Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula dissertação

Aula sobre Dissertação da professora Paula Barbosa, Curso Letrados

  • Be the first to comment

Aula dissertação

  1. 1. Dissertação Paula Barbosa
  2. 2. “Dissertar é defender uma tese, expressando o pensamento com clareza e coerência”
  3. 3. “A dissertação se baseia na discussão de ideias, produzindo argumentação, através da organização do pensamento, da defesa de pontos de vista e da possível descoberta de soluções. É importante, portanto, conhecimento do assunto que se vai abordar, aliado a uma tomada de posição diante desse assunto.”
  4. 4. PODE-SE CONCLUIR... Os procedimentos argumentativos devem ser utilizados pelo produtor do texto para convencer o leitor daquilo que o texto está dizendo. Todo texto tem, por trás de si, um produtor que procura persuadir o seu leitor, usando recursos de natureza lógica e linguística.
  5. 5. TODO TEXTO DISSERTATIVO BASEIA-SE EM UM ASSUNTO, INDICADO ATRAVÉS DE UM TEMA. A clareza e a objetividade são elementos importantíssimos, mas nada se compara à compreensão do tema apresentado na prova. IMPORTANTE!!!!!!!!!
  6. 6. SEGUNDO PE VIEIRA (...) O sermão há se ser duma só cor, há de ter um só objeto, um só assunto, uma só matéria. Há de tomar o pregador uma só matéria, há de defini-la para que se conheça, há de dividi-la para que se distinga, há de prová-la com a Escritura, há de declará-la com a razão, há de confirmá-la com o exemplo, há de amplificá-la com as causas, com os efeitos, com as circunstâncias, com as conveniências que se hão de seguir, com os inconvenientes que se devem evitar, há de ser responder às dúvidas, há de satisfazer às dificuldades, há de impugnar e refutar com toda a força da eloquência dos argumentos contrários, e depois disto há de colher, há de apertar, há de concluir, há de persuadir, há de acabar. Isto é sermão, isto é pregar, e o que não é isto, é falar de mais alto. Não nego nem quero dizer que o sermão não haja de ter variedade de discursos, mas esses hão de nascer todos da mesma matéria, e continuar e acabar nelas”
  7. 7. OBSERVE O TEMA “A população brasileira, por uma série de razões bastante conhecidas, não pode contar integralmente com a assistência médica do Estado e, por isso, com enorme sacrifício, parte dela se inscreve em planos privados de saúde. Será essa a solução para o problema?” Tema: Saúde Pública
  8. 8. OBSERVE O TEMA “ Está em curso uma Campanha de Desarmamento e já foram recolhidos milhares de armas, de vários tipos. A finalidade é reduzir a quantidade de armas de fogo disponíveis, mas a opinião pública está dividida, achando que esse tipo de campanha de quase nada adianta, que só as pessoas de bem é que se desarmam, enquanto os bandidos continuam armados e oferecendo perigo. Você considera uma boa medida essa campanha? O que mais se poderia fazer para que os índices de violência diminuam?” Tema: desarmamento
  9. 9. OBSERVE O TEMA “A rigor, mesmo as vozes contrárias à política de cotas admitem que a situação é injusta e precisa ser revertida, mas não à custa do direito dos outros ou do princípio da igualdade e da isonomia dos brasileiros, independentemente de credo político, religioso ou raça.” Tema: a política de cotas
  10. 10. Texto Argumentativo Escritos/Falados Motivação deMotivação de NecessidadesNecessidades QUESTIONAMENTOSQUESTIONAMENTOS Pontos de VistaPontos de Vista
  11. 11. Aspecto Estrutural: Parágrafos - Introdução: Ideia ou ponto de vista a ser defendido; - Argumentação: “Solidez” textual - Conclusão: Desfecho coerente  Retomada do ponto de vista ou proposta de intervenção ExemplosExemplos Dados pessoais/coletivosDados pessoais/coletivos EstatísticasEstatísticas
  12. 12. Características  Linguagem sóbria, denotativa;  Uso preferencial da ordem direta  força dos argumentos;  3ª pessoa  objetividade.
  13. 13. Características  Não apresenta progressão temporal e espacial  conceitos genéricos/abstratos  Uso de períodos compostos com encadeamento de ideias  emprego de conectivos Conjunções / Preposições / Pronomes RelativosConjunções / Preposições / Pronomes Relativos COESÃO E COERÊNCIACOESÃO E COERÊNCIA
  14. 14. Texto Argumentativo Ponto de vista (não é exclusivo da dissertação; também da descrição, narração) Consideração do assuntoConsideração do assunto CompreensãoCompreensão Vivência em sociedadeVivência em sociedade (Experiências)(Experiências) ““Leitura doLeitura do mundo”mundo” ExplícitoExplícito
  15. 15. Textos de concursos Prioridade: CoerênciaCoerência ArgumentativaArgumentativa
