JapãoJapão日本国 (shinjitai)日本國 (kyujitai)Nippon-koku ou Nihon-koku
Família ImperialFamília ImperialO Imperador do Japão é o símbolo do Estado e,de acordo com a Constituição, não possuipode...
A Lei de Sucessão Imperial determina que ossucessores da Monarquia mais antiga doplaneta devem ser homens descendentes por...
Dados principaisDados principaisÁREA:  372.819 km²CAPITAL DO JAPÃO:  TóquioPOPULAÇÃO: 127,2 milhões (estimativa2009)MOEDA...
Introdução:Introdução:O Japão é um país situado no continenteasiático, extremo oriente, suas terras seencontram na zona t...
O espaço territorial é recortado, o país éconstituído por ilhas, sendo que as principais sãoKyushu, Shikoku, Honshu e Hok...
O ponto culminante do Japão se encontrano Monte Fuji, com 3.776 metros dealtitude, por outro lado o ponto mais baixoestá ...
Geologia e relevoGeologia e relevoO caráter montanhoso do país é resultado deforças orogênicas geologicamente recentes,co...
ClimaClimaA extensão em latitude do país explica a diversidadede climas, do tropical ao temperado, sujeitos tambémà influ...
HidrografiaHidrografiaA estrutura do terreno faz com que oJapão tenha rios de pequena extensão,quase sempre torrenciais e...
Flora e faunaFlora e fauna A maior parte da vegetação original foi substituída porlavouras ou espécies originárias de out...
AgriculturaAgriculturaMesmo com a aplicação de técnicas avançadas nasatividades rurais, a produção de alimentos no Japão ...
Além da rizicultura, no Japão também há o cultivode beterraba açucareira, hortaliças, legumes efrutas, no entanto, a prod...
PescaPescaA pesca é uma parte importante da dietajaponesa, de modo que sua indústria éimportante. Em 1990 havia mais de 4...
Recursos NaturaisRecursos NaturaisRecursos NaturaisO Japão gera parte de sua energia usandoágua, sol, calor e energia nu...
IndústriaIndústriaEsse país só abriu sua economia para oOcidente e para o mundo após o início dadinastia MEIJI, que se es...
Os Imperadores da era Meiji, preocuparam-se commedidas que foram fundamentais para aindustrialização e a modernização do ...
Os esforços das indústrias e do governo, umaforte ética no trabalho, o completo domínio datecnologia e os gastos com defe...
A indústria é o principal motor daeconomia japonesa, apesar de dependerquase que integralmente da importaçãode matérias p...
Durante três décadas, o Japão mantevecrescimento econômico espetacular: 10%nos anos 60 e de 5% nos anos 70 e 80. Noentant...
Apesar desses percalços, a economia doJapão continuou forte graças ao superávitcomercial, aos investimentos noestrangeiro...
Tokkaido – a megalópoleTokkaido – a megalópoleAs megalópoles são as maioresaglomerações urbanas da atualidade. Elas sefor...
Fontes:Fontes:www.culturajaponesa.com.brwww.japaonline.com.brwww.portaljapao.org.brwww1.folha.uol.com.br/folha/mundo/u...
Professora Cristina Penha – 2011COLEGUIUM Fundamental II
Japão
Japão
Japão
Japão
Japão
Japão
Japão
Japão
Japão
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Japão

844 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
844
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
36
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Japão

  1. 1. JapãoJapão日本国 (shinjitai)日本國 (kyujitai)Nippon-koku ou Nihon-koku
  2. 2. Família ImperialFamília ImperialO Imperador do Japão é o símbolo do Estado e,de acordo com a Constituição, não possuipoderes relacionados ao governo. Os membrosda Família vêm de uma linhagem secular, sendo amais antiga dinastia do mundo, e tem comosímbolo a flor de Crisântemo.O imperador Akihito ascendeu ao trono em 7 dejaneiro de 1989 após o falecimento de seu pai, oimperador Hirohito (conhecido como ImperadorShowa), e deu início à atual era no calendáriojaponês, a Heisei.O ano de 2004, portanto, equivale ao 16º ano daEra Heisei no calendário japonês.
  3. 3. A Lei de Sucessão Imperial determina que ossucessores da Monarquia mais antiga doplaneta devem ser homens descendentes porlinha direta do imperador. O príncipeNaruhito, primeiro filho do Imperador com 48anos, e sua mulher, ex-diplomata e poliglota, aprincesa Masako, de 45, têm uma filha, Aiko,de 7 anos. A questão do príncipe herdeiro foicausa de prolongada depressão da princesa,hoje mais risonha. Setembro de 2006 nasceuo filho do imperador.
  4. 4. Dados principaisDados principaisÁREA:  372.819 km²CAPITAL DO JAPÃO:  TóquioPOPULAÇÃO: 127,2 milhões (estimativa2009)MOEDA DO JAPÃO: ieneNOME OFICIAL:  Japão ( Nippon )NACIONALIDADE:  japonesaDATA NACIONAL:  11 de fevereiro(fundação do país); 23 de dezembro (aniversário doimperador Akihito).
