O TEXTORECURSO EMPREGADO PARA VALORIZAR O TEXTO
LINGUAGEM MAIS EXPRESSIVALINGUAGEM MAIS E...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
1)1) ELIPSEELIPSE::
OMISSÃO DE TERMO GERALMENTEOMISSÃO DE TERMO GERALMENTE
SUBENTENDIDOSUBENTEN...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
2) ZEUGMA:2) ZEUGMA:
SUPRESSÃO DE TERMO JÁ CITADOSUPRESSÃO DE TERMO JÁ CITADO
““O problema é qu...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
3) ASSÍNDETO:3) ASSÍNDETO:
AUSÊNCIA DE CONECTIVO COORDENATIVOAUSÊNCIA DE CONECTIVO COORDENATIVO...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
4) POLISSÍNDETO:4) POLISSÍNDETO:
REPETIÇÃO ENFÁTICA DE UMA CONJUNÇÃOREPETIÇÃO ENFÁTICA DE UMA C...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
5) ANÁFORA:5) ANÁFORA:
REPETIÇÃO INTENCIONAL NO INÍCIO DE CADA VERSOREPETIÇÃO INTENCIONAL NO IN...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
6) ALITERAÇÃO:6) ALITERAÇÃO:
REPETIÇÃO DO MESMO SOM CONSONANTALREPETIÇÃO DO MESMO SOM CONSONANT...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
7) HIPÉRBOLE:7) HIPÉRBOLE:
EXAGERO DE UMA IDÉIA, A FIM DE PROPORCIONAREXAGERO DE UMA IDÉIA, A F...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
8) EUFEMISMO:8) EUFEMISMO:
EXPRESSÃO EMPREGADA PARA ATENUAR UMAEXPRESSÃO EMPREGADA PARA ATENUAR...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
9) IRONIA:9) IRONIA:
SUGESTÃO DO CONTRÁRIO DO QUE SE DIZSUGESTÃO DO CONTRÁRIO DO QUE SE DIZ
““M...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
10) ANACOLUTO:10) ANACOLUTO:
INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA LÓGICA INTERNAINTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA LÓ...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
11) HIPÉRBATO:11) HIPÉRBATO:
INVERSÃO DA ORDEM DIRETA DOS TERMOS DAINVERSÃO DA ORDEM DIRETA DOS...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
12) ANTÍTESE:12) ANTÍTESE:
APROXIMAÇÃO DE PALAVRAS OU EXPRESSÕES DEAPROXIMAÇÃO DE PALAVRAS OU E...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
13) PLEONASMO:13) PLEONASMO:
USO DE PALAVRAS REDUNDANTES PARAUSO DE PALAVRAS REDUNDANTES PARA
R...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
13) APÓSTROFE:13) APÓSTROFE:
EVOCAÇÃO DE UMA PESSOA OU ALGO, REAL OUEVOCAÇÃO DE UMA PESSOA OU A...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
14) GRADAÇÃO:14) GRADAÇÃO:
DISPOSIÇÃO DE PALAVRAS OU IDEIAS EM ORDEMDISPOSIÇÃO DE PALAVRAS OU I...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
15) PERSONIFICAÇÃO:15) PERSONIFICAÇÃO:
ATRIBUIÇÃO DE CARACTERÍSTICAS HUMANAS AATRIBUIÇÃO DE CAR...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
16) CATACRESE:16) CATACRESE:
TIPO DE METÁFORA ESPECIAL. “É A METÁFORATIPO DE METÁFORA ESPECIAL....
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
16) CATACRESE:16) CATACRESE:
INUTILIDADESINUTILIDADES
Ninguém coça asNinguém coça as costascost...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
16) CATACRESE:16) CATACRESE:
Nem sempre o botão está na suaNem sempre o botão está na sua casac...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
17) METONÍMIA:17) METONÍMIA:
SUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO POR OUTRO, ASUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO POR ...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
18) SINESTESIA:18) SINESTESIA:
OUTRO TIPO DE METÁFORA. MISTURA DEOUTRO TIPO DE METÁFORA. MISTUR...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
20) ANTONOMÁSIA:20) ANTONOMÁSIA:
SUBSTITUIÇÃO DE UM NOME PRÓPRIO POR UMASUBSTITUIÇÃO DE UM NOME...
CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO
21) METÁFORA:21) METÁFORA:
SUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO POR OUTRO EM VISTASUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO ...
OBSERVE O TEXTO ABAIXOOBSERVE O TEXTO ABAIXO
E PERCEBA AS FIGURAS DEE PERCEBA AS FIGURAS DE
LINGUAGEM.LINGUAGEM.
Tu és divina e graciosaTu és divina e graciosa
Estátua majestosa do amorEstátua majestosa do amor
Por Deus esculturadaPor ...
Tu és a forma idealTu és a forma ideal
Estátua magistral Oh ! alma perenalEstátua magistral Oh ! alma perenal
Do meu prime...
Perdão, se ouso confessar-tePerdão, se ouso confessar-te
Eu hei de sempre amar-te.Eu hei de sempre amar-te.
Oh ! Flor, meu...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aula figuras de linguagem