  16. 16. TEMÁTICA O QUE É UM TEMA???
  17. 17. Textos de base: A sociedade organizada segundo os parâmetros do dinheiro e do trabalho, ao mesmo tempo que cria a figura do trabalhador, cria também a figura do vagabundo, do delinqüente, do trabalhador que não deu certo e que frequentemente “esbarra” na lei, do criminosos em potencial. Essas são as pessoas que estarão mais sujeitas à perseguição e à punição. (Andréa Buoro et al . Violência urbana- dilemas e desafios) Art.5º Todos são iguais perante a lei; sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade,à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: (...) III – ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante; (Constituição da República Federativa do Brasil, 1988)
  18. 18. Proposta: considerando que as ideias apresentadas acima e nos textos da prova objetiva têm caráter unicamente motivador, redija um texto dissertativo, NO MÁXIMO COM 30 LINHAS, posicionando-se acerca do seguinte tema: O combate à violência deve ser feito com imparcialidade e respeito ao ser humano.
  19. 19. TEMA “A sociedade não é o retrato apenas de seus governantes, é o retrato de seus cidadãos, em destaque, de suas elites. É o nosso retrato, do Brasil todo, de todos nós.”
  20. 20. Atenção!!! Tema X Título - Afirmação doAfirmação do assuntoassunto  ponto de vista;ponto de vista; - ““começo/meio/começo/meio/ fim”.fim”. - ReferênciaReferência vaga a umvaga a um assunto;assunto; - ExpressãoExpressão curta.curta.
  21. 21. ALGUNS PERÍODOS SÃO INCOMPLETOS, CONFUSOS, LONGOS, PROLIXOS, SEM COESÃO: PRECISAM DE REPAROS URGENTES. PERÍODO: PARTE QUEPERÍODO: PARTE QUE COMPROMETE O TODO.COMPROMETE O TODO.
  22. 22. Períodos Incompletos Para que pudesse melhorar as condições de trabalho e sua situação financeira. Sendo complexa, para aqueles que não se acostumaram com a modernidade.
  23. 23. Períodos sem coesão O homem criou a máquina, até mesmo, à sua imagem e semelhança. A pretensão dele em produzir máquinas com sentimentos quase humanos passa por tabus. A máquina já substituiu o trabalho humano,substituir agora o homem em suas relações interpessoais ou ,até mesmo, servir de ponte principal para que elas ocorram representa risco de extinção do sublime e essencial contato físico entre as pessoas.
  24. 24. PARÁGRAFO – o que é? Unidade de composição → identidade própria e homogênea. Composto por ideias, que se interligam à ideia-núcleo. Não deve conter um único período.
  25. 25. INTRODUÇÃO: deve, em princípio, constituir-se de um parágrafo, no qual se apresenta o assunto, mas sem desenvolvê-lo; caso o TEMA seja polissêmico, o qual exija uma “tomada” de posição, ela deverá ter um tópico-frasal. FRASE-NÚCLEO (ponto de vista)
  26. 26. Algumas formas de se elaborar a introdução  Colocação imediata da ideia básica.  Definição de termos e apresentação da ideia básica.  Situação do problema e a apresentação da ideia básica.  Apresentação de perguntas a serem respondidas no desenvolvimento.  Apresentação de relato ou pensamento importante para o desenvolvimento do tema, direta ou indiretamente ligados à ideia básica.
  27. 27. APRESENTAÇÕES DO TÓPICO-FRASAL  Declaração inicial;  Generalização que se particulariza no desenvolvimento;  Conceituação ou definição;  Divisão da ideia- núcleo em partes;  Interrogação.
  28. 28. DESENVOLVIMENTO: Local em que serão desenvolvidas as idéias propostas na introdução. É o momento em que se defende o ponto de vista acerca do tema proposto. Deve-se atentar para não deixar de abordar nenhum item proposto na introdução. Pode estar dividido em 2 ou 3 parágrafos. A abordagem depende da técnica definida na introdução: 3 argumentos, causas e consequências ou prós e contras. O conceito de argumento é importante, pois ele é a base da dissertação.
  29. 29. CONCLUSÃO: Representa o fecho do texto e vai gerar a impressão final do avaliador. Não deve ser longa para não se confundir com o desenvolvimento. Pode-se fazer uma reafirmação do tema e dar-lhe um fecho ou apresentar possíveis intervenções para o problema apresentado. Apesar de ser um parecer pessoal, o enunciador não deve se incluir. Palavras e expressões como concluindo, para finalizar, conclui-se que, enfim devem ser evitadas.

    Be the first to comment

    Login to see the comments

  • josyoliveira92505956

    Jun. 26, 2017
  • WAGNERCANTOR

    Mar. 26, 2021

Aula sobre Dissertação da professora Paula Barbosa, Curso Letrados

Views

Total views

314

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

28

Actions

Downloads

0

Shares

0

Comments

0

Likes

2

×