  5. 5. Introdução:Introdução:O Japão é um país situado no continenteasiático, extremo oriente, suas terras seencontram na zona temperada norte,portanto, no hemisfério norte.O território japonês não é extenso, alémdisso, é descontínuo, não faz fronteiracontinental com nenhum país, uma vez quese encontra envolvido a oeste pelo mar doJapão e a leste pelo oceano Pacífico, essacaracterística territorial produz um extensolitoral, superando o Brasil quatro vezes.
  6. 6. O espaço territorial é recortado, o país éconstituído por ilhas, sendo que as principais sãoKyushu, Shikoku, Honshu e Hokkaido, em suma éformado por um arquipélago. Além das ilhasprincipais existem ainda aproximadamente três aquatro mil ilhas secundárias.O arquipélago em grande parte,aproximadamente 75% do território, éconstituído por relevo montanhoso por causa dodobramento moderno, devido a isso não sofreugrandes processos erosivos, no entanto, as áreaslitorâneas são constituídas por planícies.
  7. 7. O ponto culminante do Japão se encontrano Monte Fuji, com 3.776 metros dealtitude, por outro lado o ponto mais baixoestá abaixo do nível do mar, no lagoHachirogata.No Japão existem pelo menos oitentavulcões em atividade, outro fenômeno queintegra a realidade japonesa são osconstantes abalos sísmicos e tsunamis, issopor que o país encontra-se na borda daplaca eurasiana.
  8. 8. Geologia e relevoGeologia e relevoO caráter montanhoso do país é resultado deforças orogênicas geologicamente recentes,como demonstra a freqüência de terremotosviolentos, atividade vulcânica e as alterações donível do mar ao longo do litoral. São escassas asplanícies e planaltos, ao contrário do que ocorreem regiões mais estáveis e antigas da Terra,niveladas pela erosão.Próximo ao litoral encontram-se fossas marítimasmuito profundas: a 200km a leste de Honshu, aprofundidade chega aos 8.491m.
  9. 9. ClimaClimaA extensão em latitude do país explica a diversidadede climas, do tropical ao temperado, sujeitos tambémà influência das monções (ventos sazonais) e daaltitude. No sul do país o clima é ameno, mesmodurante o inverno. Hokkaido e Honshu têm nessaestação temperaturas muito baixas. Em geral, avertente do Pacífico é mais quente e menos enevoadado que a vertente voltada para o continente, devidoao obstáculo interposto pelas cadeias de montanhasaos ventos frios continentais. As precipitações sãoabundantes durante todas as estações e atingemmédias anuais de 1.500mm no norte e até 2.500mmnas regiões a sudoeste. As neves são freqüentes emtodo o país no inverno.
  10. 10. HidrografiaHidrografiaA estrutura do terreno faz com que oJapão tenha rios de pequena extensão,quase sempre torrenciais e de reduzidabacia hidrográfica. Somente oito riosultrapassam 200km de extensão.Alguns dos rios procedentes das zonasvulcânicas do nordeste de Honshu têmáguas ácidas e inúteis para a agricultura.
  11. 11. Flora e faunaFlora e fauna A maior parte da vegetação original foi substituída porlavouras ou espécies originárias de outras partes do mundo.Nas ilhas Ryukyu e Bonin encontram-se vários tipos deamoreiras, canforeiras e carvalhos. Há bosques de loureirosdesde as ilhas do sudoeste até o norte de Honshu. As dunaslitorâneas são dominadas pelos pinheiros, e os cedrosjaponeses, alguns com mais de dois mil anos, sãoencontrados no sul de Kyushu. São numerosas as coníferasno norte e no leste de Hokkaido. Apesar da densidadepopulacional humana, os mamíferos terrestres do Japão sãorelativamente abundantes nas regiões florestais montanhosas(ursos, raposas, cervos, antílopes, macacos etc.). As águasjaponesas são povoadas por baleias, golfinhos e peixes, comosalmão, sardinha e bacalhau. Entre os répteis, encontram-setartarugas, lagartos e cobras. É famosa a salamandra gigantede Kyushu e Honshu, de 1,5m de comprimento.
  12. 12. AgriculturaAgriculturaMesmo com a aplicação de técnicas avançadas nasatividades rurais, a produção de alimentos no Japão éinsuficiente para abastecer o mercado nacional,havendo necessidade de importar a maioria dosalimentos consumidos pelos japoneses. O arroz,porém, é o único produto agrícola que supre ademanda interna.A rizicultura (cultivo do arroz) foi uma das principaisatividades econômicas do Japão até meados do séculoXIX. Esse cereal é considerado o alimento maisimportante dos japoneses, e o governo do paísdestina altos subsídios para o seu cultivo, pois oarroz faz parte da história e da cultura nacional,estando associado à comemorações tradicionais dopaís.