Aulas do Curso Letrados

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

Aula figuras de linguagem

  1. 1. RECURSO EMPREGADO PARA VALORIZAR O TEXTORECURSO EMPREGADO PARA VALORIZAR O TEXTO LINGUAGEM MAIS EXPRESSIVALINGUAGEM MAIS EXPRESSIVA CONFERE ORIGINALIDADE, EMOTICIDADE ECONFERE ORIGINALIDADE, EMOTICIDADE E POETICIDADE AO DISCURSOPOETICIDADE AO DISCURSO PALAVRA USADA COMO SÍMBOLO:PALAVRA USADA COMO SÍMBOLO: CONOTATIVACONOTATIVA
  2. 2. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 1)1) ELIPSEELIPSE:: OMISSÃO DE TERMO GERALMENTEOMISSÃO DE TERMO GERALMENTE SUBENTENDIDOSUBENTENDIDO ““Sobre a mesa, apenas um copo d’água e uma maçã.”Sobre a mesa, apenas um copo d’água e uma maçã.”
  3. 3. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 2) ZEUGMA:2) ZEUGMA: SUPRESSÃO DE TERMO JÁ CITADOSUPRESSÃO DE TERMO JÁ CITADO ““O problema é que eu quero sair; e você, ficar.”O problema é que eu quero sair; e você, ficar.” Observe que a vírgula indica omissão ou supressão do verbo.
  4. 4. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 3) ASSÍNDETO:3) ASSÍNDETO: AUSÊNCIA DE CONECTIVO COORDENATIVOAUSÊNCIA DE CONECTIVO COORDENATIVO ENTRE ORAÇÕES.ENTRE ORAÇÕES. ““Chega de temer, chorar, sofrer, sorrir, se dar...”Chega de temer, chorar, sofrer, sorrir, se dar...”
  5. 5. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 4) POLISSÍNDETO:4) POLISSÍNDETO: REPETIÇÃO ENFÁTICA DE UMA CONJUNÇÃOREPETIÇÃO ENFÁTICA DE UMA CONJUNÇÃO COORDENATIVA.COORDENATIVA. ““AntesAntes ee com tal zelocom tal zelo ee sempresempre ee tanto...”tanto...”
  6. 6. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 5) ANÁFORA:5) ANÁFORA: REPETIÇÃO INTENCIONAL NO INÍCIO DE CADA VERSOREPETIÇÃO INTENCIONAL NO INÍCIO DE CADA VERSO ““Se você gritasse,Se você gritasse, Se você gemesse,Se você gemesse, Se você tocasseSe você tocasse A valsa vienenseA valsa vienense Se você fugisseSe você fugisse Se você cansasseSe você cansasse Se você morresse”Se você morresse”
  7. 7. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 6) ALITERAÇÃO:6) ALITERAÇÃO: REPETIÇÃO DO MESMO SOM CONSONANTALREPETIÇÃO DO MESMO SOM CONSONANTAL ““OO vventoento vvemem vvindo de longe.”indo de longe.” (Cecília Meireles)(Cecília Meireles)
  8. 8. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 7) HIPÉRBOLE:7) HIPÉRBOLE: EXAGERO DE UMA IDÉIA, A FIM DE PROPORCIONAREXAGERO DE UMA IDÉIA, A FIM DE PROPORCIONAR IMPACTOIMPACTO ““Amor da minha vidaAmor da minha vida Daqui até a eternidadeDaqui até a eternidade (Cazuza)(Cazuza) ““Você é tudo pra mim...”Você é tudo pra mim...”
  9. 9. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 8) EUFEMISMO:8) EUFEMISMO: EXPRESSÃO EMPREGADA PARA ATENUAR UMAEXPRESSÃO EMPREGADA PARA ATENUAR UMA VERDADE DESAGRADÁVELVERDADE DESAGRADÁVEL ““Se alguma cunhatã se aproximava dele para fazerSe alguma cunhatã se aproximava dele para fazer festinha, Macunaíma punha a mãofestinha, Macunaíma punha a mão nas graças delanas graças dela.”.”