  13. 13. Além da rizicultura, no Japão também há o cultivode beterraba açucareira, hortaliças, legumes efrutas, no entanto, a produção desses gênerosalimentícios é insuficiente para abastecer omercado interno.Todo esse processo faz com que os preços dosalimentos no Japão fiquem elevados. Para se teruma ideia, até mesmo o arroz, que é produzidono país e recebe benefícios governamentais parao seu cultivo, possui valores bem superiores aodo mercado internacional. Essa regra também éaplicada para os outros alimentos importadospelo país.
  14. 14. PescaPescaA pesca é uma parte importante da dietajaponesa, de modo que sua indústria éimportante. Em 1990 havia mais de 416.000barcos de pesca registrados no Japão. Amédia de pesca anual é de cerca de 12milhões de toneladas. Outro 1,5 detoneladas de peixe e moluscos é criado emviveiros a cada ano. Contudo, estasquantidades não são suficientes, de modoque o Japão importa cerca de 10% do peixeque consome.
  15. 15. Recursos NaturaisRecursos NaturaisRecursos NaturaisO Japão gera parte de sua energia usandoágua, sol, calor e energia nuclear. Todavia,tem que importar a maior parte dosrecursos naturais de que precisa. Emparticular, importa quase todo o petróleoutilizado. O Japão manufatura bens paraexportação, para poder pagar estesrecursos. 
  16. 16. IndústriaIndústriaEsse país só abriu sua economia para oOcidente e para o mundo após o início dadinastia MEIJI, que se estendeu de 1868 à1912, e isso foi fundamental para que o paísiniciasse o processo de industrialização.Antes disso era uma país agrário, deestruturas feudais, que mantinham suasportas fechadas para o ocidente.
  17. 17. Os Imperadores da era Meiji, preocuparam-se commedidas que foram fundamentais para aindustrialização e a modernização do país, entre elaspodemos citar:criação de infra-estrutura (ferrovias, portos, etc...);instalação de indústrias e de bens de produção;investimento na educação , para obter uma mão-de-obra preparada para novas atividades;Os investimentos feitos nas indústrias pelos gruposfamiliares , os Zaibatsus, que se tornariamposteriormente grandes conglomeradas;a adoção do Xintoísmo, religião que fazia doImperador, um chefe sagrado do estado, ajudou aincentivar o povo japonês ao culto à disciplina que éuma das principais características dessa nação.
  18. 18. Os esforços das indústrias e do governo, umaforte ética no trabalho, o completo domínio datecnologia e os gastos com defesaproporcionalmente pequenos (cerca de 1% doPIB) foram alguns dos fatores que ajudaram oJapão a se tornar a segunda maior economia doplaneta.Uma das características da economia do país é operfeito relacionamento entre fabricantes,fornecedores e distribuidores, chamado. Pormuito tempo também se destacou o empregovitalício, privilégio que vem sendo eliminado pelasempresas.
  19. 19. A indústria é o principal motor daeconomia japonesa, apesar de dependerquase que integralmente da importaçãode matérias primas e do petróleo. Osetor agrícola, com menor peso, recebefortes subsídios e proteção do governo.
  20. 20. Durante três décadas, o Japão mantevecrescimento econômico espetacular: 10%nos anos 60 e de 5% nos anos 70 e 80. Noentanto, entre 1992 e 1995 o ritmo teveuma desaceleração devido as novas medidasdo governo para diminuir as especulaçõesno mercado imobiliário. No final de 1995, aestrutura financeira também sofreu umbaque provocado pelas centenas de milhõesde dólares de dívidas não-declaradas.
  21. 21. Apesar desses percalços, a economia doJapão continuou forte graças ao superávitcomercial, aos investimentos noestrangeiro, além da manutenção dobaixo índice de desemprego (emcomparação com os demais paísesdesenvolvidos) e de inflação.
  22. 22. Tokkaido – a megalópoleTokkaido – a megalópoleAs megalópoles são as maioresaglomerações urbanas da atualidade. Elas seformam pela expansão ou pela conurbaçãode duas ou mais metrópoles, originando umaextensa área urbanizada. Em geral, uma oumais metrópoles polarizam, ou seja,exercem influência em toda a regiãoconurbada.TOKKAIDO: localizada no sudeste doJapão, esta megalópole inclui metrópolescomo Tóquio, Kawasaki, Yokohama,Nagoya, Quioto, Kobe e Osaka e a suapopulação é de cerca de 45 milhões dehabitantes.
  23. 23. Fontes:Fontes:www.culturajaponesa.com.brwww.japaonline.com.brwww.portaljapao.org.brwww1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u363083.shtmlhttp://barairo-rose.blogspot.com/2011/02/um-pouco-sobre-geografia-japonesa.html
  24. 24. Professora Cristina Penha – 2011COLEGUIUM Fundamental II

×