  10. 10. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 9) IRONIA:9) IRONIA: SUGESTÃO DO CONTRÁRIO DO QUE SE DIZSUGESTÃO DO CONTRÁRIO DO QUE SE DIZ ““Moça linda, bem tratada, três séculos deMoça linda, bem tratada, três séculos de família, burra como uma porta: um amor.”família, burra como uma porta: um amor.” Mário de AndradeMário de Andrade
  11. 11. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 10) ANACOLUTO:10) ANACOLUTO: INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA LÓGICA INTERNAINTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA LÓGICA INTERNA DA FRASEDA FRASE ““Essas empregadas de hoje, não se pode confiar.”Essas empregadas de hoje, não se pode confiar.”
  12. 12. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 11) HIPÉRBATO:11) HIPÉRBATO: INVERSÃO DA ORDEM DIRETA DOS TERMOS DAINVERSÃO DA ORDEM DIRETA DOS TERMOS DA ORAÇÃOORAÇÃO ““Passeiam, à tarde, as belas na Avenida.”Passeiam, à tarde, as belas na Avenida.” (C.D.A.)(C.D.A.)
  13. 13. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 12) ANTÍTESE:12) ANTÍTESE: APROXIMAÇÃO DE PALAVRAS OU EXPRESSÕES DEAPROXIMAÇÃO DE PALAVRAS OU EXPRESSÕES DE SENTIDOS OPOSTOSSENTIDOS OPOSTOS ““Amigos e inimigos estão, amiúde, em posiçõesAmigos e inimigos estão, amiúde, em posições trocadas. Uns nos querem mal, e fazem-nos bem.trocadas. Uns nos querem mal, e fazem-nos bem. Outros nos almejam o bem, e nos trazem o mal.”Outros nos almejam o bem, e nos trazem o mal.” (Rui Barbosa)(Rui Barbosa)
  14. 14. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 13) PLEONASMO:13) PLEONASMO: USO DE PALAVRAS REDUNDANTES PARAUSO DE PALAVRAS REDUNDANTES PARA REFORÇAR UMA IDÉIAREFORÇAR UMA IDÉIA ““Ó mar salgado, quanto do teu salÓ mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal.”São lágrimas de Portugal.” Fernando PessoaFernando Pessoa
  15. 15. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 13) APÓSTROFE:13) APÓSTROFE: EVOCAÇÃO DE UMA PESSOA OU ALGO, REAL OUEVOCAÇÃO DE UMA PESSOA OU ALGO, REAL OU IMAGINÁRIO, PRESENTE OU NÃOIMAGINÁRIO, PRESENTE OU NÃO ““Pai, afasta de mim este cálice...”Pai, afasta de mim este cálice...”
  16. 16. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 14) GRADAÇÃO:14) GRADAÇÃO: DISPOSIÇÃO DE PALAVRAS OU IDEIAS EM ORDEMDISPOSIÇÃO DE PALAVRAS OU IDEIAS EM ORDEM CRESCENTE OU DECRESCENTECRESCENTE OU DECRESCENTE ““O bicho não era um CÃOO bicho não era um CÃO Não era um GATONão era um GATO Não era um RATONão era um RATO O bicho, meu Deus, era umO bicho, meu Deus, era um HOMEM.”HOMEM.”
  17. 17. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 15) PERSONIFICAÇÃO:15) PERSONIFICAÇÃO: ATRIBUIÇÃO DE CARACTERÍSTICAS HUMANAS AATRIBUIÇÃO DE CARACTERÍSTICAS HUMANAS A SERES INANIMADOSSERES INANIMADOS ““O vento beija meus cabelos. As ondas lambemO vento beija meus cabelos. As ondas lambem minhas pernas. O sol abraça o meu corpo.”minhas pernas. O sol abraça o meu corpo.” (Lulu Santos)(Lulu Santos) ““...a lua tal qual a dona de um bordel...a lua tal qual a dona de um bordel pedia a cada estrela fria um brilho de aluguel.”pedia a cada estrela fria um brilho de aluguel.” (João Bosco)(João Bosco)
  18. 18. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 16) CATACRESE:16) CATACRESE: TIPO DE METÁFORA ESPECIAL. “É A METÁFORATIPO DE METÁFORA ESPECIAL. “É A METÁFORA TORNADA HÁBITO... É UMA ESPÉCIE DETORNADA HÁBITO... É UMA ESPÉCIE DE METÁFORA DESGASTADA.”METÁFORA DESGASTADA.” A AUSÊNCIA DE UM TERMO ESPECÍFICOA AUSÊNCIA DE UM TERMO ESPECÍFICO (OU O DESCONHECIMENTO DESTE) FAZ(OU O DESCONHECIMENTO DESTE) FAZ COM QUE SE USE UM QUE JÁ EXISTA.COM QUE SE USE UM QUE JÁ EXISTA.
  19. 19. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 16) CATACRESE:16) CATACRESE: INUTILIDADESINUTILIDADES Ninguém coça asNinguém coça as costascostas da cadeirada cadeira Ninguém chupa aNinguém chupa a mangamanga da camisada camisa O piano jamais abana aO piano jamais abana a caudacauda TemTem asaasa,, porém não voa, a xícaraporém não voa, a xícara De que serve oDe que serve o pépé da mesa se nãoda mesa se não anda? E aanda? E a bocaboca da calça seda calça se não fala nunca?não fala nunca?
  20. 20. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 16) CATACRESE:16) CATACRESE: Nem sempre o botão está na suaNem sempre o botão está na sua casacasa OO dentedente de alho não morde coisade alho não morde coisa alguma. Ah! se tratassem osalguma. Ah! se tratassem os cavaloscavalos do motor... Ah! se fosse até odo motor... Ah! se fosse até o circo ocirco o macacomacaco do carro... Então ado carro... Então a meninamenina dos olhos comeria Até odos olhos comeria Até o bolobolo esportivo eesportivo e balabala de revólver.de revólver.
  21. 21. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 17) METONÍMIA:17) METONÍMIA: SUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO POR OUTRO, ASUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO POR OUTRO, A PARTIR DE UMA LIGAÇÃO OBJETIVA QUE ELESPARTIR DE UMA LIGAÇÃO OBJETIVA QUE ELES TÊM NA REALIDADETÊM NA REALIDADE ““Não dá para viver sem um teto.”Não dá para viver sem um teto.” ““Os cabelos brancos chegaram antes do esperado.”Os cabelos brancos chegaram antes do esperado.”
  22. 22. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 18) SINESTESIA:18) SINESTESIA: OUTRO TIPO DE METÁFORA. MISTURA DEOUTRO TIPO DE METÁFORA. MISTURA DE SENSAÇÕES PERCEBIDAS PORSENSAÇÕES PERCEBIDAS POR DIFERENTES ÓRGÃOSDIFERENTES ÓRGÃOS ““Eu te amo caladoEu te amo calado Como quem ouve uma sinfoniaComo quem ouve uma sinfonia de silêncio e de luz.”de silêncio e de luz.” (Lulu Santos)(Lulu Santos)
  23. 23. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 20) ANTONOMÁSIA:20) ANTONOMÁSIA: SUBSTITUIÇÃO DE UM NOME PRÓPRIO POR UMASUBSTITUIÇÃO DE UM NOME PRÓPRIO POR UMA CARACTERÍSTICA DESTECARACTERÍSTICA DESTE ““Cidade maravilhosaCidade maravilhosa Cheia de encostas milCheia de encostas mil Cidade maravilhosaCidade maravilhosa Coração do meu Brasil.”Coração do meu Brasil.”
  24. 24. CLASSIFICAÇÃOCLASSIFICAÇÃO 21) METÁFORA:21) METÁFORA: SUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO POR OUTRO EM VISTASUBSTITUIÇÃO DE UM TERMO POR OUTRO EM VISTA DE UMA RELAÇÃO DE SEMELHANÇA ENTRE OSDE UMA RELAÇÃO DE SEMELHANÇA ENTRE OS ELEMENTOS. ESSA SEMELHANÇA É FRUTO DAELEMENTOS. ESSA SEMELHANÇA É FRUTO DA IMAGINAÇÃO DE QUEM CRIA A METÁFORA.IMAGINAÇÃO DE QUEM CRIA A METÁFORA. ““A vida é chuva de verão.”A vida é chuva de verão.” ““Amar é um deserto e seus temores.”Amar é um deserto e seus temores.”
  25. 25. OBSERVE O TEXTO ABAIXOOBSERVE O TEXTO ABAIXO E PERCEBA AS FIGURAS DEE PERCEBA AS FIGURAS DE LINGUAGEM.LINGUAGEM.
  26. 26. Tu és divina e graciosaTu és divina e graciosa Estátua majestosa do amorEstátua majestosa do amor Por Deus esculturadaPor Deus esculturada E formada com ardorE formada com ardor Da alma da mais linda florDa alma da mais linda flor De mais ativo olorDe mais ativo olor Que na vida é preferida pelo beija-florQue na vida é preferida pelo beija-flor Se Deus, me fora tão clementeSe Deus, me fora tão clemente Aqui neste ambiente de luzAqui neste ambiente de luz Formada numa tela deslumbrante e belaFormada numa tela deslumbrante e bela Teu coração junto ao meu lanceadoTeu coração junto ao meu lanceado Pregado e crucificado sobre a rósea cruzPregado e crucificado sobre a rósea cruz Do arfante peito seuDo arfante peito seu ROSAROSA (PIXINGUINHA)(PIXINGUINHA)
  27. 27. Tu és a forma idealTu és a forma ideal Estátua magistral Oh ! alma perenalEstátua magistral Oh ! alma perenal Do meu primeiro amor, sublime amorDo meu primeiro amor, sublime amor Tu és, de Deus a soberana florTu és, de Deus a soberana flor Tu és , de Deus a criação,Tu és , de Deus a criação, Que em todo o coração sepultas o amorQue em todo o coração sepultas o amor O riso, a fé, a dorO riso, a fé, a dor Em sândalos olentes cheios de saborEm sândalos olentes cheios de sabor Em vozes tão dolentes como um sonho em florEm vozes tão dolentes como um sonho em flor És Láctea estrelaÉs Láctea estrela És mãe da realeza.És mãe da realeza. És tudo enfim que tem de beloÉs tudo enfim que tem de belo Em todo resplendor da santa natureza.Em todo resplendor da santa natureza. ROSAROSA (PIXINGUINHA)(PIXINGUINHA)
  28. 28. Perdão, se ouso confessar-tePerdão, se ouso confessar-te Eu hei de sempre amar-te.Eu hei de sempre amar-te. Oh ! Flor, meu peito não resisteOh ! Flor, meu peito não resiste Oh ! meu Deus o quanto é tristeOh ! meu Deus o quanto é triste A incerteza de um amorA incerteza de um amor Que mais me faz penar em esperarQue mais me faz penar em esperar Em conduzir-te um dia ao pé do altarEm conduzir-te um dia ao pé do altar Jurar, aos pés do onipotenteJurar, aos pés do onipotente Em preces comoventes de dorEm preces comoventes de dor E receber a unção de tua gratidãoE receber a unção de tua gratidão Depois de remir meus desejosDepois de remir meus desejos Em nuvens de beijosEm nuvens de beijos Hei de te envolver-te até meu padecerHei de te envolver-te até meu padecer De todo fenecer.De todo fenecer. ROSAROSA (PIXINGUINHA)(PIXINGUINHA)

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • nicolesantos7140

    Jul. 10, 2017

Aulas do Curso Letrados

Views

Total views

594

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

27

Actions

Downloads

0

Shares

0

Comments

0

Likes

1

×